Informática, Pacote office e Educação Orçamentária. Esses são os cursos que serão disponibilizados no CID que foi reinaugurado na última sexta-feira (15.03) na Comdep. Com mais esse equipamento, já são 16 CIDs em funcionamento na cidade com aproximadamente 300 alunos inscritos em cursos gratuitos.

Nesse primeiro momento, o CID da Comdep poderá ser usados pelos funcionários da companhia. Mas a intenção é de que, futuramente, também sejam realizadas no espaço palestras e cursos diferenciados, com o auxílio da Coordenadoria de Juventude do município. Duas turmas já foram formadas para as aulas no CID da Comdep: as aulas ocorrerão nas terças e quintas-feiras, das 16h às 17h para o público interno administrativo e das 17h às 18h para os demais funcionários.

Esse é o segundo CID reativado nesse ano. Em 2018, outros 14 espaços concretizaram a oferta de cursos gratuitos para a população.

O CID Comdep vai funcionar em uma das salas da Companhia. A ideia é que os funcionários da companhia possam se apropriar desse espaço e se inscrever nos cursos gratuitos. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico vai acompanhar o trabalho que será realizado nesse CID. A meta é de que outros espaços sejam reinaugurados ainda nesse ano e o número de alunos matriculados nos cursos alcance 500 alunos. A ideia é que outros cursos sejam realizados no CID.

Ilsa Lopes de Oliveira, funcionária da Comdep há 15 anos, aprovou a novidade. “Nunca tive a oportunidade de aprender a usar o computador e acho que vou aprender muitas coisas que poderão me ajudar em casa também. Estou animada”, contou.

Além do CID da Comdep, outros 15 espaços estão em funcionamento nos bairros da cidade. Os interessados em participar dos cursos que são ofertados gratuitamente nos CIDs podem fazer a inscrição diretamente nos Centros de Inclusão Digital. Dúvidas podem ser esclarecidas pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico por meio do telefone 2233-8135 - ramal: 2085.

Previsão de injeção de R$ 200 milhões na economia da cidade

As vendas no comércio petropolitano nesta semana que antecede a data mais esperada e comemorada pelo comércio, o Natal, aumentaram 50%, segundo os comerciantes do Centro Histórico e Rua Dezesseis de Março. Muitos turistas estão reforçando esse aumento: curiosos com a programação especial do Natal Imperial em vários pontos da cidade e com o Túnel de Luz, eles estão aproveitando a estadia na cidade para fazer as compras de Natal no comércio petropolitano. De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico o Natal Imperial está injetando na cadeia econômica da cidade, R$ 200 milhões.

O aumento no movimento do comércio é um resultado muito positivo para a cidade como um todo e é, sem dúvidas, reflexo da programação especial do Natal Imperial. A cidade está bonita, pessoas de vários municípios estão falando de Petrópolis nas redes municipais. A parada iluminada foi um diferencial. Muitos turistas acabaram passando mais um dia na cidade justamente para prestigiar os desfiles. Podemos dizer que o Natal Imperial é um sucesso, acima da expectativa. O aumento no fluxo de pessoas nas ruas e lojas é perceptível e o resultado disso podemos observar no aumento das vendas do comércio, que já chega a 50%. Esse é um dos objetivos da programação, gerar um fluxo maior de turistas, para que eles permaneçam na cidade.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, a tendência é de o movimento no comércio aumente até a véspera do Natal.

“Petrópolis está sendo considerada um destino importante para o Natal e isso impacta na cadeia econômica como um todo. Certamente outros turistas visitarão a cidade até o final de semana. Acredito que a repercussão será maior nesses próximos dias porque muitas pessoas ainda estão trabalhando e deixam para fazer as compras mais próximo da data, ou até mesmo na véspera do Natal. Acreditamos que o movimento nas lojas deve crescer ainda mais”, explica o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

A cabeleireira Ilma Satyro, proprietária de um salão na Rua Paulo Barbosa, há mais de 20 anos, disse que nesse mês de dezembro, está atendendo nas segundas-feiras e até no domingo, graças ao movimento. “É comum o aumento no movimento nessa época do ano, mas, como a cidade está enfeitada, acredito que isso tenha ajudado a atrair ainda mais visitantes e clientes. O trabalho aumentou mais isso é um motivo de comemoração para comércio”.

Bares, lanchonetes e restaurantes também registraram aumento nas vendas. “A cidade está linda e isso ajuda muito no aumento do movimento. Vendemos mais 30% nesse mês, com relação aos outros meses e, para reforçar a equipe, contratamos três pessoas para atuar no atendimento”, contou Carla Santinon, proprietária de uma lanchonete na Rua Paulo Barbosa.

Na Rua Dezesseis de Março as lojas estão funcionando até as 22h, para aproveitar o público que faz questão de prestigiar o Túnel de Luz. “Nessa semana o movimento já aumentou bastante e, com relação ao mês passado, podemos dizer que as vendas duplicaram. Os petropolitanos e turistas visitam a rua e acabam consumindo nas lojas. Já atendemos muitas famílias de fora que vieram prestigiar a programação especial do Natal”, contou a empresária Talita Ribeiro de França.

“Nessa semana as vendas na loja já aumentaram 30% e acredito que, até o dia 24, o movimento melhore ainda mais. A iluminação ajudou muito, as pessoas estão visitando as lojas e consumindo os produtos. Por causa do movimento ajustamos o horário de funcionamento da loja, para atender essas demandas”, explicou a lojista Carla Soares.

Ocupação hoteleira em alta

Hotéis e pousadas do Centro Histórico também comemoram o aumento da ocupação no mês de dezembro. No último fim de semana, por exemplo, entre os dias 15 e 17, estavam ocupados 85,2% dos leitos. O número é mais que o dobro do registrado no mesmo período do ano passado, quando a taxa ficou em 42,1% no fim de semana de 16 a 18 de dezembro nos hotéis do Centro e arredores.

De acordo com a gerente Geral do Grande Hotel, Bianca Ghidini, o Natal Imperial está atraindo os turistas para a cidade. “O movimento aumentou bastante em relação a 2016. Está bem melhor. As pessoas estão sabendo do evento e vindo para o Natal. Para o ano que vem, observando o que podemos melhorar na festa, tenho certeza que ela pode se tornar uma identidade de Petrópolis, assim como é a Bauernfest. O Natal Imperial precisa estar no calendário da cidade nos próximos anos”, explicou ela.

Para o presidente do Petrópolis Convention&Visitors Bureau, Samir El Ghaoui, não só os hotéis, mas restaurantes e comércio estão comemorando o grande movimento neste fim de ano. “O Natal está sendo muito satisfatório para a economia da cidade. Estamos vendo pessoas nas ruas até 1h da manhã, tirando fotos, andando nas ruas. Este é apenas o primeiro ano. Agora é ajustar a festa e continuar no ano que vem. É só aprimorar, porque o grande passo já foi dado”, frisa Samir.

Natal Imperial atrai turistas e petropolitanos para o polo de modas

A poucos dias da data mais amada do ano pelos lojistas – 25 de dezembro, empresários da Rua 16 de Março, que novamente está entre os principais pontos do Natal Imperial - com o Túnel de Luz e atrações culturais, têm comemorado o aumento no movimento, principalmente com turistas aproveitando a vinda a cidade para fazer suas compras. A tendência agora é de aumentar cada vez mais, inclusive até no dia 24 de dezembro, quando as lojas ainda estarão abertas. Elas também funcionam neste fim de semana para as compras de última hora.

O aumento no número de visitantes na cidade este mês, durante o Natal Imperial, pode ser comprovado pelos números. A cidade tem conseguido manter uma média de quase 90% de ocupação hoteleira no Centro Histórico durante os fins de semana da festa e esses visitantes estão aproveitando a estadia na cidade para apreciar o comércio. Ganha a cidade, ganham os empresários e são garantidos postos de emprego, ou seja, a movimentação da cadeia econômica impulsionada pelo Natal tem reflexos positivos em toda a cidade.

Conhecido polo empresarial do município, a Rua 16 de Março vem registrando, desde o início de dezembro, aumento no movimento e principalmente nas vendas. Muitas pessoas que chegam para curtir os espetáculos do Túnel de Luz, a programação cultural e a decoração temática da rua aproveitam para apreciar as tendências da moda nas lojas.

“Comparado ao ano passado, a perspectiva é de um aumento de 15% nas vendas. A nossa expectativa é de que o movimento aumente ainda mais nesses dias que antecedem o Natal. A Rua 16 de Março virou um atrativo para a cidade, muitos guias estão trazendo os visitantes para prestigiar as lojas”, disse a empresária Alvanei Abi Daud, da Mr. Hugo.

Ainda segundo Alvanei, no último fim de semana o movimento na rua aumentou consideravelmente: “Estamos muito felizes. A rua tem ficado cheia e, por conta da decoração, programação e Túnel de Luz, as lojas estão ficando abertas até mais tarde para receber bem esse público. Está valendo a pena e as pessoas podem e devem prestigiar as lojas da 16”.

Gerente da loja de roupas Hering, Carla Mattos confirma o otimismo do comércio: “Estamos bastante animados neste ano. A cidade cheia favorece as vendas e o reflexo é positivo para gente também”.

O empresário Heitor Carneiro, da loja Mudi, salienta que os melhores dias com relação à venda ainda estão por vir. “Dias 22, 23 e 24 serão os dias com mais movimento. A tendência é de aumento nesses dias porque muitas pessoas deixam para comprar os presentes na última hora. O tempo bom também ajuda porque estimula as pessoas a saírem de casa. Estamos empolgados porque realmente o movimento está melhor neste ano. A programação do Natal ajuda. Nessa semana atendemos um casal que veio do Chile prestigiar a nossa cidade, foi muito interessante”, contou Heitor reiterando o funcionamento na véspera do Natal: “As lojas estarão abertas e esperando pelos consumidores”.

A professora Andreia Sampaio aproveitou a folga no trabalho para adiantar as compras de Natal, mas ainda espera voltar no fim de semana para terminar as compras. “É bom comprar com calma, apreciar as modas e conferir os preços. Vale a pena. A rua está muito bonita e é um ambiente agradável para se fazer compras. No sábado eu voltarei com mais uma lista de presentes”, contou.

O otimismo dos empresários é bom indicador para a economia. É possível perceber que o aumento no número de turistas na cidade está fortalecendo o comércio. As lojas cheias foram constatadas nos últimos fins de semana e a tendência é de que continue assim até o final do mês. Comerciantes dos locais com grande concentração de lojas estão animados, como os da Rua 16 de Março e da Rua Teresa. A cadeia econômica fortalecida favorece o aumento nas contratações em vários segmentos como hotelaria, gastronomia e turismo.

E esse é um dos principais objetivos do Natal Imperial, movimentar a economia. No ano passado, foram mais de R$ 220 milhões movimentados com a festa. A meta este ano é superar este número.

Diversos setores da economia de Petrópolis, como o comércio, já sentem o reflexo da movimentação por conta da 30ª Bauernfest. O período da festa, que começou na última sexta-feira (14.06), tem atraído milhares de turistas à cidade, que aproveitam também para fazer compras, como por exemplo, na Rua Teresa. Só no primeiro fim de semana, mais 150 mil pessoas passaram pelo evento, sendo que parte dos visitantes chegou nos mais de 350 veículos de turismo registrados pela CPTrans. Em 15% deles, os passageiros informaram que tinham a intenção de passar pelo polo de modas.

Durante a Festa do Colono Alemão – que este ano vai até 30 de junho -, alguns lojistas chegam a registrar um aumento de até 30% nas vendas. “O movimento deu uma recuperada por conta da festa. E a expansão da Bauernfest para mais dias, um pedido antigo dos empresários, também será muito bom. Já nestes primeiros dias conseguimos perceber a influencia nas vendas”, explicou Nelson Baptista, empresário da Rua Teresa, lembrando que o movimento também é maior durante a semana. “Mesmo na segunda e na terça-feira notamos mais pessoas nas ruas”, completou.

Para atrair ainda mais o público da Bauernfest para à Rua Teresa, empresários, com o apoio da prefeitura, montaram uma série de ações, como divulgação dentro da festa e transporte gratuito durante o fim de semana. Uma van faz o trajeto entre a Bauernfest e a Rua Teresa para o público da festa. Os pontos de embarque e desembarque são na Rua Roberto Silveira, próximo ao Amparo, e na altura do número 122 da Rua Teresa. O serviço foi implementado no primeiro sábado da festa e transportou 176 pessoas.

“Tivemos também outras parcerias com a prefeitura, como atrações da Bauernfest acontecendo aqui na rua, o que deu muito certo. O movimento aumentou”, frisa a presidente da Arte, a associação dos lojistas da rua, Denise Fiorini.

A van faz o itinerário entre a Bauern e a Rua Teresa direto, sem paradas em outros locais da cidade. As viagens partem às 12h, 13h, 14h, 15h e 16h da Roberto Silveira e às 12h30, 13h30, 14h30, 15h30 e 16h30 da Rua Teresa de volta à festa.

O prefeito Rubens Bomtempo fez nova visita ao terreno que deve ser destinado à implantação do condomínio industrial da Posse. Desta vez, ele foi acompanhado da empresária Waltraud Keuper Rodrigues Pereira, presidente da Representação da Firjan na Região Serrana e presidente do Sindicato das Indústrias Metal Mecânicas de Petrópolis. Ela ficou animada com o espaço e garantiu apoiar as empresas que se interessarem pelo local.

“Não tínhamos noção do tamanho desse terreno. Se a Prefeitura se dispõe a oferecer todos os incentivos possíveis, garantindo ainda a infraestrutura necessária, a Firjan dará o apoio ao empresário que manifestar interesse, colocando, inclusive, em contato direto com o Governo Municipal”, disse Waltraud, salientando que a proximidade com a estrada é o principal atrativo.

“É uma área importante e a chegada de novas empresas irá contribuir, inclusive, para a geração de empregos nos distritos, principalmente para a Posse. Além disso, está a apenas seis quilômetros da Rodovia BR-040 via Areal”, destacou o prefeito Rubens Bomtempo.

A primeira visita ao local foi realizada por Bomtempo na semana passada e, na ocasião, foi constatado o abandono. Apesar da divulgação, pela administração anterior, da instalação do possível empreendimento, nenhum projeto foi iniciado. Algumas áreas, inclusive, foram divididas em lotes e oito famílias estão morando no local. O espaço também está sendo utilizado como depósito irregular de lixo e entulho. A situação já está sendo averiguada pela Prefeitura.

Evento será realizado nos dias 24 e 25 deste mês

A construção de uma sociedade igualitária e justa passa pela oportunidade de apresentação de propostas da sociedade civil e governo municipal. Com essa finalidade será realizada a Conferência da Cidade 2017, nos próximos dias 24 e 25 de março, na Casa dos Conselhos Municipais Augusto Ângelo Zanatta. O evento é organizado pela prefeitura e pelo Conselho Municipal da Cidade (Comcidade).

“A Conferência da Cidade tem como base a oportunidade de cada pessoa exercer seu direito democrático, apontar soluções, ideias e criticas de forma igualitária. Esse é o caminho que devemos trilhar para a construção de uma sociedade mais fraterna e com menos distorções. Espero que a população petropolitana possa comparecer a conferência, peça fundamental para a concretização de políticas públicas que permita a cidade avançar”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

A programação foi definida na última reunião do Comcidade, realizada na terça-feira (07.03). Nos dia 24, o evento terá início às 18h, com o credenciamento e as boas vindas do prefeito Bernardo Rossi e do presidente do Comcidade e secretário de Desenvolvimento, Marcelo Fiorini. Na sequência será apresentado o regimento interno e aprovação do mesmo pelos conselheiros. As 20h30 acontece uma palestra sobre o conceito de Smart City, com encerramento dos trabalhos previsto para as 22h.

No dia 25 a conferência tem início às 8h30, com palestras que irão abordar questões como Mobilidade Urbana, Uso Adequado da Energia e as Obras na BR-040, dentro conceito de Infraestrutura. A segunda parte abrangerá o tema Tecnologia, com debates sobre o Distrito de Inovação, Super Computação e Petrópolis Inovações. A terceira parte da conferência, tendo como base principal a Politica de Desenvolvimento, trará os temas Lei 6.018 – Incentivo Fiscal, Relatório de Política de Incentivos e Perfil Macroeconômico da Cidade para analise e discussões dos participantes.

“Os painéis construídos para o debate abrangem diversos segmentos e temas que são parte fundamental para o desenvolvimento do município. Tenho certeza que a Conferência da Cidade obterá um resultado positivo e angariará ideias que serão absorvidas e concretizadas pelo poder público”, disse Marcelo Fiorini.

 

A ideia é movimentar a economia local e auxiliar a prefeitura

Em uma reunião virtual com o prefeito, diversos empresários se prontificaram a montar um consórcio com objetivo de produzir capotes de TNT 40 e 60 impermeáveis e máscaras cirúrgicas, itens que compõem a lista de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), para serem adquiridos pelo governo municipal. A ideia é gerar negócios, movimentar confecções e facções pequenas da Rua Teresa e de outros locais que estão paradas, gerando emprego e renda para população. Além dessa demanda, esse pool de empresários poderá abastecer outros fornecedores e mercados fora do município com os produtos que serão produzidos em Petrópolis.  

Para produção do material, a Secretaria de Saúde vai enviar os modelos de construção do material a serem seguidos para a Secretaria de Desenvolvimenti que ficará à frente da iniciativa. As especificações da gramatura do TNT 40 e 60 impermeáveis e das máscaras cirúrgicas deverão atender as especificações regulamentadas.

 

Mapeando os problemas e prejuízos para o comércio ocasionados pelo incêndio pelo Extra os consultores do supermercado se reuniram nessa terça-feira (01.08) com comerciantes das ruas Paulo Barbosa e Prudente Aguiar, além de representantes do comércio de rua da Praça Clementina de Jesus. O encontro foi promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

 

A reunião ocorreu na sobreloja de um pequeno shopping na Rua Prudente Aguiar. Segundo os consultores, esse foi um primeiro encontro com os lojistas que foram afetados diretamente pelo incêndio. A partir dessa quarta-feira (02.08) uma equipe do supermercado vai percorrer todas as lojas para fazer um levantamento e identificar o impacto e prejuízos ocasionados. Os casos serão analisados um por um.

 

De acordo com William Leal, consultor do Supermercado Extra, o contato com os lojistas continuará a ser feito durante a semana. “Estamos resolvendo os problemas dos moradores do prédio vizinho e já estamos terminando a higienização do local. Agora, vamos conversar com todos os lojistas da região, analisar cada caso. A ideia é fazer um levantamento sobre os prejuízos e elaborar um plano de ação. Duas pessoas do Extra farão esse contato com os lojistas. Peço paciência e compreensão de todos. Esse é um momento delicado, mas o Extra está à disposição para ajudar e tirar as dúvidas. O objetivo é que o levantamento final seja enviado para a seguradora que vai analisar cada caso”, explicou William.

 

Nessa semana, uma equipe da Secretaria de Desenvolvimento Econômico iniciou a distribuição de um questionário para os comerciantes que ficam nas imediações do supermercado. “Esse levantamento vai nos ajudar inclusive no contato com os comerciantes. Após a demolição total do imóvel, o processo de limpeza da área será feito”, explicou William.

 

O secretário de Desenvolvimento Econômico agradeceu os consultores do Extra e afirmou que todo o trabalho está sendo acompanhado pela secretaria. “Nossa intenção é buscar apoio para os empresários para que eles possam voltar às atividades. Estamos acompanhando esse levantamento sobre o impacto financeiro na região, em contato direto com a equipe do Extra. Nos colocamos à disposição daqueles que ainda não conseguiram preencher o formulário para passarmos nos comércios e tirar as dúvidas”, apontou. Os telefones da Secretaria de Desenvolvimento Econômico são 2233-8140 e 2233-8141.

 

O encontro foi bem recebido pelos comerciantes. “Fiquei com a minha loja fechada durante uma semana. Estamos levantando os prejuízos. Esse encontro foi importante, nos dá uma esperança. É bom poder tirar as dúvidas e acompanhar o que está sendo feito para que o comércio da região volte a funcionar normalmente”, disse Suzana Gonçalves, proprietária de uma loja de roupas que fica na galeria Regente.

 

“Ainda estamos sentindo a queda no movimento, mas esse encontro foi positivo. Vamos aguardar a visita dos consultores”, contou Everton Ferreira, dono de uma loja de rações que fica na Travessa Prudente Aguiar

Fiscais da Coordenadoria de Fiscalização realizaram uma operação nas ruas 16 de Março e Imperador, visando o comércio ilegal de ambulantes. Diversos produtos foram apreendidos pela equipe que realizou a operação entre os dias 22 e 23 de novembro: acessórios para automóveis, pilhas, brinquedos, sandálias, cobertores, redes e jogos de panelas. Os fiscais também apreenderam materiais de publicidade e propaganda, distribuídos irregularmente pelas ruas do Centro Histórico.

“Esta operação é um reflexo da fiscalização que vem sendo realizada ao longo de 2013. Neste período natalino estamos visando o comércio ambulante irregular que prejudica principalmente o mercado formal”, ressaltou o secretário de Fazenda, Paulo Roberto Patuléa.

Atividade faz parte das ações do Programa Cidades Empreendedoras

Os empresários que já fornecem para o serviço público ou querem obter informações sobre como se tornar fornecedor da Prefeitura e demais órgãos do serviço público em Petrópolis poderão participar do Curso do Fornecedor, que será promovido pelo Sebrae/RJ, nessa terça-feira (28.11), às 10h, na sede da instituição. O curso faz parte das ações do Programa Cidades Empreendedoras, que reúne 11 municípios fluminenses, incluindo Petrópolis, e tem como objetivo melhorar o ambiente de negócios para as micro e pequenas empresas locais.

No encontro, os empresários terão informações sobre o programa de compras governamentais Compra Mais e os critérios para se candidatar a fornecer para o serviço público, além de participar de dinâmicas conduzidas pelo Sebrae. O programa tem o objetivo de desenvolver incentivos e ampliar a participação das micro e pequenas empresas nas compras públicas.

É importante que os empresários participem da capacitação para conhecer os trâmites legais de todo o processo de compras do poder público. Mais uma vez o Sebrae auxilia o poder público realizando essa aproximação com os empresários.

Durante o encontro, os participantes poderão esclarecer dúvidas sobre o processo de licitação municipal e como fazer parte do cadastro da Prefeitura. E ainda terão informações sobre o cadastramento no programa Rio Oportunidade de Negócios, que divulga as oportunidades de negócios na área de compras governamentais e estimula novas estratégias e ações para o fortalecimento das empresas e torná-las mais competitivas no mercado. O curso é aberto aos micro e pequenos empresários de todas as áreas de atividades econômicas, entre comércio, indústria e serviço.

A participação é gratuita. O Sebrae fica na Rua 24 de maio, nº2 – Centro. As inscrições podem ser feitas através do telefone (24)2237-0062.

Pagina 10 de 34

Notícias por data

« Setembro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30        

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo