Quinta, 20 Junho 2013 - 00:00

Bomtempo anuncia nova proposta de inclusão digital nas escolas

O prefeito Rubens Bomtempo anunciou na última segunda-feira (17/06), durante a reunião do Comitê de Monitoramento de Ações Estratégicas (Comae) um novo projeto para utilização dos netbooks adquiridos pelo município através do Programa Um Computador por Aluno (Prouca). A nova proposta visa cumprir o objetivo original do programa, que é de cunho educacional, com utilização de tecnologia e inclusão digital, o que não foi respeitado pela gestão anterior. Mais de 33 mil alunos de 131 escolas da rede municipal de ensino serão beneficiados com a iniciativa.

Entre os principais problemas encontrados pela atual gestão do governo em relação aos netbooks é que eles não dispunham de conteúdo educacional específico, bem como não houve treinamento aos professores para utilizarem a ferramenta de modo produtivo. Outro problema grave era a baixa capacidade de armazenamento em memória dos aparelhos e a inadequação dos AP (Access Point), que impediam a conexão de mais de 30 computadores por vez.

“Foram gastos mais de R$ 4 milhões na compra desses netbooks sem que houvesse um planejamento para que o Prouca funcionasse como deveria ser, caracterizando um mau uso do dinheiro público. Agora nós vamos criar um Núcleo de Tecnologia Educacional junto à Secretaria de Educação para desenvolver os conteúdos que poderão ser utilizados por professores, que também serão capacitados de forma permanente para tirar o máximo de proveito dos novos recursos”, informou Bomtempo.

Além da preocupação em utilizar os netbooks como material didático com conteúdo próprio para reforçar o aprendizado dos alunos, o secretário de Ciência e Tecnologia, Airton Coelho, esclareceu que a Prefeitura também irá buscar parcerias com outras secretarias de Educação para compartilhar conteúdos.

“Outras ações vão ser necessárias, então vamos atualizar os softwares e criar uma equipe de suporte técnico que atenda as escolas de maneira sistemática. Nessa nova proposta, nós vamos priorizar a distribuição dos netbooks para o primeiro segmento, assegurando assim a inclusão digital ainda nas fases iniciais do ensino. Os alunos do segundo segmento do ensino fundamental e do ensino médio terão acesso a conteúdo mais aprofundado através do Programa Nacional de Informática e Educação. Fora da escola, os pais e os alunos que não possuem computador ou acesso à internet poderão utilizar os CIDs localizados próximos às escolas. Os três serviços estão agora sendo pensados de forma integrada no município”, esclareceu o secretário.

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

turispetro

iluminacao

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

imc

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo