Terça, 07 Dezembro 2021 - 10:31

Mazzepa da União e Indústria será recuperada pela Prefeitura em parceria com iniciativa privada

Escultura foi instalada no trevo de Bonsucesso em 1961, durante os festejos do centenário da estrada

Uma escultura em bronze, assinada pelo artista Antonio Geraldes, que reproduz a Mazzepa - primeira carruagem a fazer o percurso entre Petrópolis e Juiz de Fora, puxada por duas parelhas de cavalos - instalada no trevo de Bonsucesso em 1961, durante os festejos do centenário da Estrada União e Indústria, está sendo recuperada em ação conjunta da Prefeitura de Petrópolis com a iniciativa privada.

A peça está sendo restaurada em uma fundição no Rio de Janeiro, e todo o custeio foi articulado pela Associação Filantrópica de Petrópolis (AFIPE), que buscou apoio junto ao empresariado de Itaipava. A reinstalação do monumento faz parte do projeto Vamos Florir Itaipava, que inclui a revitalização do trevo, numa iniciativa conjunta da Prefeitura, por meio da Turispetro, Secretaria de Meio Ambiente e Comdep, com a própria associação.
 
"A escultura é um importante marco na história da estrada e graças a essa parceria com a iniciativa privada sua recuperação está sendo viabilizada. Será certamente um atrativo a mais para o trevo que recebeu melhorias recentes", destaca o governo interino.
 
"Há alguns meses vínhamos em contato com a presidente da Afipe, Vera Cecília, para, em conjunto, tentarmos recuperar este monumento. Recentemente, a Prefeitura promoveu intervenções no trevo de Bonsucesso, na parte de jardinagem e pintura, instalação do pavilhão nacional, tudo no sentido de embelezamento do local, que é a porta de entrada do distrito de Itaipava", disse o secretário de Turismo, lembrando que a localização das peças pela equipe da Turispetro vai facilitar bastante o processo de restauro da Mazzepa.
 
Segundo ele, parte da escultura estava guardada no depósito da Prefeitura, e outra parte será reconstruída com base em fotos e documentos da época da instalação, na década de 60. A peça em homenagem aos idealizadores da estrada traz ainda à sua direita a efígie do Imperador Pedro II, patrocinador do monumento, e à sua esquerda a efígie de Mariano Procópio, construtor da Estrada União e Indústria, assim como os nomes dos engenheiros e técnicos que participaram da construção da rodovia.
 
"Ficamos muito felizes com a notícia de que a Prefeitura havia preservado parte do monumento. Isso vai baratear o serviço de restauração da escultura, que tem importante valor histórico e cultural não somente para a Estrada União e Indústria, mas para o distrito de Itaipava como um todo", disse a presidente da AFIPE.
 
Atualmente, no local, encontram-se as colunas construídas com placas de mármore, medindo 18 metros de altura, e o retângulo monumental, também em mármore, que abrigava a escultura em bronze. Ainda pode ser observada na face posterior do monumento uma placa em bronze contendo informações técnicas, como os operários que trabalharam na construção, contratados na França por Mariano Procópio.