Domingo, 02 Fevereiro 2014 - 08:09

Agentes da Defesa Civil assistem à palestra sobre meteorologia

Os agentes operacionais e os técnicos da Secretaria de Proteção e Defesa Civil passaram por nova capacitação na última sexta-feira (31/1). A convite do secretário Rafael Simão, o meteorologista Rodrigo Mello deu uma palestra aos funcionários sobre os conceitos básicos da meteorologia na sede da Defesa Civil. Com a aula, os servidores saberão interpretar melhor os alertas e os avisos de órgão de previsão do tempo, agilizando assim a resposta do município às fortes chuvas.

Esta foi a primeira de uma série de palestras sobre o tema, conforme determinação do prefeito Rubens Bomtempo para que a Defesa Civil esteja cada vez mais preparada para atuar na prevenção e na resposta a desastres naturais.

“É importante esse treinamento para que as equipes de plantão possam, a todo momento, estar preparadas para identificar os problemas e as possibilidades de chuvas forte. A palestra do meteorologista Rodrigo Mello faz parte de um processo contínuo de capacitação dos agentes da Defesa Civil. É uma medida de prevenção do governo Rubens Bomtempo”, disse o secretário Rafael Simão.

O meteorologista explicou aos agentes e aos técnicos da Defesa Civil o funcionamento do site do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) – portal acompanhado por órgãos públicos e privados que atuam nas chuvas, além da imprensa e de moradores de áreas de risco. Como ele mostrou, o site trabalha com uma previsão dos níveis dos rios ao emitir os alertas. Por isso, os estágios de atenção, alerta e alerta máximo, quando indicados no site, não significam que o município esteja nessa situação ou que os rios tenham transbordado.

Ele também explicou conceitos da meteorologia que costumam ser confundidos, como tromba d’água – fenômeno que somente acontece nos oceanos. O meteorologista falou sobre os efeitos do encontro de uma massa de ar quente e úmida com uma massa de ar fria, a forma de se classificar uma chuva e a diferença entre clima e tempo: termos técnicos que, passados em cada uma dessa série de palestras, capacitarão cada vez mais os agentes da Defesa Civil.

“A palestra foi muito produtiva, porque tirou dúvidas sobre como funciona o encontro de uma massa com outra, por exemplo. Isso é importante, porque nós, que recebemos as ocorrências no Centro de Operações, estamos sempre monitorando o tempo e as previsões”, disse o agente operacional Antônio Rodrigo Britto, da Defesa Civil.

Este não foi o primeiro contato do meteorologista Rodrigo Mello com a Defesa Civil de Petrópolis. Em 2008, no segundo governo de Rubens Bomtempo, ele acompanhou a instalação de pluviômetros em Petrópolis. Na palestra desta sexta-feira, foi apresentado a ele o pluviômetro caseiro, feito com garrafa PET, uma invenção de Petrópolis.

“Esses pluviômetros caseiros são muito importantes, porque são uma ferramenta simples que pode ser acrescentada à rede de pluviômetros de Petrópolis”, disse o meteorologista Rodrigo Mello.