Terça, 18 Fevereiro 2014 - 09:03

Professores começam a receber curso de capacitação do Prouca

Os professores da Escola Municipal Luiz Carlos Soares e da Escola Paroquial Nossa Senhora da Glória foram os primeiros a passar, na tarde desta segunda-feira (17/2), pelo curso de capacitação para o trabalho com o sistema operacional UbuntUCA, utilizado pelo Programa Um Computador Por Aluno (Prouca). Até o dia 28 de fevereiro, a equipe do departamento de Tecnologia Educacional, da Secretaria de Educação, vai treinar 162 professores. Estes profissionais trabalham nas 24 escolas que receberão o curso neste semestre. Depois de treinados, eles passarão a utilizar os netbooks em sala de aula.

Esta primeira aula foi realizada na Escola Paroquial Nossa Senhora da Glória, no Morin, e contou com a participação de 13 professores. Todos educam alunos do primeiro segmento do Ensino Fundamental. “Os computadores terão um melhor aproveitamento a partir de agora. Eles não sairão da escola e o aluno vai utilizá-lo com a presença dos professores. Trata-se de um recurso pedagógico eficiente dentro do processo de ensino e aprendizagem”, explicou a secretária de Educação, Mônica Freitas.

A subsecretária de Educação, Rosilene Ribeiro, que acompanhou a aula, comemorou o empenho e a dedicação das professoras e das equipes da Secretaria de Educação e da Secretaria de Ciência e Tecnologia, que estão realizando a implantação do Prouca. Porém, deixou claro que é necessário haver um constante acompanhamento. “Esse programa exige avaliações do impacto na aprendizagem das crianças e a garantia da utilização do material de maneira sustentável, eficiente e responsável”, ressaltou Rosilene Ribeiro.

Ela falou, ainda, sobre a importância da capacitação. “A nossa gestão se preocupa com a capacitação dos profissionais da Educação. Temos várias ações neste sentido. O Prouca é um programa muito importante para o nosso município e é uma satisfação ver que está funcionando”, afirmou a subsecretária.

A diretora da Escola Paroquial Nossa Senhora da Glória, Laura Ferreira de Souza, também elogiou o Prouca. “Este programa vai somar, nos ajudar a passar os conteúdos pedagógicos para os nossos alunos. Vai nos possibilitar oferecer aulas diferentes, interessantes. Tenho certeza de que as crianças vão adorar”, garantiu.

Para a diretora da Escola Municipal Luiz Carlos Soares, Maria Augusta Duarte, a implantação do programa está sendo muito positiva. “Acho que os alunos ficarão muito motivados, o que vai facilitar o nosso trabalho. O UbuntUCA é de fácil utilização. Penso que as crianças, mesmo as menores, poderão usá-lo sem grandes dificuldades.”

A próxima aula será na Escola São Geraldo, para 19 professores desta e da Escola Municipal Lúcia de Almeida Braga.