Sexta, 18 Janeiro 2013 - 17:00

Prefeito decreta luto pelo falecimento do padre Quinha

O prefeito Rubens Bomtempo decretou luto oficial de três dias pelo falecimento do padre Quinha. Ele morreu na madrugada desta sexta-feira (18/1) vítima de um enfarto fulminante enquanto dormia na casa de sua família, em Itaipava. Bomtempo enviou um ofício de pesar ao Bispo Dom Gregório Paixão e se pronunciou agradecendo todas as ações realizadas por ele em prol dos mais necessitados.

“Profundamente consternados, nos solidarizamos com os familiares, amigos e todos os petropolitanos que amavam o nosso querido padre Quinha. Nesse momento de dor, em que nossas lágrimas se transformam em uma grande e sentida saudade, queira Deus receber nossas preces para que esse filho tão dedicado à vida e ao amor ao próximo, seja por Ele recebido e continue a olhar por todos nós. Em nome de Petrópolis, somos gratos à vida do padre Quinha e a todos que ele aproximou de Deus com suas ações de imensa bondade e generosidade junto dos mais humildes e necessitados." 

Padre Quinha era conhecido em Petrópolis e em toda região pelo seu trabalho social, principalmente com as pessoas dependentes de álcool e outras drogas e também pelo cuidado com a população de rua. Apoiava todas as iniciativas voltadas para os mais necessitados. Foi nomeado Vigário Diocesano das Pastorais Sociais; é fundador da Oficina de Jesus, que cuida das pessoas com dependência química; e ainda apoiava o grupo SOS Vida e a Pastoral da Aids.