Sexta, 26 Abril 2013 - 17:25

Secretaria de Obras impede agravamento de erosão que causou destruição de uma casa e parte de imóvel vizinho

A erosão provocada por uma rede de água fluvial, próximo ao BNH da rua Alberto de Oliveira, na Mosela, já causou a queda de uma casa e de parte de outro imóvel na mesma propriedade, na semana passada, e uma terceira casa já apresentava rachaduras. A rápida intervenção da secretaria de Obras impediu o agravamento da situação. O prefeito Rubens Bomtempo e o secretário de Obras Aldir Cony estiveram no local hoje (26/04) para acompanhar o trabalho, onde máquinas e caminhões estão sendo utilizados para o aterramento do terreno.

De acordo com o sobrinho do proprietário, Carlos Eduardo Severino, o terreno começou a apresentar sinais de modificação há cerca de 20 dias, mas apenas na semana passada um buraco se abriu, causando a destruição da casa e de parte da residência ao lado, sem ocorrência de feridos . Ele explicou que passava pelo terreno uma rede de água fluvial com 15 metros de profundidade.

“Se não agíssemos rapidamente, íamos perder toda a servidão, porque a rede atravessa toda essa área”, alertou o prefeito, ao mostrar as diversas rachaduras que se formaram pelo terreno. Segundo o secretário Aldir Cony, esta é uma rede muito antiga, com camadas de aterro por cima, em uma profundidade que não foi possível atingir. “Por isso, nós resolvemos construir uma rede nova em profundidade menor, com tubos de PVC de 60 centímetros, que são mais leves e estão sendo fabricados para atender essa necessidade”.

O secretário também esclareceu que a situação na localidade está controlada e não apresenta risco para a vizinhança. A expectativa é de que a obra esteja concluída no prazo de 30 dias.