O evento, voltado para pacientes e familiares, aconteceu no Centro de Tratamento Oncológico - CTO e foi organizado pela Radio Serra.

A Jujuba chega e logo a sessão de fotos e carinhos começa. É assim, todas as vezes que a cadela, da raça Golden Retriever, uma agente (canina) do Grupamento de Operações com Cães, do canil Rufus Von Kru Gdorf, da Guarda Civil Municipal, visita o Centro de Tratamento Oncológico - CTO, um espaço voltado para quem está na luta contra o câncer. Desde muito nova, com dois meses de vida, ela alegra não só os pacientes, mas também as pessoas que estão envolta: pais, filhos, tios, irmãos, avós, amigos. Hoje (21), não foi diferente. No evento promovido pela Associação Petropolitana dos Pacientes Oncológicos - APPO e pela Radio Serra, lá estava ela usando a sensibilidade canina para deixar tudo muito mais leve.

“Eu amo cachorro”, deixa muito claro a Maria Vitória Pereira Jorge, 10 anos, que conhece a Jujuba desde que as duas eram mais novas. “Eu vinha aqui sempre acompanhar o tratamento da minha mãe”. A mãe, Eliane Isidoro Pereira Jorge, que venceu um câncer de mama, não esconde o tanto que gosta de cachorro também, especialmente da Jujuba. “Desde 2017 eu venho aqui. A primeira vez que a guarda chegou aqui com a Jujuba foi uma surpresa maravilhosa. Pra gente que está em tratamento, você chega aqui, brinca com o cachorro e esquece aquilo que vai enfrentar”, conta.

Claro, que a Jujuba tirou foto com cada paciente que chegava no CTO hoje, mas não eram eles os únicos que queria aproveitar a presença da agente da Guarda. “Não só os pacientes, mas a equipe de profissionais adora esse contato com a Jujuba”, ressalta a psicóloga da APPO, que lembra que a ação de hoje buscou o contato espontâneo com o paciente oncológico que buscam o tratamento de quimio, radio ou para consultas de tratamento de rotina. “Hoje, além da cinoterapia, dentro desse projeto idealizado pela Radio Serra e apoiado pela APPO e CTO, oferecemos massagem, café da manhã. Um carinho, um acolhimento, que conta ainda com psicólogos, nutricionistas, médicos, dando suporte aos pacientes e familiares, para uma abordagem leve, sem tratar do quadro clínico”, destaca.

A cinoterapia, que foi retomada esse ano pela Guarda Civil, promove bem-estar físico, emocional, cognitivo e social e tem o “melhor amigo do homem” como principal agente terapêutico. “É um trabalho fundamental prestado pela nossa Guarda Civil, que felizmente conseguimos fazer com que retornasse. Os cães são a alegria não só dos pacientes, que passam por um momento muito difícil, como também dos familiares, que estão ali acompanhando todo esse processo”, destaca o governo interino.

Para o superintendente geral da Guarda é um trabalho fundamental também para os guardas e para os animais que participam de ações como a de hoje e do trabalho contínuo de atendimento aos pacientes do CTO. “O trabalho acontece há cinco anos e só foi interrompido pela pandemia. Retornou este ano e no que depender da gente continuará sempre”. A cinoterapia acontece sempre às terças-feiras, às 9h30, de forma quinzenal.

A iniciativa já viabilizou 92 posses responsáveis, desde fevereiro

Neste sábado (23), a Coordenadoria de Bem-estar Animal (Cobea) realiza a 2ª edição da Primavera de Adoção na Praça Dom Pedro II, das 10h às 15h. A ação, que acontece desde fevereiro no município, tem a intenção de estimular a guarda responsável de cães e gatos. As instituições Cão Amor, Cão sem Dono, Amor Vira-lata, GAPA Itaipava e Alma Peluda serão as responsáveis por disponibilizar os animais para acolhimento. Os interessados em ganhar um novo amigo precisam apresentar documentos de identificação pessoal, carteira de identidade e CPF, comprovante de residência fixa, ser maior de 18 anos, além de atender os pré-requisitos exigidos pela Coordenadoria para garantir que os animais estarão seguros de seus direitos básicos.

“Prezamos sempre pela segurança e por garantir adoções responsáveis. Queremos viabilizar lares com estrutura para que os bichinhos possam receber muito amor e carinho”, explica o governo interino, que ainda lembra que os novos tutores podem ficar tranquilos pois todos os pets já chegam aptos para acolhimento devido à parceria com os protetores da cidade. “Os animais que estarão presentes na campanha já chegam vacinados, vermifugados e castrados”, completou.

Neste fim de semana, uma equipe da Vigilância Ambiental marcará presença no evento orientando a população sobre as arboviroses - doenças epidêmicas transmitidas pela fêmea adulta do mosquito Aedes aegypti. A Rospauth e Escola de Tosa Cintia Lima também estarão como apoiadoras da etapa e irão beneficiar os recentes tutores, respectivamente, com um vale de 10% de desconto em produtos de suas lojas e com uma sessão de banho e tosa aos animais adotados. Já a empresa Comidinhas da Pandora sorteará um naked cake e cupcakes aos novos acolhedores.

A coordenadora de Bem-estar Animal afirma que a expectativa é ampliar, cada vez mais, o número de acolhimentos nesta edição. “Já atingimos a marca de 92 adoções este ano. Estamos perto das 100 e a perspectiva é de conseguirmos ainda neste mês. Estamos procurando realizar um evento agradável, benéfico e consciente para alcançarmos mais pessoas”, conta a coordenadora.

Vale destacar que em caso de chuvas fortes ou moderadas, a campanha será agendada para uma nova data. Para esclarecimento de dúvidas, a Coordenadoria disponibiliza o e-mail e telefone para atendimento da população. E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ; telefone: (24) 2291-1505.

A ação acontecerá a cada duas semanas no quinto distrito

A Coordenadoria de Bem-estar Animal (Cobea), em parceria com protetores autônomos do município, vai levar o Bazar de Proteção Animal para Posse a partir deste sábado (23). O evento já possui duas edições semanais - às sexta-feiras e sábados - na Praça Alcindo Sodré, no Centro. Agora, a iniciativa vai acontecer a cada duas semanas no quinto distrito, na Praça Flávio Castrioto, de 9h às 17h. O objetivo é arrecadar renda para manutenção dos cuidados com os animais que estão na tutela de protetores independentes da cidade.

O governo interino conta que a parceria com a sociedade civil tem sido fundamental para o avanço de políticas públicas voltadas à causa animal. “Estou muito feliz de estarmos conseguindo trazer visibilidade através de ações em proteção e defesa dos nossos animais. Desde fevereiro, estamos realizando campanhas de adoção em parceria com protetores independentes da cidade. Já proporcionamos o acolhimento de 92 pets até o momento graças a esse apoio que recebemos em nossos eventos”, disse, lembrando que no próximo mês acontece a 1ª Conferência Municipal de Proteção e Defesa dos Animais em uma ação realizada pelo COMUPA. “É muito gratificante ver esse progresso”, completa.

A coordenadora de Bem-estar Animal explica que, além de beneficiar a causa animal, o evento estimula a economia sustentável, por meio do consumo consciente. “Visamos despertar a sustentabilidade e conscientização em nosso bazar. Por isso, a iniciativa reúne peças de roupas, sapatos e bijuterias, podendo ser novas ou usadas, para venda a preços populares com a intenção de reverter a renda em apoio aos cuidadores que suprem as carências dos animais resgatados”, afirma.

Vale ressaltar que, em caso de chuvas fortes ou moderadas, o evento será suspenso.

As crianças atendidas na pediatria do Centro de Saúde Professor Manoel José Ferreira, no Centro da cidade, estão tendo uma surpresa ao realizarem consultas na unidade. Durante o atendimento, elas estão sendo presenteadas com os brinquedos arrecadados durante a campanha solidária realizada pelos profissionais do setor. O movimento teve como principal objetivo arrecadar itens para o Dia das Crianças. No total, a equipe conseguiu juntar cerca de 350 brinquedos, que estão sendo distribuídos entre os pacientes.

"Iniciativas como esta aproximam ainda mais o poder público da população. Mostram a preocupação e o cuidado dos funcionários com os pacientes, e este carinho é retribuído. No fim das contas, todos saem ganhando. Quem doa, quem entrega e quem recebe. É uma corrente que faz bem. Parabéns à equipe por esta iniciativa", lembrou o governo interino.

"O Dia das Crianças é uma data toda especial para os pequenos. Toda criança espera de forma ansiosa receber um brinquedo. Ver o sorriso no rosto delas pode ser a maior satisfação do mundo para muitas pessoas. Nós mobilizamos esforços dentro da própria unidade para fazer isso possível", destaca o secretário de Saúde.

A diretora do Centro de Saúde contou um pouco como foi a ação do Dia das Crianças: "Os pequenos que fizeram consulta com os pediatras ficaram super animados. Nenhum deles imaginava que iria ganhar um presente. Todos ficaram encantados. No final, não foram só as crianças que ficaram felizes com os presentes, mas também as mães. Algumas falaram que não tinha condições de comprar uma lembrancinha para a filha. São ações como essa que aquecem o nosso coração”, contou.

Célia ainda ressaltou a gratidão aos que ajudaram. “Eu e toda equipe do Centro de Saúde agradecemos imensamente a todos que nos ajudaram nessa campanha. Muitos se prontificaram em arrecadar brinquedos para oferecer um pouco de lazer e brincadeira para as crianças”, finalizou.

O evento já proporcionou 92 acolhimentos responsáveis

A Campanha de adoção de animais realizada pela Prefeitura, através da Coordenadoria de Bem-estar Animal (Cobea), chega aos distritos neste sábado (16), com ação na Posse. A etapa vai acontecer das 10h às 15h, na Praça CEU Corta Rio. Nesta edição, os pets serão disponibilizados por protetores independentes, que garantem, previamente, a castração, vacinação e vermifugação dos cães e gatos. Os interessados em ganhar um novo amigo precisam atender aos pré-requisitos exigidos pela Coordenadoria para garantir que os animais estarão seguros de seus direitos básicos, além da carteira de identidade, CPF, comprovante de residência fixa e ser maior de 18 anos.

O governo interino foi quem propôs a campanha também nos distritos, de forma a estimular a guarda responsável e conscientizar os moradores da região sobre os cuidados com os animais. “Com os excelentes resultados das edições realizadas no Centro, enxergamos a chance de levarmos o trabalho também para os distritos. Acreditamos que é uma oportunidade para alcançarmos mais pessoas e garantir novos lares aos animais. Através do incentivo à guarda responsável, estamos conseguindo orientar e conscientizar a população”, afirma.

Uma das novidades que vai acontecer na campanha deste fim de semana vai ficar por conta da presença do Grupamento de Operações com cães, do canil Rufus Von Kru Gdorf (da Guarda Civil Municipal) e da secretaria de Esportes, Promoção da Saúde, Juventude Idoso e Lazer (SEPJIL), por meio do Núcleo do Agita Petrópolis da Posse.

“A expectativa está muito legal para sábado. A ida dos cães da Guarda Civil vai acrescentar muito para a campanha. Além disso, também vamos contar com o apoio Agita Petrópolis”, explica a coordenadora de Bem-estar Animal, que ainda destaca que, até o momento, 92 adoções já foram viabilizadas através da iniciativa.

A Rospauth também é uma das apoiadoras do evento e vai estar cedendo um cupom de 10% de desconto em produtos da sua loja aos novos tutores. Vale destacar que, em caso de chuvas, a campanha ganhará uma nova data. Para esclarecimento de dúvidas, a Coordenadoria disponibiliza o e-mail e telefone para atendimento da população. E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ; telefone: (24) 2291-1505.

Mais de 30 comunidades já foram percorridas pelo Ônibus Lilás, da Prefeitura, por meio do Centro de Referência em Atendimento à Mulher – CRAM e Comdim – Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, em Petrópolis. O número se refere ao período entre os meses de janeiro e a primeira semana de outubro deste ano. Ao todo, 212 mulheres foram atendidas na estrutura, que integra o mutirão de serviços do Programa Acelera Petrópolis, desenvolvido pela Prefeitura.

“A violência contra a mulher é uma realidade, por isso estamos engajados em garantir mais facilidade no acesso dessas vítimas a todas as políticas públicas, programas e projetos de proteção, orientação e acompanhamento. Até o fim do ano, a intenção é de alcançarmos mais 20 comunidades”, disse o governo interino.

No entanto, de acordo com a coordenadora do CRAM, nem todos os atendimentos estão relacionados a casos de violência contra a mulher. “Além dos serviços referentes à violência doméstica, como os atendimentos psicológicos e jurídicos, estamos levando mais uma série de informações e orientações dos mais diferentes setores, desde a assistência social a saúde e educação”, explica.

Na estrutura, as equipes oferecem serviços multidisciplinares, como assistências social, jurídica e psicológica. A busca inicial pela estrutura geralmente é por questões jurídicas como guarda dos filhos e também procura por psicólogos. “Porém, dentro desses atendimentos, as equipes percebem durante as conversas que a mulher sofre algum tipo de violência e que, muitas das vezes, nem ela identificou. A presença constante em comunidades permite que todas as mulheres tenham o mesmo acesso aos serviços do CRAM. Além de permitir que possamos identificar as principais demandas de cada local.”, completa a coordenadora.

Crianças da Associação Espaço Educativo São Charbel tiveram uma aula diferente na última sexta-feira (08): os alunos acompanharam o trabalho dos agentes de endemia no Caxambu, bairro em que a creche é localizada. Durante a ação, os estudantes acompanharam a rotina de vistorias no combate e prevenção ao mosquito aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, zika e chykungunia.

Participaram das atividades os alunos do 5° ao 9° ano, com idades entre 8 e 14 anos. Durante a ação, realizada seguindo os protocolos de segurança para prevenção à covid-19, eles assistiram de perto as tarefas executadas pelos agentes de combate a endemias em vistorias de domicílios, com transmissão de informações sobre os cuidados necessários para garantir a não proliferação do vetor, destruição de criadouros e aplicação de larvicidas quando necessário.

A Diretora há 35 anos da Associação Espaço Educativo São Charbel conta como surgiu a ideia de levar as crianças para uma vistoria. “Temos uma parceria com os agentes de endemia da região do Caxambu, em que damos um suporte com um trabalho deles aqui no bairro. Através desse contato, tivemos a ideia de fazer uma atividade educativa diferente com as crianças da creche. Os agentes aceitaram prontamente e as crianças gostaram demais”, contou.

O professor de Educação Física da creche foi o responsável por acompanhar as crianças na vistoria. Ele conta que o fator socioeducativo foi o ponto principal da atividade: “Eles andaram pela comunidade, viram a realidade de perto, identificaram possíveis focos dos mosquitos, coletaram amostras, escutaram os agentes conversando com os moradores, ouviram as orientações transmitidas, fizeram perguntas. Foi muito proveitoso. Já fizemos passeios recreativos para o Parque Municipal, caminhadas, levamos a criançada para poços, mas, para mim, se não foi a melhor, foi uma dos melhores atividades, pelo fator socioeducativo. Eles não vão esquecer desse dia nunca mais”.

Ele conta que o conhecimento adquirido pelos alunos foi transmitidos aos outros, que não acompanharam as visitas. “Após o acompanhamento, fizemos uma roda de conversa na creche em que os alunos que participaram da vistoria compartilharam as instruções e conhecimentos adquiridos com aqueles que não estavam presentes. Fizeram perguntas entre si e ainda relataram a experiência de duas caixas d'água que eles viraram para identificar focos do mosquito”.

O professor ainda relata outra situação curiosa com uma criança que acompanhou o trabalho dos agentes. “Na parte da tarde estávamos fazendo atividades de futebol e a bola caiu em um local fora da quadra. Fui buscar a bola com um aluno e nesse caminho tinha um pote cheio de água. Ele já virou pra mim chamando para ver se tinha algum foco de mosquito ali. Olhamos, não tinha e viramos o pote para baixo. Mas é esse tipo de lição que fica. Ele vai levar para dentro da casa esse conhecimento e contar para os pais também, e assim por diante”.

Bons resultados dos agentes de endemia

Os agentes são ligados à Coordenadoria de Vigilância Ambiental do Departamento de Vigilância em Saúde, da Secretaria de Saúde. No mês de setembro, eles atingiram uma marca importante no fechamento dos trabalhos: mais de 450 mil visitas a domicílio foram realizadas em 2021 pelos profissionais. Por mês, são feitas cerca de 45 mil visitas periódicas. Todos os agentes estão vacinados com as duas doses contra Covid-19.

De acordo com o último Levantamento de Índice Rápido ao Aedes Aegypti (LIRA), Petrópolis tem atualmente o menor índice de risco de infestação de Aedes Aegypti dos últimos quatro anos. A pesquisa realizada entre os dias 02 e 06 de agosto, classifica a cidade para as doenças transmitidas pelo mosquito como dengue, chikungunya e zika. Com 0,10%, a cidade está classificada com baixo risco de infecção predial.

O Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais (COMUPA) e a Prefeitura, por meio da Coordenadoria de Bem-Estar Animal (Cobea), vão promover, entre os dias 25, 26 e 27 de novembro, a 1ª Conferência Municipal de Proteção e Defesa dos Animais. O objetivo é discutir propostas para a elaboração do Plano Municipal, com políticas públicas voltadas à causa. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo site oficial da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br) até o dia 10 de novembro.

“A realização desse debate é muito importante para fomentar as discussões entre a sociedade civil e o conselho, buscando propostas que possam contribuir para o bem-estar e a proteção dos animais”, afirmou o governo interino.

A coordenadora de Bem-estar Animal destacou que a importância desta primeira edição. “A conferência está sendo feita virtualmente de forma a estimular a participação de todos, já que estamos ainda em pandemia. É uma forma de garantir o acesso às informações sobre temas que dizem respeito à causa. É muito importante que haja esse debate”, afirma a coordenadora.

O evento será presidido pelo presidente do COMUPA, e dividido em três encontros. Serão organizadas palestras temáticas e mesas de discussão para a formulação das propostas com foco em temas como a castração para controle da população de cães e gatos e a educação de crianças para o combate aos maus-tratos.

“A conferência tem uma importância muito grande para o município e tenho certeza de que essa primeira edição será um sucesso. Estamos prontos para receber a população de Petrópolis nesse debate” disse o presidente.

Ao todo, segundo a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, serão cinco núcleos no município

O governo municipal participou na manhã desta quarta-feira (06/10) de um workshop de prevenção e enfrentamento à violência contra a mulher. A iniciativa faz parte do projeto Empoderadas, da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos e foi trazida para Petrópolis pelo governo estadual, com o apoio da Prefeitura. O governo anunciou que, até o fim do mês, um núcleo do programa será aberto no Centro de Referência de Assistência Social da Rua Dom Pedro. Ao todo, serão cinco polos na cidade.

"Parcerias para fortalecer políticas públicas são essenciais para que possamos obter resultados melhores e mais eficazes na ponta. Temos que discutir, conscientizar, provocar reflexão. Ainda em outubro, vamos abrir o núcleo do Empoderadas no CRAS Centro, na Rua Dom Pedro. Agradeço ao secretário Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos por trazer esse importante programa para a cidade e ao governador Cláudio Castro por todo apoio a Petrópolis", disse o governo interino.

O secretário Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos informou que foi percebido um aumento de violência doméstica em 2021 no Estado do Rio de Janeiro. O objetivo do Empoderadas é que as mulheres vítimas sejam acolhidas, mas também tenham instrumentos de autodefesa, para que possam se defender em situações de perigo. Por isso, são ensinadas técnicas de luta. “Em parcerias como essa, quem sai ganhando é a população. Nesse caso são as mulheres, em um movimento extremamente importante”, explicou.

A coordenadora do Centro de Referência em Atendimento à Mulher (Cram) também esteve presente no evento. “O aumento de casos de violência do ano passado para cá foi de cerca de 700%. Essa alta também ocorreu porque ampliamos nossa rede de atendimento. Ficamos felizes com todo evento que venha para Petrópolis para beneficiar essas mulheres. É muito bom ter a parceria do governo do Estado atuando também nessa luta. Quanto mais apoio para acabarmos com essa violência, melhor”, disse.

O secretário municipal de Assistência Social comemorou a parceria e a implementação do programa. "O programa Empoderadas chega com a missão de atender as mulheres vítimas de violência física, mental e patrimonial. O programa vem na contramão da violência, onde todo trabalho realizado é construído dentro das diretrizes do atendimento multidisciplinar com equipe especializada. Nossa cidade possui um território extenso dividido entre a área rural e urbana com características específicas, onde iremos chegar com nosso trabalho através dos núcleos que serão inaugurados nos próximos meses", disse, lembrando que o governo interino recebeu do Estado a confirmação da chegada de outros programas ao município, incluindo o Centro de Cidadania LGBTQIA.

O workshop foi conduzido pela coordenadora do projeto, a lutadora de jiu-jitsu e MMA. O evento contou ainda com a presença da subsecretária estadual de política públicas para mulheres, da secretária de Serviços, Segurança e Ordem Pública, da coordenadora do gabinete de Cidadania e da Superintendente Estadual de Enfrentamento à Violência contra a Mulher.

Parceria com a Guarda Civil Municipal

Durante o evento, o governo municipal também lembrou que uma parceria com o governo estadual possibilitará o treinamento da Guarda Civil Municipal para atender a ocorrências relacionadas à Lei Maria da Penha. “Essa legislação foi uma grande conquista em prol das mulheres vítimas de agressão, mas ainda é preciso mais. Projetos como esse trazem mais empoderamento e coragem para todas nós, mulheres”, disse a secretária de Serviços, Segurança e Ordem Pública.

A Coordenadoria de Bem-estar Animal (Cobea) adiou a campanha de adoção de animais que seria realizada neste sábado (2/10) na Posse. O evento, que estimula a posse responsável, foi remarcado para o dia 16/10.

Pagina 6 de 31