A Prefeitura, por meio do Instituto Municipal de Cultura (IMC), abre na segunda-feira (5), as inscrições para os concursos da casa e vitrine mais enfeitadas. O cadastramento deve ser feito por e-mail ( O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ) até 23h59 do dia 20 de dezembro. A promoção faz parte da programação do Natal Imperial, realizado pela Prefeitura, com patrocínio da Claro, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (LIC) da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado do Rio de Janeiro, e com a curadoria da Dellarte (empresa licitada pela Prefeitura, por meio do IMC).

“Com a parceria do Petrópolis Convention e Visitors Bureau podemos, juntos, realizar o concurso, que já são tradicionais em Petrópolis. Já temos casas enfeitadas e iluminadas e as vitrines das lojas já estão no clima do Natal”, disse o prefeito Rubens Bomtempo. “Esses concursos fomentam as culturas e tradições natalinas e tornam a cidade mais bela e atraente neste período do Natal, fomentando também o turismo”, acrescentou o prefeito.

Quem quiser concorrer com a casa mais enfeitada deve enviar por e-mail uma foto da fachada da casa, em formato JPG com no máximo 5Mb, identificada com o nome do candidato; no campo “assunto” do e-mail, escrever “Concurso Casa Mais Enfeitada”; no corpo do e-mail deve conter o nome completo do morador, CPF, endereço e telefones de contato; em anexo junto com a foto, uma cópia do comprovante de residência.

A vencedora ou vencedor ganhará uma diária em suíte dupla padrão standard, com café da manhã incluído, podendo ser em fim de semana ou não, em um dos quatro hotéis da rede Castelo de Itaipava em Petrópolis. São eles: Castelo de Itaipava Hotel, Bomtempo Resort Itaipava, Bomtempo II - Chalés da Mata e Atelier Molinaro Bistrô.

Para o concurso da vitrine mais enfeitada, o participante deve enviar por e-mail uma foto em boa qualidade, com a imagem da vitrine da loja, em formato JPG, com no máximo 5Mb, identificado com o nome do candidato; no campo “assunto” do e-mail, escrever “Concurso Vitrine Mais Enfeitada”; no corpo do e-mail deve conter o nome completo do responsável pela empresa, CPF, CNPJ, endereço e telefones de contato; em anexo junto com a foto, uma cópia do contrato social, ou algum documento que comprove a propriedade/locação do imóvel.

O prêmio será uma diária em apartamento duplo standard com café da manhã, no Hotel Grão Pará; uma diária em apartamento duplo standard com café da manhã, no Hotel Vila Bavária (diárias de domingo a quinta-feira, fora de feriados, datas comemorativas, grandes eventos da cidade e período de alta temporada) e dois “Day Use” em qualquer Hotel da rede Kastel, sem restrição de data (das 8h às 17h, com café da manhã incluso. Não inclui quartos nem alimentação e bebidas, apenas café da manhã).

A divulgação dos resultados será no dia 23 de dezembro. Mais informações sobre os concursos e seus regulamentos pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

A Praça da Liberdade recebe na noite desta quinta-feira (1), o show gratuito do cantor Ivan Lins, a partir das 20h. Já a partir das 18h30, tem a Fanfarra de Natal com o Grupo Andança. A programação no Palácio de Cristal também começa hoje, a partir das 20h, com a apresentação do Coral dos Anjos. Toda a programação é gratuita.

Na sexta-feira (2), a programação tem início às 12h com os jogos da Copa de Mundo de Futebol no telão montado pela Claro na Praça da Liberdade – Coréia do Sul X Portugal. A partir das 16h, tem a transmissão de Camarões X Brasil. Também às 16h tem apresentação da Dupla do Rio na Praça.

Após a transmissão do jogo do Brasil, quem sobe ao palco é a Império de Petrópolis. Às 20h30 tem Samba de Terreira com Mayara Ferreira. O Natal Imperial é realizado pela Prefeitura, com patrocínio da Claro, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (LIC) da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado do Rio de Janeiro, e com a curadoria da Dellarte (empresa licitada pela Prefeitura, por meio do Instituto Municipal de Cultura - IMC).

A programação completa do Natal Imperial está disponível no site da Prefeitura (https://web2.petropolis.rj.gov.br/natal-imperial/).


Nesta quarta, celebração religiosa abre programação; o show acontece no dia 1º de dezembro, na Praça da Liberdade

Um missa na Catedral São Pedro de Alcântara abre a programação do Natal Imperial nesta quarta-feira (30), às 19h. O evento é realizado pela Prefeitura com patrocínio da Claro, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (LIC) da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado do Rio de Janeiro, e com a curadoria da Dell´Arte (empresa licitada pela Prefeitura, por meio do Instituto Municipal de Cultura - IMC).

Na quinta-feira (1º de dezembro) acontece grande show com o cantor Ivan Lins, no palco montado na Praça da Liberdade, a partir das 20h. Também na Praça da Liberdade a partir das 18h30 tem a Fanfarra de Natal com o Grupo Andança e apresentação musical com a Dupla do Rio.

“Serão 40 dias de programação com mais de 190 apresentações em 17 espaços. São mais de 350 artistas envolvidos, sendo 90% deles petropolitanos, valorizando o artista local. Depois que tudo que passamos, estamos muito felizes de estar realizando essa grande festa”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Os jogos da Copa do Mundo FIFA Catar 2022 também fazem parte da programação do Natal Imperial. As partidas começam a ser transmitidas no dia primeiro de dezembro, quinta-feira. A montagem do telão da Claro será montado na Praça da Liberdade (fundo do palco).

A programação no Palácio de Cristal também começa no dia primeiro de dezembro, a partir das 20h com a apresentação do Coral dos Anjos. “Temos programação cultural em vários locais como as regiões de Cascatinha, Nogueira, Pedro do Rio e Posse. Levando cultura e arte para toda a cidade”, disse a secretária de Cultura, Diana Iliescu. A programação completa está disponível no site https://web2.petropolis.rj.gov.br/natal-imperial/.


 

O Cine Humberto Mauro, no Centro de Cultura, recebe a partir desta quinta-feira (1º de dezembro), a 3ª Mostra Cinemas do Brasil. O projeto é idealizado e coordenado por Eudaldo Monção Jr (Memorabilia Filmes), tendo nesta terceira edição a coprodução de Priscila Urpia (Bem Dita Pauta) e apoio da Prefeitura, por meio do Instituto Municipal de Cultura (IMC). As exibições, todas gratuitas, seguem até o dia 28 de dezembro.

A mostra já esteve presente em diversas cidades e cinematecas do Brasil, além de contar com exibições no exterior. Esta edição ainda conta com dois filmes realizados em Petrópolis: Guarany Eu sou o menino do Cinema Paradiso e Cinema é Drops, ambos da diretora petropolitana Aline Castella.

A terceira edição da Mostra Cinemas do Brasil reúne 31 filmes sobre cinemas, personagens e cineclubismo. Pensada como janela de exibição de filmes que retratam as histórias dos cinemas de rua extintos ou em processo de reabertura, personagens de cinema e ações cineclubistas, a curadoria pretende dar visibilidade a obras que exaltam as salas de cinema fundamentais para o audiovisual brasileiro, além de dialogar com a importância do retorno destes espaços.

Confira a programação:

01 de dezembro, quinta-feira, 19h: Sessão Cinema em toda parte
Cine Art 7: Os descaminhos da memória de Phelipe Janning. Brasil, 2007. Documentário. 34’
Ojú Onà de Clementino Junior. Brasil, 2011. Documentário. 25’
Salas universitárias de cinema no Brasil de Cíntia Langie. Brasil, 2020. Documentário. 17’50”
Vozes da Memória de Raissa Dourado. Brasil, 2019. Documentário. 33’28”. Classificação indicativa livre

02 de dezembro, sexta-feira, 19h: Sessão Proibida
Rua da Carioca, 49 de Daniel Mata Roque. Brasil, 2015. Documentário. 18’45”. Classificação indicativa 14 anos
Em Busca do Gozo Perdido de Alex Mountfort e Fernando Frias. Brasil, 2007. Documentário. 15’56”. Classificação indicativa 14 anos
Cineminha de David Cejkinski. Brasil, 2008. 5”30”. Classificação indicativa 14 anos

08 de dezembro, quinta-feira, 19h: Sessão Por trás da tela
O projecionista de Vinicio Marzano. Brasil, 2018. Documentário. 1’10”
Abelardo de Ane Siderman. Documentário. 15’34”. Classificação indicativa livre

09 de dezembro, sexta-feira, 19h: Sessão Protagonistas de Cinema
Guarany – Eu sou o menino do Cinema Paradiso de Aline Castella. Brasil, 2019. Documentário. 16’16”
A Rosa púrpura da Fradique de Débora Filgueiras. Brasil, 2021. Documentário. 13’55”.
Marius Bell em cartaz de George Augusto Silva de Menezes. Brasil, 2021. Documentário. 25’
Coleção Preciosa de Rayssa Coelho e Filipe Gama. Brasil, 2021. Documentário. 15’
Drops Cine Marrocos de Fernanda Petit. Brasil, 2020. Documentário. 13’21”
Cine Aurélio de Kennel Rógis. Brasil, 2021. Documentário. 16’31”. Classificação indicativa livre

15 de dezembro, quinta-feira, 19h: Sessão Subúrbio em Transe
Cine Guaraci de Luiz Claudio Motta Lima. Brasil, 2021. Documentário. 14’53”. Classificação indicativa 10 anos
Cine Vaz Lobo: média metragem de Luiz Claudio Lima. Brasil, 2019. Documentário. 47’13”. Classificação indicativa 10 anos
Making of Cine Vaz Lobo de Vitor Gracciano e Ricardo Rodrigues. Brasil, 2015. Documentário. 14’. Classificação indicativa 10 anos

16 de dezembro, sexta-feira, 19h: Sessão Diálogos com o Cinema
A Gal and A Gun de Raquel Gandra. Brasil, 2013. Experimental. 2’
8 Quadras de Oda Rodrigues. Brasil, 2020. 3’06”
Dias de Glória de Cervantes Sobrinho. Brasil, 2016. Documentário. 20’57”. Classificação indicativa livre

22 de dezembro, quinta-feira, 19h: Sessão Memórias de Cinema
Cinema é drops de Aline Castella. Brasil, 2021. Documentário. 16’. Classificação indicativa 12 anos
Adeus Paissandu de Francis Ivanovich. Brasil, 2021. Documentário. 15’. Classificação indicativa livre
Cinemas de rua de Aracaju de Eudaldo Monção Jr. e Juliana Vila Nova. Brasil, 2021. Documentário. 12’14”. Classificação indicativa livre
Cultural de Armando Lima. Brasil, 2019. Experimental. 06’04”. Classificação indicativa 12 anos
A última sessão de Fernanda Petit. Brasil, 2020. Documentário. 20’. Classificação indicativa livre
Cinema morto de Elivelton Tomaz. Brasil, 2018. Documentário. 1’. Classificação indicativa livre
Cine Metro – Experiência imersiva de Eduardo Calvet. Brasil, 2021. Documentário. 09’07” Classificação indicativa livre

28 de dezembro, quarta-feira, 19h: Sessão Cinema de Rua e Novas Mídias
Uma invenção sem futuro de Francisco Miguez. Brasil, 2021. Documentário. 22’52”
101% de Filipe Gama. Brasil, 2020. Documentário. 20’06”. Classificação indicativa 10 anos

@memorabiliafilmes
https://www.facebook.com/cinemasdobrasil


Evento tem patrocínio da Claro, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (LIC) da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado do Rio de Janeiro

Uma das maiores festas da cidade, o Natal Imperial, foi oficialmente aberto durante solenidade na manhã desta sexta-feira (25) no Palácio Quitandinha. O evento tem patrocínio da Claro, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (LIC) da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado do Rio de Janeiro, e a curadoria da Dell´Arte (empresa licitada pela Prefeitura, por meio do Instituto Municipal de Cultura - IMC). A abertura foi feita pelo prefeito Rubens Bomtempo; o deputado federal Áureo Ribeiro, que representou a secretária de cultura e economia criativa do estado Danielle Barros; a representante da Claro, Nathalie Oliveira, a secretária de cultura de Petrópolis, Diana Iliescu; a secretária de turismo de Petrópolis, Silvia Guedon, o CEO da Dellarte, Steffen Dauelsberg e o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Petrópolis (Sicomércio), Marcelo Fiorini

“Estar aqui hoje abrindo o Natal Imperial, anunciando a programação dos 40 dias de festa é como se fosse um sonho, depois de tudo que a cidade enfrentou em fevereiro e março. Foi com muito empenho, esforço e dedicação de todos – governo, sociedade civil e parceiros – que conseguimos estar aqui”, disse o prefeito Rubens Bomtempo, agradecendo a parceria da Claro e do Fecomércio (RJ).

O deputado Áureo Ribeiro ressaltou as leis de Incentivo à Cultura para a realização dos eventos e a importância de Petrópolis para o Estado. “Aprovamos a Lei Paulo Gustavo e temos a Lei Aldir Blanc que tem o objetivo de fomentar a cultura”, frisou. “Desejamos colaborar para proporcionar bons momentos e belas memórias para os petropolitanos”, destaca Nathalie Oliveira, representante da Claro, que lembrou também a parceria com Petrópolis e solidariedade durante as chuvas.


A programação do Natal Imperial começa no dia 30 de novembro e segue até oito de janeiro de 2023. Serão 40 dias de programação com mais de 190 apresentações em 17 espaços, superando 350 artistas envolvidos, incluindo bandas, orquestras, corais e companhias de balé e de teatro. As principais ruas do Centro receberão iluminação e decoração especial de Natal, entre eles o tradicional Túnel de Luz, na Rua 16 de Março e árvore de 20 metros na Praça da Liberdade. Haverá também concursos da casa e vitrines mais enfeitadas e um ônibus de turismo panorâmico vai circular pelo Centro Histórico.

“Juntos elaboramos uma programação cultural extensa e variada, sendo 90% de artistas petropolitanos. Teremos shows na Praça da Liberdade e em outros pontos da cidade, como as regiões de Cascatinha, Nogueira, Pedro do Rio e Posse”, ressaltou a secretária de Cultura, Diana Iliescu. “A esperança traduz o que vamos vivenciar nesses 40 dias”, enfatizou a secretária de Turismo, Silvia Guedon.

“É uma grande alegria ajudar a construir esta 'Alta Estação' para Petrópolis. O nosso objetivo será, através de uma programação de qualidade, atrair os turistas para superarmos os resultados de arrecadação da última edição. Isto só foi possível graças à parceria com os governos estadual, municipal e a iniciativa privada, através da lei de incentivo à cultura”, celebrou Steffen Daueslberg, CEO da Dellarte.

A abertura do Natal Imperial 2022 contou com a presença presidente da Câmara Municipal Hingo Hammes e dos vereadores Léo França e Gil Magno; do presidente do Sindicato de Hospedagem e Alimentação, Germano Valente; do presidente do PC&VB, Fabiano Barros; de secretários municipais; do trade de turismo e empresários. A solenidade também contou com a presença do Papai Noel e da apresentação do Coral Pró-Tempore do maestro Paulo Afonso.

Confira os destaques da programação do Natal Imperial

A Catedral São Pedro de Alcântara recebe no dia 30, a Missa de Abertura. A Catedral também será palco do Concerto Coral Integração, além do clássico Encontro de Orquestras de Petrópolis. Estão programadas mais de 10 apresentações de corais em diversas igrejas de Petrópolis e na região de Araras.

A Praça da Liberdade vai ganhar um telão com transmissão simultânea dos jogos da Copa do Mundo e ainda 70 atrações, entre DJs, programação infantil, espetáculos de dança, shows com artistas locais e renomados da música brasileira, com ritmos variados como pagode, samba, blues, rock e música natalina. Entre os destaques da programação está o show com Ivan Lins, no dia primeiro de dezembro e abrindo o ano de 2023 com muita animação, Neguinho da Beija-Flor.

O Palácio de Cristal terá 55 atrações, entre apresentações natalinas, oficinas e programação infantil, corais, orquestras, shows com artistas locais, espetáculos de dança, sarau de poesia e o já consagrado Auto de Natal, além da icônica Casa do Papai Noel. O artesanato dos artistas petropolitanos também estará presente, com produtores da região.

A Casa de Petrópolis contará com uma programação clássica especial, com curadoria da Sociedade Artística Villa-Lobos (SAV), e apresentações de artistas consagrados, como o violonista Fábio Zanon, a pianista Ligia Moreno, Trio Aquarius, Quarteto Atlântico, Quarteto Clássico e Duo Off Barok.

A Praça Visconde de Mauá, também conhecida como Praça da Águia, será palco do Natal Cervejeiro, com mais de 27 shows nos mais diversos estilos musicais, como rock, blues, MPB, samba, pop, sertanejo, forró, folk e pop. Já os distritos de Cascatinha, Pedro do Rio e Posse receberão 19 atrações, entre programação infantil, corais e festival de bandas.

A programação do Natal Sesc também foi apresentada pelo Sicomércio. Entre os destaques da está o show “Nossa Voz”, que acontece no dia 23 de dezembro, no Sesc Quitandinha, às 19h30. O espetáculo é conduzido pelo Padre Omar Raposo, reitor do Santuário Cristo Redentor.

Outro destaque do Natal Sesc RJ em Petrópolis é a Cantata Natalina, que acontece no dia 18 de dezembro, no mesmo local, às 19h30. Formada pelas orquestras sinfônicas Juvenil Carioca, Chiquinha Gonzaga (composto exclusivamente por meninas), Jovem Fluminense, Som+Eu e Coro Juvenil do Rio de Janeiro, o grupo se apresentará em espaços públicos depois de ser conduzido até o local por uma caravana de veículos iluminados que percorrerá as ruas dos municípios. O caminhão do programa de combate à fome e ao desperdício Mesa Brasil Sesc RJ integrará o comboio com o propósito de despertar o espírito de solidariedade na população nesse período natalino.

SERVIÇO:

NATAL IMPERIAL 2022

De 30 de novembro a 08 de janeiro

Programação completa:
www.natalimperial.com.br
www.petropolis.rj.gov.br

Evento gratuito acontece entre 23 de novembro e 3 de dezembro, e terá filmes inéditos e retrospectiva destacando musas do cinema italiano

O Cine Humberto Mauro no Centro de Cultura Raul de Leoni recebe a partir de quarta-feira (23), o Festival do Cinema Italiano em Petrópolis. O evento é uma iniciativa da Casa D’Itália Anita Garibaldi, do Petrópolis Film Commission e Cineclube Raul Lopes, com o apoio da Prefeitura e da Câmara Ítalo-brasileira de Comercio da Região Serrana. A abertura acontecerá às 19h, com o filme ‘Nostalgia’ (Mario Martone, 2022) candidato italiano ao Oscar de 2023. As exibições são gratuitas e também acontecem até o dia 3 de dezembro no Cine Raul Lopes e no Centro Cultural Estação Wilma Borsato, em Cascatinha.

As sessões na Sala Humberto Mauro acontecerão nos dias 23, 24, 25, 26 e 30 de novembro e 2 e 3 de dezembro, sempre às 16h. No Centro Cultural Estação Wilma Borsato, a sessão será no sábado, dia 3 de dezembro, às 15h, para o público infantil, com a animação “Yaya e Lenine: The Walking Liberty” (Alessando Rak, 2021). No Cineclube Raul Lopes, a sessão presencial e online será nos dias 27 de novembro e 1 de dezembro, às 19h com o filme “A moça com a valise (La Ragazza com la valigi)” de Valerio Zurlini, 1961, com Claudia Cardinale.

A 10ª Festa Afro Ubuntu, promovida pela Prefeitura e pelo Conselho Municipal de Proteção à Igualdade Racial (Compir), terminou no domingo (20) – Dia da Consciência Negra – com a Marcha do Povo de Santos, apresentação dos Filhos de Gandhi, oficinas e muita música. No sábado (19), a sambista Leci Brandão e o Baile Charme de Madureira encantaram o público, que prestigiou os shows na Praça da Liberdade, palco principal do evento.

“A Festa Afro Ubuntu foi um sucesso, com os petropolitanos prestigiando os eventos na Praça da Liberdade e também a programação cultural que aconteceu nas comunidades. Lançamos o Disque Antirracista e o Núcleo de Atendimento, criando uma rede de proteção e assistência para o povo preto da nossa cidade”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Para o presidente do Compir, Filipe Graciano, Petrópolis fez história. “Toda a festa foi um sucesso. Agradeço ao prefeito Rubens Bomtempo e todas as secretarias que ajudaram na realização do evento. A Ubuntu foi um momento de celebração e também de valorização da cultura do povo preto. Lutamos por um Petrópolis Antirracista”, destacou Filipe.

Além de parte cultural e gastronômica, a Festa Afro Ubuntu também contou com a revitalização e ampliação dos grafittis na fachada do Centro de Informações Turísticas (CIT), na Praça da Liberdade. “O Ubuntu foi um sucesso na valorização da cultura do povo negro da nossa cidade e reforçando nossa luta por uma Petrópolis Antirracista”, concluiu a secretária de Cultura, Diana Iliescu.

Neste sábado, será a vez de Leci Brandão e Baile Charme de Madureira

A Praça da Liberdade recebeu na noite de sexta-feira (18), o show do rapper MVBill. A apresentação foi um sucesso e faz parte da programação da décima Festa Afro Ubuntu, promovida pela Prefeitura e pelo Conselho Municipal de Proteção à Igualdade Racial (Compir).

"O Ubuntu está sendo um sucesso com os petropolitanos prestigiando os shows e apresentações culturais. Temos que agradecer ao Felipe Graciano e Rafaela Máximo do Copir, a Karol Cerqueira do gabinete do prefeito e o apoio da Guarda Civil Municipal, da Secretaria de Saúde, da Comdep e de todas as secretarias que estão unidas ajudando a promover esta linda festa de exaltação do povo negro da nossa cidade", disse a secretária de Cultura, Diana Iliescu.

Neste sábado (19), sobe ao palco a sambista Leci Brandão, às 19h. A partir das 20h30 tem a apresentação do Baile Charme de Madureira.

Também acontece às 16h30, o concurso Beleza Negra 2022 promovido por Teresa Scherer. A programação completa está disponível no site da Prefeitura e também nas redes sociais.

Exibições, gratuitas, começam sábado, dia 19

Começa sábado (19), a exibição de curtas metragens que fazem parte da mostra de cinema da 10º edição da Festa Afro Ubuntu, promovida pela Prefeitura e pelo Conselho Municipal de Proteção à Igualdade Racial (Compir). A programação tem o apoio do Sesc RJ com o Cine Sesc. As exibições, gratuitas, acontecem no Sala de Cinema Humberto Mauro, no Centro de Cultura Raul de Leoni.

Sessão de Curtas:
19 de novembro, sábado, 19h

Pattaki de Everlane Moraes. SE / Brasil. 2018. 21 min. Documentário. 12 anos.
Os peixes agonizam à beira-mar à medida que a água invade a cidade e forma espelhos que distorcem sua imagem. Na noite densa, quando a Lua sobe a maré, esses seres, que vivem uma vida diária monótona sem água, são hipnotizados pelos poderes de Iemanjá, a deusa do mar.

Meus santos saúdam teus santos de Rodrigo Antonio. PA / Brasil. 2021. 14 min. Documentário. Livre.
Em uma viagem de regresso à ilha do Marajó, terra de seus avós, Rodrigo conhece a pajé Roxita e recebe a notícia de que têm guias espirituais de herança. Rodrigo vive sua iniciação na pajelança marajoara e registra sua relação com Roxita, que será sua guia num encontro com seus ancestrais.

Ser feliz no vão de Lucas H. Rossi dos Santos. RJ / Brasil. 2020. 13 min. Documentário. 14 anos. Um ensaio preto sobre trens, praias e ocupação de espaço.

24 de novembro, quinta-feira, 19h
Orin - Música para os Orixás de Henrique Duarte. BA / Brasil. 2018. 74 min. Documentário. Livre.
A música popular brasileira foi muito influenciada, ao longo do tempo, por terreiros de Candomblé, que foram precursores de gêneros que deram origem ao samba, ao baião, e até mesmo ao funk carioca. Para entender melhor como funciona a resistência musical e espiritualista dos Orixás, diversos sociólogos, artistas e etnomusicólogos analisam as cantigas sagradas chamadas de Orin na linguagem iorubá.

26 de novembro, sábado, 19h
A tradicional família brasileira Katu de Rodrigo Sena. RN / Brasil. 2020. 25 min. Documentário. Livre.
Em 2007, é produzido um ensaio fotográfico em reconhecimento aos povos originários Potiguaras, em que são retratados doze adolescentes pertencentes ao Eleutério do Katu, Rio Grande do Norte. Doze anos depois, o fotógrafo volta ao Katu em busca desses protagonistas, hoje já adultos, para saber sobre suas trajetórias pessoais e suas visões de mundo.

Curica! de Thiago José de Carvalho Furtado. PI / Brasil. 2021. 20 min. Documentário. 12 anos.
Uma leitura audiovisual das memórias de cinco mulheres, de várias gerações, vítimas de trabalho doméstico infantil/trabalho análogo à escravidão.

Maikan: a terra da raposa, de Éder Rodrigues dos Santos / Enoque Raposo. RR / Brasil. 2019. 13 min. Documentário. Livre.
Maikan, na língua indígena Macuxi, significa raposa. No documentário, são tratadas a memória e a cultura do povo Macuxi da comunidade Raposa, na Terra Indígena Raposa Serra do Sol, estado de Roraima, com seu modo de vida e processo milenar de ocupação nômade das serras e campos do entorno do Monte Roraima, berço de Makunaima. A comunidade da Raposa está situada atualmente nos campos, fundada a partir da narrativa mítica da fuga da Raposa nas serras, que foi perseguida pelos seus donos Anikê e Insikiran, filhos de Makunaima, o que define a morfologia e as narrativas dos lugares de afeto. Uma cultura forte, que resiste e dialoga com a sociedade do entorno.

A décima edição da Festa Afro Ubuntu, promovida pela Prefeitura e pelo Conselho Municipal de Proteção à Igualdade Racial (Compir) começa nesta quinta-feira (17) na Praça da Liberdade. Na programação, gratuita, estão shows com artistas renomados da música brasileira, apresentações culturais e musicais de artistas locais; além do lançamento do Disque Antirracista. O evento vai até domingo (20) – Dia da Consciência Negra.

"O Disque Antirracismo será um instrumento muito importante para que o preconceito seja cada vez mais combatido na nossa cidade. É uma ação prática que visa criar uma rede de proteção. Ninguém deve se sentir inseguro ou intimidado por conta da cor da pele", disse o prefeito Rubens Bomtempo.

O rapper MVBill, a sambista Leci Brandão e o Baile Charme de Madureira fazem parte da programação, que também conta oficinas; concursos; premiações; Marcha do Povo do Santo; revitalização e ampliação dos painéis de Zumbi, Dandara e Tereza de Benguela; exposição; teatro e mostra de cinema.

“Pensamos numa programação recheada de cultura que começou nas comunidades onde estão o povo preto da nossa cidade e agora chega com uma grande festa na Praça da Liberdade. Não é apenas uma festa com música e gastronomia, mas sim a exaltação do povo preto e formação de uma consciência de políticas públicas”, ressaltou o presidente do Compir, Filipe Graciano.

Nesta quinta-feira, a programação começa com o cortejo da Guerreiros da Vinte a partir das 17h. A solenidade de abertura está marcada para às 18h, na Praça da Liberdade. A programação completa está disponível no site: https://web2.petropolis.rj.gov.br/festaubuntu/a-festa/.

Confira a programação dessa quinta-feira (17):

Festa Afro Ubuntu

Praça da Liberdade

17h Cortejo com Guerreiros da Vinte
18h Solenidade de abertura 10º Festa Afro/Lançamento Disque Antirracista
18h30 Premiação Personalidades Negras 2022
19h Samba da Mulher com Janaina Bessa
20h Reggae com Felipe Monteiro e Jahir Soares

Pagina 1 de 257