O Governo interino e o secretário e Esportes, Promoção da Saúde, Juventude, Idoso e Lazer formalizaram na manhã deste sábado (08/05) a denominação da quadra de esportes Tatiane Brand de Castro, localizada na Rua Presidente Sodré, no bairro Siméria. A denominação foi aprovada pela Câmara Municipal no ano passado e transformou-se na Lei 8.033/2020, após a sanção pelo Poder Executivo.

Assim como diversas outras quadras de esportes do munícipio, a do bairro foi recentemente recuperada pela Prefeitura. Todo o gradil foi recuperado, com a solda das partes tubulares que estavam deterioradas, e pintado. A quadra ganhou também uma cobertura de tela em toda a sua extensão e o pavimento recebeu melhorias com a aplicação de pó de pedra. Os trabalhos, realizados pela Comdep, ficaram prontos esta semana.
O secretário de Esportes também enfatizou que as melhorias na quadra da Siméria fazem parte de um objetivo da área no atual governo municipal, que é estar presente nas comunidades, oferecendo condições mais dignas para a prática das modalidades. Ele lembrou que, além da quadra, a pequena praça e o parquinho infantil que ficam na frente da área também receberam melhorias.
Um pequeno grupo de parentes e amigos da homenageada participaram da rápida cerimônia, entre estes a presidente da Associação de Moradores do bairro e conselheira tutelar do município, Marise Brand. “Fico muito agradecida por essa homenagem à minha filha e pelo reconhecimento do seu trabalho. Minha família sempre esteve muito ligada a este espaço, e a própria Tatiane ajudou a cuidar dele”, disse a mãe da homenageada.
O esposo de Marise, o comerciante José Nilson, proprietário de um bar em frente à quadra, também estava visivelmente emocionado. Ele que também zela pelo espaço público de lazer há muitos anos, diz que com as melhorias implementadas a quadra ficou excelente. “A comunidade certamente fará um bom uso do espaço, principalmente quando essa fase da pandemia passar”, destacou.

Evento será realizado cumprindo todos os protocolos de segurança

A etapa em Petrópolis da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB) – prevista para acontecer entre 24 e 26 de setembro no Vale do Cuiabá – irá seguir os protocolos de saúde e pode ser realizada sem público. Em reunião realizada nesta terça-feira (04/05), representantes da prefeitura ouviram do organizador do evento, Rogério Bernardes, as normas para que a prova aconteça de forma segura, com a testagem de atletas e equipes de apoio. O município também vai receber a Copa do Mundo de MTB em abril de 2022.

O mercado brasileiro de ciclismo vem crescendo de forma estável já há alguns anos. Segundo a Abraciclo, o crescimento da produção no Brasil em 2020 foi de 12,8%, com um total de 750 mil bicicletas fabricadas. Um dos motivos desse aumento é a bike entrando no dia a dia do brasileiro durante a pandemia, como explica Rogério.

"Será uma etapa que seguirá a risca com todos os protocolos de segurança. Vamos limitar o número de pessoas na prova e se for necessário, será realizada sem público. Além disso, em 2022, vamos fazer o melhor trabalho possível para que a Copa do Mundo não saia nunca mais do Brasil”, contou Rogério.


A Prefeitura vai reabrir neste sábado, dia 1º de maio, os parques municipais. Assim, estarão liberados à visitação pública o Parque Municipal Prefeito Paulo Rattes, em Itaipava, o Parque Cremerie e o Parque Natural Municipal Padre Quinha, na Avenida Ipiranga. O Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso), que é gerido pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), órgão federal, já estava aberto desde a semana passada.

A aberturas dos parques públicos e privados havia sido facultada por meio do decreto 074/2021, publicado na segunda-feira (19/4). Entretanto, o governo anunciou que os parques, os atrativos e os centros culturais administrados pelo poder público permaneceriam fechados, buscando preservar a capacidade de atendimento do serviço de saúde no município.

Mesmo com a aberturas dos espaços, a Prefeitura alerta para a obediência as normas sanitárias, com a restrição de circulação de pessoas sem o uso de máscaras, o distanciamento necessário de 1,5 metro entre elas, além da vedação a qualquer tipo de aglomeração.

Horários dos parques e endereços

Parque Natural Municipal Padre Quinha - Aberto de terça a domingo e feriados, das 8h30 às 17h30. Avenida Ipiranga 853, Centro.

Parque Municipal Prefeito Paulo Rattes (Itaipava) - Aberto de quarta a domingo e feriados, das 7h às 18h. Estrada União e Indústria 10.000, Itaipava.

Parque Crémerie – Rua Luis de Camões s/nº, Independência – Aberto de terça a domingo, das 8h às 16h30.

A atividade física está presente na vida de Rafael dos Santos Coutinho desde a infância, quando jogou futsal até seus 14 anos nas categorias de base do Petropolitano Foot-ball Club. Quase uma década depois, aos 23, Rafael concluiu o curso de bacharel em Educação Física, escolhido por conta da relação desenvolvida com o esporte ainda quando criança. Agora professor formado, ele participa do Conselho Municipal de Esporte e Lazer (CMEL) e usou como tema do seu trabalho de conclusão de curso o programa Agita Petrópolis, primeiro programa de estímulo à prática de atividades físicas próprio do município, criado em 2017.

“Eu comecei a estagiar na faculdade trabalhando justamente com idosos, em uma faixa etária que sofre com doenças crônicas, como o diabetes e a hipertensão. Conheci o Agita Petrópolis dentro do CMEL e a decisão de estudar o programa veio para analisar o perfil dos participantes", explicou Rafael. "O Agita cumpre exatamente com o seu papel, que é proporcionar atividade física orientada e supervisionada por profissionais para pessoas de mais idade e com pouco poder aquisitivo", destacou.

Rafael conta que o esporte proporciona diversos benefícios para o corpo. Em meio à pandemia da Covid-19, a prática de atividades físicas pode fortalecer a saúde mental, combatendo os sentimentos de ansiedade e depressão, melhorando o foco e fortalecer a autoestima, principalmente para os idosos. No Agita Petrópolis são mais de dois mil petropolitanos atendidos em 15 bairros.

"O esporte promove saúde e bem-estar, benefícios não apenas para o corpo, mas também para a mente. Nesse momento de pandemia nós percebemos o quanto é importante nos cuidarmos, com a prática esportiva, alimentação, enfim, levarmos uma vida saudável. Comprovamos que o Agita Petrópolis muda a realidade dos beneficiados", ressaltou Rafael.

O Agita Petrópolis acontece no Carangola, Cascatinha, Posse, Bataillard, Vale do Cuiabá, Madame Machado, Vila Rica, Oswaldo Cruz, Contorno, Alto da Serra, Pedro do Rio, Caxambu, Centro, Quitandinha e São Sebastião. Existem vagas para novos alunos em todos os bairros.

Por enquanto, em virtude da pandemia do coronavírus, permanecem sendo realizadas atividades do Agita Petrópolis apenas para o público adulto. Cabe ressaltar que os locais em que acontecem as aulas são usados tapetes sanitizantes, termômetros e também é disponibilizado o álcool em gel para os alunos.

Segundo o secretário de Esportes, Promoção da Saúde, Juventude, Idoso e Lazer, a ideia é ampliar o Agita Petrópolis para mais locais ao longo desse ano. Podem participar adultos e idosos. Os interessados devem entrar em contato pelo telefone (24) 2233-1218. “Os exercícios físicos auxiliam na promoção da saúde e ajudam no controle de diversas doenças. Nosso objetivo é ampliar o programa, democratizando o acesso a prática de esportes", concluiu o Secretário.

Promoção da saúde e de bem-estar. Esses são os objetivos do Motiv@ção, evento esportivo on-line criado pelo governo municipal e que será transmitido no Youtube da Prefeitura de Petrópolis no dia 01 de maio. De 9h até 10h30, os professores do programa Agita Petrópolis darão aulas de alongamento, dança, funcional e relaxamento. Em meio à pandemia da Covid-19, a ideia é que as pessoas utilizem os espaços de suas casas para realizarem as atividades.

Além disso, dentro dessa programação, será realizado o Desafio Motiv@ção 5 km. A intenção é incentivar a corrida sem caráter competitivo, sendo apenas participativa e filantrópica. Para isso, a prefeitura vai disponibilizar 200 vagas e os atletas devem comprovar que realizaram a quilometragem da prova. Os interessados podem se inscrever em um link que estará disponível no Instagram da prefeitura no domingo (25/04) a partir de 9h.

"Vamos abrir as inscrições no domingo e os participantes devem realizar a prova entre os dias 1 e 9 de maio. Pode correr ou caminhar em casa no quintal, na esteira, ou mesmo na rua, mas a gente pede que seja de maneira isolada, sem aglomeração, e com todos os cuidados preventivos", explica o secretário de Esportes, Promoção da Saúde, Juventude, Idoso e Lazer.

Estimular a prática esportiva entre jovens, além de combater a evasão escolar, a criminalidade e o uso de entorpecentes. Esses são os objetivos do projeto Skate Escola, uma parceria da prefeitura com o Governo Federal e que vai beneficiar até 150 crianças e adolescentes de Petrópolis. O município vai contar com dois núcleos - um na Praça Duque de Caxias e outro no Parque Municipal, em Itaipava. O governo municipal aguarda a União para efetivar o programa, que terá 16 meses de duração: quatro de implementação e 12 de atividades.

O projeto será realizado no contraturno das aulas escolares, após a liberação das atividades em função da pandemia. A dinâmica prevê a formação de quatro turmas por trimestre com o número máximo de 15 alunos. Os meninos e meninas serão divididos por faixa etária e os materiais, como equipamento de proteção e skate, serão fornecidos. Um professor de educação física, um instrutor de skate e um coordenador técnico serão os supervisores do programa.

Além da prefeitura e do governo federal, outro elo do projeto é a Confederação Brasileira de Skate (CBSK). A CBSK trabalhará na coordenação junto com as cidades e no treinamento de instrutores que darão as aulas.

Petrópolis pode voltar a ter um núcleo do projeto Viva Vôlei da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV). O Governo Municipal recebeu, nesta sexta-feira (12/03), o ex-jogador Marcelinho Elgarten, que vai intermediar a vinda do programa para o município junto a Confederação. O Viva Vôlei é um projeto de iniciação ao voleibol cuja diretriz é educar e socializar meninos e meninas de sete a 14 anos através do esporte.

Ao Marcelinho visitou o Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) de Petrópolis, que fica no bairro Caxambu. Segundo ele, o programa contribui no desenvolvimento físico, social e emocional das crianças e adolescentes.

"A ideia é ocupar as crianças e tirar os jovens das ruas através do esporte. Existe a chance de encontrarmos novos talentos, mas o mais importante é formarmos cidadãos. Fico feliz em ser o padrinho dessa proposta que vai beneficiar diversas crianças de Petrópolis", destacou Marcelinho.

O VivaVôlei está presente em todas as regiões do Brasil. Atualmente, são mais de 70 núcleos em atividade, atendendo à cerca de vinte e cinco mil crianças e adolescentes de comunidades carentes em 17 estados brasileiros, gerando cerca de trezentos e cinquenta empregos diretos e indiretos.

A prefeitura promove no próximo domingo (07/03) um dia de atividades físicas ao ar livre em homenagem ao Dia Mundial das Mulheres (08). São aulas de alongamento, hiit, step, dança e funcional, de 8h às 11h30, no Parque Natural, na Av. Ipiranga. A programação terá público limitado, limpeza dos equipamentos utilizados ao término de cada aula, além de respeitar os decretos municipais de prevenção ao coronavírus, como o distanciamento social e o uso de álcool em gel.

São parceiros da prefeitura no Agita Petrópolis em homenagem às mulheres a Universidade Cruzeiro do Sul e a Academia 2B Boutique.

A realização do evento marca o retorno da competição ao Brasil após 17 anos

Petrópolis vai sediar uma etapa da Copa do Mundo de Mountain Bike em abril de 2022. A prova será realizada em uma fazenda no Vale do Cuiabá. Nesta terça-feira (23/02), o prefeito interino Hingo Hammes recebeu o embaixador da competição no país, o ciclista petropolitano Henrique Avancini, primeiro brasileiro a conquistar uma etapa do torneio. Também participaram do encontro secretários municipais, empresários do ramo de hotelaria, guias turísticos e os organizadores da prova. A expectativa é que mais cinco mil pessoas visitem a cidade por conta da Copa do Mundo.

A realização do evento em Petrópolis marca o retorno da competição ao Brasil após 17 anos. A última realização no país foi em 2004. Essa competição é considerada, ao lado da Tour de France, o principal evento ciclístico mundial. "Estou muito feliz. Essa é uma competição grandiosa, da qual participam os principais ciclistas do planeta. Meu papel como atleta é difundir o esporte, além de divulgar a cidade que eu tanto amo. É uma satisfação enorme e uma grande alegria participar desse momento", disse Henrique Avancini.

Segundo a Turispetro, o evento deve movimentar toda a cadeia de turismo na cidade, com aproveitamento da maior parte dos seis mil leitos existentes no município. 

O mercado brasileiro de ciclismo vem crescendo de forma estável já há alguns anos. Segundo a Abraciclo, o crescimento da produção no Brasil em 2020 foi de 12,8%, com um total de 750 mil bicicletas fabricadas. Um dos motivos desse aumento é a bike entrando no dia a dia do brasileiro durante a pandemia, como explica Rogério Bernardes, organizador do evento.

“Essa conquista representa muito não só para nós e para o Henrique, mas para o ciclismo brasileiro, que será mais uma vez o centro do mapa mundial do esporte em 2022. Vamos fazer o melhor trabalho possível para que a Copa do Mundo não saia nunca mais do Brasil. E tenho certeza que a torcida brasileira vai eletrizar e fazer história”, contou Rogério.


"Para quem sabe como a quadra era, isso aqui agora é o nosso Maracanã", disse Sidnei Furtado, emocionado, na entrega da reforma da quadra da Comunidade do Alemão neste sábado (20/02). Conhecido como "Tide", ele é o responsável por um projeto esportivo que atende 46 crianças do bairro e da região no entorno. O espaço ganhou alambrado, cobertura, refletores e traves.

A reforma da quadra era um antigo sonho de toda a comunidade. A obra contou com instalação de um telhado de estrutura metálica, as grades laterais foram substituídas. No entorno foi realizado um calçamento para que os utilizadores tenham conforto ao seguir para o interior da quadra, anteriormente o local era envolto por terra batida. Além disso, o equipamento esportivo ganhou iluminação totalmente nova, desde a fiação até os refletores.

"Na minha época, se a bola fosse para fora do gol, iria parar longe, no meio mato. Agora... É até difícil falar. Isso aqui está lindo", conta o presidente da Associação de Moradores da Comunidade do Alemão, Davi Araújo.

A quadra da Comunidade do Alemão foi 100% reformada, a única característica mantida foi o solo de pó de pedra, um pedido dos moradores que preferem esse tipo de piso.

Pagina 10 de 115