Um dos principais atrativos turísticos da cidade, o Relógio de Flores, localizado na Rua Barão de Amazonas, foi entregue recuperado à sociedade petropolitana na manhã desta sexta-feira (07/05). Em uma cerimônia simples e com a participação apenas do grupo envolvido no trabalho, o governo municipal, homenageou os que colaboraram com o projeto e representantes da família de seu idealizador - o saudoso jornalista Sylvio de Carvalho - e da Universidade Católica de Petrópolis.

As ações de recuperação do relógio foram realizadas em conjunto com empresários do entorno do atrativo turístico. O Relógio de Flores foi inaugurado em 1972 em comemoração aos 150 anos da Independência do Brasil e, desde então, é um dos pontos turísticos mais visitados em Petrópolis.

O Relógio de Flores tem novamente em funcionamento toda a parte elétrica, hidráulica e mecânica recuperada e modernizada. Em 2022 serão 50 anos de história. O governo municipal também lembrou a importância de Marcos Falconi, que iniciou o trabalho antes de ser diagnosticado com covid-19. Ele acabou não resistindo à doença.

A recuperação acabou sendo feita, de maneira voluntária, pelo empresário Vinícius Barbosa, que cuidou de toda a parte eletrônica do equipamento, que recebeu baterias e carregadores novos, e passou também por uma total reestruturação na sua parte mecânica, incluindo o funcionamento dos enormes ponteiros.

A cerimônia marcou também o Dia Nacional do Turismo, que será comemorado neste sábado, 8 de maio, e teve início com o hasteamento da bandeira nacional, realizada por oficias do 32º BIL. Em seguida, foi realizada a entrega dos diplomas em agradecimento àqueles que colaboraram com a recuperação do patrimônio.

Além de homenagear in memorian o criador Sylvio de Carvalho (o diploma foi recebido pelo seu filho, André de Carvalho) e o empresário Marcos Falconi (com a presença da esposa Beth de Oliveira), a cerimônia homenageou também o empresário Vinícius Barbosa, a Universidade Católica de Petrópolis e representantes das empresas Chocolates Katz, Museu de Cera, Museu de Porcelana e Restaurante Paladar, que apoiaram a recuperação do atrativo.

Em razão da previsão de chuva para o próximo sábado (08/05), a quarta edição da campanha de adoção de animais promovida pela Coordenadoria de Bem-estar Animal (Cobea) foi transferida para o dia 15 de maio, de 10h às 15h, na Praça Dom Pedro.

O objetivo da campanha é estimular a posse responsável com a frase, “Não compre, adote”. Em cada edição são disponibilizadas barracas para os protetores – estes deverão estar cadastrados na Cobea para serem incluídos no cronograma – e apoiadores do evento. As ONG’s participantes são: Dog’s Heaven (@dogsheaven), Proteção Cão Amor (@protecaocaoamor) e GAPA Itaipava (@gapaitaipva.ong). A loja de ração Rospauth é uma das apoiadoras do evento.

Desde a primeira etapa, que aconteceu na segunda semana de fevereiro, 22 “pets” – 18 cães e quatro gatos - foram acolhidos por novas famílias. Todos os animais (filhotes e adultos) levados pelos protetores ou pela Coordenadoria à feira estão vacinados, vermifugados e castrados.

O processo de adoção é simples e rápido. O interessado precisa apenas apresentar seus documentos de identidade e CPF, comprovante de residência, além de ser maior de 18 anos.

Os protetores interessados em participar das próximas feiras podem fazer contato com a Cobea através do telefone: (24) 2291-1505, ou por e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

Na próxima quarta-feira, dia 12 de maio, às 19h, o Instituto Municipal de Cultura estreia um novo projeto, o IMC nas Redes – Conversas Culturais. Serão realizadas Lives nas redes sociais da Prefeitura de Petrópolis (Canal de Youtube e Facebook), visando promover encontros entre agentes culturais, instituições de relevância, especialistas nas áreas dos diversos segmentos, procurando agregar informações e conhecimento. O primeiro tema abordado será a música os músicos e o marketing cultural.

O evento conta com a mediação da gerente do Centro de Cultura Raul de Leoni, Catarina Maul. Da roda de conversa participam Rike (Marã Música), Nathália Pandeló (Build up Media), Paulo Maganinho (Coletivo Mostarda), além dos músicos Cesar Nascimento e Durango Kid. O Instituto Municipal de Cultura tem a feliz missão e a obrigação de escutar quem vivencia a cultura todos os dias.

“Enquanto as portas dos espaços culturais não podem ser abertas ao grande público devido à pandemia, as Lives têm sido uma das soluções encontradas para estabelecer relações interpessoais entre as pessoas. Não é diferente com os agentes culturais, artistas e público. Estou muito animada para essa roda de conversa com tantas referências no assunto”, disse Catarina Maul.

Sobre os participantes:

Rike (Henrique Garcia Roncoletta) é músico, líder, fundador, vocalista e compositor da banda de rock alternativo NDK (quase 50 mil seguidores no Instagram) e empresário. É CEO e fundador da Marã Música, empresa de marketing musical especializada nas relações públicas dentro do setor e, recentemente, também anunciou o lançamento do seu segundo selo de distribuição, dessa vez em uma sociedade com o também músico Gabriel Thomaz, dando origem ao "Maxilar". Rike, apesar de paulista, agencia e empresaria bandas por todo o território nacional.

A Build up Media estará representada por Nathalia Pandeló, jornalista, assessora de imprensa e fundadora da empresa junto de Daniel Corrêa, em 2013. Em 8 anos de mercado, a BUM foi de uma iniciativa promissora a uma das principais empresas de comunicação voltada para artistas e vencedora do Prêmio Profissionais da Música 2019. Músicos, fotógrafos, escritores e artistas plásticos já passaram pela sua carteira de clientes. Embora esteja situada em Petrópolis a Build Up Media atua com desenvoltura divulgando projetos, lançamentos e eventos em todo o Brasil, além de representar artistas estrangeiros em solo nacional.

O Coletivo Mostarda será representado no encontro por Paulo Maganinho. Fundado em novembro de 2020 por Felipe Duriez, Paulo Maganinho, Pedro Caldara e Ronald Paini, o coletivo petropolitano é formado por amigos músicos que somam seus conhecimentos adquiridos em suas carreiras artísticas para a produção de conteúdos criativos e, principalmente, que possam agregar valor aos artistas que representam. Seus últimos trabalhos, em 2021, foram desenvolvidos com os ícones petropolitanos Jorge Amorim (baterista) e Pestana (vocalista, compositor, poeta), uma parceria com a banda The Mountain Season.

O cantor e compositor César Nascimento, da tribo musical do Maranhão, desenvolveu sua formação e trajetória musical pelo norte e nordeste. Pulsa em suas veias o reggae de salão, o bumba meu boi e o tambor de crioula. A sonoridade singular do seu trabalho é resultado do convívio com ritmos maranhenses com a levada peculiar do seu violão e outros ritmos urbanos. Construiu sua carreira entre o Rio de Janeiro e o Maranhão, participando de festivais musicais, fazendo shows em diversos estados do Brasil e gravando vários discos. Em 2002, lançou seu quinto CD Serenin, retomando suas raízes musicais e matando a saudade de São Luis do Maranhão, para quem produziu um trabalho espetacular e referencial que é o DVD Ilha Magnética, com participação de Alcione, Ferreira Gullar, entre outros. Uma parte desse trabalho, que une a vida do próprio artista ao seu amor pela ilha, foi gravado em Petrópolis, onde reside. Atualmente, César Nascimento está com 13 discos lançados e com novos projetos em andamento, como o Balaio de NeNa, com 9 composições inéditas, em parceria com o poeta e compositor Márcio Negócio.

Durango Kid, rimador e articulador cultural petropolitano, é uma das principais referências do Hip Hop em sua cidade, que já representou, com destaque, em importantes batalhas de rima do país, como Duelo MTV, Festival Hutúz e Liga dos Mcs. Lançou em 2011 seu primeiro trabalho solo, DeMonstroAtivo, vendida pelo próprio artista para mais de 5 mil pessoas. Sempre envolvido coletivamente com a arte, nos últimos anos vinha se dedicando prioritariamente à banda GotamCRU & Os Curingas, projeto que levou o cantor a se apresentar em palcos importantes da cena carioca como Imperator, Ganjah, Teatro Popular Oscar Nyemeyer e Festival Sesc de Inverno. Em 2019, a banda lançou o disco Tributo Ao Original, onde DurangoKid atuou como cantor, diretor artístico e produtor executivo. O trabalho foi acompanhado por dois videoclipes com a coordenação do artista que também é bacharel em Produção Cultural. O artista também possui projetos solo e seu último lançamento foi o vídeo DKMERON - Uma Epifania Digital.

O grupo Afro Serra, com o apoio da prefeitura, promove entre os dias 10 e 16 de maio a terceira edição da "Semana das Pretas Afro Serra". A programação conta com a participação de mulheres negras petropolitanas falando sobre suas conquistas, trabalhos realizados e novos projetos. O evento acontece em alusão a assinatura da Lei Áurea – em 13 de maio – data para "refletir e exigir nossos direitos", segundo o grupo. A abertura acontece às 10h, nas redes sociais do Afro Serra, com a participação da produtora cultural Monica Valverde.

"A Lei Áurea não previa indenização para essas pessoas e sendo assim muitos continuaram escravizados, outros se tornaram moradores de rua ou de cortiços. Por isso, esse é um momento de profunda reflexão", explica Monica, fundadora do Afro Serra, explicando um pouco mais sobre o evento. "Vamos falar sobre as conquistas, trabalhos e projetos dessas mulheres", conta.

Também no dia 13 de maio, acontece a inauguração on-line da biblioteca do grupo Afro Serra, chamada Carolina Maria de Jesus. Ela vai funcionar na Casa de Cultura Afro Serra, que fica na Vila São Judas Tadeu, 147, na Mosela, que também pertence ao grupo. "São mais de 40 exemplares, a maioria deles voltado para o público infantil", explica Monica.

Neste ano, o evento conta com o apoio da prefeitura, através do Instituto Municipal de Cultura (IMC), que irá oferecer uma premiação para as mulheres negras participantes de todas as edições até aqui.

PRETAS CONFIRMADAS NO AFRO SERRA:

Andresa de Britto Chaves - Pedagoga
Claudia Augusta - Dançarina Cigana
Claudia da Conceição - Guarda Civil
Erica Souza - Maquiadora
Fernanda Alcantara - Aposentada
Helo Silva - Bacharelando em Direito
Nicole Souza - Trancista
Wanderléya de Oliveira - Artista Bailarina

Youtube do Afro Serra:
https://www.youtube.com/channel/UCL5k9vWSBz-az2b092Pi09g
Facebook do Afro Serra:
https://www.facebook.com/afroserra/


A Prefeitura vai reabrir ao público os museus Casa do Colono e Casa de Santos Dumont no dia 14 de maio. Os atrativos estão fechados à visitação desde o dia 23 de março de 2021, diante de decreto municipal relacionado com protocolos sanitários à Covid-19. Com o retorno para a próxima semana, será necessária a obediência das normas sanitárias, como restrição da circulação de pessoas, uso obrigatório de máscaras e o distanciamento necessário de 1,5 metro entre os visitantes (no sentido de evitar qualquer tipo de aglomeração). O governo municipal ressalta que o setor administrativo e de limpeza dos locais permanecem funcionando, com o objetivo de continuar com a manutenção dos locais.

“A Encantada”, imóvel que era usado por Alberto Santos Dumont como casa de veraneio na Cidade Imperial, hoje abriga o Museu Casa de Santos Dumont – o segundo mais visitado do município. Amigo de personalidades ligadas à cidade, como Franklin Sampaio e Princesa Isabel, ele usava a Serra para passar seu tempo livre. Foi no local que escreveu um de seus dois livros, a obra intitulada “O que eu vi e o que nós veremos”. O Museu fica na Rua do Encanto, 22, no Centro. O atrativo funciona de terça até domingo, de 9h às 17h30 (bilheteria até as 17h). Visita guiada.

O Museu Casa do Colono fica na Rua Cristóvão Colombo, 1.034, na Castelânea. O local construído em 1847, conta com um acervo de utensílios de uso doméstico e de trabalho, fotografias, quadros e objetos de uso pessoal de imigrantes de origem alemã. Parte do acervo é oriundo da coleção do antigo Museu Histórico de Petrópolis, extinto em 1940, e cedido em comodato pelo Museu Imperial.

Em razão da pandemia, o horário está reduzido e seguindo todos os protocolos de segurança. Uso de máscara é obrigatório. O atrativo fica aberto de terça a domingo, das 8h30 às 14h. A entrada é franca. O telefone de contato é o (24) 2247-3715 e o e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

É necessário fazer o cadastramento previamente no site da Prefeitura e comparecer ao posto de vacinação na data agendada

Pessoas com autismo maiores de 18 anos também poderão tomar a vacina contra a covid-19 a partir deste sábado (8) em Petrópolis. O cadastramento deste público deve ser feito no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br), no link “Cadastro Vacinação Covid-19”. Durante a semana a Prefeitura já havia anunciado o cadastramento também de pessoas com síndrome de down e pacientes renais crônicos em diálise, assim como pessoas com comorbidades (relacionadas no Plano Nacional de Imunização) maiores de 58 anos. Todos precisam fazer o agendamento e começam a ser vacinados também no dia 8.

Para fazer o cadastro basta acessar o site da Prefeitura de Petrópolis e clicar no link da vacinação contra a covid-19. Em seguida, basta seguir o passo a passo, até a conclusão do agendamento.

Hoje são 10 os postos de vacinação em funcionamento na cidade: no Petropolitano Futebol Clube, na Rua Roberto Silveira (Centro); Clube Palmeira (Itamarati), Casa de Portugal (Quitandinha), Escola Municipal Josemar Contage (Corrêas), e ainda em sistema drive thru no campus da UCP Benjamim Constant (Centro); área externa do ginásio da UCP, no Bingen; Parque Municipal em Itaipava; e G1 do Hipershopping, no Alto da Serra. Todos funcionam das 9h às 16h. A vacinação também está disponível no antigo PSF da Posse, com horário diferenciado, das 10h às 15h.

Em caso de dúvidas sobre comorbidades ou acesso diretamente ao cadastro de vacinação, acesse https://smspetropolis.net.br/vacinacaoCOVID.html.

Vacinação de gestantes e mães com recém-nascidos

Na cidade, gestantes e puérperas (mães que tiveram bebê há até 60 dias) maiores de 18 anos que têm algum tipo de comorbidade e residem em Petrópolis começaram a ser vacinadas nesta quinta-feira (6). Para a vacinação deste público não é preciso fazer o agendamento. Basta que as mesmas se apresentem em um dos 10 pontos de vacinação contra a covid-19 disponíveis na cidade portando documento de identidade com foto, CPF, comprovante de residência e laudo ou comprovante médico confirmando a gestação ou puerpério, bem como o tipo de comorbidade. Também é importante a apresentação do cartão de vacinação.

O Secretário municipal de Saúde pediu atenção às pessoas que querem tomar a vacina contra a covid-19 mas já se vacinaram ou irão se vacinar também contra a gripe (influenza). “É necessário respeitar o período de 15 dias entre uma vacina e outra”, alertou.

Trabalhadores da Saúde e idosos

A Secretaria de Saúde também segue a vacinação de trabalhadores da Saúde com mais de 40 anos e idosos com mais de 60 anos. Em ambos os casos, também é preciso fazer o cadastramento no site da Prefeitura.

Governo Interino e Secretário de Saúde vistoriam a unidade na tarde desta quinta (06.05)

O Governo interino e o secretário de Saúde vistoriaram na tarde de quinta-feira (06/05) o Pronto Socorro Leônidas Sampaio (Pronto Socorro do Alto da Serra) – unidade que presta atendimento de urgência e emergência na região. Governo e secretário conversaram com funcionários da unidade sobre melhorias que podem ser implementadas na unidade. A Secretaria de Saúde fará um planejamento para melhorias e reforma na unidade. Por dia, o PSLS presta em média 100 atendimentos de emergência para pacientes adultos e 30 em pediatria.

O Pronto Socorro Leônidas Sampaio presta atendimento de urgência de emergência adulto e infantil 24 horas. A unidade conta com laboratório e equipamentos para raio-x e eletrocardiograma. O PSLS tem sete leitos para internação de pacientes clínicos e uma sala vermelha com leito de UTI. A unidade conta com duas ambulâncias, sendo uma delas UTI-móvel.

A Secretaria Municipal de Saúde de Petrópolis está centralizando em dois postos de vacinação, na UCP da Rua Benjamin Constant (no Centro), e no Parque Municipal (em Itaipava), o atendimento de pessoas que não compareceram na data prevista para tomar a 2ª dose da Coronavac. A mudança será feita já a partir desta sexta-feira (7). A medida tem como objetivo garantir uma melhor organização do trabalho e reduzir as chances de perda do imunizante. O secretário municipal de Saúde frisa que o município tem as doses garantidas para este público, não havendo qualquer possibilidade de falta do imunizante.

Chefe da Imunização da Secretaria de Saúde explica que, seguindo o planejamento de vacinação do município, todos os que compareceram dentro do prazo previsto para receberem a segunda dose da Coronavac foram imunizados. Agora, o município trabalha para localizar e convocar aqueles que perderam este prazo. E, independentemente do local em Petrópolis onde a pessoa tomou a vacina, a orientação é que se dirija a um dos dois postos, em Itaipava ou no Centro.

“Esta mudança tem como objetivo apenas garantir que as doses destinadas à aplicação de segunda dose sejam efetivamente utilizadas para este fim. Como os frascos são multidoses, nossa preocupação é evitar sobras”, disse, lembrando que, após aberto, o imunizante obrigatoriamente precisa ser utilizado num prazo máximo de 8 horas. “Com isso, o risco de termos sobras, neste momento em que o número de aplicações de 2ª dose é bem menor, é grande. Isso poderia nos obrigar a utilizar lotes destinados à 2ª dose para aplicação de 1ª dose, para não perder o imunizante. E é exatamente o que não queremos”, detalhou a chefe do setor, frisando a importância de todos completarem o ciclo de imunização.

“Os que não compareceram na data prevista para receber a segunda dose da vacina Coronavac devem se dirigir ao posto de vacinação de Itaipava (no Parque Municipal) ou do Centro (na UCP) para que sejam vacinadas. Apenas assim será possível ter a eficácia prevista pelo fabricante”, lembrou.

Não é preciso fazer o agendamento para tomar a 2ª dose.

Recursos serão destinados para investimentos em diversas secretarias

O Governo Interino esteve na Câmara Municipal para receber recurso na ordem de R$ 3,8 milhões, proveniente de economia gerada pelo Legislativo. Foi feita a entrega de um cheque simbólico durante a sessão plenária desta quarta-feira (05.05). Em consenso com os vereadores, a verba recebida será destinada a diversas secretarias, mas com um maior aporte para a Secretaria de Saúde.

Além da área de saúde, a Secretaria de Obras receberá um montante destinado a investimentos em materiais de construção e manutenção veicular, para o Desenvolvimento Econômico o dinheiro ajudará a custear bolsas de estudo para formação de programadores no Serratec, no projeto de residência de software, para a Secretaria de Serviços, Segurança e Ordem Pública (SSOP) uma parte do recurso poderá custear câmeras de segurança e para a CPTrans a indicação da verba será para instalação de coberturas de pontos de ônibus e sinalização de vias.


Com o tema “Respeito e Responsabilidade: pratique no trânsito” a campanha nacional de conscientização sobre segurança no trânsito e redução do número de acidentes será desenvolvida, em Petrópolis, principalmente por meio da internet. A Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) definiu o cancelamento de grande parte da programação presencial devido a pandemia do coronavírus.

Apenas uma ação, em parceria com o Serviço Social do Transporte e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest e Senat), está acontecendo nos terminais de ônibus da cidade. Rodoviários recebem orientação sobre temas como legislação, direção defensiva e condução segura.

Segundo o presidente da CPTrans, em virtude da pandemia, este ano não serão realizadas programações como palestras nas escolas, distribuição de folheteria com material educativo e laço amarelo, assim como a própria Conferência Municipal de Trânsito e Transporte. “Estaremos reforçando a campanha em todas as plataformas digitais da Prefeitura e da própria companhia. É essencial que o cidadão esteja consciente de seu papel para a garantia de um trânsito mais seguro”, frisa o presidente da companhia.

Este ano, a companhia ainda não finalizou o Anuário Estatístico de Acidentes de Trânsito, que deverá ser apresentado nos próximos meses. Os dados comparáveis acabam ficando prejudicados, em virtude da diminuição dos veículos em circulação nas ruas no ano passado.

O último anuário foi lançado em 2020, e traz dados estatísticos de 2015 a 2019, quando merece destaque o aumento do número de acidentes envolvendo motocicletas, que representaram 58,8% dos gastos com internações de vítimas de acidente de trânsito, apesar de representarem 29% da frota nacional de veículos automotores. Em 2019, foram coletados 1.951 registros de acidentes nas vias públicas do município, segundo dados dos órgãos oficiais: Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Samu e Polícia Rodoviária Federal. Destes, há um predomínio de vítimas na faixa etária entre 21 e 30 anos.

A campanha de conscientização Maio Amarelo foi instituída em 2014 com o objetivo de promover uma ação integrada entre o poder público, iniciativa privada e sociedade civil com tema focado na redução de acidentes e, consequentemente, mortes no trânsito. “A ideia é chamar a atenção sobre como a intolerância e estresse que incidem no comportamento das pessoas que estão ao volante”, explica o presidente.

Pagina 1 de 1564