Petrópolis terminou a quarta-feira (19) com a taxa de ocupação dos leitos clínicos destinados para o tratamento da covid-19 no sistema público de saúde em 57,89% (22 internações). Já em UTIs do SUS, a taxa foi de 52,17% (12 internações). A rede privada registrou 10 internações clínicas e seis de terapia intensiva.

As equipes da Secretaria de Saúde realizaram, até ontem, 220.539 testes, dos quais 50.572 tiveram resultados positivos e 168.753 negativos (considerando swab e rápidos).

Desde o início da pandemia, foram 1.575 óbitos registrados. Este número é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. É uma medida de segurança da Secretaria de Saúde, para evitar erros nos registros.

Óbito registrado:

Homem, 63 anos, morador do Morin. Internado no dia 14/01/2022 no HAC. Óbito registrado no dia 16/01/2022 no HAC. Paciente com neoplasia de esôfago.

Mais 2.131 doses de vacinas aplicadas

Também na quarta-feira (19), as equipes da Secretaria de Saúde aplicaram 2.131 doses da vacina contra a covid-19 nos 10 postos disponíveis. Foram 1.601 doses de reforço, 184 aplicações de segunda dose, 338 de primeira e oito doses adicionais para imunossuprimidos.

No total, a cidade conta com 241.331 vacinados com a primeira dose, 224.583 com a segunda dose e 74.445 com a dose de reforço (terceira aplicação para o público em geral e quarta para imunossuprimidos). A dose única chegou a 6.805 pessoas desde o início da campanha de vacinação e a dose adicional a 1.246 imunossuprimidos.

Na quarta-feira, 497 idosos foram vacinados, sendo um com a segunda dose e 496 com a dose de reforço. A dose de reforço também foi aplicada em oito pessoas com comorbidades.

As equipes também aplicaram a primeira dose em três adolescentes e a segunda dose em 60 indivíduos de 12 a 18 anos. Houve ainda a vacinação de sete trabalhadores da saúde com o reforço e dois com a segunda dose.

A Secretaria de Saúde também fez a aplicação da primeira dose em 64 crianças com comorbidade. Além destas, 267 indivíduos de 5 a 11 anos receberam uma primeira aplicação.

Por faixa etária, foram 1.090 adultos vacinados com a dose de reforço, 122 com a segunda dose e quatro com a primeira.

O acompanhamento da situação da covid-19 na cidade pode ser feito através do portal de monitoramento, disponível no site da Prefeitura: https://petropolis.rj.gov.br/pmp/

Morador pode emitir a segunda via do carnê pelo site ou nos polos de atendimento

O morador de Petrópolis tem mais um dia para pagar o Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) em cota única com 10% de desconto. Essa oportunidade é até o dia 20 de janeiro (quinta-feira). Para isso, é preciso emitir a segunda via do carnê – pela internet (no site da Prefeitura: www.petropolis.rj.gov.br) ou nos polos de atendimento montados pela Prefeitura.

Para quem optar pela internet, a segunda via é emitida com um QR Code ao lado do código de barras, permitindo que o contribuinte pague o tributo via Pix. Já para quem preferir não utilizar a internet, a Prefeitura colocou à disposição da população, ao todo, 15 polos de atendimentos espalhados por 12 bairros, nos cinco distritos da cidade.

“É uma oportunidade para o contribuinte ficar em dia com o município, ganhar um desconto de 10% e não precisar se preocupar com o IPTU até 2023”, disse o secretário de Fazenda, Paulo Roberto Patuléa.

Para ganhar o desconto, o contribuinte deverá descartar o carnê que recebeu pelos Correios, já que, nele, a data de vencimento da cota única com desconto de 10% é a antiga (6 de janeiro). Na segunda via, emitida pelo site da Prefeitura ou nos polos de atendimento, o prazo já está atualizado.

Tanto pela internet quanto nos polos de atendimento, o cidadão pode também retirar as guias das parcelas mensais, caso prefira parcelar o pagamento do IPTU ao longo do ano.

Polos de atendimento

Os polos de atendimentos funcionam nos bairros: Alto da Serra, Bingen, Cascatinha, Centro, Corrêas, Estrada da Saudade, Independência, Itaipava, Mosela, Pedro do Rio, Posse e Retiro. O horário de funcionamento é das 9h às 16h, com exceção dos quatro polos do Centro (Secretaria de Fazenda, Inpas, Centro de Cultura e Secretaria de Desenvolvimento Econômico), que funcionam das 9h às 17h. Além desses polos, o contribuinte pode também emitir a segunda via pela internet, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

O IPTU pode ser pago em agências bancárias, caixas eletrônicas e casas lotéricas, em todos os bancos (exceto o Bradesco).

Abaixo, os endereços dos 15 polos de atendimento:

• ALTO DA SERRA – E. M. Vereador José Fernandes da Silva (Rua Teresa, 1.781)
• BINGEN – E. M. Johann Noel (Rua Bingen, 843)
• CASCATINHA – CEI André Vanzan (Rua Bernardo Proença, 809)
• CENTRO – Centro de Cultura Raul de Leoni (Praça Visconde de Mauá, 305)
• CENTRO – Centro de Moda da Rua Teresa (Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Rua 24 de Maio, 2)
• CENTRO – Inpas (Rua Dr. Alencar Lima, 35, sala 101)
• CENTRO – Secretaria de Fazenda (Avenida Koeler, 260)
• CORRÊAS – E. M. Professor Josemar Contage (Rua Castro Alves, 80)
• ESTRADA DA SAUDADE – E. M. Fábrica do Saber (Estr. Machado Fagundes, 269)
• INDEPENDÊNCIA – Escola Municipal Alto Independência (Rua Leonor Maia, 1.670)
• ITAIPAVA – Polo de Educação (Shopping 2000, Estrada União e Indústria, 11.590, sala 105)
• MOSELA – Escola São Judas Tadeu (Rua Mosela, 1.445)
• PEDRO DO RIO – E. M. Monsenhor João de Deus Rodrigues (Rua Dr. Barros Franco, s/n)
• POSSE – CEI Ângela Maria da Conceição Silva (Estrada União e Indústria, 33.666)
• RETIRO – Liceu Municipal Carlos Chagas Filho (Avenida Barão do Rio Branco, 2.053)

Quinta, 20 Janeiro 2022 - 10:53

Nota: deslizamento no Ingá

A prefeitura designou agentes da Defesa Civil para a comunidade do Ingá, na Posse, onde um deslocamento de pedras ocorreu por volta das 20h, na noite desta quarta-feira (19). A ocorrência foi registrada próxima a quatro residência. As família se deslocaram para a casa de familiares. Não houve feridos. A área foi isolada e as equipes mantêm monitoramento no local. Tendo em vista a impossibilidade de atuação por conta da invisibilidade no local, outra equipe técnica, com geólogo, retornará pela manhã para nova avaliação.

Secretaria de Obras desenvolve projeto para contenção da encosta

A Prefeitura iniciou, nesta semana, o trabalho de retirada das barreiras da Rua Pedro Elmer, que liga o Itamarati a Cascatinha. A via está com acesso liberado apenas aos moradores desde as fortes chuvas do início do mês, por conta de um deslizamento de terra. Sem a previsão de chuva, equipes da Comdep e da Secretaria de Serviços, Segurança e Ordem Pública conseguiram se dirigir ao local.

Nesta quarta-feira (19), o governo municipal esteve no local, no trecho localizado atrás do Clube Palmeira. Ele também visitou a rua de cima: uma servidão na Spartaco Banal, que fica acima da Rua Pedro Elmer.

“A Rua Pedro Elmer é uma via é estratégica para a fluidez no trânsito, por ser uma ligação alternativa entre Itamarati e Cascatinha, duas regiões que cresceram muito nas últimas décadas”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Neste primeiro momento, o governo municipal fará um mutirão no local, que precisa de uma série de intervenções. O objetivo é devolver a normalidade à região o quanto antes.

“Estamos providenciando os reparos necessários para liberar a via o mais rápido possível. Mas, devido ao tamanho do problema no local onde houve o deslizamento, será necessária uma obra de grande porte, com muro de contenção e tudo para poder garantir a segurança das pessoas. A Secretaria de Obras já está desenvolvendo um projeto para tentar captar recursos para fazer essa obra o mais rápido possível”, disse o vice-prefeito e secretário de Obras, Habitação e Regularização Fundiári, Paulo Mustrangi.

A Comdep também já está atuando na limpeza da região. Já foi feita a limpeza da parte de baixo da rua, e agora será feita a limpeza da parte de cima.

“Vamos entrar com a capina, poda, limpeza e depois vamos lavar a rua com a pipa d’água”, disse o presidente da Comdep, Léo França.

O prefeito Rubens Bomtempo destacou a grande quantidade de lixo encontrado na rua de cima.

“Os deslizamentos têm relação direta com a colocação de lixo e entulho nas encostas, e aqui é prova disso. Tem que acabar com isso na nossa cidade. Vamos limpar tudo isso, colocar contêineres. Mas o povo tem que se conscientizar. Não tem outra saída. Temos que nos organizar, chamar associação de moradores, chamar os moradores para esse diálogo. A única saída que existe para nós melhorarmos a nossa cidade é essa. A cidade precisa parar de jogar lixo e entulho nas encostas”, disse Bomtempo.

Núcleos de chuva se formam sobre o município de Petrópolis e seu entorno.
Atenção à previsão de pancadas de chuva moderada, a ocasionalmente forte, de forma isolada nas próximas horas no município de Petrópolis.

A Secretaria de Saúde ampliou, na noite de terça-feira (18), a vacinação de crianças de 5 a 11 anos para o público sem comorbidades. O cadastro deve ser feito no site da Prefeitura, através do link: https://smspetropolis.net.br/cadastrarVacina.html. A imunização começou já na manhã desta quarta-feira (19).
“As vacinas são seguras e nossas crianças precisam dessa proteção. É fundamental acelerarmos a imunização, pois quanto mais pessoas forem vacinadas, mais rápido conseguiremos vencer essa pandemia”, frisa o prefeito Rubens Bomtempo.
O secretário de Saúde, Marcus Curvelo, destaca que um novo lote de 1.560 doses direcionadas para as crianças chegam ao município ainda nesta quarta-feira. “Também estamos recebendo pouco mais de 11,8 mil doses para adolescentes e adultos. As equipes estão preparadas para receber todos aqueles que procurarem os nossos postos de vacinação”, destaca.

Onde se vacinar

Haverá seis pontos fixos:

- UBS Quitandinha,
- UBS Itamarati,
- UBS Itaipava
- UBS Posse,
- Centro de Saúde Coletiva
- Casa da Educação Visconde de Mauá.

Também haverá vacinação itinerante. Nestes locais, a vacinação será feita em uma data específica, ainda a ser divulgada, e não há a necessidade de agendamento. Importante dizer, também, que nestes casos a imunização será aberta para todo o público-alvo. Confira os locais:

- Alto da Serra,
- Alto Independência,
- Duques,
- Amazonas,
- Primeiro de Maio,
- Duarte da Silveira,
- Fazenda Inglesa,
- Rocio,
- Escola Municipal Fábrica do Saber (entre a Estrada da Saudade e Cascatinha),
- Retiro,
- Carangola,
- Vale do Carangola,
- Bairro da Glória,
- Castelo São Manoel,
- Araras,
- Vale das Videiras,
- Manga Larga (em Itaipava),
- Vale do Cuiabá,
- Quilombo da Tapera,
- Pedro do Rio,
- Vila Rica,
- Secretário,
- Brejal

Petrópolis terminou a terça-feira (18) com a taxa de ocupação dos leitos clínicos destinados para o tratamento da covid-19 no sistema público de saúde em 61,76% (21 internações). Já em UTIs do SUS, a taxa foi de 47,83% (11 internações). A rede privada registrou oito internações clínicas e três de terapia intensiva.

As equipes da Secretaria de Saúde realizaram, até ontem, 220.526 testes, dos quais 50.561 tiveram resultados positivos e 168.693 negativos (considerando swab e rápidos).

Desde o início da pandemia, foram 1.574 óbitos registrados. Este número é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. É uma medida de segurança da Secretaria de Saúde, para evitar erros nos registros.

Mais 1.942 doses de vacinas aplicadas

Também na terça-feira (18), as equipes da Secretaria de Saúde aplicaram 1.942 doses da vacina contra a covid-19 nos 10 postos disponíveis. Foram 1.640 doses de reforço, 187 aplicações de segunda dose, 113 de primeira e duas doses adicionais para imunossuprimidos.

No total, a cidade conta com 240.993 vacinados com a primeira dose, 224.399 com a segunda dose e 72.844 com a dose de reforço (terceira aplicação para o público em geral e quarta para imunossuprimidos). A dose única chegou a 6.805 pessoas desde o início da campanha de vacinação e a dose adicional a 1.238 imunossuprimidos.

Na terça-feira, 508 idosos foram vacinados, sendo dois com a segunda dose e 506 com a dose de reforço. A dose de reforço também foi aplicada em 10 pessoas com comorbidades.

As equipes também aplicaram a primeira dose em 23 adolescentes e a segunda dose em 79 indivíduos de 12 a 18 anos. Dentre as crianças, 73 receberam a primeira dose.

Houve ainda a vacinação de cinco trabalhadores da saúde e nove pessoas em situação de rua com o reforço.

Por faixa etária, foram 1.110 adultos vacinados com a dose de reforço, 102 com a segunda dose e 16 com a primeira.

O acompanhamento da situação da covid-19 na cidade pode ser feito através do portal de monitoramento, disponível no site da Prefeitura: https://petropolis.rj.gov.br/pmp/

Contribuinte poderá pagar IPTU, ISS e ITBI nessa modalidade

Os moradores de Petrópolis ganharam, na noite de terça-feira (18), uma facilidade para pagar os impostos e as taxas municipais. A Prefeitura passará a receber os pagamentos via Pix. A novidade vale para IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano), ISS (Imposto Sobre Serviços), ITBI (Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis) e todas as taxas municipais já nesta quarta-feira (19).

O anúncio foi feito na noite desta terça-feira (18), na sede da Prefeitura. A medida foi desenvolvida pelo Departamento de Tecnologia da Informação (Detec) da Prefeitura.

Quem for pagar o imposto por Pix deve acessar o site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br), emitir a guia e fazer o pagamento via QR Code.

Pix

Pix é o pagamento instantâneo brasileiro. O meio de pagamento criado pelo Banco Central (BC) em que os recursos são transferidos entre contas em poucos segundos, a qualquer hora ou dia. O Pix pode ser realizado a partir de uma conta corrente, conta poupança ou conta de pagamento pré-paga.

Postes serão retirados e projeto será readequado, pois terreno desapropriado é menor do que área originalmente prevista

O projeto de implantação de uma rotatória na entrada do Carangola teve um avanço na manhã desta terça-feira (18). Como a área disponível para as obras é menor do que a exigida pelo projeto original, a Prefeitura irá readequar o projeto. Para isso, dois postes da rede elétrica precisarão ser remanejados. A Prefeitura custeará o serviço, que será realizado pela Enel Distribuição Rio (empresa responsável pelo fornecimento de energia elétrica em Petrópolis) em 30 dias.

Esse cronograma foi acertado na manhã desta terça-feira (18), em reunião entre o prefeito Rubens Bomtempo e representantes da Enel Distribuição Rio, da CPTrans e da Secretaria de Obras, Habitação e Regularização Fundiária.

“A CPTrans está acompanhando de perto a questão. A Secretaria de Obras também está acompanhando de perto a questão. Chamamos a Enel para ver o que poderia ser feito. Como é uma obra importante para o município, a Prefeitura custeará o serviço”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

O presidente da CPTrans, Jamil Sabrá, falou da importância da rotatória para a cidade.

“É uma obra importante para a fluidez do trânsito, principalmente no corredor de acesso aos distritos. No entanto, nós constatamos que ajustes precisam ser realizados, para que o projeto seja viável”, disse o presidente da CPTrans, Jamil Sabrá.

Para a implantação da rotatória, um terreno às margens da via que dá acesso ao Carangola (Estrada do Carangola) foi desapropriado no ano passado pelo então governo interno. No entanto, a implantação da rotatória nos moldes do projeto apresentado pelo governo passado exigiria uma desapropriação maior do que a que de fato foi realizada.

Por isso, para contornar esse problema e viabilizar a rotatória, a Prefeitura irá remodelar o projeto dentro da área disponível. Os postes que serão remanejados ficam: um na subida do Carangola, e outro próximo ao ponto de ônibus da via principal (Rua Hermogênio Silva) no sentido Centro.

Medida exige cumprimento de responsabilidade por parte dos governos estadual e federal

A necessidade de obras estruturais para recuperar diversos pontos de Petrópolis que sofreram com deslizamentos de terra e interdições, além de um prejuízo já estimado em R$ 16 milhões e que pode chegar a R$ 60 milhões,levaram a Prefeitura de Petrópolis a decretar estado de emergência. Com a medida, os governos do Estado e Federal terão que cumprir com suas responsabilidades e auxiliar o município na retomada da normalidade.

“Em um primeiro momento, conseguimos desobstruir a maior parte das ruas, mas precisamos fazer muitas obras para conter as encostas e dar segurança e tranquilidade”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

A Defesa Civil estadual, em contato com a secretaria municipal, já destacou que a situação de Petrópolis é a mais grave do Estado. Isso porque, no noroeste fluminense, houve apenas inundações, e, nestes casos, a recuperação é mais rápida. No caso de Petrópolis, a resposta depende de obras estruturantes, como nos casos da Rua Pedro Elmer, no Itamarati; na Rua Henrique Paixão, no Floresta; e na Posse, onde até mesmo uma rua afundou.

“Neste primeiro momento, mobilizamos mais de 200 pessoas para garantir uma resposta imediata no que tange à liberação das vias e no atendimento operacional às vítimas da chuva, e isso foi feito. Mas sabemos que muito mais precisa ser feito para garantir efetivamente segurança às famílias afetadas e para toda a população. Além das obras, teremos condição de fazer outras ações, como a contratação de frentes de trabalho”, destacou o prefeito Rubens Bomtempo.

O secretário de Defesa Civil, tenente-coronel Gil Kempers, destacou que análise preliminar do Estado incluiu Petrópolis no segundo nível de emergência, o que permite à cidade, inclusive, receber auxílio humanitário.

“Conversamos bastante com a Defesa Civil estadual e enviamos a documentação necessária para homologar o estado de emergência. Temos um passivo grande com relação às obras necessárias para reconstruir e restabelecer a normalidade. Comparativamente aos municípios que já pediram a situação de emergência no Estado, a nossa situação é pior, por demandar obras estruturantes”, informou Kempers.

Relatório de impactos da chuva envolve diferentes setores do governo

A decisão pela decretação de situação de emergência, leva em consideração as ações de recuperação que serão necessárias em diversas localidades. Estas áreas serão identificadas a partir de levantamento feito com representantes das secretarias de Defesa Civil, Obras, de Assistência Social, de Serviços, Segurança e Ordem Pública, de Administração, de Educação, de Saúde, além da Comdep e CPTrans.

Todos trabalharam de forma integrada para o atendimento às mais de 400 ocorrências registradas no período. A maior parte das ocorrências foi por deslizamentos. A Defesa Civil realizou 70 interdições.

Nesta segunda (17), o município ainda recebeu técnicos da Secretaria de Defesa Civil estadual, que juntamente com os municipais percorreram alguns pontos considerados de maior gravidade como no Floresta, no Itamarati e na Posse.

A decretação de emergência tem como base a Instrução Normativa nº 36 de 04 de dezembro de 2020, do Ministério do Desenvolvimento Regional.

Pagina 1 de 1751