A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde está, nesta quinta (29/07), em 13,43% em leitos clínicos e 25% em UTIs. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 75 pacientes internados, sendo 42 em UTIs e 33 em leitos clínicos. Nesta quinta, novos óbitos não foram confirmados.

Até agora foram realizados no município 179.479 testes para Covid-19, com 43.720 resultados positivos e 135.270 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.374 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde.

A Secretaria acrescenta, ainda, que trabalha na atualização de dados de notificações e casos em análise no sistema, inserindo ainda dados pendentes de meses anteriores. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

A decisão do poder público municipal mantém o funcionamento das linhas urbanas nos mesmos horários dos dias úteis.

O governo interino sancionou nesta quinta-feira (29) o projeto de lei, aprovado na Câmara Municipal de Vereadores, que veta a mudança de horários nas linhas de ônibus urbanas nos dias em que a prefeitura decretar ponto facultativo na cidade. A decisão vai ao encontro dos 13 votos favoráveis ao projeto, que é de autoria dos vereadores Júnior Coruja e Yuri Moura e que havia sido votado no dia 1 deste mês.

“Entendemos que a medida é importante para a população, que busca melhorias no sistema de transporte. Temos trabalhado muito neste sentido. Já conseguimos a redução da tarifa, a partir de 1 de agosto e o retorno de 100% da frota nas linhas troncais, nos horários de pico. Estamos brigando na justiça por outras melhorias, como o pagamento do ISS devido pelas empresas. Ainda temos muito a fazer, mas não vamos descansar”, garantiu o governo interino, que lembra ainda que a nova medida garante que, “mesmo nos pontos facultativos, as empresas manterão a operação, atendendo àqueles que, nestas datas, trabalham ou dependem do transporte para o lazer ou outras atividades”, pontuou.

Para os vereadores responsáveis pelo projeto, a medida vai garantir melhoria na prestação do serviço. “Acompanhamos a situação do transporte público junto aos usuários, além das fiscalizações constantes que fazemos. E a redução de horários, nos dias de ponto facultativo, operando em horário de sábado, era um problema enorme no atendimento à população. Causa falha no sistema e gera aglomeração. Isso sem falar nos cidadãos que não conseguem embarcar nos coletivos por causa da lotação, já que nesses dias o movimento é grande”, ressaltou Coruja, que preside a Comissão de Transporte Público e Mobilidade Urbana.

“É uma importante parceria entre o legislativo e o executivo, que está retomando o transporte público para o público. Fazendo com que a população possa ser melhor atendida e que, principalmente o sistema volte a funcionar, em respeito aos rodoviários e a todos os trabalhadores e trabalhadoras que precisam do transporte. A situação atual é um absurdo, pois os usuários aguardam duas ou até mesmo três horas para pegar uma condução”, disse o vereador Yuri Moura.

Para o diretor-presidente da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes - CPTrans, a mudança vai ajudar a garantir maior oferta de viagens especialmente nos horários de pico. “Os anseios da Câmara certamente são os anseios da população e a CPTrans, enquanto órgão regulador, deve cumprir, com o melhor das suas capacidades o que determina a lei”, destaca.

Redução da passagem

Passa a valer neste domingo (1) o novo valor da tarifa de ônibus de R$ 4,20, uma redução de 20 centavos. A medida foi anunciada no dia 16 deste mês pelo governo interino. Além disso, as empresas assinaram um termo de compromisso para o retorno de 100% da frota de ônibus nas linhas troncais, em horários de pico.

As mudanças ocorreram após pressão do governo municipal para garantir melhorias no sistema de transporte, já que uma decisão judicial determinou, no fim do ano passado, pagamento de subsídio às empresas, em decorrência de alegado desequilíbrio financeiro durante a pandemia e também do não pagamento de valores previstos em lei para subsidiar a gratuidade de estudantes. Desde o início do ano, o governo municipal vem negando o pagamento sem a garantia de melhorias no sistema, em benefício da população. A contrapartida garantida agora - com redução do valor da passagem e retorno da frota - segue na contramão do que vêm fazendo outros municípios, ao subsidiar o transporte público no contexto da pandemia da covid-19, sem qualquer tipo de melhoria no sistema.

“Desde o início do ano vínhamos buscando diálogo com as empresas, de forma a garantir melhorias no sistema de transporte. Tudo o que envolve este serviço sempre foi motivo de muita preocupação, especialmente neste período de pandemia. O problema é que toda a questão estava judicializada, o que dificultava a gestão do município sobre o serviço”, explicou o governo interino.


As vias são alternativa ao trânsito na Estrada União e Indústria

O governo interino, por meio da secretaria de Obras, deu início nesta semana a mais uma etapa de melhoria e recuperação das ruas Desembargador Luiz Antônio Severo da Costa e Joaquim Agante Moço, que estão sendo asfaltadas. As vias, que contornam a parte de trás do Parque Municipal, em Itaipava, interligando o trecho final da Vila Epitácio ao trecho da Estrada União e Indústria que fica próximo ao Shopping Tarrafas, servem como alternativa aos motoristas para evitarem a Estrada União e Indústria.

“Era uma obra esperada há muitos anos e que, sem dúvida, vai melhorar a mobilidade na região. Estamos fazendo as obras com o apoio do governo do Estado e, assim que tudo estiver pronto, a passagem na via será liberada”, destacou o governo interino.

Ao todo, a pavimentação com asfalto vai melhorar a passagem em um trecho de aproximadamente 2,5 quilômetros. “A Desembargador Luiz Antônio Severo da Costa, trecho de 800 metros, recebe o piso que chamamos de CBUQ (concreto betuminoso usinado a quente), que está sendo colocado com recursos do Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento), que em toda a cidade recupera 59 ruas. Já aplicamos a segunda camada de asfalto”, informou o secretário de Obras.

Já a Rua Agante Moço passou por um trabalho grande de recuperação. “Foi feito o nivelamento do piso, onde será feita a aplicação de asfalto PMF (Pré-Misturado a Frio). Tivemos ainda a autorização do proprietário de um terreno particular por onde foi feito um desvio de cerca de três metros em relação à via original, em uma área de 150m² e a Comdep realizou a limpeza da rua”, informou o secretário.

O objetivo é liberar a passagem dos veículos na próxima semana, dependendo das condições climáticas para a continuidade da execução da obra. “Será uma alternativa importante para o trânsito na região, que vem sofrendo os impactos da intervenção do DNIT na Estrada União e Indústria. O objetivo é fazer com que o motorista (de veículo leve) siga de Nogueira até o Tarrafas sem passar pelo trecho de obras”, ressaltou o diretor-presidente da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes - CPTrans.


Neste sábado (31) a prefeitura de Petrópolis finaliza as Ações em Saúde referentes ao Julho Amarelo, no mês de combate as hepatites virais. A ação será finalizada, com atendimentos de 08h às 16h, em quatro postos de saúde do município: PSF Alto da Serra, UBS Quitandinha, UBS Retiro e USF Posse. Serão disponibilizados testes rápidos contra as hepatites B e C, sífilis e HIV e Covid-19. Além disso, nos locais poderá ser feita a atualização da caderneta de vacina, juntamente com a vacinação contra a gripe.

“Estamos dando ênfase no combate as hepatites virais, para que as pessoas busquem o tratamento preventivo. Em 2020, Petrópolis teve 27 pessoas com a doença. Ações como esta são importantes para despertar a atenção das pessoas sobre o tema. É uma maneira de ampliar o acesso à informação", destacou o governo interino.

A Ação em Saúde nas unidades neste sábado, finalizará a programação em alusão ao Julho Amarelo, que contou com atendimentos no Centro de Saúde do Itamarati, na Praça da Inconfidência, no Centro da cidade, e na Praça de Corrêas.

A hepatite é uma inflamação do fígado que pode ser causada por vírus, uso de alguns medicamentos, álcool e outras drogas, assim como por doenças autoimunes, metabólicas ou genéticas. Nem sempre a doença apresenta sintomas. Quando aparecem, eles se manifestam na forma de cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.

As hepatites virais podem ser transmitidas pelo contágio fecal-oral, relação sexual desprotegida, contato com sangue contaminado através do compartilhamento de seringas, agulhas, lâminas de barbear, alicates de unha e outros objetos perfurocortantes, da mãe para o filho durante a gravidez (transmissão vertical), e por meio de transfusão de sangue ou hemoderivados.

Em 2010, a Organização Mundial de Saúde instituiu o dia 28 de julho como Dia Mundial de combate às Hepatites Virais. No Brasil, desde a publicação da Lei nº 13.812 em 2019, foi instituído o Julho Amarelo, um mês para a efetivação de ações de combate às hepatites virais.

Quinta, 29 Julho 2021 - 11:34

Boletim vacinação – 28/07/2021 (quarta)

As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência na quarta (28/07) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 2.163 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 238 receberam a primeira dose e 1.925 receberam a segunda dose do imunizante. Até o momento 147.322 pessoas receberam a primeira dose, 58.121 receberam a segunda dose e 6.805 receberam a dose única do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã.

Nos pontos de imunização foram vacinados 1.290 idosos, sendo três com a primeira dose e 1.287 com a segunda dose. Equipes aplicaram a vacina em 651 pessoas com idade entre 39 e 59 anos sem comorbidades. Destes, 166 receberam a primeira dose e 485 a segunda.

Também receberam a vacina 54 pessoas com comorbidades, sendo uma com a primeira dose e 53 com a segunda. Além destes, cinco deficientes receberam a segunda dose.

A vacina foi aplicada ainda em 24 gestantes, sendo 23 com a primeira dose e uma com a segunda. Também foram vacinadas 48 puérperas, das quais 44 com a primeira dose e quatro com a segunda dose.

Equipes vacinaram também 88 profissionais de Saúde, sendo uma com a primeira dose e 87 com a segunda. Também receberam a segunda dose da vacina três profissionais de Educação.

A campanha de imunização contra a covid-19 segue nesta quinta-feira (28/07), com a vacinação de pessoas acima de 38 anos sem comorbidades. O cadastro deve ser preenchido no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). A vacinação contra a covid-19 acontece em pontos distribuídos nos cinco distritos.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428.

As ações do mutirão de serviço do programa Acelera Petrópolis levaram avanços para a Comunidade da Jaqueira, no Meio da Serra. Nesta quarta-feira (28), a localidade recebeu a operação de tapa-buracos, permitindo melhorias para a circulação tanto de pedestres quanto para os veículos dos moradores.

O serviço havia sido iniciado no dia anterior e se estendeu por toda a manhã de hoje (quarta), alcançando o trecho conhecido como “Cantinho da Fábrica”. “Recebemos as solicitações dessas demandas por meio de reuniões semanais com lideranças comunitárias de toda a cidade. Dessa forma, através do Acelera Petrópolis, já conseguimos chegar com o mutirão de serviços em 14 comunidades, além de ações pontuais do programa em andamento em diferentes regiões do município”, destaca o governo interino.

Na localidade conhecida como Jaqueira está sendo providenciada a extensão da rede elétrica com a substituição de um poste e construção de um espaço de convivência. O parquinho também será revitalizado. Vendedores ambulantes das comunidades de toda a Serra Velha também serão orientados a buscar a regularização. No Açude, haverá ainda a conclusão de pavimentação.

Além dos serviços de capina e roçada, as comunidades vão receber pintura de postes e revitalização da sinalização viária. Além da Serra Velha da Estrela, simultaneamente, as ações do mutirão de serviços vão acontecer no Alto da Serra e comunidades adjacentes, como Vila Felipe, Sargento Boening, Oficina, entre outras.

Equipes das secretarias de Assistência Social e da Defesa Civil e Ações Voluntárias estão com equipes mobilizadas para o fortalecimento de ações voltadas para esses dias de frio intenso na cidade. Nesta quarta-feira (28) foram montadas em Itaipava as três barracas para o acolhimento temporário de pessoas em situação de rua. A iniciativa fortalece o trabalho de abordagem realizado pelas equipes da Assistência por meio de busca ativa de pessoas que estejam em maior vulnerabilidade e expostas ao tempo. Além da estrutura montada para o atendimento pelos distritos, o governo municipal tem ainda a unidade permanente de acolhimento no Núcleo de Integração Social (NIS) e a Unidade de Atendimento Temporário (UnAT), além do Centro POP.

As estruturas montadas em Itaipava vão facilitar e agilizar o atendimento das pessoas que estiverem em situação de rua pelos distritos. A Defesa Civil vai atuar em apoio às equipes da Assistência Social na busca e orientação das pessoas para que aceitem o acolhimento ofertado pelo governo. As barracas montadas no distrito contam com colchonetes, cobertores, banheiros e ainda será oferecida alimentação para as pessoas que aceitarem o serviço.

“A iniciativa visa oferecer mais seguranças para as pessoas em situação de rua. Estamos atuando para promover acolhimento para que essas pessoas não fiquem expostas às baixas temperaturas previstas para os próximos dias”, destacou o governo interino.

A Defesa Civil tem emitido alerta, desde o último domingo, sobre a passagem da frente fria que afeta a cidade a partir desta quarta-feira (28), com a previsão de chuva de intensidade fraca a moderada. A incursão da massa de ar frio provocará ainda declínio na temperatura, que será acentuado na quinta (29) e sexta-feira (30). A máxima prevista é de 12°C e mínima de 3°C nas madrugadas e manhãs dos mesmos dias.

A mobilização para esses dias de frio intenso, conta ainda com a Coordenadoria do Bem-Estar Animal (Cobea), que vai oferecer cobertores para cães e gatos.

Doação de agasalhos - Para dar suporte às ações para esses dias de maior frio, o governo municipal mobiliza ainda a população para uma nova campanha de doação de agasalhos, cobertores para a população em situação de rua. Para os animais estão sendo aceitas ainda casinhas e camas que serão instalados por pontos diversos pela cidade.

Os pontos de recolhimento das doações estão instalados nas sedes da Defesa Civil, na rua Buarque de Macedo - 128; da Cobea, na Avenida Koeler – 260; quartel do Corpo de Bombeiros da Barão, na Avenida Rio Branco, 1957 – Retiro; e no destacamento de Itaipava, na Estrada União e Indústria, 9998. Os interessados em doar cobertores, agasalhos e itens para os animais podem se dirigir aos locais no horário comercial. As secretarias de Segurança, Serviços e Ordem Pública (SSOP), de Obras e Comdep também atuam no apoio às ações.

Realizar exames periodicamente e de forma preventiva são algumas das recomendações

Entre os dias 10 e 24 de julho, a prefeitura de Petrópolis realizou o mutirão de atendimentos para o público masculino em celebração ao Dia Nacional do Homem, comemorado em 15 de julho. A ação buscou a conscientização e exames voltados ao cuidado da saúde masculina em 41 unidades de saúde da cidade. Ao todo, foram 608 homens atendidos na programação, com realização de cerca de 1.000 testes rápidos para Hepatites, HIV e Sífilis.

“A valorização da saúde do homem é de extrema importância. Fico muito feliz com esse número e com a procura nos postos de saúde. Com ações como essa queremos que o público masculino também busque os atendimentos e cuide da sua saúde”, disse o governo interino.

O objetivo da ação foi de fortalecer a importância do cuidado integral do homem, abordando assuntos como disfunções sexuais, infecções sexualmente transmissíveis, câncer de pênis e de próstata, ressaltar a importância da atividade física e do autocuidado, e fortalecer o pré-natal do parceiro. Além disso, foram realizados atendimentos odontológicos, aferição de pressão arterial, glicemia capilar, mensuração de peso e altura para cálculo de IMC, atualização do cartão vacinal, orientações sobre planejamento familiar e vigilância nutricional do homem.

A coordenadora da Área Técnica de Saúde do Homem ressalta que as ações foram realizadas como incentivo para que o público masculino busque o atendimento nas unidades de saúde: “A nossa intenção é fazer com que os homens busquem o atendimento primária na rede de saúde, tenham o acompanhamento médico constante e que isso se torne rotina na vida deles. Temos os atendimentos realizados no turno da noite nas UBSs e no Centro da Saúde, para que eles consigam ir as consultas, após o trabalho por exemplo”.

Para ela, os homens precisam se atentar aos cuidados com o seu corpo: “Os homens entram em nossa rede de saúde, geralmente já é em casos de emergência. O ideal é que eles realizem os atendimentos de forma preventiva. Realizar exames periodicamente e buscar informações são alguns dos cuidados básicos”, completou ela.


A próxima etapa da obra, que utiliza recursos do Finisa, é a rua Luiz Winter, também no Bingen. Ao todo 59 vias públicas receberão melhorias na pavimentação.

A secretaria de Obras, do governo interino, concluiu nesta semana a primeira etapa do trabalho de asfaltamento de 59 vias públicas, que foi iniciado no dia 13 deste mês e vai pavimentar 42 quilômetros. A Rua João Xavier, no Bingen, recebeu 2,7 quilômetros de piso CBUQ (concreto betuminoso usinado a quente), material que está sendo colocado com recursos do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento - Finisa, da Caixa Econômica Federal - CEF, além de recursos do próprio município.

“É o retorno à população de uma demanda antiga, de melhoria nas ruas com a chegada do asfalto ou recuperação do asfalto que foi sendo deteriorado com o tempo. São 59 ruas incluídas nesta etapa, em diferentes pontos da cidade. Não apenas aqui no Bingen, no primeiro distrito, mas também no centro, Morin, Siméria, Quitandinha, Itaipava, Nogueira, Mosela, Quarteirão Brasileiro, Alto da Serra, Sargento Boening e Valparaíso. Tudo isso é parte do programa Acelera Petrópolis, que tem esse objetivo de levar um mutirão de serviços às comunidades e acelerar as melhorias demandadas por tanto tempo pela população”, destacou o governo interino.

A próxima etapa do programa é a Rua Luiz Winter, que conecta a interseção das ruas João Xavier e à um importante acesso à BR-040. “Neste ponto, serão 500 metros de pavimentação de um trabalho que começa hoje. No Bingen, ainda teremos intervenções nas ruas Paulo Hervê e Henrique Cunha, além da Avenida Lucia Meira".

O trabalho de recuperação viária inclui a formação de estrias (processo de raspagem da pavimentação antiga) e instalação de uma camada de 5 a 8 cm de asfalto, dependendo do trecho.

“Serão 4,6km de ruas asfaltadas apenas aqui no Bingen. Depois o trabalho segue para a Nogueira, onde serão asfaltados 4,4km das Ruas Promenade, Dr. Bina e Padre Correa Lima, além da Estrada do Calembe. Além disso, cabe ressaltar que fazemos pela primeira vez neste momento o asfaltamento, também com verbas do Finisa, da rua Desembargador Luiz Antônio Severo, que fica na parte de trás do Parque municipal em Itaipava e vai servir como rota alternativa à Estrada União e Indústria nesse momento de execução das obras do DNIT”, informou o secretário de Obras, que lembra que nas próximas semanas a Rua João Xavier passará ainda pela pintura e melhoria na sinalização viária.


Aumento valerá já em agosto

Os professores da rede municipal que realizam horas de atividades além da sua jornada normal, ou seja, os que têm REHT – Regime Especial de Horas Temporárias – receberão, já em agosto, o aumento no valor da hora/aula. O anúncio foi feito pelo governo interino nessa quarta-feira (28/07) durante uma reunião com representantes do Sepe, na prefeitura. O valor passará de R$ 14,99 para R$ 25,74 por hora/ aula.

“Continuamos avançando, com responsabilidade. É um aumento muito esperado e que, com certeza fará diferença para a classe”, disse.

A representante do Sepe, Rose da Silveira, destacou o avanço. “O aumento é justo e é uma reinvindicação dos professores que, em 2017, foram surpreendidos com uma mudança no valor que era pago pelas horas", lembrou.

Aulas presenciais retornam dia 24 de agosto nas escolas municipais: formato híbrido

Durante o encontro, o retorno das aulas presenciais também foi abordado. Conforme o calendário escolar 2021, as aulas remotas na rede municipal de ensino retornam dia 3 de agosto. Já o ensino híbrido – presencial e remoto – terá início no dia 24 de agosto, de forma escalonada, conforme planejamento da Secretaria de Educação, com respeito aos protocolos, com distanciamento, uso de máscara e oferta de álcool em gel. As famílias seguirão com a opção de manter o aluno no ensino remoto, se assim preferir.

O calendário preparado pela Secretaria de Educação com o escalonamento das turmas será publicado na primeira quinzena de agosto. O planejamento será apresentado para o Grupo de Trabalho e Conselho Municipal de Educação. “O primeiro passo tem que ser dado. Com segurança, cuidado e, claro, levando em consideração o cenário epidemiológico do município. Estaremos acompanhando todo o processo e mantendo diálogo aberto”, disse o governo interino, acrescentando a importância do retorno para as crianças.

“Há estudos que mostram e comprovam a necessidade do retorno presencial. Unicef fez um apelo recente pedindo aos gestores que avaliem as condições das crianças que estão há mais de um ano fora do ambiente escolar. Não podemos continuar nesse cenário. Temos que retornar. As escolas estão recebendo a visita da comissão e as que já possuem o Selo Escola Segura estão prontas”, disse a secretária de Educação.

A secretária de Educação lembrou que as escolas e CEIs dos municípios já têm os materiais necessários para as adequações. “Continuamos fazendo as visitas com o apoio do GT. Não é um trabalho fácil e que continuará mesmo após a abertura. As escolas particulares tiveram experiências positivas e, com as municipais, tenho certeza que avançaremos também”, afirmou a secretária de Educação. Atualmente, 79 unidades da rede municipal já possuem o Selo Escola Segura.


Pagina 2 de 1626