O governo interino esteve na UPA Cascatinha nesta sexta-feira (15), para homenagear os profissionais de fisioterapia das unidades de urgência, da rede de Saúde e do Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (NASF). O encontro foi realizado em alusão ao Dia do Fisioterapeuta e do Terapeuta Ocupacional, celebrado no dia 13 de outubro.

“Fiz questão de promover esse encontro, como forma de agradecer os nossos fisioterapeutas. Trabalhei junto com vários profissionais quando atuei como professor de educação física. É uma singela homenagem a esses trabalhadores que se doam dia e noite, também no acompanhamento de pacientes com Covid-19. Ressaltamos todo o trabalho deles, que foram essenciais durante todo o período de pandemia”, disse o governo interino.

A representante do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional em Petrópolis ressalta o trabalho dos profissionais diariamente: “Petrópolis foi uma das poucas cidades que implementou o serviço de fisioterapia nas unidades de urgência na luta contra a Covid-19. Acredito que salvamos o máximo de pessoas que conseguimos salvar. Agradecemos a todos os profissionais que foram incansáveis e cumpriram muito bem o papel que o fisioterapeuta exerce”.

O diretor geral das UPAs ressalta a importância do trabalho dos profissionais: “O encontro foi importante para homenagear os profissionais. Tivemos meses muito difíceis durante a pandemia, e não somente os fisioterapeutas, mas toda a equipe das unidades. Fizemos questão de homenagea-los”, disse ele, que também é fisioterapeuta.

Baixa ocupação de leitos clínicos

De acordo com o painel de monitoramento da Covid-19 da Prefeitura de Petrópolis, a UPA Cascatinha - referência no atendimento a pacientes com novo Coronavírus - possui apenas uma pessoa internada em leitos clínicos na unidade. Petrópolis tem atualmente 3,33% da ocupação de leitos clínicos da rede pública.

“Entrar hoje na UPA, referência no atendimento para pessoas com Covid, e ver ela vazia é um grande alívio. Já tivemos com a unidade lotada no momento ápice da pandemia. Isso nos dá uma motivação para seguir e mostra que estamos no caminho certo com a vacinação”, ressalta o governo municipal.

A iniciativa tem o objetivo de apoiar famílias carentes da comunidade

Com o tema "Uma boa ação pode mudar tudo", a Secretaria de Saúde, por meio do Posto de Saúde do Dr. Thouzet iniciou nesta semana uma campanha de arrecadação de alimentos, que tem o objetivo de dar apoio às pessoas carentes da região. Os alimentos não perecíveis podem ser entregues em três pontos do bairro.

“Iniciativas como essa levam apoio às comunidades. Elas trazem o bem. São boas tanto para quem doa, quanto para quem recebe a doação. A nossa intenção é que ações desse tipo se multipliquem, não só no poder público, mas também na sociedade, como um todo”, disse o governo interino.

A campanha também é realizada em comemoração ao dia mundial da alimentação, que é celebrado neste sábado (16.10). Quem tiver interesse em contribuir, pode comparecer até o final do mês no Posto de Saúde Dr. Thouzet, na Quitanda do Claudio ou na Padaria Pão Bello’s onde estão sendo recolhidas as doações de alimentos não perecíveis.

O Secretário de Saúde reforçou a importância da campanha: “É uma forma que a gente tem de estimular o espírito solidário dos petropolitanos. Foram colocadas caixas para coletas em alguns pontos estratégicos da comunidade, mas a ênfase da ação será no próprio posto de saúde. Contamos com o apoio de moradores e do comércio local”, disse.

Segunda, 18 Outubro 2021 - 11:04

Boletim Epidemiológico – 15/10/21 (Sexta)

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde nesta sexta-feira (15/10) se manteve em 3,33% em leito clínico da rede SUS, enquanto a UTI covid na rede SUS está em 10,61% de ocupação. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 17 pacientes internados na cidade: sendo 13 em UTIs e quatro em leitos clínicos.

Até agora foram realizados no município 202.421 testes para Covid-19, com 49.076 resultados positivos e 152.914 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.535 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

A aplicação da vacina será realizada em cinco bairros da cidade

A prefeitura de Petrópolis realiza neste sábado (16), a sexta etapa da campanha de vacinação antirrábica animal da cidade. A aplicação será realizada em cinco bairros da cidade, em locais fixos e postos volantes. Até o momento foram vacinados 16.382 cães e 4.923 gatos, totalizando 21.305 animais imunizados contra raiva neste ano. A campanha é realizada por meio da coordenadoria de Vigilância Ambiental do Departamento de Vigilância e Saúde.

"A campanha vai alcançar todas as localidades da cidade, garantindo a vacinação contra raiva para todos os animais. A vacina é a única forma de prevenir a doença e manter os animais saudáveis. Por isso pedimos para a população que esteja atenta às recomendações e chegue com antecedência aos pontos de vacinação", disse o governo interino.

A Coordenadora de Vigilância Ambiental do Departamento de Vigilância e Saúde destaca que, para a vacinação, os cães e gatos devem ter a partir de quatro meses de idade. Animais conduzidos por crianças, debilitados, com diarreia ou vômito não serão vacinados. A responsabilidade de deslocamento do animal é do tutor. É obrigatório o transporte de gatos em bolsas pet ou caixas. Os cães devem estar com coleira e guia, e os animais bravos usando também focinheira.

Além disso, a coordenadora orienta que responsáveis ou tutores com mais de cinco animais na mesma residência com dificuldade de mobilidade, compareçam ao ponto de vacinação com antecedência para que seja avaliada a possibilidade da vacinação dos animais em domicílio. " É necessária a apresentação de documento de identidade, CPF e comprovante de residência. A vacinação em domicílio é feita até às 14h, por isso é necessário que as pessoas compareçam com antecedência", ressalta a Coordenadora da Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde.

O secretário de Saúderessalta que as orientações devem ser seguidas antes e durante a vacinação: "Apesar de ser uma doença infecciosa viral aguda, tem como mantê-la controlada. Mesmo assim é uma doença muito grave e causa grande preocupação, já que acomete mamíferos e pode ser transmitida para humanos. Por tanto é importante vacinar seu pet anualmente."

A campanha será finalizada em dezembro, atendendo os moradores da Estrada da Saudade, Cascatinha, Itamarati, Alto da Serra, Morin e Caxambu.

A primeira etapa da campanha foi realizada na região da Posse, Brejal, Córrego Grande, Taquaril, Pedro do Rio, Vila Rica e Secretário. A segunda fase ocorreu nos bairros do Independência, Bingen e Quitandinha. No vale das Videiras ocorreu a terceira etapa. A quarta edição aconteceu em Araras, Itaipava e no Vale do Carangola. Já a quinta etapa aconteceu em Nogueira, Corrêas, Samambaia, Jardim Salvador, Retiro, Carangola, Centro e Bingen.

Confira os locais e horários de vacinação antirrábica animal deste sábado:

E.M. Jamil Sabrá / Coronel Veiga - 9h às 17h

Colégio Estadual Princesa Isabel / Quitandinha - 9h às 17h

Associação de Moradores Santíssima Trindade - Chapa IV / Valparaíso - 9h às 15h30

Praça Getúlio Vargas / Quitandinha - 15h45 às 17h

Assoc. Oswaldo Cruz - Valparaíso - 9h às 17h

E. E. Santa Catarina / Centro - 9h às 17h

E. M. Rubem Bontempo / Vila Felipe - 9h às 17h

E. M. Ana Mohamed / Sargento Boening - 9h às 17h

Praça Pasteur / Castelânea - 9h às 17h

PSF Siméria / Alto Siméria - 9h às 17h

E.M Papa João Paulo II / São Sebastião - 9h às 17h

Capitão Paladine - 13h30 às 14h30

E.M. Geraldo Ventura / Meio da Serra - 9h às 14h

Açude ( Meio da Serra) - 14h30 às 17h

Garagem da Cleusa / Lopes Trovão - 9h30 às 10h30

Pontilhão / Meio da Serra - 10h30 às 11h30

Caminho do Ouro - 11h40 às 12h40

E.M. Pedro Amado / Meio da Serra - 9h às 17h

Ao todo, a previsão é que 184 famílias sejam atendidas nos dois locais

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência Social, promoverá neste sábado (16/10) um mutirão para atendimentos de famílias nos CRAS do Centro e de Itaipava, das 9h às 16h. A iniciativa do governo municipal tem como objetivo atender a demanda e diminuir o tempo de espera das famílias. Ao todo, a previsão é que sejam realizados 184 atendimentos, sendo 112 na unidade do primeiro distrito e 72 no terceiro.

“Estamos trabalhando para promover ações que atendam as famílias que sofrem com os impactos negativos da pandemia. Nosso objetivo é reduzir a demanda de atendimento que os centros de referência estão recebendo. Essa é mais uma iniciativa para que os petropolitanos possam ter acesso aos benefícios”, afirmou o governo interino.

Uma nova ação está prevista para o início de novembro. Nos Centros de Referência de Assistência Social são executados serviços de proteção social básica, além da organização e coordenação da rede de serviços sócio-assistenciais locais.

“Identificamos uma demanda reprimida de atendimentos no CRAS e, por isso, decidimos realizar o mutirão. Com isso, conseguiremos antecipar os agendamentos previstos para dezembro. Nossas equipes ligaram para estas famílias durante a semana para realizar o cadastro”, informou o secretário de Assistência Social.

As intervenções de melhoria de pavimentação por toda a cidade, que incluem mais de 60 ruas, já somam mais 25km de vias recuperadas.

A Prefeitura concluiu nesta semana o asfaltamento da Travessa Augusto Fragoso, no Quitandinha. Na próxima semana, o trabalho começa a ser executado na Rua Manoel Francisco de Paula, no Siméria. Desde o início de julho, mais de 25km de vias públicas foram pavimentadas por toda a cidade.

"Toda a cidade está sendo priorizada com um trabalho de qualidade. Estão previstos mais de 44km de pavimentação em mais de 60 vias. Estamos avançando rápido e, de forma eficiente, valorizando nossas ruas e garantindo avanços na mobilidade urbana, visando maior segurança e fluidez no trânsito”, destacou o governo interino.

Por meio da Secretaria de Obras, vias do Bingen, Alto da Serra, Praça Pasteur, Itaipava, Nogueira, Morin e Centro já foram beneficiadas.

Asfaltamento da Washington Luiz será concluído na próxima semana

Depois de um período chuvoso na cidade, a Secretaria de Obras retomou na noite de quinta-feira (14) o trabalho de pavimentação da rua Washington Luiz. O trecho de 650m entre a Rua do Imperador e as Duas Pontes, que vem sendo recuperado pelo programa Acelera Petrópolis, recebeu a fresagem e a aplicação da nova camada de asfalto quente. "Esse trecho se conecta com a Rua Saldanha Marinho, que já recuperamos até o ponto da Rua Coronel Albino Siqueira. Começamos esse trabalho no dia 3 de julho e já concluímos 25km em vias públicas na cidade. Ou seja, mais da metade do que está previsto no programa, que inclui cerca de 60 ruas", frisa o secretário de Obras.

Mais de 25km já concluídos

Em Nogueira, o trabalho incluiu os 1,6km da Rua Promenade, um trecho de 1,7km da Estrada do Calembe. Além da rua Belo Horizonte (750m), rua Dr. Bina (350m) e rua Padre Correa Lima. Foram quase 6km de ruas asfaltadas. No Bingen, a pavimentação incluiu a rua Dr. Paulo Hervê, um dos principais acessos à cidade, e rua Dr. Henrique Cunha (400m), a avenida Lúcio Meira e as Ruas Luiz Winter (350m) e João Xavier (2,7km), totalizando quase seis quilômetros de pavimentação nova. O trabalho também foi executado na Avenida Koeler, no Centro Histórico, e na Estrada do Catobira (Itaipava).

Em toda a cidade serão mais de 60 ruas (44km). A secretaria de Obras, iniciou o trabalho no dia 13 de julho. A Rua João Xavier recebeu 2,7 quilômetros de piso CBUQ (concreto betuminoso usinado a quente), material que também foi aplicado em pouco mais de 500 metros da Rua Luiz Winter, 500 metros da Avenida Lúcio Meira e 1,1km da Rua Dr. Paulo Hervê.

Também já foram concluídas as melhorias na Rua Joaquim Agante Moço que, junto com a Rua Desembargador Luiz Antônio Severo, se torna uma alternativa para os motoristas no trecho de Itaipava, onde acontecem as obras do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes - DNIT. “São mais de 6km. Um trabalho que também inclui o recapeamento asfáltico em algumas servidões do Morin e também um trecho das Duas Pontes e Ruas Washington Luiz e Nelson de Sá Earp (no centro). Também começam agora os trabalhos no Alto Pedro Ivo, na Rua Eugênio Werneck e Rua Bela Vista, no Morin”, adianta o subsecretário de Obras.

A Prefeitura e o Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (Comsea) já iniciaram os preparativos para a realização da IV Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável. Neste ano, o tema escolhido foi “Dialogar para construir: soberania e segurança alimentar para um desenvolvimento sustentável com equidade”.

Diante do cenário atual da pandemia, o evento vai acontecer na forma online por meio da plataforma Zoom, entre os dias 22, 23 e 25 de outubro. As inscrições já estão abertas e permitem cadastro até o próximo dia 20 de outubro. Os interessados em participar já podem se inscrever através do link: https://web2.petropolis.rj.gov.br/ccm/conferencia-consea/.

O governo interino contou que um dos objetivos desta edição da conferência é discutir e construir compromissos para efetivar o direito humano à alimentação adequada, saudável e sustentável na cidade. “Queremos fomentar esse debate, bem como apresentar proposições de diretrizes e prioridades para o Plano Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, mas sempre com a participação da sociedade”, disse.

A presidente do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável destaca que a conferência é uma das formas de diálogo entre a sociedade e o Governo. “É uma oportunidade para todos falarem e serem ouvidos, de debater e construir propostas. O COMSEA estimula e garante a participação ativa de forma contínua da sociedade na formulação e execução de políticas de segurança alimentar e nutricional, através dos seus 12 representantes de entidades da sociedade civil, eleitos a cada 2 anos”, explica a presidente do Comsea.

Durante a conferência, o Comsea também irá definir os novos nomes da sociedade civil que irão compor o conselho. A assembleia para eleição dos novos membros, será realizada no dia 25 de outubro, no formato online, pela plataforma Zoom de 10h30 às 12h30, através do link: https://zoom.us/j/92073347901 Meeting ID: 920 7334 7901.

Os candidatos deverão se inscrever pelo link https://web2.petropolis.rj.gov.br/ccm/conferencia-consea/, até o dia 20/10, preenchendo a ficha de inscrição e anexando os documentos necessários. Serão aceitas as inscrições de 12 candidatos de entidades da sociedade civil, com atuação no município há pelo menos um ano.

Para a presidente do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável, a participação da população nas conferências, conselhos populares e audiências públicas é essencial para a construção e monitoramento das políticas públicas. “É preciso unir esforços contra o desmonte de políticas públicas, de mobilização e de ações conjuntas entre os diferentes setores do Governo e a sociedade para enfrentar a fome, que é a ponta do iceberg de um problema maior, a insegurança alimentar, agravada com a pobreza durante a pandemia”, completa.

Em uma reunião realizada na noite desta quinta-feira (14.10) o governo interino divulgou que o Programa Acelera Petrópolis vai acontecer na primeira semana de novembro no bairro Corrêas. O anuncio foi feito aos cinco presidentes de associações moradores (Bairro da Glória, Castelo São Manoel, Bonfim, Estrada Mineira e Corrêas) presentes ao encontro, junto com o vereador Eduardo do Blog (Republicanos).

“A organização e união dos presidentes das associações de moradores é um exemplo. Corrêas só ganha com essa ação. Vamos estar aqui com o Programa Acelera Petrópolis no início de novembro e atender as demandas apontadas pelos moradores. Quero que o governo municipal esteja presente em todos os bairros e distritos, próximo das comunidades”, aponta o governo interino.

A coordenadora especial de Articulação Institucional falou sobre a importância do programa para Corrêas e demais bairros da cidade. “Com a junção de vários serviços, o Programa Acelera Petrópolis atende de forma rápida e funcional as demandas dos bairros. Em Corrêas não será diferente”, disse ela, que também fez um desafio para que os presidentes das associações possam estimular programas de hortas comunitárias. “É a certeza de ter alimento de qualidade na mesa de muita gente”, completa.

Cadastro será aberto neste sábado (16/10) para vacinação a partir de segunda (18/10)

Trabalhadores da Saúde maiores de 18 anos que concluíram o esquema de vacinação contra a covid-19 há mais de seis meses, recebendo a segunda dose ou dose única da vacina, começam a receber a dose de reforço na próxima segunda-feira (18/10). O anuncio da ampliação do reforço para todos os profissionais que atuam na área, foi feito pelo governo interino e pelo secretário de Saúde, nesta sexta-feira (15/10). O cadastro para este grupo será aberto neste sábado (16/10), no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

"A Secretaria de Saúde tem todo um controle sobre os dados da vacinação e faz o planejamento para as ampliações considerando a quantidade de vacinas em estoque, as novas remessas e também a demanda pelo imunizante, com monitoramento diário do cadastro. Com este trabalho, a Secretaria verificou que neste momento já é possível ampliar o público que vai receber o reforço, vacinando todos os trabalhadores da Saúde que completaram o esquema de vacinação há mais de seis meses”, explica o governo interino.

A aplicação da dose de reforço para trabalhadores da Saúde começou no dia 4 e vinha sendo feita de forma escalonada. Desde o início da aplicação do reforço, 2.222 trabalhadores da Saúde foram vacinados. Em Petrópolis 15.878 trabalhadores da área de saúde concluíram o esquema de vacinação, recebendo duas doses da vacina.

“Convocamos todos os trabalhadores da Saúde que se vacinaram há mais de seis meses a se cadastrarem e comparecerem para receber a dose de reforço. Muito importante lembrarmos também que na hora da vacina as pessoas precisam apresentar o cartão de vacinação e o comprovante de vínculo de trabalho na área de saúde”, orienta o secretário de Saúde.

O reforço na vacinação de trabalhadores de Saúde faz parte das diretrizes do Ministério da Saúde. Assim como no caso dos idosos, a aplicação da dose de reforço para pessoas que trabalham na área de Saúde deve ser feita seis meses - 180 dias - após a segunda dose ou a dose única da vacina e é preciso fazer o agendamento.

Além dos trabalhadores da Saúde o município segue com o cadastro aberto para a aplicação da dose de reforço em idosos a partir dos 60 anos que estão com o esquema de vacinação completo há mais de 180 dias.

Pacientes imunossuprimidos que receberam a segunda dose ou dose única a mais de 28 dias também podem se vacinar, mas não precisam de cadastro. Basta comparecer a um dos seguintes pontos de vacinação: campus da UCP Benjamin Constant (Centro), no Parque Municipal em Itaipava, no Centro de Saúde Professor Manoel José Ferreira (Centro), no clube Palmeira (Itamarati) e no Esporte Clube Magnólia (Bingen). Lembrando que nestes casos, além da obrigatoriedade de apresentação da carteira de vacinação, CPF e documento de identidade com foto, é necessária a apresentação de laudo médico.

O governo interino anunciou mais uma ampliação no serviço de coleta seletiva que funciona no município. Com o intuito de facilitar o acesso de moradores e comerciantes do Centro Histórico, um caminhão da Comdep, com uma equipe, recebe os recicláveis na Rua Irmãos D'Ângelo, de segunda a sexta-feira. Os funcionários ficam no local das 18h às 19h30h.

Nesse período, moradores e comerciantes podem levar os recicláveis até o caminhão ou solicitar que o coletor vá até sua residência ou estabelecimento para fazer o recolhimento. Após este horário, de acordo com o presidente da Comdep, o veículo percorre toda a Rua do Imperador e 16 de Março, recolhendo os recicláveis que não foram levados pelos catadores avulsos, como restos de papelão.

"Estamos trabalhando para ampliar a coleta seletiva, de forma que o serviço chegue a toda a cidade. A coleta seletiva gera recursos para dezenas de famílias e gera benefícios diretos para a população", lembra o governo interino, destacando que moradores de comunidades ainda não incluídas nas rotas podem solicitar a coleta através do telefone (24) 2235-8437 para agendamento.

“Nossa intenção é seguir avançando e, inclusive, técnicos da Comdep já iniciaram os estudos para levar o serviço para as comunidades de Corrêas. Em pouco mais de um mês, expandimos o serviço para Araras, Vale das Videiras e Brejal, na Posse”, frisa o presidente da companhia.

Mensalmente, uma média de 63 toneladas de recicláveis são recolhidos. A Comdep fica com cerca de 30% desse material, gerando recursos para reinvestimento e ampliação do programa, enquanto os outros 70% são distribuídos entre oito cooperativas, que envolvem cerca de 50 famílias. Posteriormente, os resíduos são encaminhados para empresas que fazem o beneficiamento.

Além da coleta seletiva feita de porta em porta, Petrópolis conta ainda com quatro ecopontos. Eles estão localizados na Rua General Rondon, em frente a Comdep; na Rua Mosela; Parque Municipal de Petrópolis, em Itaipava e Araras, na Estrada Bernardo Coutinho, 30 e 35.

Atualmente, o serviço de coleta de recicláveis funciona de segunda a sexta-feira e atende 18 regiões:

Segunda-feira – Bingen, Vila Militar e Brejal.
Terça-feira – Mosela, Bataillard, Moinho Preto, Pedras Brancas e Campo do Serrano.
Quarta-feira – Valparaíso (todas as ruas e servidões)
Quinta-feira – Morin (todas as ruas e servidões), Araras e Vale das Videiras
Sexta-feira – Alto da Serra, Sargento Boening, Vila Felipe, Chácara Flora, Alto Tamancoldi e Dom João Braga.

O que pode ser recolhido pela equipe de coleta seletiva?

PAPEL: Jornais e revistas, caixas em geral (ondulado), aparas de papel, envelopes, cartazes velhos, caixa de pizza, cartolinas e papel cartão, embalagens longa vida tipo Tetrapak.

VIDROS: Potes de conservas, embalagens, frascos de remédios vazios, copos, cacos dos produtos citados, vidros especiais (tampa de forno e micro-ondas), garrafas.

Pagina 11 de 1695