Termina nesta segunda-feira (21/1) o prazo para pagamento do IPTU em cota única com 10% de desconto. Até agora 10.045 contribuintes compareceram à Secretaria de Fazenda para quitar o imposto. A expectativa é a de que o município arrecade até segunda, de R$ 10 milhões a R$ 15 milhões. O pagamento pode ser feito na sede da secretaria (Rua 16 de março, 183), das 10h às 18h30.

“A população entendeu o apelo do governo, que encontrou o município num abismo fiscal e com a saúde em estado de calamidade pública, e está colaborando. Esta é a contribuição de cada cidadão para ajudar neste momento de dificuldades”, disse o secretário de Fazenda, Paulo Roberto Patuléa.

O pagamento da segunda cota única tem desconto de 7% e vence no dia 20 de fevereiro.  A terceira data para quitar o imposto de uma única vez, tem vencimento no dia 20 de março e tem desconto de 5%.

A Secretaria de Fazenda espera arrecadar 45% da receita total do imposto, que é de R$ 67 milhões. Segundo Paulo Roberto Patuléa, o pagamento do IPTU e a retirada da segunda via do carnê estão sendo realizados no primeiro andar da Secretaria. As mudanças, de acordo com ele, vão dar mais comodidade e conforto para a população.

“Mudamos para o primeiro andar, visando a acessibilidade do contribuinte, além de oferecer mais conforto e estrutura com uma administração de cara nova”, ressaltou Patuléa.

O prefeito Rubens Bomtempo e o vice Luiz Fernando Vaz, acompanharam hoje (18/01) a troca de comando do 32º BIMtz – Batalhão Dom  Pedro II. O tenente-coronel Fábio Pires do Val, está seguindo para a 11ª Região Militar, em Brasília. Em seu lugar assumiu o tenente-coronel Getúlio Mattos Ribeiro Neto. A solenidade foi presidida pelo general Rêgo Barros, comandante da 4ª Brigada de Infantaria Motorizada, com sede em Juiz de Fora.

 Na ocasião, citando o programa ProJovem - Programa Nacional de Inclusão de Jovens, o prefeito Rubens Bomtempo destacou a importância do fortalecimento da integração entre o Exército e o governo Municipal no desenvolvimento de ações comunitárias. “O ProJovem é um programa importante e pode ser desenvolvido em parceria”, disse, explicando que o programa se trata de uma política pública de juventude e de assistência social desenvolvida pelo governo federal em parceria com estados e municípios, para atender jovens com idade entre 15 e 17 anos, em situação de vulnerabilidade social.

O secretário de Segurança coronel Calixto Barbosa, o coordenador de Defesa Civil, coronel Rafael Simão, assim como o comandante da Guarda Civil Dirceu de Araújo, também prestigiaram o evento.

O prefeito Rubens Bomtempo decretou luto oficial de três dias pelo falecimento do padre Quinha. Ele morreu na madrugada desta sexta-feira (18/1) vítima de um enfarto fulminante enquanto dormia na casa de sua família, em Itaipava. Bomtempo enviou um ofício de pesar ao Bispo Dom Gregório Paixão e se pronunciou agradecendo todas as ações realizadas por ele em prol dos mais necessitados.

“Profundamente consternados, nos solidarizamos com os familiares, amigos e todos os petropolitanos que amavam o nosso querido padre Quinha. Nesse momento de dor, em que nossas lágrimas se transformam em uma grande e sentida saudade, queira Deus receber nossas preces para que esse filho tão dedicado à vida e ao amor ao próximo, seja por Ele recebido e continue a olhar por todos nós. Em nome de Petrópolis, somos gratos à vida do padre Quinha e a todos que ele aproximou de Deus com suas ações de imensa bondade e generosidade junto dos mais humildes e necessitados." 

Padre Quinha era conhecido em Petrópolis e em toda região pelo seu trabalho social, principalmente com as pessoas dependentes de álcool e outras drogas e também pelo cuidado com a população de rua. Apoiava todas as iniciativas voltadas para os mais necessitados. Foi nomeado Vigário Diocesano das Pastorais Sociais; é fundador da Oficina de Jesus, que cuida das pessoas com dependência química; e ainda apoiava o grupo SOS Vida e a Pastoral da Aids.

Quarta, 16 Janeiro 2013 - 15:05

Mutirão para limpeza do Vale do Cuiabá

A Secretaria de Obras e a Comdep uniram forças num mutirão de limpeza do Vale do Cuiabá, em Itaipava. Cerca de 100 trabalhadores, com o auxilio de dois caminhões e uma retroescavadeira, chegaram cedo ao local. Pequenos reparos, como a construção de guarda-corpo em pontes e desobstrução de redes de águas pluviais, trabalho que havia sido deixado de lado nos últimos anos, são a prioridade. A medida foi anunciada pelo prefeito Rubens Bomtempo na visita realizada no local, na manhã de terça-feira.

De acordo com o secretário de Obras, Aldir Cony, a ação não tem data para terminar. “São serviços que fazem parte do dia a dia de trabalho, mas como foram ignorados, acabaram ficando acumulados. A determinação do prefeito é concluir esses pequenos serviços, inclusive a substituição de lâmpadas que estão queimadas”, destaca o secretário.

À Comdep, além da intensificação da coleta de lixo e entulho, também está realizando roçada e capina. “Estamos disponibilizando 80 homens para agilizar o mutirão e garantir que toda a ação seja concluída no menor espaço de tempo possível. Essa providência é o mínimo que podemos oferecer para aquela comunidade que já é muito sofrida”, diz Hélio Dias, presidente da Comdep.

O trabalho inicial foi determinado na última terça-feira pelo prefeito Rubens Bomtempo em vistoria realizada no local. Na ocasião, o prefeito lamentou a ausência do poder público naquela região nos últimos dois anos.

Quarta, 16 Janeiro 2013 - 10:25

Prefeito recebe UJS

O prefeito Rubens Bomtempo recebeu hoje (15/1) integrantes da União da Juventude Socialista (UJS) que estavam fazendo uma manifestação contra o aumento da passagem de ônibus decretada pelo governo anterior. Bomtempo disse que vai fazer uma análise das planilhas de custo das empresas e que vai levar o assunto ao Comutran.

“O aumento da passagem aconteceu no apagar das luzes do último governo e sequer passou pelo Comutran, que tem o foro legítimo para esta discussão. O assunto também não foi abordado na transição. Vamos rever as planilhas e levar a questão ao conselho”, disse o prefeito.

O presidente da UJS, Wesley Diniz, agradeceu a atenção dada pelo prefeito Rubens Bomtempo: “Com este governo sempre tivemos as portas abertas para discutir os interesses dos jovens. Temos certeza que este assunto será discutido e levado a sério. Muitos estudantes e trabalhadores foram prejudicados com esta medida arbitrária do governo anterior”.

Quarta, 16 Janeiro 2013 - 10:23

Volta as aulas será dia 18 de fevereiro

O início do ano letivo para os mais de 44 mil alunos da rede municipal de ensino, que a princípio estava previsto para 4 de fevereiro, foi transferido para o dia 18. Segundo a secretária de Educação Mônica Freitas, os Centros de Educação Infantil começam a funcionar já no próximo dia 21 de janeiro, com colônia de férias.

“No caso das escolas da rede municipal e conveniada, resolvemos adiar o retorno com o objetivo da fazer um redimencionamento pedagógico. Além disso, com a data marcada anteriormente, os estudantes teriam quatro dias de aula e logo entraríamos no recesso escolar por conta do Carnaval, o que não tem cabimento”, explica Mônica Freitas

Outro problema que deve ser sanado em breve é em relação ao material didático. “Fizemos um levantamento nas escolas e descobrimos que não temos nada em estoque, que deveria ter sido deixado pelo governo anterior. Por conta disso, a entrega do material para os estudantes irá atrasar um pouco, mas acontece ainda no primeiro bimestre de 2013”, garante a secretária.

A Praça Dom Pedro está passando por revitalização. Desde o dia 8 de janeiro, funcionários da Comdep trabalham no local e a primeira providência foi a remoção de duas palmeiras que atrapalhavam a visualização da estátua de Dom Pedro II. A limpeza do monumento também está sendo feita de forma cuidadosa, pois havia recebido uma camada de verniz, o que não é o procedimento correto.

De acordo com Hélio Dias, presidente da Comdep, foi necessária a utilização de produtos adequados para a remoção do verniz. “Só percebemos essa cobertura quando começamos o trabalho. Não podia ter sido utilizado”, explica o presidente da companhia, lembrando: “Não estamos restaurando o monumento, é apenas uma limpeza”.

Essas, segundo Hélio Dias, não foram as únicas providências no local, como a retirada das ervas de passarinho e a manutenção dos bancos, enquanto os jardins receberão flores de época. “A praça recebeu a última “faxina geral” em 2007. Desde então, foram apenas pequenos reparos e o serviço normal. Mas entendemos que a praça merece atenção especial, porque é uma das mais procuradas tanto por turistas quanto pelos próprios petropolitanos”, finaliza.

A garantia do acesso seguro e digno dos moradores do Vale do Cuiabá às suas casas foi o compromisso assumido pelo prefeito Rubens Bomtempo ao vistoriar as pontes que foram danificadas com as chuvas que atingiram a região em 2011. Bomtempo lamentou a ausência do poder público nos últimos dois anos na localidade, onde não foi realizada qualquer melhoria. Ainda esta semana a Comdep e a Secretaria de Obras farão um mutirão para a limpeza da região, com desentupimento de bueiros e desobstrução das redes de águas pluviais.

“É muito triste chegar ao Vale do Cuiabá e ver que nada foi feito, principalmente as obras estruturais nas pontes que dão acesso às comunidades, como a do Buraco do Sapo que tem mais de 100 famílias. Vamos levantar todos os custos e ver com o Estado a possibilidade de tomarmos a frente dessas intervenções”, disse Bomtempo ao lado do vereador Ronaldo Luiz de Azevedo, o Ronaldão; do secretário de Obras, Aldir Cony; do secretário de Fazenda, Paulo Roberto Patuléa; do coordenador da Defesa Civil, Rafael Simão e de moradores da localidade.

O prefeito enviou esta semana um ofício às secretarias estaduais de Obras e do Meio Ambiente, com cópia para o governador Sérgio Cabral, solicitando a paralisação de todos os processos de licitação e ainda a reapresentação de todos os projetos previstos para a região na íntegra para a comunidade: “Precisamos atender aos interesses dos moradores e eles não foram respeitados nem ouvidos em momento algum. Não podemos esquecer que a prioridade é solucionar a questão das moradias das famílias que vivem no Vale”, destacou.

Bomtempo também solicitou informações sobre uma possível verba proveniente de uma emenda parlamentar no valor de R$ 2 milhões para a realização de obras de pavimentação do Vale do Cuiabá. A Prefeitura também fará um levantamento para a extensão da iluminação pública até o ponto final do ônibus do Vale e ainda a troca de lâmpadas.

“Vivo no Cuiabá há 60 anos e nunca vou esquecer a dor que sentimos no dia 11 de janeiro de 2011 ao ver a nossa comunidade ser devastada. O mais difícil foi ver a inoperância do poder público enquanto a nossa gente continuava sofrendo. Só o fato do novo prefeito estar conosco aqui nos acalma. Nos sentimos mais amparados”, declarou a aposentada Maria Luiza Salgado.

Com relação ao pagamento do IPTU, o prefeito também tranquilizou os moradores que perderam as suas casas e já solicitou à Secretaria de Fazenda o imediato recadastramento das famílias: “Estou comprometido com o Vale do Cuiabá e vamos iniciar um trabalho para a região que seja sustentável atendendo, principalmente, aos interesses dos moradores”, concluiu Bomtempo.

A criação da Secretaria Extraordinária de Recuperação, Revitalização e Reconstrução do Vale do Cuiabá é o compromisso do prefeito com a região e será o principal canal de comunicação entre os moradores e o governo municipal. Entre as medidas que serão adotadas pela nova Secretaria estão a construção de casas populares, a criação de uma lei específica para fomentar o desenvolvimento do comércio e a economia local, além da criação do memorial em homenagem às vítimas das chuvas.

O prefeito Rubens Bomtempo anunciou ontem que não haverá Carnaval no Centro e que os repasses, no valor de R$ 1 milhão, que iriam para o desfile das escolas de samba do município serão investidos na saúde. A decisão foi tomada durante reunião com o presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Juvenil dos Santos e representantes de escolas e blocos da cidade, que entenderam a situação e concordaram com a providência do governo municipal.

De acordo com o presidente da Fundação de Cultura e Turismo, as estruturas como as arquibancadas, por exemplo, não serão montadas, o que não impede, no entanto, que os blocos que queiram sair às ruas, desfilem pela Rua do Imperador. “Não estamos cancelando o Carnaval da cidade, só não iremos repassar os recursos, que serão encaminhados para um setor que está em estado de calamidade e precisa de todo o empenho e recursos financeiros. Estamos pensando no bem-estar da população”, diz Juvenil, complementando: “Tivemos a adesão espontânea das agremiações”, garante.

Outros tradicionais eventos, como o Baile dos Fantasmas e o Banho a Fantasia estão mantidos, assim como os bailes que acontecem nos bairros, como Alto da Serra, Praça Pasteur e Pedro do Rio. A matinê no Obelisco também está mantida.

Para garantir a segurança dos foliões que forem para a Avenida curtir os blocos, a Guarda Municipal e as polícias Civil e Militar estarão nas ruas.

 A diretora de patrimônio da Escola de Samba Independente de Petrópolis, Marilda da Silva Antunes, elogiou a medida tomada pelo prefeito Rubens Bomtempo. “A saúde do município está um caos e precisa de todo o apoio. Não é justo realizarmos uma festa, enquanto os hospitais estão sem leitos e sem remédios”.

Dois anos depois da tragédia no Vale do Cuiabá, os moradores da região voltaram a ter esperança de dias melhores. Além da Secretaria Extraordinária de Recuperação e Revitalização do Vale do Cuiabá, o prefeito Rubens Bomtempo anunciou que a localidade vai receber a primeira Unidade de Proteção Comunitária da Defesa Civil e ainda o sistema de alerta e alarme por sirenes.

“Estamos começando o nosso trabalho no Vale do Cuiabá. Sabemos que é árduo e difícil. Vamos assumir a nossa posição de poder local para reestruturar o Vale. Não vamos mais esperar a boa vontade dos outros órgãos para resolver. Seremos pró-ativos e vamos garantir soluções definitivas na habitação popular, infraestrutura e desenvolvimento sócioeconômico.

Bomtempo também vai rediscutir com o Estado o projeto para a realização de obras no local orçadas em R$ 60 milhões e ainda questionar junto ao Inea o projeto do Parque Fluvial, além do critério adotado pelo órgão para definir as áreas de exclusão: “Queremos ver uma solução para o povo. É preciso que o Inea tenha coragem de abrir os projetos para os moradores e ter a humildade e coragem para reconhecer que não fizeram nada pela região”, destacou Bomtempo, durante reunião com os moradores do Vale do Cuiabá no último sábado (12/1).

O prefeito também tranquilizou os moradores que perderam as suas casas com relação ao pagamento do IPTU e já solicitou à Secretaria de Fazenda o imediato recadastramento das famílias.

“É uma alegria poder estar reunido aqui com o prefeito e todos os secretários para encontrarmos uma solução para a nossa gente que está há dois anos esperando uma boa notícia. Tivemos um governo tão despreparado que no dia da tragédia ficamos impedidos de levar comida para quem estava isolado. Agora temos certeza de que vamos avançar porque temos um prefeito que está comprometido com a causa”, disse o presidente da associação de moradores do Vale do Cuiabá, José Quintela.

A defensora pública, Cristiana Mendes lembrou que muitas famílias ainda não encontraram os corpos de parentes: “Esperamos novas providências. O Cuiabá quer há muito tempo uma solução definitiva. Estou feliz em ver todos reunidos e focados nesta questão”.

A Secretaria Extraordinária de Recuperação, Revitalização e Reconstrução do Vale do Cuiabá será o principal canal de comunicação entre os moradores da região e o governo municipal. Entre as medidas que serão adotadas pela nova Secretaria estão a construção de casas populares, a criação de uma lei específica para fomentar o desenvolvimento do comércio e a economia local, além da criação do memorial em homenagem às vítimas das chuvas.

“Esse é um momento muito difícil para todos nós. O ex-prefeito dizia sempre que o Cuiabá foi superado e hoje podemos dizer que quem foi mesmo superado foi ele, toda sua administração omissa, e o seu governo brincalhão. Hoje a esperança renasce em cada um de nós porque vemos o interesse e a presença do poder público. Não estamos mais sozinhos nesta luta”, desabafou o presidente da associação de moradores de Madame Machado, Emerson Carvalho de Souza.

Também participaram da reunião o vice-prefeito, Luiz Fernando Vaz; o vereador Ronaldão, que representou todos os outros parlamentares presentes; os secretários Jorge Maia e Luciane Bomtempo, representando todos os secretários municipais que participaram do encontro, o coordenador da Defesa Civil, Rafael Simão e moradores da região. 

Notícias por data

« Janeiro 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

turispetro

iluminacao

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo