Por determinação do prefeito Rubens Bomtempo, mais 23 concursados estão sendo convocados pela Secretaria de Administração e Recursos Humanos de Petrópolis. A nova convocação tem o objetivo de suprir a demanda de diversos setores do serviço público municipal, principalmente da Secretaria de Obras.

“Desde 1990 nenhum profissional aprovado para a Secretaria de Obras foi convocado. Sem dúvida, com esta medida, vamos fortalecer os quadros da Prefeitura e prestar um melhor atendimento aos cidadãos”, disse o secretário de Administração, Henrique Manzani.

A convocação, publicada no Diário Oficial do Município na última terça-feira (12/3), irá preencher os seguintes cargos: dois arquitetos; três engenheiros civis; um geólogo; cinco motoristas; três operadores de máquinas; quatro técnicos administrativos e cinco coveiros: “Há anos os quadros da Prefeitura não contavam com o trabalho de um geólogo. Pela nossa topografia esse é um trabalho de extrema importância, que vai garantir embasamento técnico para as ações a serem desenvolvidas, por exemplo, nas áreas de risco”, afirmou Manzani, ressaltando ainda que a contratação dos técnicos administrativos vão agilizar os processos de licitação para a compra de medicamentos e insumos para o município.

Os profissionais devem ficar atentos e se apresentar no dia 15 de março, das 14h às 16h, no Departamento de Administração de Pessoal e de Recursos Humanos da Secretaria de Administração – Avenida Koeler, 260. Os convocados serão submetidos a exames admissionais, atendidos pela Coordenadoria de Vigilância em Saúde do Trabalho, localizada na Rua Dom Pedro, 185.

Esta é a segunda convocação feita pelo prefeito Rubens Bomtempo, desde que assumiu a Prefeitura. Em janeiro, 250 profissionais da Educação foram chamados para suprir as necessidades da rede municipal de ensino.

Foram cinco vagas de secretário escolar e outras cinco de auxiliar de secretaria;  20 inspetores de disciplina; 50 auxiliares de serviços gerais; dez cozinheiros;  73 educadores de educação infantil; 87 professores para as áreas de educação básica, educação infantil e anos iniciais, e para as disciplinas de língua portuguesa, artes, ciências, física, geografia, história e matemática; além de 25 vagas para as áreas de ensino religioso, educação física e língua inglesa.

Confira a lista completa dos convocados:

Cargo: Arquiteto
01º lugar – Vyrna Jacomo de Abreu Nunes
02º lugar – Isabela Stiegert

Cargo: Engenheiro Civil
01º Lugar – José Eduardo Guimarães Esquerdo
02º Lugar – Jéssica Pontes Seabra
03º Lugar – Priscila Alves Marques Fernandes

Cargo: Geólogo
01º lugar – Ana Caroline Duarte Dutra

Cargo: Motorista
05º Lugar – Elias Rodrigues de Carvalho Junior
06º Lugar – Gleison Marinho Machado
07º Lugar – Nilton José Vilas Ferreira
08º Lugar – Vanilton Bernardes Lima Werneck
09º Lugar – Marcelo Leonardo Silva de Souza

Cargo: Operador de Máquinas
01º lugar – Rômulo Soares de Oliveira
02º lugar – Rangel Ramos Ferreira
03º lugar – Mauricio Farias de Barros Ambrósio Fontes

Cargo: Coveiro
01º lugar – Roberto Carvalho Da Silva Neto
02º lugar – Isabel Cristina Neves Evangelista
03º lugar – Romulo Dos Santos Carrupt
04º lugar – Lourenço Leonardo Da Silva Honorio
05º lugar – Carlos Henrique Machado Silva

Cargo: Técnico Administrativo
01º lugar – Francisco Lopes de Carvalho Netto
02º lugar – Eduardo Felix do Vale
03º lugar - Doraci Fabiana Truci
04º lugar - Carolina Couto Duarte

Durante visita feita hoje (12/03) à Câmara Municipal, o prefeito Rubens Bomtempo entregou ao presidente da Casa e à mesa diretora, os primeiros cinco projetos de lei do governo para avaliação e aprovação dos vereadores. De acordo com os textos, estão previstas a recriação da Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Econômico, a criação das Secretarias de Defesa Civil e Extraordinária do Vale do Cuiabá, assim como a regulamentação do Programa Empreendedor Individual. 

“O que estamos apresentando hoje está rigorosamente dentro do nosso plano de governo, ou seja, o que já havia sido pactuado com a população. A ideia inicial era fazer essa entrega na semana passada, mas existe uma demanda que precisa ser atendida com prioridade. Passamos por um período de chuvas, a saúde permanece em estado de calamidade pública além dos recentes problemas com o aterro sanitário, que já estão sendo sanados. Essas ações foram priorizadas”, explica o prefeito.

A recriação da Secretaria de Agricultura, separando a pasta da secretaria de Ciência e Tecnologia, foi um dos compromissos assumidos durante a campanha eleitoral. “São assuntos completamente distintos e não se falam. A questão da agricultura deve ser olhada com atenção, já que essa é uma das grandes vocações do município, assim como a pasta de Ciência e Tecnologia. Prova disso é que o município está entre os dez mais importantes polos nessa área”, destaca Bomtempo.

Segundo o prefeito, a criação da secretaria de Defesa Civil irá, inclusive, acelerar o diálogo com os governos estadual e federal. “Estaremos criando o Fundo de Defesa Civil para facilitar a chegada de recursos para o setor. Além disso, já existem alguns projetos, como a implantação do Centro de Monitoramento de Desastres Naturais”, adiantou. Já com a Secretaria Extraordinária do Vale do Cuiabá, a ideia é manter um diálogo permanente e a aproximação de todos os órgãos públicos – do Estado e do Município – e das associações de moradores.

O projeto que prevê a modificação na Lei de Parcelamento do Inpas também foi protocolado ontem, mas em caráter de urgência. O projeto diz respeito às alterações da Lei 6.501, que prevê o parcelamento de débitos de natureza previdenciária, o que não foi obedecido pelo governo passado. Foram feitas alterações que precisam ser aprovadas até abril evitando que a Prefeitura seja incluída no Cauc – Cadastro Único de Convênios.

Quase todos os vereadores participaram da reunião. “Queremos trabalhar em sintonia com o Executivo e todos os projetos serão analisados dentro das comissões e encaminhados para votação. Ficamos satisfeitos com a visita do prefeito que fez questão de fazer a entrega desses projetos pessoalmente”, disse Paulo Igor, presidente da Câmara Municipal de Petrópolis.

O Hospital Municipal Nelson de Sá Earp colocou em operação nesta terça (12/03) um novo aparelho de ecocardiograma. A sala onde o equipamento está instalado foi inaugurada ontem pelo prefeito Rubens Bomtempo, ao lado do secretário de Saúde, André de Sá Earp e do diretor da unidade, Nélio Gomes Júnior. O novo aparelho estava parado há cerca de um ano na Secretaria de Saúde e a expectativa é que o procedimento agilize o diagnóstico e o monitoramento de pacientes da emergência e do Centro de Recuperação de Adultos – CRA, que funciona no local.

“A implantação do ecocardiograma é um grande avanço, pois traz maior agilidade para todo o funcionamento do hospital e também contribui para a melhoria no atendimento. Esse é apenas mais um passo na direção da nossa meta, que é garantir uma saúde de qualidade para os petropolitanos”, disse Bomtempo, complementando: “A saúde é a nossa prioridade e vamos continuar batalhando e buscando o apoio dos governos estadual e federal em benefício da população”.

O espaço destinado à realização dos exames, preparado exclusivamente para a prestação do serviço, conta com ar condicionado, computador e uma maca. O equipamento será manuseado por duas profissionais da área de cardiologia. Segundo o secretário de Saúde, além dos exames de ecocardiograma, o aparelho também será utilizado para ultrassonografias. “O exame era realizado apenas no Hospital Alcides Carneiro e, às vezes, a espera chegava a quase uma semana. O equipamento já está em funcionamento para os pacientes internados”, garantiu André de Sá Earp.

Outro que comemorou a instalação do equipamento foi o diretor do HMNSE, Nélio Gomes Júnior. “Esse único aparelho irá contribuir para o a identificação de vários tipos de doenças do coração e, com o diagnóstico mais rápido, já que os pacientes não precisarão ser removidos, o tempo entre o tratamento e a alta irá diminuir. Os leitos são liberados num menor espaço de tanto e novas vagas são disponibilizadas”, explicou.

O prefeito Rubens Bomtempo e a Chefe de Gabinete Luciane Bomtempo entregaram 532 litros de óleo ao Sábado Solidário, projeto promovido pela Rádio Imperial. As doações para o programa, que nesta edição comemora dez anos de existência, foram arrecadadas entre os funcionários das secretarias da Prefeitura e entregues na tarde do último sábado (9/3) na Praça D. Pedro.

“O Sábado Solidário se transformou numa marca importante para a cidade. É, sem dúvida, um instrumento para unir os petropolitanos”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

De acordo com o Padre Jac, organizador do evento, o Sábado Solidário arrecadou alimentos, material de limpeza e higiene pessoal em todos os supermercados da cidade, nas praças Dom Pedro, da Inconfidência e Paulo Carneiro, além do calçadão do Cenip.

A Chefe de Gabinete, Luciane Bomtempo, agradeceu a colaboração de todos os servidores: “Superamos a expectativa de arrecadação graças ao empenho de todos os funcionários. Esse é um dia que consolida a cultura solidária na nossa cidade. No que depender deste governo vamos continuar promovendo campanhas para ajudar as pessoas que mais precisam”.

O prefeito Rubens Bomtempo vai criar um comitê para monitorar todos os convênios do município e garantir eficiência no controle dos projetos. Com isso, a perda de prazos para a conquista de recursos federais será praticamente nula. A novidade foi anunciada durante reunião com diversas associações de moradores ligadas aos distritos, que aconteceu na manhã do último sábado (9/3) no Centro General Ayrosa, em Itaipava.

O município tem mais de 50 projetos abertos que não foram priorizados pelo governo passado: “Por conta disso, Petrópolis corre o risco de perder vários recursos para aplicar, por exemplo, em obras de infraestrutura por toda cidade. Estamos correndo contra o tempo e tentando a prorrogação dos prazos”, disse Bomtempo.

Nessa retomada do diálogo com a sociedade civil organizada, Bomtempo destacou que, além de conseguir recuperar os recursos para a realização de um pacote de obras para a Estrada da Saudade, Petrópolis conquistou R$ 37 milhões para a realização de obras dentro do PAC Mobilidade Urbana, ao unificar duas cartas consulta deixadas pelo governo anterior, a pedido do próprio governo federal. O prefeito também está conseguindo salvar cerca de R$ 2 milhões em recursos de emenda parlamentar para a pavimentação de diversas localidades em Itaipava, entre elas o Vale do Cuiabá.

“A mudança de governo trouxe esperança aos petropolitanos, principalmente aos moradores do Vale do Cuiabá e adjacências. Desde o primeiro dia de governo, o prefeito Rubens Bomtempo está presente e sensibilizado em resolver os problemas que mais nos afligem. Só tenho a agradecer o empenho da atual administração”, declarou o presidente da Associação de Moradores do Vale do Cuiabá, José Quintela.

Durante o encontro, Bomtempo ouviu as principais reivindicações da região e ressaltou que o seu terceiro mandato será construído com base na participação popular e no fortalecimento dos conselhos para uma cidade sustentável: “Esses são instrumentos indispensáveis para a construção de políticas públicas. O diálogo com o cidadão referenda a tomada pontual de decisões, além de otimizar e potencializar a prestação dos serviços a cada petropolitano”.

Bomtempo assumiu ainda o compromisso de tornar deliberativos os conselhos que hoje são apenas consultivos, como uma forma de ampliar o poder de decisão da sociedade civil. A ideia também é garantir transparência a essas decisões, criando ferramentas no site oficial da Prefeitura para que o cidadão conheça não só a pauta dos assuntos colocados em discussão, mas também a formação dos conselhos, seu regimento interno e as atas das reuniões.

“Parabenizo o esforço do prefeito Rubens Bomtempo para equacionar os problemas encontrados logo no início da sua administração, como a situação crítica pela qual estavam passando os setores da saúde e limpeza da cidade. Em tão pouco tempo, já sentimos a presença do poder público, o que nos dá segurança ao saber que Petrópolis novamente está em boas mãos”, afirmou o presidente da Associação de Moradores e Amigos de Santa Mônica (NovAmosanta), Roberto Penna Chaves.

Também participaram do encontro o secretário de Planejamento, Eduardo Ascoli; o presidente da Comdep, Hélio Dias; além de representantes das associações de Nogueira, Corrêas, Cantagalo, Madame Machado, Manga Larga, Araras e Bonfim. 

A Comdep iniciou nesta segunda (11/3) o transporte para o tratamento do chorume do aterro sanitário de Pedro do Rio. O material será tratado na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da empresa Águas do Imperador. Com a iniciativa, o atual governo cumpre mais uma determinação do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) para manter o funcionamento do aterro, que está com a licença vencida desde o meio do ano passado, sem qualquer plano de ação do governo anterior para a prorrogação do seu prazo de vida útil.

“O importante é que conseguimos atender prontamente a mais uma exigência do Inea, contratando uma empresa especializada no transporte diário de chorume”, explicou o presidente da Comdep, Hélio Dias. De acordo com Hélio Dias, os representantes do Inea reconheceram que a atual administração tomou posse recentemente e não deveria ser responsabilizada pelas exigências não cumpridas pelo governo passado. Tais exigências foram reapresentadas pelo órgão e já estão sendo atendidas pelo atual governo, como o destino final do lixo hospitalar, que foi solucionado de imediato com a contratação emergencial da empresa Aborgama, que é especializada nesse tipo de resíduo.

A Comdep também está trabalhando em um projeto de melhoria da drenagem das águas pluviais do aterro, além de uma proposta para a utilização do biogás: “A Secretaria de Meio Ambiente já fez o projeto de reflorestamento e recuperação do talude do aterro. Estamos agora contratando um suporte técnico em engenharia ambiental para a elaboração de um plano de avanço. Só depois de cumpridas todas as exigências do Inea, vamos poder  solicitar a renovação da licença do aterro de Pedro do Rio”, explicou Hélio Dias.

Segunda, 11 Março 2013 - 16:56

Prefeito se reúne com Comempe

O prefeito Rubens Bomtempo esteve reunido com o Conselho dos Ministros Evangélicos do Município de Petrópolis (Comempe) na manhã de hoje (11/3). Em pauta, a tradicional Marcha para Jesus, que vai acontecer no dia 16 de março, com concentração às 14 horas na Praça Paulo Carneiro. O tema deste ano será “Crack, é possível vencer”.

Bomtempo aproveitou o encontro para fazer um balanço dos 70 dias de governo. Entre as principais conquistas realizadas na área social estão as aberturas dos CRAS e CREAS, possíveis graças à convocação de mais de 100 funcionários concursados. O prefeito também falou sobre as mais de 40 pessoas em situação de rua que foram acolhidas pela Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac).

Na área de educação, Bomtempo destacou a contratação de profissionais e o programa Mais Educação, que estará em 88 escolas. “Estamos resolvendo o gargalo da demanda reprimida do Ensino Fundamental. Já abrimos mais 300 vagas para creches e esperamos que até o final do ano possamos ter mais 300”, afirmou.

Também participaram do encontro, a secretária de Educação, Monica Freitas; o secretário da Setrac, Jorge Maia; o presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Juvenil dos Santos;  o vereador Pastor Sebastião e mais 70 pastores de diversas denominações evangélicas.

Sábado, 09 Março 2013 - 07:46

Restauro do Obelisco em nova fase

A restauração do Obelisco está passando por uma nova fase. A empresa responsável pelo dano causado ao monumento em janeiro iniciou a proteção impermeabilizante no topo, com a aplicação de aditivos. O objetivo é que esta fase esteja concluída até este fim de semana. A secretaria de Obras supervisiona o trabalho e acredita que o serviço completo pode ficar pronto até o dia 16 de Março, quando a cidade comemora 170 anos de fundação. Mas ainda será necessário a aprovação do Inepac – Instituto Estadual do Patrimônio Cultural.

Na próxima semana, a pedra adquirida para compor o monumento será apresentada para a análise do instituto e do restaurador contratado para a realização do serviço. De acordo com o secretário de Obras, Aldir Cony, o atraso da obra foi causado pelas dificuldades encontradas para obter o material exigido pelo Inepac. “A pedra que será usada no restauro precisa ser semelhante à existente no monumento, ou seja, ter a mesma aparência, inclusive no desgaste causado pelo tempo, como sol e chuva”, explica. “Esse foi um dos entraves, mas não houve paralisação dos trabalhos”, complementa.

Com o objetivo de agilizar o processo e garantir que o restauro fosse feito num curto espaço de tempo, foi firmada uma parceria entre a empresa responsável pelo serviço, Inepac e Prefeitura de Petrópolis. A partir da montagem do andaime e após a cobertura da ponta do Obelisco, em fevereiro, iniciou-se a peregrinação em busca da pedra, mas aquelas que foram encontradas, não atendiam as exigências impostas pelo instituto.

A extremidade do monumento foi danificada em janeiro, quando a empresa contratada pelo governo anterior para a colocação e posterior retirada da iluminação de Natal, fazia a remoção das lâmpadas. Na ocasião, a máquina que realizava o serviço esbarrou na ponta do Obelisco, causando os danos. A empresa se comprometeu em providenciar e custear todo o reparo, que está sendo acompanhado e fiscalizado pela Secretaria de Obras.

Neste domingo (10/3) a Defesa Civil vai acionar as 18 sirenes instaladas na cidade para alertar às pessoas que vivem em áreas de risco sobre ocorrências de chuvas fortes. A iniciativa faz parte de uma série de simulações para preparar as comunidades para as situações de emergência. O acionamento vai acontecer às 10h e vai contar com a participação de 92 agentes de Defesa Civil.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Rafael Simão, as simulações são simultâneas nas comunidades onde os sistemas foram instalados. Os moradores das ruas Amazonas, Duques, Espírito Santo, Ceará e Rio de Janeiro, no Quitandinha, e também do São Sebastião, Vital Brasil, Siméria, Independência, Taquara, Dr. Thouzet, 24 de Maio, Sargento Boening, Vila Felipe, Comunidade dos Ferroviários e João Xavier, devem ficar atentos e participar do simulado.

“É importante que os moradores dessas regiões se dirijam aos pontos de apoio ao acionamento das sirenes. É uma maneira de garantir mais agilidade das pessoas em situação de risco no caso de uma emergência e também de treinar a nossa equipe”, explicou Rafael Simão.

Atualmente, as sirenes são acionadas remotamente por meio de sensores de fibra ótica e internet 3G pela Coordenadoria de Defesa Civil de Petrópolis, ou manualmente nas comunidades em caso de queda de energia elétrica ou conexão, quando existe risco de deslizamento de barreiras ou outras situações adversas, oriundas de condições atmosféricas extremas. 

Em seguida, inicia-se o procedimento de desocupação das áreas de risco com o deslocamento temporário dos moradores para os pontos de apoio, locais onde as famílias podem permanecer em segurança até que a situação se estabilize e a avaliação dos imóveis seja feita e a área liberada. 

O sistema de acionamento das sirenes é um instrumento de alerta que não substitui a observação da comunidade e o bom senso. O morador que identificar sinais de instabilidade na moradia ou em seu entorno deve procurar local seguro.

Com menos de 70 dias de governo o prefeito Rubens Bomtempo atendeu a uma das principais reivindicações dos moradores da região de Itaipava. Bomtempo liberou hoje, ao lado do presidente da Concer, Pedro Jonsson, a Estrada do Catobira para os moradores acessarem a Rodovia BR-040 sentido Rio de Janeiro. Há um mês, o prefeito abriu o local para acesso à pista sentido Juiz de Fora.

 “Essa demanda estava reprimida e graças ao diálogo com a Concer, que entendeu as dificuldades que estamos enfrentando neste início de governo, conseguimos concentrar os esforços para a liberação deste acesso que vai facilitar muito a vida dos motoristas e o trânsito de Itaipava”, disse o prefeito, informando ainda que desde a interrupção do trecho, contava apenas com a ponte da Manga Larga, além da saída em Bonsucesso para o acesso à Rodovia BR-040.

Os trechos, sentido Juiz de Fora e Rio de Janeiro, foram fechados em dezembro, após o governo anterior abandonar as obras, rompendo acordo firmado com a Concer: “O termo de cooperação foi abandonado pela antiga administração, que não cumpriu o que tinha sido pactuado. Mas a concessionária assumiu o compromisso porque percebeu que essa via é importante para Itaipava como anel viário”, ressaltou Bomtempo.

A Secretaria de Obras concluiu a pavimentação da estrada e a CPTrans instalou a sinalização de segurança para os veículos na  saída das pistas em direção à rodovia federal. De acordo com a CPTrans, a estrada é tão importante para o planejamento do trânsito na região, que existem outras propostas de utilização da via já incluídas no Plano de Mobilidade apresentado ao Ministério das Cidades.

O presidente da Concer, Pedro Jonsson, destacou que esta parceria com Bomtempo é apenas o início de uma série de outras ações importantes para Petrópolis, como as obras de duplicação da serra e a ligação Bingen x Quitandinha: “Precisamos de homens públicos persistentes e com diálogo aberto, como Bomtempo, para tornar realidade grandes projetos que vão trazer inúmeros benefícios socioeconômicos para a cidade e municípios vizinhos”.