A Prefeitura está promovendo uma grande ação de limpeza e revitalização no bairro Independência que vai culminar com o programa Praticando Cidadania. O mutirão envolve a maioria das secretarias de governo, como a de Obras, Assistência Social, Educação, Comdep, Saúde, CPTrans. Uma plenária para que a comunidade apresente as necessidades da região está marcada para a próxima quarta-feira, dia 8 de maio, às 19 horas, com a presença do prefeito Rubens Bomtempo.

“Queremos fortalecer a auto-estima da comunidade que sofreu muito com as últimas chuvas. Os trabalhos são realizados diariamente, mas está sendo intensificado nesse período. Estamos arrumando a casa.”, disse o prefeito.

O trabalho na segunda-feira (6/05) começou pelas escolas, percorridas ao longo do dia pelo prefeito. A visita foi comemorada pela diretora da Escola Professora Ernestina Franciane de Abreu, Josiete Moreira de Oliveira Carvalho. “Nos sentimos mais amparados. A presença dele aqui é de extrema importância porque somos uma escola conveniada e atendemos crianças de todo o bairro”, disse.

Operações de tapa-buracos, limpeza de ralos e substituições de grelhas são algumas das ações de manutenção que serão desenvolvidas pela Secretaria de Obras. Ao mesmo tempo a Comdep estará dando continuidade aos trabalhos de capina, roçada e recolhimento de entulho. A Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania – Setrac também participa da ação levando o banco de empregos e informando a população sobre os cursos de qualificação. “Também está sendo programada a reabertura do Centro de Referência em Assistência Social da comunidade, que está fechado desde setembro do ano passado. Iremos voltar a visitar as famílias vítimas das chuvas, reforçar as orientações sobre a continuidade do atendimento, entre outros”, explica o secretário de Trabalho, Jorge Maia.

Ao mesmo tempo, a Secretaria de Proteção e Defesa Civil fará a entrega de relatórios de ocorrências e estará disponibilizando uma central de atendimento, promovendo a aproximação com a comunidade. O cadastramento de celulares para o recebimento de mensagens via SMS  com alertas do órgão também estará sendo feita e intensificada no fim de semana.

A Secretaria de Esportes e Lazer também está envolvida no projeto e a ideia do secretário Renato Freixiela é dar início ao projeto de Futebol Comunitário. “Durante a semana serão desenvolvidas várias atividades esportivas que culminarão com um grande torneio de futebol em homenagem ao jovem Lucas Mateus, de 19 anos, que morreu em conseqüência das chuvas que atingiram a cidade em março", explicou o secretário.

Já a Fundação de Cultura e Turismo participa com grupos de recreação infantil, enquanto a Secretaria de Segurança estará retomando os cursos de inglês e espanhol no posto da Guarda Comunitária implantado na comunidade. “Estaremos reiniciando o projeto Justiça Comunitária”, destaca o secretário de Segurança coronel Calixto Barbosa.

Ainda durante o mutirão, o projeto Petrópolis Recicla será retomado pela Secretaria de Meio Ambiente. “Vamos iniciar com a coleta de garrafas pet e polietileno. Também serão feitas ações de orientação ambiental e, se for necessário, apesar de estarmos fora da época, será feito o plantio de algumas mudas”, disse o secretário de Meio Ambiente Almir Schimidt. 

A secretaria de Saúde estará promovendo orientação sobre a dengue e controle de roedores, escovódromo e distribuição de escovas de dente para as crianças. Atividades educativas realizadas pela equipe do posto de saúde, incluindo a aferição de sinais vitais acontecem ao longo da semana, assim como a distribuição de material informativo sobre DSTs e preservativos pelo DST/AIDS. A ação culminará, no sábado, com um grande evento promovendo aconselhamento e realização de testes. Todas as secretarias também estarão presentes no sábado, numa ação que lembrará o programa Praticando Cidadania, do governo anterior do prefeito Rubens Bomtempo. À noite, a Escola Municipal Alto Independência vai sediar um baile em homenagem às mães, com o conjunto Pássaro de Prata.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe, que começou no dia 15 de abril, terminará nesta sexta-feira (10/5). O setor de epidemiologia da Secretaria de Saúde solicita às pessoas dos grupos indicados a tomarem a vacina, que compareçam a uma das 45 unidades de saúde disponibilizadas pela Prefeitura para se imunizarem.

“É muito importante as pessoas aproveitarem esta última semana para se vacinarem, pois a campanha não será prorrogada. A vacinação contra a gripe é fundamental, ainda mais nesta época do ano, porque quanto mais perto do inverno, maior a incidência de gripe”, afirmou a gerente de imunização da Secretaria de Saúde, Alessandra Sauan.

Alessandra Sauan lembra, ainda, que a vacina garante proteção contra o vírus da influenza A (H1N1). Além disso, estudos do Ministério da Saúde demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza.

Já foram vacinadas 33.442 pessoas pertencentes ao grupo vulnerável. As crianças lideram o grupo, com o percentual de 77,46% já imunizadas. Logo depois, vem as puérperas (mulheres com até 45 dias pós-parto), com 73,24%; os idosos estão com 57,24%; já as gestantes, 50,16% e os trabalhadores da área de saúde, 35,62%. 

É importante destacar que a vacina é contraindicada para pessoas que têm alergia a ovo de galinha, pois o vírus, antes de ser morto, é inoculado em ovos. Então, é possível que ela contenha a proteína de ovo que afeta as pessoas alérgicas.

Lista de postos disponíveis para a vacinação: 

Centro de Saúde Coletiva (Rua Santos Dumont), PSF Caxambú, PSF 24 de maio, PS Morin, PSF Alto da Serra, PSF Meio da Serra I, PSF Meio da Serra II (VSF), PSF Vila Felipe, PSF São Sebastião, PSF Alto Siméria, PSF Dr. Thouzet, PS Alto Independência, PS Quitandinha, PSF Vila Saúde, PSF Santa Trindade, Amazonas, PSF Bairro Castrioto, PSF C. M. Jesus de Praga, PSF C. São João Batista, PSF Moinho Preto, PSF Pedras Brancas, PSF Batallard, PS Retiro, PSF Carangola, PSF Vale do Carangola, PSF Jardim Salvador, PSF Castelo São Manoel, PSF Estrada da Saudade, PS Itamarati, Ambulatório Escola (Cascatinha), Hospital Alcides Carneiro, PSF Bonfim, PSF Águas Lindas, PSF Fazenda Inglesa, PS Araras, PSF Vale das Videiras, PS Itaipava, PSF Lajinha, PSF Comunidade 1° de maio, PS Pedro do Rio, PSF Vila Rica, PSF Secretário, PSF Posse, PSF Brejal e Coordenação de Epidemiologia (ao lado do Hospital Municipal Dr. Nelson de Sá Earp).

Em respeito ao órgão histórico e deliberativo para as questões de saúde pública do município, o prefeito Rubens Bomtempo compareceu à assembléia ordinária do Conselho Municipal de Saúde, realizada na última terça-feira, e fez uma prestação de contas de 100 dias de governo na área de saúde. Além de listar as principais ações realizadas, que totalizam R$ 28 milhões de investimentos no setor, o prefeito destacou a judicialização da saúde e iniciou o debate sobre os atendimentos de urgência e emergência na cidade, explicando as últimas ações adotadas. “Fomos obrigados a publicar um decreto para que o município retomasse a administração do HAC, um modelo que foi amplamente criticado por este conselho. Com poucos meses de governo também tivemos que mudar a nossa estratégia para a saúde porque outro poder acha inadequado”, comentou.

Ao questionar o fato do Ministério Público não ter obrigado o governo anterior a abrir os setores de UTI, Urgência e Emergência do HAC, além de não ter cobrado a intervenção do município contra o fechamento da Casa da Providência, o prefeito destacou que o governo quer trabalhar com transparência, e por isso vai recorrer da decisão até o STF.

O investimento na qualidade do atendimento nas unidades de urgência e emergência da cidade foi outro assunto debatido: “Com o HAC, a cidade tem sete urgências. Num raio de pouquíssimos quilômetros, temos a UPA do Centro, o Pronto Socorro do Alto da Serra, o HMNSE e a UPA de Cascatinha. Não precisamos de mais unidades como essas, mas sim qualificar, oferecendo um serviço cada vez melhor. Essa é a discussão que precisamos fazer aqui”.

O médico e diretor do Hospital Clínico de Corrêas, Marcos Paulo, agradeceu as primeiras ações do atual governo e defendeu a autonomia do município para cuidar da saúde. “Sem a atuação séria do prefeito Rubens Bomtempo eu não estaria mais de portas abertas. Houve um erro de comando no governo passado, diversas decisões políticas e não técnicas e hoje quem paga é o atual governo, a população e o setor, que se encontra em estado de calamidade pública desde a primeira semana de janeiro”.

Durante a reunião, o Comsaúde aprovou o pedido da Prefeitura para a abertura de mais 31 leitos na cidade. Serão mais nove leitos de UTI, dois de UTI Neonatal e outros 15 para unidades intermediárias. Agora, a Secretaria de Saúde aguarda o credenciamento das novas vagas pelo Ministério da Saúde. “Fizemos várias vistorias em diversas unidades no ano passado e já havíamos constatado a falência do setor na cidade. Esse conselho não foi omisso e tentamos de todas as formas buscar soluções junto ao governo anterior, que infelizmente nada fez”, afirmou um dos membros do Conselho, Tiago Pires.

Presente à assembléia, o secretário de Saúde, André de Sá Earp, ressaltou que a revisão do sistema de saúde é a preocupação da atual gestão: ”Precisamos de um modelo formatado numa realidade orçamentária racional. Vamos eleger prioridades e elaborar um plano de metas a ser cumprido”. Sá Earp fez uma apresentação em power point indicando os principais investimentos assumidos em 100 dias e que podem totalizar R$110 milhões do tesouro municipal até o final do ano. Também foram conquistados R$ 5 milhões em emendas parlamentares para a compra de equipamentos, entre eles, um aparelho de ressonância magnética, até então inexistente na saúde pública do município. Regularização dos estoques de medicamentos, novo mamógrafo, reabertura de 10 leitos de UTI e a absorção da demanda de maternidade, dos serviços de ginecologia, cirurgia geral, vascular e ortopédica com o fechamento do Hospital Casa da Providência, foram as principais ações listadas para a regularização dos serviços no HAC. Além disso, o Hospital Municipal Nelson de Sá Earp recebeu um novo ecocardiograma. A saúde básica também é meta do governo. Por isso, o município quer concentrar os esforços na expansão do Programa Saúde da Família, que nos últimos quatro anos ficou estagnado.

“Estamos discutindo a situação da saúde no município num ano emblemático para o setor, quando teremos uma conferência para a criação de um plano municipal para a saúde da cidade. A presença do prefeito nesta reunião de prestação de contas é emblemática. Ele se colocou à disposição não só para prestar esclarecimentos, como também para trazer discussões importantes, que não podem deixar de serem feitas”, concluiu o presidente do ComSaúde, André Pombo.

Mais de 200 famílias atendidas pela Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania – Setrac, foram beneficiadas hoje (03/05) com o pagamento do primeiro aluguel social. A agência do Banco do Brasil da Rua Paulo Barbosa iniciou o serviço de atendimento especial às 9 horas. No local, as vítimas das chuvas comemoraram a medida, que simboliza a retomada da normalidade na vida de centenas de pessoas.

Depois da entrega do primeiro aluguel nas mãos das famílias, o compromisso da prefeitura continua: “Estamos vistoriando novas casas, providenciando as mudanças e preparando kits de móveis e eletrodomésticos para aqueles que perderam seus bens. Mas, acima de tudo, nosso objetivo é restabelecer a referência familiar dessas pessoas que hoje não têm condições de retornar para suas antigas casas”, disse Jorge Maia, secretário de Trabalho, Assistência Social e Cidadania.

“Minha casa está em área de risco e por isso teve que ser interditada pela Defesa Civil. Estou muito satisfeita, pois através da Setrac, recebemos todo o apoio da Prefeitura. O secretário está sempre presente. O Aluguel Social é uma grande ajuda e mostra que estamos sendo amparados pelo poder público”, disse a dona de casa Ana Paula de Jesus, de 24 anos, que deixou a antiga casa, no Lagoinha e se mudou para o bairro Siméria, com o marido e a filha de dez meses.

Outra que ficou satisfeita com o benefício foi Taiane Chagas Porto, de 25 anos. Com a casa em risco, no Alto Independência, ela se mudou com os três filhos, com idade entre um e sete anos, para a Castelânea. “Um deslizamento de terra deixou minha casa em risco. Não podemos mais voltar. Estava com medo de não ter para onde ir com meus filhos. Agora tenho condições de pagar o aluguel e dar mais conforto às minhas crianças”.

Segundo Jorge Maia, aqueles que não conseguiram receber devem procurar a secretaria, que fica na Avenida Ipiranga, 540, para tirar todas as dúvidas e identificar falhas, se houver, para que a família possa estar apta ao programa. “Algumas famílias não informaram o endereço da nova residência para que pudesse ser feita a vistoria, o que se transforma num entrave, por exemplo. Mas todas as falhas burocráticas estão sendo corrigidas”, afirma o secretário, explicando ainda que a partir do próximo mês o pagamento será mais tranqüilo, pois as famílias já estarão de posse do cartão magnético e poderão fazer o saque diretamente nos caixas eletrônicos.

Atualmente, um total de 400 famílias está apta ao Aluguel Social. Dessas, 250 já encontraram uma nova casa enquanto outras 150 estão à procura de um imóvel. Mais cem famílias estão em processo de análise para a inclusão no Programa.

O Parque Municipal de Petrópolis, em Itaipava, foi o palco principal da festa do Dia do Trabalhador petropolitano. A maior área pública de lazer do município, que é uma referência para as famílias da cidade e atrai todos os finais de semanas e feriados, gente de todas as faixas etárias, recebeu ontem (1/5), 110 mil pessoas ao longo do dia. Esporte, dança, shows, parque de diversão e a continuidade da Festa do Produtor fizeram parte das atrações.

Segundo o ajudante de padeiro, Carlos Roberto Oliveira, que participou das comemorações junto com a esposa, Maria Luiza Nunes e a filha, Maria Eduarda, de oito meses, um dos incentivos para a ida da família foi o fato do ônibus ter custado R$1 durante todo o dia: 

“Essa iniciativa foi excelente. Com o ônibus barato, podemos gastar mais dinheiro aqui, nas barraquinhas e no parque”, disse.

A família de Tamires de Sá, de 14 anos, também se reuniu para aproveitar o feriado no parque. Foram nove pessoas, entre sua mãe, pai, tios e primos. “Viemos todos de ônibus. Já pensou quanto daria de passagem se pagássemos R$2,80 cada?”, brincou Tamires. 

A festa começou pela manhã, com a banda da Escola Municipal Johann Noel, que abriu os eventos esportivos, organizados pela Secretaria de Esporte e Lazer, junto com a Secretaria de Educação. Houve torneio escolar de Futsal, com entrega de troféu para os alunos do Colégio Anglicano de Araras, vencedores da competição. Também ocorreram apresentações de judô, danças do ventre e moderna, jazz e de esportes pouco conhecidos na cidade, mas que já estão ganhando o mundo com atletas petropolitanos, como o holandês Koferbol, o francês Parkour e o futebol americano. Os atletas, jovens com idade entre 17 e 20 anos, realizaram oficinas para o público.

Diversão para as crianças com consciência ambiental

O estande da Prefeitura de Petrópolis recebeu centenas de crianças que se divertiram com os grupos de animação Faz de Conta e com a contação de histórias feita por educadoras. Quem abriu a hora do conto foi a escritora e educadora Maria Inez do Espírito Santo. Às 11h30, ela deu início à contação com um de seus livros: O mito da Nação Indígena Carajá, Tainá-kan, a estrela. Também foram realizadas brincadeiras, oficinas de desenho e pintura,  distribuição de balões e sorteio de livros infantis doados pela editora Saraiva. Um painel pendurado em um tripé convidava as pessoas a escreverem suas declarações de amor à cidade, dando continuidade às comemorações pelo aniversário da cidade. A Secretaria de Meio Ambiente também esteve presente e distribuiu 600 mudas de araçás, ipês (amarelo e roxo), aroeiras, salsas, paineiras, pimentas e magnólias. 

A Prefeitura também disponibilizou para as crianças algodão doce, pipoca, picolés e cinco mil ingressos para os brinquedos do parque Play City. Mas os adultos também ganharam brindes: foram distribuídas mil camisetas com o tema Dia do Trabalhador. “Esta é uma festa muito importante, o Dia do Trabalhador é comemorado em todo o país. Tivemos a sorte de o dia estar lindo, com sol, excelente para a confraternização das famílias”, afirmou o presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Juvenil dos Santos. 

Música para todos

A tarde foi coroada por apresentações musicais de estilos variados: do gospel ao rock. À noite, a cantora Preta Gil abriu seu show com o grande sucesso dos Novos Baianos, “Preta Pretinha” e arrastou um público de mais de 40 mil pessoas. A cantora lembrou os momentos em que, durante sua infância, visitava Petrópolis com seus pais e declarou seu amor por Petrópolis. Outra declaração de amor foi realizada pela atriz petropolitana Camila Morgado.

Estímulo ao comércio

O representante da Associação de Produtores Rurais do Brejal, Augusto Katsumoto, ficou otimista com o espaço disponibilizado pela Prefeitura para a comercialização das mudas: "Essa iniciativa da Prefeitura é excelente. Valoriza o nosso trabalho e nos ajuda com uma renda extra. Espero que outros eventos como este aconteçam com mais frenquencia na cidade".

Leila Maria e Luiz Roberto Kaippert fabricam doces caseiros e costumam vendê-los durante os finais de semana no parque. Leila conta que o evento alavancou as vendas.

“Esta festa foi muito bem organizada, o parque melhorou muito, está mais bonito, conservado”, elogiou Leila Maria.

Rafael Nicolay e Carlos Vizani, que também vendem doces no parque, uniram suas mesas com as do casal Kaippert e passaram a tarde comercializando seus produtos juntos, como uma grande família.

“Resolvemos hoje nos unir, como uma família mesmo. Estamos vendendo muito bem, pois a nossa mercadoria é voltada para o público familiar, que é exatamente o que encontramos aqui”, conta Vizani.

A Secretaria de Fazenda iniciou hoje (02/05) um mutirão de fiscalização no Centro Histórico, com o objetivo de orientar os comerciantes sobre a conservação de fachadas, marquises, calçadas e letreiros, além de fiscalizar a regularidade do alvará de localização, o prazo de validade dos produtos à venda e as condições gerais de higiene dos estabelecimentos. Os comércios de rua, como bancas de jornal e ambulantes, também estão recebendo a visita da equipe. A ação já resultou em 65 notificações e uma interdição e irá se estender até a próxima semana, quando passará para outras áreas da cidade.

Logo nos primeiros estabelecimentos visitados, diversas irregularidades foram notificadas pelos fiscais, como fachadas sujas e mal conservadas, alimentos com prazo de validade vencido, artigos de venda das lojas expostos sobre a calçada e irregularidades na documentação. De acordo com o Secretário de Fazenda, Paulo Roberto Patulea, o foco do governo nesse primeiro momento é prevenir e educar a população para que todos sejam co-participadores do governo e cada pessoa faça a sua parte.

“Esse choque de ordem para verificar todos os problemas tem a importância de oferecer melhor qualidade de vida para a população e também para quem vem para Petrópolis, porque vai visitar uma cidade mais bonita. A nossa intenção inicial é orientar mais e punir menos. O governo agora está presente e estamos reativando o Código de Postura do município, que foi criado na gestão anterior do Rubens Bomtempo e ficou esquecido durante os últimos quatro anos”, disse Patuléa.

O secretário ainda adiantou que o mutirão de fiscalização vai continuar pelas principais artérias da cidade, como os acessos do Bingen, Quitandinha, Mosela e também o centro de Itaipava. Segundo o operador da fiscalização, Ernane Dias, “hoje existe uma demanda muito grande, a cidade precisa ser reorganizada. Todos os comércios estão sendo visitados e aqueles que apresentam alguma irregularidade recebem uma notificação por escrito para se regularizar. Os prazos podem ser imediatos ou de até 30 dias, de acordo com a complexidade do problema”.

Durante o mutirão, uma pastelaria localizada na Rua do Imperador precisou ser interditada e teve suas portas fechadas por não atender as normas de higiene preconizadas pela vigilância sanitária. No local, foram encontrados insetos, higienização precária da cozinha e do banheiro e alimentos como carne moída e queijo minas fora da refrigeração ou fora da validade.

Para a proprietária de outra loja de produtos alimentícios, na Rua General Osório, Eliane Sarmento, é sempre importante ter a presença da Prefeitura: “quando nós pegamos essa loja, ela estava em péssimo estado de conservação. Nós tivemos que consertar a marquise e a fachada. Mas eu acho que é bom mesmo ter essa fiscalização, para colocar as coisas em ordem na cidade”.

Terça, 30 Abril 2013 - 18:53

Dia do Trabalhador com ônibus a R$1,00

Durante todo o dia 1º de maio, os ônibus das linhas urbanas da cidade custarão apenas R$1,00. A medida será implantada por conta do Dia dos Trabalhadores e para que a população possa prestigiar a festa que será realizada no Parque Municipal de Petrópolis, em Itaipava.

As linhas de ônibus 700, 740 e 750, da empresa Turb funcionarão pela manhã com os horários utilizados normalmente aos sábados e pela tarde, com os dos dias úteis. A área de embarque e desembarque dessas linhas será no Hortomercado.

As empresas Turb (Centro x Itaipava), Expresso Brasileiro, linha 150 (Bingen x Correâs) e a Transportes São Luis (Centro x Itamaraty) receberam reforço de mais carros a partir de meio-dia até o término do evento.

A CPTrans ressalta que a passagem no valor de R$ 1,00 só é válida para pagamento em dinheiro. No caso de uso dos cartões será descontado o valor normal de passagem vigente no município (R$2,80).  

Amor, casamento, trabalho, confiança, família e escolhas. Estes foram os temas abordados ontem (29/4), pelo Bispo Dom Gregório Paixão, em sua palestra na I Semana de Conscientização de Planejamento Familiar, ocorrida no Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio. 

O evento, organizado pelo Gabinete da Prefeitura de Petrópolis, Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac) e Secretaria de Educação, contou com a participação do monsenhor Paulo Daher e da coordenadora de Ensino Religioso da Secretaria de Educação, Cristiane Noel. O público-alvo foi os alunos da segunda série do Ensino Médio da instituição, que lotou o auditório, com capacidade para 150 pessoas. 

Durante a abertura do encontro, a secretária de Educação, Monica Freitas, falou sobre a importância de os jovens agirem com consciência e reflexão no momento de constituir uma família.

“Para sermos mãe e pai é imprescindível ter consciência da responsabilidade que é trazer ao mundo um novo ser. Há que se ter um planejamento. É um compromisso que a pessoa assume consigo mesma e com Deus”, afirmou. 

Em sua palestra, Dom Gregório criticou os estereótipos dos romances que são veiculados pelas novelas televisivas e a invasão de privacidade que seria incentivada pelos meios de comunicação digital. 

“O planejamento familiar é a forma como a sociedade pensa a família. Primeiro você encontra a sua cara-metade, depois, deve pensar em como tornar esse fato uma coisa realmente bela. É o que você planeja para si e para os outros. É assumir com responsabilidade a sua vida e a de quem está contigo. Não é simples como parece nos folhetins da televisão”, explicou Dom Gregório. 

O bispo contou histórias da mitologia grega; de um amor que ele viveu antes de ser celibatário e da sua experiência como padre, principalmente em situações nas quais ele trabalhou ajudando o próximo. 

Jorge Maia falou um pouco sobre a sua experiência à frente do Setrac: “Conversei com 1490 famílias nos últimos dias. Vi, convivi com muita gente e percebi o que é o planejamento familiar: ele está envolto no amor”, assegurou o secretário. 

Os adolescentes fizeram uma série de perguntas, as quais o bispo respondeu com humor e paciência. Eram tantas questões que ele teve que atrasar em quase uma hora a sua partida. 

Jean Nunes, de 17 anos, foi um dos alunos que não queria que a palestra terminasse cedo. Segundo ele, tudo o que foi falado na ocasião servirá como conselho para a vida tanto dele mesmo como dos seus amigos de escola. “Gostamos muito de falar sobre relacionamentos, família, como escolher a pessoa certa, tudo muito interessante. Eles podiam ficar aqui até meia-noite conversando conosco”, disse o adolescente. 

Para Lívia Bessa, de 16 anos, a presença dos secretários do Setrac e de Educação foi imprescindível para o evento. “É muito bom vê-los aqui. Demonstra que a prefeitura está realmente interessada no que nós pensamos, queremos para as nossas vidas. Eles terem vindo aqui foi um ato de atenção aos estudantes, de carinho”, contou a jovem. 

A diretora do Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio, Renata Martins Varricchio, elogiou a iniciativa do Gabinete da Prefeitura de trazer esse debate à escola. “Queremos mesmo é que os jovens ouçam e participem. Nossas portas estão sempre abertas para receber encontros excelentes como este”, garantiu a diretora.

Sociedade civil e lideranças comunitárias participaram na manhã desta terça-feira (30/4) do segundo Café da Manhã Comunitário realizado pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Segurança. O evento aconteceu no Esporte Clube Cascatinha e na oportunidade, representantes de comunidades apresentaram reivindicações e agradeceram a solução de problemas apresentados na primeira reunião, no início do mês de março.

“Além de ser uma oportunidade para a comunidade do Cascatinha apresentar suas necessidades, esse encontro também é uma forma de apurarmos quais providências foram tomadas a partir da primeira reunião”, disse o secretário Calixto Barbosa, explicando: “Implantei o café comunitário quando era comandante do 26ºBPM em 2003 e ele sempre ajudou muito tanto no controle, quanto no combate da criminalidade. Reuniões como essa funcionam como mais um canal de comunicação com a população. É uma forma de estarmos sempre nos aperfeiçoando”.

O secretário de Administração Henrique Manzani, o presidente da CPTrans, Gilmar de Oliveira e o secretário de Governo Carlos Eduardo Galvão, participaram do encontro, assim como o comandante da Guarda Civil Dirceu Carneiro e o subcomandante da Polícia Militar Major Melo. O vereador Marcos Montanha também marcou presença no evento, além morador Vicente de Paula Périco Machado, representando a comunidade de Cascatinha. O evento foi presidido pelo secretário de Segurança, coronel Calixto Barbosa. 

Uma casa que apresentava riscos à população foi demolida na manhã de hoje (30/04) numa ação conjunta entre a Defesa Civil e Secretaria de Obras. O imóvel, localizado na Rua General Marciano Magalhães, no Morin, pegou fogo em novembro do ano passado e desde então moradores temiam pela iminência de desabamento.

O incêndio, segundo o relatório preparado por engenheiros, causou a perda da estabilidade da fachada do prédio. Mas, antes da demolição ser definida, intimações para que providências fossem tomadas,  foram enviadas ao proprietário que não atendeu aos chamados. “A casa estava abandonada e a pedido da comunidade, passou por vistoria, sendo constatada a necessidade de demolição. Temos o parecer jurídico e, tendo em vista que o proprietário não apareceu, tomamos as medidas cabíveis. Não era possível esperar mais”, disse o secretário de Defesa Civil Rafael Simão, salientando que somente no momento da demolição é que o dono da casa chegou ao local.

O tenente coronel Ramon Camilo, diretor operacional da Defesa Civil, acompanhou o trabalho e explicou que a estrutura do imóvel apresentava traços de colapso. “Na vistoria foram confirmados os riscos e, no caso de um desmoronamento, pedestres poderiam ser atingidos por destroços”, explica o representante da Defesa Civil.

Moradores também acompanharam todo o processo de demolição. “Estávamos preocupados com os moradores, pois ao lado existe um ponto de ônibus, onde estudantes de duas escolas aguardam condução. Estava muito perigoso”, diz o presidente da Associação de Moradores do bairro, Marcell de Souza Castro.