A programação cultural pelos 180 anos de fundação de Petrópolis conta com exposições, lançamento de livro e sessão de cinema. As atividades, gratuitas, começam na quinta-feira, dia 16, no Museu Imperial e na sexta-feira, dia 17, no Centro de Cultura Raul de Leoni. A realização é da Prefeitura em parceria com o Museu Imperial e a Academia Petropolitana de Letras (APL).

No dia 16 de Março, acontece no Museu Imperial a inauguração da exposição no “A Petrópolis do Museu Imperial”. A mostra retrata a cidade nas décadas de 1930 e 1940, com o contexto da criação do Museu Imperial e o período de transformações e acontecimentos locais diretamente ligados a fatos ocorridos no país e no mundo.

Na sexta-feira, dia 17, no Centro de Cultura Raul de Leoni acontece o lançamento do livro "Escritos Dispersos de Raul de Leoni", de Leandro Garcia. O evento é em parceria com a Academia Petropolitana de Letras (APL) e tem início às 19h. Também no Centro de Cultura, a partir das 19h acontece a abertura da exposição “Petrópolis 180 – Ateliê Aberto CDC”.

Já a sessão de cinema no Cine Humberto Mauro no Centro de Cultura, acontece às 20h, quando serão exibidos filmes do acervo César Nunes.


As ações da campanha Fora da Escola Não Pode da Prefeitura, desenvolvida pelo programa de Busca Ativa Escolar da Secretaria de Educação, começou na quarta-feira (15), nas unidades escolares da rede municipal. A mobilização conta com Dia B, seminário, concurso de paródias e reuniões.

“Vamos fazer uma grande mobilização para reduzir os números de evasão escolar na nossa rede municipal. Queremos mudar a realidade da nossa educação pública e para isso é preciso reduzir esses números e encarar de frente essa questão”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

O Dia B nas escolas foi a primeira ação da campanha. Durante toda quarta-feira, as unidades escolares promoveram atividades internas para propor estratégias para reduzir os dados da evasão escolar.

“Esperamos uma grande mobilização das escolas e de toda a comunidade escolar, como foi ano passado. Nesta quarta-feira, as escolas avaliaram as estratégias colocadas em prática em 2022 e trouxeram novas propostas para enfrentarmos a questão da evasão escolar este ano”, comentou a secretária da Educação, Adriana de Paula.

A campanha Fora da Escola Não Pode segue até o fim do mês na rede municipal. E em abril acontece um seminário de práticas da Busca Ativa Escolar.

 

O DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) informou à Prefeitura que iniciará as obras de recuperação da Rua Hermogênio Silva nesta quinta-feira (16). São 5 pontos entre o Retiro e a Palhoça que foram atingidos pelas chuvas de 15 de fevereiro de 2022.

Tratam-se de pontos danificados às margens do rio. O trecho, apesar de estar na área urbana do município, é de responsabilidade do DNIT, entidade do governo federal.

“São intervenções fundamentais para a segurança de quem passa pela Rua Hermogênio Silva. E são de responsabilidade do DNIT. Estamos há 1 ano cobrando o DNIT para que essas obras sejam realizadas. Esse início das obras será uma vitória para a cidade, fruto das reuniões da Prefeitura e do Ministério Público Federal (MPF) com o DNIT para cobrar isso”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Conforme comunicado à Prefeitura, a empresa Cetesa, contratada pelo DNIT para fazer as intervenções, iniciará nesta quinta-feira (16) a mobilização das obras e montagem de barracão.

Compromisso assumido em reunião

No último dia 7, Prefeitura, DNIT e MPF se reuniram na sede do MPF, no Centro de Petrópolis, para discutir o assunto. Participaram da reunião: o prefeito Rubens Bomtempo; a procuradora Vanessa Seguezzi; o representante do DNIT, Arnaldo Pinho; o coordenador de Planejamento e Gestão Estratégica, Thiago Damaceno; e o secretário de Obras, Ronaldo Ramos. Na ocasião, o DNIT havia assumido o compromisso de iniciar as obras neste mês.

 

As celebrações pelo aniversário de 180 anos de Petrópolis chegam ao Parque Cremerie, neste sábado (18). A Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde organizou uma tarde de atividades para os frequentadores do espaço, além da vacinação itinerante, que estará oferecendo doses de imunizante contra a covid-19 e para a atualização da caderneta de crianças e adolescentes.

A mobilização acontece de 12h às 17h, no espaço da Academia da Saúde, com aulas de yoga, treinamento funcional e alongamento. Testagens rápidas de HIV, sífilis e hepatite também estarão sendo oferecidas. “Este aniversário da cidade tem um significado especial para todos os petropolitanos, pois estamos recuperando a nossa cidade depois de termos passado por tempos difíceis. Estamos levando as celebrações para vários pontos do município. Este é um momento de agradecimento”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

“Para o aniversário da cidade a Academia da Saúde não poderia ficar de fora das comemorações. Por isso elaboramos essa programação junto com outros setores da Saúde”, frisa o secretário de Saúde, Marcus Curvelo. “Nosso objetivo é oferecer um dia de muita atividade física, além da vacinação, entre outros serviços que estarão sendo oferecidos. Levar Saúde à população é o maior presente que podemos oferecer à cidade”, disse o supervisor das Academias da Saúde, Renato Garcia.

 

Os 180 anos de fundação de Petrópolis serão comemorados com uma grande festa nesta quinta-feira, dia 16 de março. A programação acontece nas praças da Liberdade e Dom Pedro, na Catedral São Pedro de Alcântara, no Museu Imperial, no Obelisco e na Casa do Colono. Todas as atividades são gratuitas e promovidas pela Prefeitura.

A solenidade oficial tem início às 9h, com missa solene da Catedral São Pedro de Alcântara. A partir das11h, acontece a deposição de coroa de flores no monumento Pedro II na Praça Dom Pedro II. No mesmo local tem o parabéns com o bolo pelos 180 anos da cidade. Também na Praça Dom Pedro tem a apresentação da Banda do Batalhão Dom Pedro II.

A programação segue com shows na Praça da Liberdade a partir das 13h. Às 18h tem projeção no Obelisco e às 19h acontece a inauguração da exposição no Museu Imperial – “A Petrópolis do Museu Imperial” - e o lançamento do Concurso de Fotografias Petrópolis 180.


Conheça a programação completa dos 180 anos de Petrópolis:

16/03 - Quinta-feira
Catedral São Pedro de Alcântara
9h - missa solene com participação do Coral Bienias & Prim

Praça Dom Pedro
11h - deposição de coroa de flores no monumento Pedro II
Bolo de aniversário Petrópolis 180 anos
Banda do Batalhão Dom Pedro II

Praça da Liberdade
13h - concerto OSJRJ - Orquestra Sinfônica Jovem do Rio de Janeiro
16h - ministério Família Oliveira
16h30 - Eliwelton Raymond
17h - pastor Marcos Oliveira
18h - DJ Feehjohn
20h - show Mabi

Museu Casa do Colono
14h - aniversário do Museu Casa do Colono

Obelisco
18h - projeção dos 180 anos no Obelisco

Museu Imperial
19h - inauguração da exposição no Museu Imperial - “A Petrópolis do Museu Imperial”
Lançamento do Concurso de Fotografias Petrópolis 180

 

Petrópolis já conta com o novo Centro Administrativo da Prefeitura, no Alto da Serra. O espaço, no 2º piso do Hipershopping Petrópolis, foi inaugurado na manhã desta quarta-feira (15).

Participaram da inauguração: o prefeito Rubens Bomtempo; secretários de governo; servidores municipais; os vereadores Júnior Coruja (presidente da Câmara), Gil Magno, Léo França, Marcelo Chitão, Júnior Paixão, Domingos Protetor e Marcelo Lessa; e o diretor-executivo da Blavi Participações (proprietária do espaço alugado pela Prefeitura e responsável pela obra), Daniel Blanc.

“Esse novo Centro Administrativo valoriza o Alto da Serra, depois de um ano tão difícil para o bairro. Os principais serviços da Prefeitura agora estarão juntos aqui, perto dos moradores. Fora isso, uma medida que movimentará a economia do bairro, com mais pessoas trabalhando e consumindo pelo bairro. Uma medida que descentraliza a cidade, com impactos positivos inclusive para o trânsito”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

São 6 secretarias funcionando no novo Centro Administrativo Frei Antônio Moser: Administração, Obras, Planejamento, Desenvolvimento Econômico, Saúde e Meio Ambiente.

O local também conta com o gabinete do prefeito e uma sala de gestão. São 4,2 mil metros quadrados. 128 salas. Cerca de 450 funcionários estarão lotados ali.

“Do ponto de vista do servidor, essa inauguração é uma vitória. Porque estamos dando conforto e condições de trabalho para os nossos servidores municipais, que são o principal patrimônio da Prefeitura. Estão saindo de um local insalubre, que é o prédio da Barão do Rio Branco, que ficou muito comprometido com o incêndio de 2020. Do ponto de vista do cidadão, haverá mais praticidade na vida dele, porque ele vai encontrar no mesmo espaço vários órgãos da Prefeitura”, disse o secretário de Administração, Ramon Mello.

Declarações sobre o Novo Centro Administrativo:

Presidente da Câmara, vereador Júnior Coruja:

• “Uma coisa de outro mundo. Um espaço do jeito que os funcionários merecem”.

Diretor de Recurso Humanos, Adriano Fonseca (servidor municipal há mais de 30 anos):

• “Mais qualidade de vida, mais condições de trabalho, uma conquista para Petrópolis. Estamos dando dignidade aos servidores municipais. A minha equipe está feliz da vida em vir para esse espaço”.

Vice-prefeito, Paulo Mustrangi

• “Um abraço de esperança no povo do Alto da Serra, um abraço de esperança na economia do Alto da Serra, uma vitória de um governo que tem compromisso com a população”.

Diretor-executivo da Blavi Participações (proprietária do espaço alugado pela Prefeitura e responsável pela obra), Daniel Blanc

• “O Hipershopping faz parte da memória afetiva do povo petropolitano. E nós estamos empenhados em transformá-lo no maior centro comercial e de serviços de Petrópolis. Esse, sem dúvidas, é um dia a ser celebrado. Temos hoje um projeto exclusivamente desenvolvido para dar mais conforto e condições de trabalho para os funcionários da Prefeitura e também para o povo petropolitano que vai estar aqui. Desde 2019, a Blavi está investindo nesse espaço, com mudanças para otimizar o empreendimento. A ideia é que o 2º piso seja voltado para prestadores de serviço e profissionais liberais, e o 1º piso, para lojas comerciais”.

Chefe de Gabinete, Luciane Bomtempo

• “Estávamos fora da Prefeitura quando soubemos do incêndio no início de 2020 no Centro Administrativo da Barão do Rio Branco. Quando assumimos a Prefeitura, no fim de 2021, vimos que os servidores continuavam trabalhando em meio aos escombros, sem segurança. Numa sala, vimos mais de 50 servidores, totalmente desvalorizados”.



Nesta quarta-feira (15) é o Dia do Consumidor e o Procon Petrópolis intensificou as ações itinerantes, que estão sendo realizada desde o início do mês. Até o momento, cerca de 300 pessoas em 13 comunidades já foram atendidas e puderam formalizar as denúncias contra a concessionária de energia Enel.

“A ação segue até o fim do mês em 27 comunidades. As ações acontecem principalmente nas regiões que tiveram mais problemas com as interrupções de energia elétrica nessas últimas semanas. Vamos continuar com essas ações itinerantes até o fim de março e auxiliar as pessoas a conseguirem o ressarcimento dos prejuízos”, disse o procurador geral do município, Miguel Barreto. O calendário do Procon Itinerante está disponível nas redes sociais da Prefeitura.

Todos os moradores que tiveram ou ainda estão enfrentando problemas com o fornecimento de energia elétrica podem procurar o Procon Petrópolis para formalizar a denúncia. Além das ações itinerantes, as reclamações também podem ser feitas por e-mail ( O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ), telefone (2246-8469) ou pessoalmente na sede do Procon, no Centro da Cidade.

“A resolução 1000/2021 da Aneel, que estabelece as regras de prestação do serviço público de distribuição de energia elétrica, estipula os prazos para ressarcimento e resposta das concessionárias. O pedido de ressarcimento dos prejuízos causados pelas interrupções de energia pode ser feito em até cinco anos, mas se for feito em 90 dias o processo é bem mais rápido e menos burocrático. Além disso, o consumidor fica dispensado de apresentar a nota fiscal do produto”, explicou Miguel Barreto.

Além das ações itinerantes, o Procon Petrópolis também está participando do mutirão de renegociação de dívidas promovido pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban). “Com a pandemia muitas pessoas contraíram dívidas com os bancos. O Procon vai auxiliar nessa renegociação. Quem tiver alguma dívida pode procurar o Procon que vamos ajudar”, disse o procurador.

O Procon Petrópolis funciona de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h, e fica localizado na Rua Dr. Moreira da Fonseca, 33, no Centro (na Praça Visconde de Mauá – Praça da Águia).


Prefeito de Petrópolis discursou na 84ª Reunião Geral da Frente Nacional de Prefeitos

O prefeito Rubens Bomtempo participou da 84ª Reunião Geral da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), em Brasília, nesta segunda (13) e terça-feira (14/3). As mudanças climáticas estiveram no centro do debate. Bomtempo participou da mesa-redonda sobre sustentabilidade urbana e mudanças climáticas e destacou a importância de um novo Sistema Nacional de Defesa Civil que seja capaz de deixar os municípios mais preparados para mitigar riscos.

“Este é um problema que pode atingir qualquer cidade do país e não há município que tenha capacidade suficiente para enfrentar eventos climáticos como os que ocorreram em Petrópolis no ano passado e no litoral paulista neste ano. Precisamos cada vez mais nos unir e estender a mão para, juntos, construirmos políticas públicas que possam gerar resultados efetivos”, disse Bomtempo.

Representando o município de Petrópolis, o prefeito assinou, nesta terça-feira (14), o Pacto Global dos Prefeitos pelo Clima e a Energia, reconhecendo o empenho para implementar políticas e assumir medidas para reduzir as emissões de gases de efeito estufa, preparar o município para impactos das mudanças climáticas e aumentar o acesso à energia sustentável.

O prefeito levou a experiência de Petrópolis e as medidas adotadas pelo município, considerado uma referência nacional em políticas públicas de proteção e defesa civil pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden): prioridade para que as Prefeituras possam acessar linhas de crédito para macrodrenagens, contenção de encostas, além da prioridade para o reassentamento de famílias que vivem em alto risco.

“Também é importante pensar em ações de sustentabilidade, sensibilização e resiliência, como a Escola Resiliente, o fortalecimento da coleta seletiva, descarbonização dos municípios e a criação de conselhos locais de Defesa Civil e fundos verticalizados, para que os recursos não venham apenas na hora da resposta, mas também para mitigar riscos”, afirmou o prefeito.

Durante o evento, o prefeito Rubens Bomtempo também agradeceu a solidariedade que Petrópolis recebeu de todo o Brasil. “A Frente Nacional dos Prefeitos estendeu a mão e nos ajudou no momento mais difícil. Aqui sim se produz solidariedade e se faz a verdadeira diplomacia. Agradeço também aos prefeitos Eduardo Paes (Rio) e Axel Grael (Niterói) que nos apoiaram, bem como a Jica (agência de cooperação internacional do Japão), que também esteve no território”, lembrou.

A 84ª Reunião Geral da FNP contou com a participação do presidente Luís Inácio Lula da Silva e do vice-presidente Geraldo Alckmin. Lula, que encerrou o encontro, citou as cidades afetadas pelas catástrofes climáticas e se comprometeu a estar mais próximo dos municípios, inclusive com a retomada do programa Minha Casa Minha Vida.

Educação: município alinhado com governo federal

Na segunda-feira (13), o prefeito Bomtempo também participou de um painel sobre as alternativas para enfrentar o déficit educacional, ao lado do ministro da Educação, Camilo Santana. O representante do governo federal destacou o compromisso da nova gestão com a melhoria da qualidade da educação básica e a ampliação do ensino em tempo integral, com a ampliação das escolas existentes e dos serviços – levando para a sala de aula atividades lúdicas e de lazer.

“São propostas que já vão ao encontro do que estamos fazendo na cidade, com as novas escolas de tempo integral e a ampliação de vagas. Há um alinhamento da política nacional com a política municipal, e isso mostra que estamos no caminho certo”, disse o prefeito de Petrópolis.


Com a contratação do novo sistema, será possível acompanhar a trajetória de tempestades e prevenir perdas materiais e físicas

A Defesa Civil de Petrópolis terá acesso a uma plataforma de monitoramento de descargas elétricas. A medida é um novo reforço para o monitoramento das condições do tempo: o sistema permite que as equipes técnicas do Centro Integrado de Monitoramento e Operações (Cimop) acompanhem, em tempo real, a formação e deslocamento de núcleos de chuva. Com isso, podem planejar e prever ameaças à população.

“Nosso governo trabalha de forma permanente para ampliar o alcance das ações de proteção e, desta forma, fortalecer o trabalho da Defesa Civil e a cultura da resiliência no município. Com a contratação do sistema de monitoramento de raios, nossa equipe vai ficar mais bem preparada para tomar atitudes quando necessário”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

A aquisição da nova plataforma é importante para a emissão de alertas, sendo mais uma medida para auxiliar a antecipação da tomada de decisão, pois possibilitará acompanhar a formação e evolução de núcleos de chuva. Estes núcleos, por vezes, estão associados às descargas elétricas que podem ocorrer da nuvem para o solo (nuvem-solo), do solo para a nuvem (solo-nuvem), dentro da nuvem (intra-nuvem) ou ainda entre nuvens (entre-nuvem).

O secretário de Proteção e Defesa Civil, tenente-coronel Gil Kempers, lembra que o sistema de monitoramento de raios é mais um dos passos seguidos pela Prefeitura de Petrópolis no ato de se antecipar na tomada de decisões. “A aquisição da plataforma contribui para que a Defesa Civil, de maneira preventiva, emita com mais celeridade avisos, alertas e informes meteorológicos à população”, relatou.

O que é o sistema de monitoramento de raios?

O sistema de monitoramento de descargas atmosféricas utiliza sensores para detectar a incidência de raios e acompanhar o deslocamento das tempestades, onde é possível identificar a regiões e o momento da ocorrência da descarga atmosférica, para que assim se possa identificar o deslocamento dos núcleos de chuva e emitir alertas antecipados com base em dados observados.

Pagina 3 de 1882