A Prefeitura teve uma vitória importante nesta semana: o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), responsável pela Estrada União e Indústria, atendeu a 3 demandas do município.

A recuperação dos pontos danificados às margens do rio (em decorrência das chuvas do ano passado). A limpeza dos bueiros (que possuem tampas específicas, pesadas, que dificultam o acesso pelos trabalhadores da Comdep). A revisão da sinalização de trânsito.

“São 3 pautas importantes para o município. Com muito diálogo, inclusive com outras instituições, chegamos a um resultado importante para a cidade, já que o DNIT se comprometeu a fazer o que pedimos”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

O compromisso foi assumido pelos representantes do DNIT, durante reunião realizada na sede do Ministério Público Federal (MPF), no Centro de Petrópolis. Além do MPF e do DNIT, também participaram: Prefeitura (CPTrans, Comdep, Secretaria de Obras e Coordenadoria de Planejamento e Gestão Estratégica), Ministério Público estadual, Construtora Santa Luzia (contratada pelo DNIT para as obras na via) e Novamosanta (representando os moradores de Itaipava).

“A ajuda do MPF foi muito importante nesse processo. A atuação da procuradora Vanessa Seguezzi foi fundamental para realizarmos essa reunião e termos essas demandas atendidas pelo DNIT”, disse o coordenador de Planejamento e Gestão Estratégica, Thiago Damaceno

Obras previstas para a próxima semana

O DNIT informou na reunião que as obras para a recuperação das margens do rio já foram licitadas. A previsão da instituição é que a ordem de início das intervenções seja dada na próxima semana.

“A Prefeitura vem solicitando essas intervenções desde fevereiro, logo após as chuvas. Lamento muito que algumas autoridades eleitas tenham divulgado informação equivocada sobre esse assunto, dizendo que as obras eram de responsabilidade do município e que o município não estava agindo. Como é de conhecimento de todos, essas intervenções devem ser feitas pelo DNIT, uma vez que estão na área de domínio de uma rodovia federal”, disse Damaceno.



A partir desta sexta-feira (20), a Prefeitura, por meio da Secretaria de Educação, está abrindo vagas para turmas de 1º, 2º e 3º ano do Ensino Fundamental e para o primeiro segmento da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Escola Municipal Prefeito Jamil Sabrá.

Os interessados devem ligar para o Setor de Matrícula da Secretaria de Educação, das 8h às 18h, e fazer o agendamento para a efetivação da matrícula. Os telefones são: (24) 2246 8683 / 2246 8685.

A Escola Municipal Prefeito Jamil Sabrá fica localizada na Rua Coronel Veiga, no Centro da Cidade.


No encontro, que contou com mais de 150 pessoas, prefeito Bomtempo determinou ações

O programa Nosso Bairro, que desde o início da semana leva uma série de ações integradas da Prefeitura à região do Independência, contou com uma grande audiência pública na noite de quarta-feira (18). O prefeito Rubens Bomtempo, toda a equipe de governo e mais de 150 moradores discutiram os projetos para a região e as demandas da população. Após ouvir as solicitações, Bomtempo determinou uma série de medidas e fez anúncios importantes, como a construção da nova Escola Municipalizada de Educação Infantil Maria da Glória Queiroz de Vasconcelos.

“Queremos construir um novo diálogo, onde cada petropolitano e petropolitana se sintam incluídos. Estaremos aqui presente ouvindo vocês e levando os nossos serviços e ações. Muita coisa vai acontecer. Vamos transformar o Independência e construir uma nova história para a região”, disse o prefeito. “Vamos em frente porque o caminho vai ser muito melhor para a nossa cidade e para o nosso Independência”, ressaltou o vice-prefeito Paulo Mustrangi.

O encontro também contou com a presença dos vereadores Léo França e Gil Magno.

O morador Leandro Tesch Corrêa, de 40 anos, elogiou a criação do programa Nosso Bairro. "Há muito tempo não via uma mobilização tão grande da Prefeitura na comunidade. O Independência estava muito carente dos serviços, principalmente capina, iluminação e limpeza das ruas", disse.

Mais vagas para a Educação Infantil

Durante o encontro, o prefeito Rubens Bomtempo assinou o documento que autoriza a licitação para a contratação da empresa que construirá a nova Escola Municipalizada de Educação Infantil Maria da Glória Queiroz de Vasconcelos. O atual imóvel da unidade vai ser demolido. No local será construído um novo prédio com dois pavimentos e 300 metros quadrados maior do que o anterior.

A nova escola, que atende crianças de três a cinco anos em período parcial, vai contar com seis salas de aula, sanitários (incluindo um adaptado), copa, cozinha, refeitório, pátio, sala multiuso e área da administração. A unidade vai atender 120 alunos.

CIEP Santos Dumont será reaberto, com ensino fundamental e médio

Outro projeto como a reabertura do Ciep do Independência (Santos Dumont) em parceria com o Governo do Estado também foi anunciado na reunião. O espaço terá aulas de Ensino Fundamental e Ensino Médio.

“Quando chegamos no governo em dezembro de 2018, encontramos o prédio do Ciep fechado e sendo usado como depósito. No ano passado, na renovação da cessão com o Governo do Estado surgiu essa ideia de fazermos um convênio e reativar a escola. O Estado, que já iniciou as obras de reforma do imóvel, vai ficar responsável pelo Ensino Médio e a Prefeitura vai abrir turmas do sexto ao nono ano do Ensino Fundamental. Assim vamos atender uma antiga reivindicação da comunidade”, explicou a secretária de Educação, Adriana de Paula.

Com a casa arrumada, Prefeitura volta a investir nas comunidades

A secretária-chefe de Gabinete, Luciane Bomtempo lembrou que a arrecadação do município, depois de muito trabalho de forma responsável do secretário de Fazenda, Paulo Roberto Patuléa e do prefeito, permitiu pactuar as obras e investimentos nas comunidades. “Todos os recursos que conseguimos a mais para o orçamento do município, vamos usar nos nossos bairros, nas nossas comunidades. Esses investimentos vão se traduzir em ações na cultura, saúde e educação”, ressaltou.

Nosso Bairro: projetos, ações e iniciativas para o Independência:

- Nova Escola Municipalizada de Educação Infantil Maria da Glória Queiroz de Vasconcelos
- Reativação do Ciep do Independência em parceria com o Governo do Estado
- Pavimentação das ruas (como a Antônio Ligeiro, Rua O, entre outras)
- Sinalização e troca dos abrigos de ônibus
- Instalação de 700 lâmpadas de led (mais de 180 já foram instaladas)
- Instalação de uma Estação de Tratamento de Esgoto pela Águas do Imperador
- Reforma do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS)
- Cursos profissionalizantes
- Criação do Conselho Local
- Reforma das quadras
- Coleta de entulho em local, data e hora definidos com a comunidade
- Mutirão de serviços remunerados com a comunidade


Prédio atual será demolido, e novo espaço para crianças de 3 a 5 anos será maior e mais moderno

A comunidade do Alto Independência vai ganhar uma nova Escola Maria da Glória Queiroz de Vasconcelos. O anúncio foi feito pelo prefeito Rubens Bomtempo, durante reuniões com gestores das unidades escolares da região e moradores da localidade. O encontro é parte do Nosso Bairro, programa que leva ações integradas da Prefeitura nas comunidades.

O documento autorizando a abertura da licitação para contratação da empresa que fará a construção da nova escola foi assinado pelo prefeito durante reunião com os moradores. “Quero que todos vocês fiscalizem e acompanhem a obra da nova escola. Essa escola é de vocês e para vocês. Vamos construir uma nova história para o Independência passando pela Educação”, disse Rubens Bomtempo.

O imóvel da Escola Maria da Glória vai ser demolido e no local será construído um novo prédio com dois pavimentos e 300 metros quadrados maior do que o anterior. A nova escola, que atende crianças de três a cinco anos em período parcial, vai contar com seis salas de aula, sanitários (incluindo um adaptado), copa, cozinha, refeitório, pátio, sala multiuso e área da administração. A unidade vai atender 120 alunos.

“É honroso o que este governo está fazendo de devolver essa escola para a comunidade”, agradeceu a diretora da unidade, Andréa Ribeiro Malheiros, lembrando que a escola foi a primeira unidade escolar do Independência. “Há 23 anos estou aqui na escola, que tentaram fechar no último governo, é um momento de muita alegria ver esse projeto e saber que esse sonho vai acontecer”, disse.

Em 2015, a unidade foi interditada devido a problemas estruturais. Desde então, os alunos estão em um anexo de uma igreja da comunidade. “O local foi adaptado para receber os alunos, mas agora vamos construir uma escola nova. Garantindo segurança, conforto e qualidade para as nossas crianças”, disse a secretária de Educação, Adriana de Paula. O vice-prefeito Paulo Mustrangi; o secretário de Defesa Civil, Gil Kempers e representantes da Secretaria de Meio Ambiente participaram da reunião com as diretoras e o diretor e apresentaram os projetos para a educação que serão desenvolvidos este ano.

“Temos um desafio que é mudar a educação da nossa cidade. Melhorar os índices do Ideb e combater a evasão escolar é um compromisso de todos nós. Ninguém pode ficar para trás. Temos que enfrentar esse problema de frente”, comentou o prefeito Rubens Bomtempo.

Também participaram da reunião as diretoras da Comunidade São Jorge, do CEI Romano Canavese, do CEI Célia Lobo Paulo, do CEI Professora Dora Killer e do CEI Alto Independência; além do diretor da Escola Municipal Alto Independência.


Neste ano, pasta terá R$ 2,6 milhões; em 2022, valor total foi de R$ 1,5 milhão

O trabalho da Prefeitura para arrumar a casa e reequilibrar as contas públicas vai render ao município o maior investimento da história na área esportiva. O prefeito Rubens Bomtempo anunciou o repasse de mais de R$ 2,6 milhões para programas e projetos. Nesta semana, o secretário de Esportes, Rafael Simão, deu a boa notícia aos integrantes do Conselho Municipal de Esportes e Lazer (CMEL).

“No total, serão R$ 2,640 milhões em recursos transferidos pela Prefeitura à Secretaria de Esportes e Lazer, sendo R$ 640 mil à Secretaria e R$ 2 milhões diretamente ao Fundo. Esse é um setor importante, principalmente, porque fala diretamente com a saúde do cidadão e a formação dos jovens, que têm na prática esportiva uma grande aliada. Além disso, é fundamental fomentar o esporte na cidade por conta dos muitos talentos que nós temos nas mais diferentes modalidades”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Nesse montante, segundo o secretário de Esportes, não estão incluídos os recursos que chegam ao município através de convênios com o Governo Federal. “Esses convênios, junto com emendas parlamentares, somam mais de R$ 1,3 milhão de verbas, destinadas a programas como o Agita Petrópolis, por exemplo. Ou seja, são mais de R$ 3,9 milhões. Sem dúvida, esse é o maior orçamento já disponibilizado para o setor pelo município. O esporte, atividades físicas e o lazer merecem toda a atenção e recursos necessários para melhorar a qualidade de vida do petropolitano”, disse Rafael Simão.

 

O Departamento de Recursos Humanos (RH) da Prefeitura está, temporariamente, com um novo número de telefone: 2246-9316.

Por problemas técnicos com a operadora Oi, o número anterior não está recebendo chamadas.

“Tendo em vista as convocações dos aprovados do concurso público da Educação e a apresentação dos documentos pelos aprovados, disponibilizamos esse outro número, para que quem precisar ter facilidade de falar com o nosso Departamento de Recursos Humanos”, disse o secretário de Administração, Ramon Mello.

A Secretaria de Administração já entrou em contato com a Oi para que os problemas técnicos sejam corrigidos.

 

O Dia Nacional de Combate a Intolerância Religiosa vai ter programação especial na cidade. No sábado (21), no Centro de Defesa dos Direitos Humanos em parceria com a Prefeitura, promove uma roda de conversa e a apresentação musical da Mayara Ferreira, com o show Espetáculo de Terreiro.

A programação também é em comemoração ao Dia Mundial da Religião. O evento tem início às 15h e é aberto a todos. A realização é do Coletivo do Povo do Santo Contra a Intolerância - Grupo Petrópolis, com apoio do CDDH e da Prefeitura, por meio do Instituto Municipal de Cultura (IMC).

Serviço:
Café com Axé - Dia Nacional de Combate a Intolerância Religiosa e Dia Mundial da Religião
Data: 21 de janeiro de 2023
Local: CDDH – Rua Monsenhor Bacelar, número 400 – Centro
Horário: 15h

 

Crianças de 3 e 4 anos que estejam aguardando para completar o esquema vacinal com a segunda dose da Coronavac, contra a covid-19, já podem procurar os postos de vacinação. Na tarde desta quarta-feira (18), a Prefeitura recebeu um novo lote do imunizante, que estará disponível em cinco postos: Centro de Saúde Coletiva, Centro de Saúde do Itamarati e UBSs do Quitandinha, Itaipava e Posse, a partir desta quinta-feira (19).

Foram entregues ao município, 780 doses da vacina Coronavac. Apesar dos constantes pedidos da Divisão de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde feitos a Secretaria de Estado de Saúde, o imunizante estava em falta desde o dia 26 de dezembro, quando as últimas doses foram aplicadas. A última remessa havia sido entregue ao município no mês de novembro.

“A chegada desse novo lote era muito esperada por pais e responsáveis, tanto para a primeira quanto para a segunda aplicação da dose. Por meio da Divisão de Imunização com municípios vizinhos conseguimos uma remessa de Pfizer pediátrica, destinada a crianças de 5 a 11 anos, porém, também em pouca quantidade. Por isso, ela só estará disponível em quatro postos divididos entre o primeiro e o terceiro distrito”, explica o prefeito Rubens Bomtempo.

A Pfizer pediátrica, segundo o secretário de Saúde, Marcus Curvelo, já está disponível no Centro de Saúde Coletiva, Centro de Saúde do Itamarati e UBSs do Quitandinha e Itaipava. “Os índices de contaminação estão baixos, porém, não podemos relaxar. A melhor forma de se proteger do agravo clínico desta doença é completar todo o esquema vacinal, inclusive com as doses de reforço”, frisa Curvelo.


Critérios de compensação para moradores serão debatidos com o apoio da Defensoria Pública

Mais de 100 moradores do Morro da Oficina se reuniram na manhã desta quarta-feira (18) com o prefeito Rubens Bomtempo, secretários e técnicos de governo e a defensora pública Lívia Correa. A reunião iniciou as discussões sobre os critérios de compensação referentes à área do lote 2, que contempla o trecho entre as ruas Hercília Moret e a Frei Leão.

Na segunda reunião do Programa “Recomeço Seguro” com os moradores, ficou definido que haverá encontros semanais com o objetivo de discutir e definir os critérios de compensação referentes aos imóveis que serão demolidos, garantindo a execução da obra e a segurança das casas. Serão feitos agendamentos por grupos, separados por localidades e servidões, com dia e horários marcados. O chamamento será individual por família para apresentar a situação do imóvel.

“Toda fase de projeto da obra foi feita com a participação dos moradores. Foram mais de dez reuniões, além de visitas técnicas para chegarmos ao projeto final das obras. Agora, vamos começar mais um processo democrático para garantir a transparência e legitimidade na construção do processo compensatório. Para legitimar todo esse processo, nós convidamos a Defensoria Pública. Queremos que os moradores além de participar de todo o processo se sintam seguros”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Obras entre Hipershopping e Hercília Moret já começaram

No trecho entre o Hipershopping e a Rua Hercília Moret, as obras já começaram. O prefeito Bomtempo vai criar um grupo com moradores da região para monitorar e fiscalizar as intervenções, que tiveram início no dia 6 de janeiro. Esse grupo também vai participar de reuniões e vistorias quinzenais.

Também participaram da reunião os representantes da Águas do Imperador e Enel Distribuição Rio.

“É importante que a Defensoria Pública esteja presente para acompanhar como esse processo vai acontecer, como essas pessoas serão cientificadas dos critérios e quais serão os valores que elas receberão. Para que elas possam sair para um local seguro, fora das áreas de risco. Que elas consigam recomeçar a vida”, disse a defensora pública, Lívia Correa.

Entenda as obras no Morro da Oficina

As intervenções, complexas e de grande porte, foram divididas em três etapas e prevêem barreiras dinâmicas, drenagem, cortina atirantada e muros de gabião.

Lote 1: No dia 6/1, começaram as intervenções na encosta ao longo do trecho entre o Hipershopping e a Rua Hercília Moret, para proteção da Escola Municipal José Fernandes da Silva, do Pronto Socorro Leônidas Sampaio e das moradias.

Lote 2: Na mesma data, o prefeito também autorizou a licitação para o projeto de execução da obra que contempla o trecho entre as Ruas Professora Hercília Moret e Frei Leão.

Lote 3: Está em fase de projeto o trecho que contempla o trecho do início da Rua Frei Leão até a Oswero Vilaça.


Projeto começou nesta segunda-feira, no Alto Independência, com a presença de todo o secretariado

Estar cada vez mais presente nas comunidades, dialogar com os moradores e, juntos, resolver os problemas, retomando investimentos e serviços essenciais e investimentos: com este foco em garantir dignidade para quem mais precisa, a Prefeitura iniciou o projeto "Nosso Bairro". O Alto Independência está recebendo, desde segunda-feira (16), uma série de ações integradas do governo municipal. O pontapé inicial foi dado com a presença do prefeito Rubens Bomtempo e de todo o secretariado, que se reuniu no local e visitou os principais pontos do bairro.

O prefeito explicou que todo o governo estará presente na região – que inclui, além do Alto Independência, áreas como o Independência, Quarteirão Italiano, Taquara, Bairro Mauá e Cremerie. "A ação é intersetorial. Ou seja: todas as áreas terão alguma ação no bairro. Além de melhorar a qualidade de vida dos moradores, queremos resgatar o orgulho, a autoestima, a sensação de pertencimento de quem mora aqui. Esta primeira edição está sendo feita na região do Independência, mas esse trabalho vai chegar para toda a cidade”, disse Bomtempo.

Moradora do Independência, Maria Rosa Ferreira destacou a importância de a população participar do projeto. “A Prefeitura dentro do bairro é tudo de bom. Estou feliz com essa ação, pois nosso bairro tem muita coisa para ser feita. É importante que as pessoas estejam dialogando, apontando as principais soluções”, disse.

No primeiro dia do Nosso Bairro, várias demandas foram acertadas, como a reforma da quadra, incluindo os vestiários; a realização do programa Pet Zero, que já está em andamento; a troca de todos os abrigos de ônibus, que agora terão iluminação e anteparo; revitalização da sinalização horizontal e iluminação de LED.

Também está prevista a realização de uma grande ação social; cursos de capacitação e ações no CRAS; o fortalecimento do Nudec e a realização de oficinas de meteorologia e risco geológico; rede de cadastramento de voluntários para a Defesa Civil; orientações sobre noções de primeiros socorros; aumento do número de Agentes Comunitários de Saúde; além de um cadastro de micro empreendedores individuais para que possam prestar serviços dentro do bairro, fortalecendo a mão de obra local.

Na educação, a principal ação é uma demanda esperada pela comunidade: um novo Centro de Educação Infantil que será construído no prédio da Escola Municipalizada Maria da Glória, que será demolido. As intervenções têm início previsto para o mês de março. Além disso, o governo municipal quer implantar um projeto pedagógico comum para toda a região, com a mesma filosofia. “Nossa ideia é mudar apenas o espaço físico, mas ter a mesma metodologia, a mesma filosofia, a mesma linguagem. Isso garante uma identidade única para a região”, disse o prefeito Bomtempo.

O prefeito destacou que 2023 será um ano de muito trabalho e ação. “Quando chegamos ao governo, em dezembro de 2021, encontramos a Prefeitura falida. Logo no início, enfrentamos com as duas piores catástrofes climáticas da história. Mas não cruzamos os braços. Arrumamos a casa e hoje podemos fazer mais pelas nossas comunidades. Nosso lema principal sempre foi fazer por quem mais precisa", disse o prefeito Rubens Bomtempo

Pagina 6 de 1862