Sete ruas tiveram o serviço do transporte coletivo retomado esta semana após intervenções da Prefeitura, por meio das equipes de manutenção viária da Secretaria de Obras. Devido às chuvas das últimas semanas, várias ruas apresentaram problemas o que impedia a circulação dos ônibus.

“Assim que a chuva começou a dar trégua foi possível que as equipes fossem para as ruas e iniciassem os reparos, tanto de tapa buracos quanto de reparação de algumas redes. Foram vários dias seguidos de chuva, em alguns momentos de forte intensidade, que causaram estragos em vários pontos da cidade. A expectativa é que agora, com esse período menos chuvoso, consigamos manter o serviço de manutenção viária”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Os sete locais que passaram pela manutenção viária e tiveram o transporte coletivo restabelecido foram: ruas Amaral Peixoto, Rio de Janeiro e Friburgo, no Quitandinha; Dom João Braga, no Alto da Serra; Seis, no Castelo São Manoel, em Corrêas; F, no Bataillard; além da Estrada do Carangola, no Amoedo e Caminho do Alcobaça, no Alto Alcobacinha.

 

O prefeito Rubens Bomtempo esteve, nesta quinta-feira (12), acompanhando as obras em andamento no Hospital Alcides Carneiro. Instalação do elevador, reforma da recepção do Posto de Urgência (PU) e a tão esperada construção de novos banheiros para as enfermarias clínicas caminham em ritmo acelerado. A previsão é de que sejam entregues ainda no primeiro trimestre deste ano. A pintura externa de todo o complexo hospitalar está quase concluída.

“Essas não são as únicas ações. No ano passado, por exemplo, realizamos a compra de R$ 4,6 milhões de equipamentos mais modernos, mobiliário, veículos, computadores e insumos para a unidade. São avanços significativos e é importante sempre reforçarmos que o Alcides Carneiro é o hospital do povo e todos os investimentos beneficiam, diretamente, a nossa população”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Durante a visita ao HAC, o prefeito também verificou o andamento de projetos previstos para serem iniciados em breve, além do andamento das reformas das UPAs Centro e Cascatinha, que já estão em andamento. “Sem dúvida, essas ações refletem diretamente na assistência prestada à população. Além de mais conforto, estamos oferecendo aos nossos pacientes, um atendimento mais digno, eficiente e ágil”, disse o secretário de Saúde, Marcus Curvelo.

“Concluímos este primeiro ano de trabalho empenhados em recuperar o Hospital em todos os aspectos. Além das inúmeras intervenções que estamos fazendo na infraestrutura, também ampliamos a oferta de consultas, exames e procedimentos para reduzir as enormes filas que encontramos e realizado investimentos importantes em tecnologia, equipamentos e insumos para que o HAC atenda a população da forma mais eficiente possível”, declarou o diretor-presidente do Serviço Social Autônomo Hospital Alcides Carneiro – Sehac, Ricardo Patuléa.

 

O Departamento de Atenção Básica da Secretaria de Saúde está concluindo o balanço de atendimentos prestados pela Prefeitura, ao longo de 2022. No período, mais de 127 mil pessoas passaram pelos postos de Estratégia de Saúde da Família (PSFs), junto com o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), Unidades Básicas de Saúde, Consultório de Rua, além das ações desenvolvidas através do Programa Academia da Saúde.

As principais demandas foram para atendimentos em clínica médica, pediatria, ginecologia e obstetrícia, enfermagem, assistência social, psicologia, fisioterapia, nutrição, fonoaudiologia e odontologia. Além destes serviços, nas Academias da Saúde foram realizados atendimentos individuais, coletivos e atividades de prática integrativa como yoga, florais, shiatsu e acupuntura.

“O balanço de 2022 de toda a nossa rede de saúde ainda está sendo finalizado. Porém, esses números da Atenção Básica, somados a quantidade de pessoas acolhidas no Centro de Saúde, ultrapassamos a marca dos 170 mil pacientes atendidos. Esses dados são a comprovação de que estamos no caminho certo e, vamos continuar trabalhando para que, em 2023, sejam ainda melhores”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

O secretário de Saúde, Marcus Curvelo, reforça que assim como os dados do Centro de Saúde divulgados na última semana, os números são referentes a quantidade de pacientes atendidos, os quais, na maioria dos casos retorna mais de uma vez as unidades de saúde. “Temos trabalhado bastante, pois o nosso objetivo é oferecer atendimento cada vez mais eficiente aos petropolitanos”, frisa Curvelo.

“Esse é o resultado de um trabalho sério e comprometido com a população. A Atenção Básica em Saúde é a porta de entrada preferencial dos serviços, que visam a promoção da saúde, prevenção de doenças e agravos, bem como a assistência e a reabilitação”, explica a superintendente de Atenção Básica, Cláudia Respeita.


Entre os dias 16 e 31 de janeiro, a Prefeitura, por meio da Companhia de Trânsito e Transportes (CPTrans), promove o primeiro Feirão de Legalização dos Transportadores Escolares. Os atendimentos acontecerão na sede da CPTrans, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h.

Para fazer a regularização é preciso apresentar o CRLV do veículo em dia; a Apólice de Seguro APP; a Carteira Nacional de Habilitação D com a inscrição que realiza atividade remunerada e para os veículos tipo van, com mais de 15 anos de fabricação, o Laudo Inspeção Veicular (LIT). Os demais documentos exigidos pelo Regulamento do Transporte Escolar (Portaria nº 25/2013), será concedido prazo adicional para apresentação.

“Em outubro tivemos uma reunião com uma comissão de proprietários de vans onde eles expuseram suas dificuldades em adquirir veículos novos, depois de dois anos de aulas presenciais suspensas por causa da pandemia. Por isso, vamos fazer esse feirão para legalização do serviço, atendendo assim uma demanda dos proprietários”, comentou o presidente da CPTrans, Fernando Badia.

Um dos integrantes da comissão de proprietários de vans, Matheus Morada, que há 18 anos trabalha com transporte escolar, acha importante a realização do feirão de legalização. “No último semestre, entramos com um pedido junto a CPTrans pedindo a prorrogação da idade limite das vans escolares de 15 para 20 anos e também sobre o pagamento das taxas que se acumularam durante a pandemia. Achamos importante que todos os colegas de profissão que não conseguiram se regularizar compareçam com suas vans para atualizar o cadastro e começar o ano letivo de 2023 regularizado”, ressaltou.

Serviço:
Feirão de Legalização do Transporte Escolar
Data: 16 a 31 de janeiro de 2023
Local: CPTrans – Rua Alberto Torres, nº 115 – Centro
Horário: Segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h


Prova objetiva será aplicada no dia 12 de fevereiro

Um dos concursos mais esperados no município, teve as inscrições encerradas no último domingo (8). No total, 15.741 candidatos efetivaram a inscrição para o concurso da COMDEP. A Prefeitura de Petrópolis anunciou a realização do certame, esperado há muitos anos, após realizar levantamento sobre as necessidades de ampliação da capacidade operacional da Comdep e de reposição de pessoal. A prova objetiva está marcada para ser aplicada no dia 12 de fevereiro de 2023.

O cargo de assistente administrativo, para quem possui nível médio de escolaridade, foi o que atraiu o maior número de inscritos: com total de 4.241; seguido por auxiliar de serviços gerais - nível fundamental incompleto, com 3.510 inscritos. Entre os cargos de nível superior, 592 candidatos efetivaram a inscrição para o cargo de advogado(a).

“O grande número de inscritos reforça nosso compromisso com a administração pública de complementar nosso quadro de funcionários, além disso, estamos promovendo emprego e renda para o município. A Comdep tem reorganizado com muita dificuldade sua mão de obra para atender a grande demanda do município”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

São ao todo, 503 vagas para contratação imediata, e existe previsão de cadastro reserva para mais de duas mil vagas. Os salários variam entre R$ 1.306,35 e R$ 8.686,87, mais benefícios para todos os cargos, que fazem, por exemplo, com que a remuneração de cargos como o de auxiliar de serviços gerais, de nível fundamental incompleto, possa chegar a cerca de R$ 2.200,00; o de assistente administrativo, de nível médio, chegue a 2.400,00; e o de médico do trabalho, de nível superior, possa chegar a R$ 9.000,00.

Avaliação

A avaliação será realizada em três etapas: Prova Objetiva (para todos os cargos); Prova Prática (somente para os cargos de Auxiliar de Serviços Gerais, Coletor de Resíduos Sólidos, Gari, Motorista e Operador de Máquinas Pesadas); Avaliação de Títulos (para os cargos que não realizarem a prova prática) e Processo Admissional (para todos os cargos, através da comprovação de requisitos, exame médico e contratação).

Todas as informações sobre as etapas e datas do processo de avaliação do concurso estão disponíveis para consulta na página do organizador, Instituto Nacional de Qualificação e Capacitação - INQC, que pode ser acessada através do endereço eletrônico www.inqc.org.br.


Medida foi tomada em função do risco eminente de queda

A Prefeitura inicia a demolição de uma residência na Rua Quissamã - a mesma onde um muro cedeu nas primeiras horas do dia 1º. A equipe técnica da Defesa Civil interditou a casa e orientou pela demolição em função do risco eminente de novos desabamentos e a urgência de providências para garantir a segurança de moradores, vizinhos e motoristas.

O prefeito Rubens Bomtempo garantiu assistência à família, com a concessão do aluguel social, e destacou que o programa tem o objetivo de garantir a segurança das pessoas que estão em situação de risco.

Há algumas semanas, a Prefeitura construiu, provisoriamente, muro de gabião na calçada, também por conta da necessidade de ação urgente, em função do risco eminente de queda. Um muro provisório, que vai possibilitar a construção de um novo muro, definitivo, fazendo com que a via volte ao normal.

Ainda há vagas para quem quiser participar da colônia de férias da Escola Municipal Monsenhor João de Deus Rodrigues, em Pedro do Rio. A inscrição, gratuita, deve ser feita na própria escola, na segunda-feira (16), às 8h (para quem tem de 11 e 15 anos) e às 11h (para aqueles com sete a 10 anos).

A colônia de férias acontece do dia 16 a 27 de janeiro e a aberta a toda a comunidade. As atividades, gratuitas, acontecem de acordo com a faixa etária dos menores. Para pessoas de 11 a 15 anos, o horário é de 8h ao meio dia. Para aqueles com idade entre sete e 10 anos, as atividades acontecem das 13h às 17h.

Além das atividades recreativas, que incluem o uso da piscina da escola, quem participa da colônia de férias também recebe alimentação. A colônia também conta com monitores capacitados.

A Prefeitura abriu mais 5 postos de atendimento para a emissão da 2ª via do carnê do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano): Cascatinha, Mosela, Rua Teresa e 2 no Centro.

Esses postos passam a funcionar a partir desta quinta-feira (12).

Com isso, são 16 postos por todo o município, nos 5 distritos. Os outros 11 começaram a funcionar na última segunda-feira (9).

“O nosso objetivo com esses postos de atendimento é que o contribuinte não precise percorrer grandes distâncias caso precise emitir a 2ª via do carnê. Essa foi uma medida que deu muito certo em 2022, quando a Prefeitura abriu, pela primeira vez, 15 postos de atendimento. Neste ano, estamos com 16”, disse o prefeito Rubens Bomtempo

Os cerca de 100 mil carnês do IPTU já foram enviados pelos Correios. Até o dia 20 de janeiro, o contribuinte que pagar em cota única terá 10% de desconto no IPTU.

Para aproveitar essa oportunidade e ter o desconto, o morador tem, portanto, 3 opções: usar o carnê que recebeu pelos Correios; emitir a segunda via do carnê pela internet (no site da Prefeitura: www.petropolis.rj.gov.br); ou emitir a 2ª via nos polos de atendimento montados pela Prefeitura.

“É importante que o morador de Petrópolis aproveite essa oportunidade e pague o IPTU em cota única com 10% de desconto. É bom para a cidade, que está realizando 100 obras em resposta às chuvas, e é bom para o contribuinte, que tem esse desconto”, disse o secretário de Fazenda, Paulo Roberto Patuléa.

Os postos funcionarão de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

Veja abaixo os endereços:

Postos de atendimento

• 24 de Maio (Secretaria de Desenvolvimento Econômico – Rua 24 de Maio, 2)
• Bingen (Escola Municipal Johann Noel - Rua Bingen, 843)
• Cascatinha (Escola Municipal Fábrica do Saber – Rua Machado Fagundes, 269)
• Centro (Centro de Cultura Raul de Leoni - Praça Visconde de Mauá)
• Centro (Inpas – Rua Alencar Lima, 35, salas 101 a 115)
• Centro (Secretaria de Fazenda – Avenida Koeler, 260)
• Coronel Veiga (Escola Municipal Prefeito Jamil Sabrá - Rua Coronel Veiga, 1.130)
• Corrêas (Escola Municipal Professor Josemar Contage - Rua Castro Alves, 80)
• Independência (Escola Municipal Alto Independência - Rua Leonor Maia, 1.670)
• Itaipava (Parque Municipal Prefeito Paulo Rattes - Estrada União e Indústria, 10.000)
• Itamarati (Escola Municipal Rosemira Cavalcanti - Rua João de Farias, s/n)
• Mosela (Escola São Judas Tadeu – Rua Mosela, 1.445)
• Nogueira (Escola Municipal Professor Nilton São Thiago - Avenida Leopoldina, 561)
• Pedro do Rio (Escola Municipal Monsenhor João de Deus - Rua Doutor Barros Franco, s/n)
• Posse (CEI Ângela Maria da Conceição Silva - Estrada União e Indústria, 33.666)
• Retiro (Liceu Municipal Carlos Chagas Filho - Avenida Barão do Rio Branco, 2.053)


A fachada do Centro de Cultura Raul de Leoni está passando por limpeza. O serviço começou essa semana e deve durar cerca de 40 dias. O serviço está sendo executado por uma empresa contratada pela Comdep e faz parte das intervenções de recuperação do prédio, que já teve reaberto o Cine Humberto Mauro e está no final da reforma dos banheiros.

“Encontramos o prédio do Centro de Cultura abandonado e com vários setores fechados, como o Cine Humberto Mauro, que reabrimos em outubro, depois de reformado. Outras áreas também estão passando por obras como os banheiros. Com essas intervenções estamos devolvendo o Centro de Cultura para a população e principalmente para os nossos jovens e para a classe artística da nossa cidade”, disse o prefeito Rubens Bomtempo, citando também uma ampla reforma que será feita no Centro de Cultura ainda este ano.

Além da limpeza da estrutura da alvenaria de toda a fachada do Centro de Cultura, por meio de um hidrojateamento, todos os vidros também passarão pelo serviço. “Há muitos anos essa limpeza geral da fachada não era feita. Em alguns trechos onde o serviço está sendo feito, já é possível ver a diferença. Estamos cuidando de um patrimônio que é nosso, do povo petropolitano”, disse a presidente do Instituto Municipal de Cultura (IMC), Diana Iliescu.

O Centro de Cultura Raul de Leoni foi fundado no dia 30 de janeiro de 1977. O prédio tem três andares e é um importante complexo cultural da cidade. O imóvel abriga o Teatro Afonso Arinos (com capacidade para 140 lugares); a Biblioteca Municipal Gabriela Mistral, considerada a terceira maior do estado; o Cine Humberto Mauro (com capacidade para 50 pessoas); a sala de música Guiomar Novaes, duas salas multiusos (Sala Sylvia Orthof e Multiuso) e quatro galerias (Van Dijk, Aloysio Magalhães, Djanira e Galeria Aberta) destinadas às artes visuais.

As equipes que compuseram o Projeto Rede Vigiar-SUS para o Enfrentamento de Desastres, entregaram, na tarde desta terça-feira (10), o relatório que servirá de base para o desenvolvimento de um plano de prevenção de doenças e promoção da saúde para as áreas atingidas pelas tragédias de fevereiro e março do ano passado. O estudo, realizado por meio de uma parceria entre a Prefeitura e Fórum Itaboraí - programa da presidência da Fiocruz em Petrópolis, aconteceu entre os meses de agosto e novembro de 2022.

O trabalho contou com a atuação de 16 profissionais contratados pela Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde (Fiotec), que tiveram o assessoramento técnico do Fórum Itaboraí. Entre eles, psiquiatras, enfermeiros, técnicos de enfermagem, assistentes sociais e psicólogos. Essa equipe, junto a profissionais da Secretaria de Saúde e do próprio Fórum Itaboraí, atuou no Alto da Serra e adjacências, como Vila Felipe e Chácara Flora; Sargento Boening, Floresta, Caxambu, Lusitano, Siméria, São Sebastião e 24 de Maio.

“Além de conhecer as percepções e proposições da população, incluindo pontos de vista sociais, ambientais, econômicos, governamentais e privados, a intenção desse trabalho era a de traçar estratégias de prevenção e de enfrentamento a desastres, ou seja, elaborar um documento completo, com propostas de prevenção e mitigação de riscos não só relacionados a Saúde, mas de uma forma mais abrangente”, explica o prefeito Rubens Bomtempo.

“A Fiocruz tem sido importante aliada, principalmente nos momentos de crise que a cidade viveu com as tragédias. Essas equipes volantes garantem a ampliação da capacidade de resposta e acolhimento da população, principalmente das pessoas que foram acometidas pelas chuvas. A intenção é direcionar esforços de vigilância em saúde, organização, proteção, resposta e reconstrução, no âmbito da saúde, dos territórios afetados. A parceria com a Fiocruz garante a ampliação da cobertura de atendimento na atenção primária e, principalmente, na questão de saúde mental”, disse o secretário de Saúde, Marcus Curvelo.

"Seguramente as constatações feitas pelos grupo das equipes volantes são do conhecimento da maioria das autoridades da Prefeitura. O importante aqui é que elas representam a percepção dos moradores e os problemas e as intervenções que as comunidades atingidas consideram prioritárias. Sem dúvida o relatório apresentado facilitará a elaboração de um plano intersetorial de intervenções locais para a prevenção de emergências climáticas e dos seus principais impactos sobre a saúde dos potencialmente atingidos", frisou Felix Rosenberg, diretor do Fórum Itaboraí.

Os profissionais do projeto Rede Vigiar - SUS tiveram a missão de fazer um reconhecimento junto às comunidades para entender onde estão as famílias atingidas pelas tragédias, o que elas passaram e quais são os vínculos delas com o território, além de buscar informações sobre rotas de fuga em casos de desastres. O objetivo é a promoção da saúde a partir da perspectiva territorial e do olhar das pessoas que vivem nessas regiões e que sinalizam as vulnerabilidades e potencialidades.

Pagina 9 de 1863