Quarta, 05 Setembro 2018 - 19:14

Mediação Escolar é tema de palestra durante Encontro de Mediação

   Mediação Escolar é tema de palestra durante Encontro de Mediação

Abrindo a programação de palestras do II Encontro de Mediadores do Estado do Rio de Janeiro, o evento recebe a doutoranda em Direito na Universidade Federal Fluminense, Maria Victória Borja, para apresentar questões sobre a Mediação Escolar. A palestra acontece no dia 24 de setembro, às 9h40, na Universidade Estácio de Sá. O evento é uma realização do programa Petrópolis da Paz em parceria com o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ).

Maria Victória contará sua experiência com a publicação do livro com seu estudo de caso do mestrado, realizado durante uma atividade do Observatório da Pacificação Social, Programa de Pesquisa e Extensão da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Estado da Bahia. “Mediação Escolar e a Redução da Violência: Um Estudo de Caso” relata a implantação do programa Mediação Escolar em Pauta, em unidades de ensino públicas, onde o estudo consiste em verificar as práticas comunicativas de resolução de conflitos no ambiente escolar, enquanto estratégia de prevenção e redução da violência.

“Na dissertação de mestrado conto a experiência do projeto e proponho uma metodologia modelo para replicação em outras instituições de ensino, evidenciando como a violência foi reduzida nas escolas trabalhadas, com respaldo científico e aferimento quantitativo dos resultados”, contou a doutoranda.

A Coordenadora do programa Petrópolis da Paz, Elsie-Ellen, ressaltou que o Encontro de Mediadores oferece palestras do dia 22 ao dia 30 de setembro e a programação completa está disponível no http://www.pmp.intranet/petropolisdapaz/. “Precisamos construir uma sociedade que seja capaz de resolver seus conflitos de forma eficiente. O evento disponibiliza excelentes palestras para que as pessoas conheçam um pouco mais sobre a resolução de conflitos e a cultura da paz”, disse a coordenadora.

“Agradeço a oportunidade de participar e poder contribuir e plantar sementes possíveis de colheita. Porque o espaço oferecido pela Prefeitura para a discussão da temática já demonstra a atenção e o cuidado que se dispensa aos cidadãos de Petrópolis, convidando todos a pensarem e construírem juntos metodologias para Pacificação Social”, finalizou a palestrante Maria Victória.

O programa Petrópolis da Paz tem parceria com a Secretaria de Assistência Social, Secretaria de Saúde e Gabinete da Cidadania, além do Tribunal de Justiça, Delegacias de Petrópolis, Conselho Estadual e Municipal de Segurança Pública, Procon, Conselho Tutelar e Universidades.