Segunda, 10 Setembro 2018 - 18:52

Alunos de escola municipal participam de turismo histórico

Alunos de escola municipal participam de turismo histórico

Escolas podem se inscrever para participar do projeto da Casa da Educação Visconde de Mauá

Alunos do 8º ano da EM Luiz Carlos Soares, localizada no Morin, participaram do projeto “Turismo histórico em Petrópolis - Aula passeio”, promovido pela Casa da Educação Visconde de Mauá. Com o auxílio do professor de história, Norton Ribeiro, os estudantes visitaram locais como a Catedral, Igreja Luterana, prédio dos Correios e Colégio D. Pedro e conheceram as particularidades da história de cada espaço.

O projeto tem como intenção mostrar para os estudantes a importância de um olhar mais crítico que chame a atenção para o acervo arquitetônico, além de promover a educação patrimonial e perceber as mudanças e permanências ocorridas ao longo do tempo.

“Foi muito interessante a atividade. Os estudantes gostaram muito e ficaram impressionados com a história do cinema Petrópolis. Conversamos sobre as longas filas e também sobre uma das primeiras exibições de filmes no Brasil que aconteceu onde hoje é o edifício profissional. Ao comentar sobre a polarização política dos anos 30, na qual um operário morreu em conflito com os integralistas, uma aluna lembrou de Luiz Carlos prestes e outros compararam com a situação política do país hoje. Passamos ainda pela Catedral, Igreja Luterana, Correios, Colégio D. Pedro, CEFET, Fábrica São Pedro e terminamos na Casa da Educação Visconde de Mauá”, explicou Norton Ribeiro que também é coordenador pedagógico do projeto.

Para a diretora da EM Luiz Carlos Soares, Derminda de Souza, a atividade colabora com o que os alunos aprendem na escola. “Percebemos que muitos alunos não conheciam pontos importantes da nossa cidade e a partir disso, começamos a incentivar a pesquisa sobre os locais históricos. Ao longo do ano continuaremos trabalhando essa temática, sempre com muita pesquisa e o olhar peculiar que cada um deles tem sobre a história. Eles ficam muito animados com a atividade e tenho certeza que não esquecerão tudo o que foi aprendido”.

“É um orgulho desenvolver este projeto junto ao professor Norton Ribeiro, pois são aulas de vivências e experimentações bastante atrativas para os alunos”, afirma a diretora da Casa da Educação, Catarina Maul.

As escolas interessadas em inscrever os alunos devem entrar em contato com a Casa da Educação através do telefone 2246- 8659.  Segundo o roteiro do passeio, acompanhados por um professor responsável e por Norton Ribeiro, os alunos visitam a antiga estação rodoviária Leopoldina (Local considerado o início do centro da cidade, pois ali chegava o trem vindo do Alto da Serra, depois de subir a Serra da Estrela); a Igreja Nossa Senhora do Rosário (a primeira capela foi construída ainda em 1883 com doação de ex-escravos; irmandade dos homens pretos), a Praça dos Expedicionários e Teatro Municipal (Teatro inaugurado em 1933 e a praça que homenageia os pracinhas da II Guerra), a Praça Dom Pedro e Obelisco (Principal praça do centro e marco em homenagem aos colonos inaugurado pelo Presidente Juscelino Kubitschek), os  jardins do Museu Imperial (Local construído para ser a residência de verão do Imperador, transformado em museu em 1940), o Palácio Amarelo e Centro de Cultura (o Palácio foi residência do Barão de Guaraciaba o CDC hoje abriga teatro, cinema, exposições e biblioteca), a Catedral São Pedro de Alcântara (abriga o mausoléu da família Imperial; uma construção em estilo neogótico inspirada nas grandes catedrais medievais europeias), o conjunto arquitetônico da Avenida Koeler (abriga vários casarões do século XIX), a Praça da Liberdade (antes chamada de Largo Dom Afonso, foi local de um pelourinho para castigar os escravos), a Bohemia (Fábrica da primeira cervejaria do Brasil, fundada em 1853), o Palácio de Cristal (encomendado pelo Conde D’Eu como presente para a Princesa Isabel, inaugurado em 1884) e a Casa Barão de Mauá (Construída para ser residência de Irineu Evangelista de Souza, o Barão e Visconde de Mauá).