Sexta, 21 Setembro 2018 - 19:18

Defesa Civil nas Escolas: capacitação dos profissionais de ensino acontece na segunda

Objetivo é preparar as pessoas envolvidas no trabalho que vai atender a toda rede municipal de ensino

A capacitação dos profissionais de ensino que participam do Defesa Civil nas Escolas acontece na próxima segunda-feira (24.09) na Câmara Municipal. São 103 pessoas envolvidas na inserção dos temas Proteção e Defesa Civil e Educação Ambiental em toda rede municipal de ensino. Colégios estaduais e particulares também estão convidados para integrar o programa. O treinamento será realizado em duas turmas: uma de 8h às 12h e a outra de 13h às 17h. O objetivo é preparar os elementos focais de cada instituição participante para trabalhar na primeira política pública de inserção dos temas nas salas de aula.

Lançado na última quarta-feira, o programa oferece a oportunidade dos alunos desenvolverem a cultura de prevenção aos desastres de origem natural e de percepção de riscos. A iniciativa faz parte do conjunto de ações do governo municipal no desenvolvimento de uma cultura de resiliência na cidade, com a orientação dos alunos sobre como se comportar em caso de ocorrências. O secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz, destacou a importância do projeto para a cidade.

“Esse é mais um grande passo para a consolidação do Defesa Civil nas Escolas. Os profissionais de ensino serão nossos multiplicadores, levando o conhecimento necessário de prevenção de desastres para as crianças e adolescentes em sala de aula. Dessa maneira esperamos garantir um futuro mais resiliente para Petrópolis”, disse.

A elaboração da lei contou com o apoio do Conselho Municipal de Educação (COMED), do Sindicato dos Profissionais de Ensino (SEPE), além de membros das secretarias de Defesa Civil, Educação e Meio Ambiente. A iniciativa vai reforçar as ações do município na prevenção aos desastres de origem natural, não apenas no ambiente escolar, mas também nas comunidades. A secretária de Educação, Samea Ázara, destacou a importância da capacitação para os profissionais envolvidos no programa.

“O trabalho integrado que está sendo desenvolvido em conjunto, entre as secretarias de Educação, Meio Ambiente e Defesa Civil, vai garantir que o projeto seja um sucesso na rede municipal de ensino. Toda e qualquer informação sobre a prevenção deve ter toda a atenção de toda a comunidade escolar. É importante que as crianças criem essa cultura e entendam a importância de cuidarem do meio ambiente”, explica Samea.

Além da política pública, a Defesa Civil começa em setembro as reuniões setoriais que definem as matrizes de atividades e responsabilidades e os planos de contingência que fazem parte do Plano Verão 2019 de Petrópolis. O trabalho antecipado está sendo realizado em cima das principais ameaças da estação: deslizamento de solo ou rocha, inundações, rolamento de blocos rochosos, vendavais e tempestades e raios. A medida tem como foco prevenir os desastres de origem natural, além de investir na orientação dos moradores nas comunidades.

“Ganhamos o reconhecimento da Organização das Nações Unidas e do Tribunal de Contas do Estado por causa das nossas ações de prevenção aos desastres de origem natural. São indicativos de que estamos no caminho certo na busca por uma cidade mais resiliente”, completa o secretário de Defesa Civil.