Quinta, 11 Outubro 2018 - 19:18

Casa da Educação oferecerá mais 300 vagas para cursos e oficinas em 2019

Casa da Educação oferecerá mais 300 vagas para cursos e oficinas em 2019

Matrículas poderão ser feitas em novembro

Inglês, informática, teatro, canto coral, violino, flauta, violão, ballet, capoeira, judô, desenho, fotografia e prática de conjunto, são alguns são alguns dos cursos e oficinas oferecidos gratuitamente na Casa da Educação Visconde de Mauá. A boa notícia para os pais que desejam fazer a inscrição dos filhos para as atividades na Casa é que em 2019 serão oferecidas mais 300 vagas para estudantes da rede municipal e a matrícula poderá ser feita já em novembro.

O atendimento na Casa da Educação vem crescendo continuamente: em 2016 eram 180 alunos atendidos, em 2017 o número chegou a 700 e em 2018 já são mais de 800 alunos participando de atividades no contraturno escolar. A expectativa é de 1100 alunos sejam matriculados na Casa em 2019.

“A Casa da Educação já é um ponto de referência no oferecimento de atividades no contraturno escolar. As oficinas são ecléticas, com a oferta de cursos que exaltam a pratica esportiva, como judô e capoeira e também exploram os talentos como música e teatro. É importante que os pais que ainda não matricularam os filhos aproveitem essa oportunidade”, disse a secretária de Educação, Samea Ázara.

De acordo com a direção da Casa da Educação, as matrículas poderão ser feitas no início de novembro. As datas da renovação - para aqueles que já participam das atividades na Casa - e das novas matriculas serão divulgadas posteriormente. Durante a matricula os pais deverão apresentar cópia da certidão do nascimento, cópia do comprovante de residência, declaração escolar, cópia da identidade do responsável e uma foto 3x4. Informações adicionais podem ser obtidas através do telefone 2246-8661.

Nesse ano a Casa implantou os cursos de fotografia, desenho e aulas de pratica de conjunto. “Acreditamos no talento dessas crianças que encontram na Casa um ambiente acolhedor e professores especializados. Também ofertamos atividades diferenciadas na Casa como projeto de sustentabilidade, contação de história, promovemos palestras e encontros com autores e músicos. Tudo é feito com muito carinho pela equipe e é por isso que o número de alunos da Casa cresce cada vez mais. Vamos oferecer mais 300 vagas para 2019 e não descartamos a possibilidade de aumentar esse número”, explica a diretora da Casa da Educação, Catarina Maul.

A Casa atende aproximadamente 800 alunos: são 91 turmas. Além dos cursos e oficinas já citados, os alunos na Casa também participam de aulas de viola de arco. Todas as atividades são voltadas para alunos de escolas municipais, mas em algumas atividades, como são resultado de parceria, como Cia. Musical Maestro Guerra Peixe, Princesas de Petrópolis, Coral dos Anjos e Orquestra jovem de violões Raphael Rabello, existe uma cota de vagas destinadas a outras redes, desde que munícipes de Petrópolis.

Na Casa, os estudantes também têm acesso à Biblioteca Mauá. O local abriga aproximadamente 3 mil livros e está em expansão. “Devido à grande procura, o empréstimo de livros também pode ser realizado pela comunidade a partir da inscrição prévia, já estamos programando o aumento da Biblioteca. Todos os alunos, entre uma aula e outra frequentam o lugar. A Biblioteca possui títulos literários diversificados e no mesmo local funciona uma gibiteca”, conta Catarina Maul.