Segunda, 30 Dezembro 2019 - 18:19

Defesa Civil entrega cartilhas de prevenção aos desastres nos terminais rodoviários urbanos

 Defesa Civil entrega cartilhas de prevenção aos desastres nos terminais rodoviários urbanos

Ação será realizada durante o mês de janeiro e integra o Plano Verão 2020

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias vai entregar cartilhas de prevenção aos desastres de origem natural para usuários e comerciantes nos terminais rodoviários urbanos. A ação acontece em janeiro nos dias 7 (Centro); 9 (Itamarati); 14 (Corrêas) e 16 (Itaipava) às 10h. A ideia é aproveitar o grande fluxo de pessoas nestes locais para reforçar o trabalho de conscientização realizado pela pasta, com dicas de segurança e ensinando quais medidas podem ser adotadas em casos de chuvas fortes. Esse trabalho integra as ações do Plano Verão 2020.

Entre as dicas da cartilha estão a preparação de um kit de emergência, o conserto de vazamentos em reservatórios e caixas-d’água, além de orientar que a população não jogue lixo ou entulho nas encostas.

No ano passado, o mesmo trabalho foi realizado nos terminais com a entrega de mais de três mil exemplares. A entrega acontece de 10 até 12h. Os agentes também irão fixar o material do SOS Chuvas em bares, lanchonetes, padaria e bancas de jornais próximos aos terminais rodoviários. 

Nos meses de novembro e dezembro, a Defesa Civil realizou a entrega desse material educativo nas 12 comunidades da cidade que contam com 20 conjuntos de sirenes do Sistema de Alerta e Alarme. Os agentes também vistoriaram cada um dos 15 pontos de apoio existentes nos bairros. A ação reforçou a importância das sirenes e preparou os locais para estarem abertos neste período.

Os pontos de apoio precisam estar abertos para atender a população no momento em que a sirene é acionada. 

O trabalho realizado nos terminais rodoviários urbanos faz parte Plano Verão 2020. Também estão incluídos neste planejamento o Defesa Civil nas Escolas, o Defesa Civil Jovem, o SOS Chuvas e o programa Rio Limpo. É importante que os moradores de áreas de risco do município procurem um local seguro sempre que começar a chover forte, antes mesmo de a sirene tocar. Os alertas das sirenes são o último aviso.