Quinta, 18 Junho 2020 - 15:11

Implementação do Sistema Integrado de Gestão Administrativa (SIGA) entra na segunda fase

O processo de implementação do Sistema Integrado de Gestão Administrativa (SIGA) teve sua primeira fase concluída, após a assinatura do contrato no início do mês de março deste ano. A ferramenta permitirá ao governo otimizar os trâmites processuais, reduzir custos na compra de materiais de consumo e agilizar a troca de informações entre as secretarias e órgãos do governo.

De março a maio foram concluídas seis etapas do processo. A primeira foi a instalação e configuração do ambiente tecnológico do módulo do almoxarifado e a entrega e licença de uso. A segunda etapa consistiu na instalação e configuração do ambiente tecnológico dos módulos de compras, contratos e registros de preços. A terceira etapa se focou na instalação e configuração do ambiente tecnológico dos módulos de patrimônio mobiliário, imobiliário e transportes. O serviço do quarto segmento foi a disponibilização na intranet da prefeitura dos módulos instalados e o acesso do sistema SIGA aos usuários habilitados. A quinta etapa concluída foi a migração e conversão de dados do módulo de patrimônio mobiliário com a análise e qualificação de dados, além da adequação e padronização de dados e configuração de tabelas corporativas. E a sexta e última etapa foi a conciliação contábil e financeira base migrada com valores 100% validados com a prestação de contas enviadas ao TCE-RJ em dezembro do ano passado e contas contábeis em paridade com os dados auditados pelo TCE-RJ em dezembro de 2019.

Próximas ações para implementação do SIGA

Dentro do escopo da entrega de produtos e serviços estão previstas: a construção de indicadores de processos para geração dos painéis gerenciais e estratégicos; a entrega de coletores, softwares RFID e TAG’s RFID para identificação de bens patrimoniais; o treinamento dos sistemas entregues e o mapeamento dos processos de trabalho de todas as áreas entregues.

Para a seção de saneamento de bens móveis está programado o levantamento dos bens móveis, a atualização e padronização da descrição e situação física dos bens, atualização das localizações e dos termos de responsabilidade, reavaliação dos bens e emissão do relatório dos bens faltantes e divergências apuradas.

No espectro da migração e atualização de dados estão alinhados os serviços de migração, cadastramento, adequação e padronização dos dados de almoxarifado, contratos, imóveis e transportes.

O sistema foi implementado por meio do Programa Nacional de Apoio à Gestão Administrativa e Fiscal dos Municípios Brasileiros (PNAFM), após o convênio firmado com a Caixa Econômica no ano passado. O recurso é proveniente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O PNAFM pode ser aplicado em qualquer um dos municípios brasileiros.

Notícias por data

« Novembro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30            

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo