Quinta, 27 Maio 2021 - 08:26

IMC nas Redes desta quarta-feira debate os desafios da dança em tempos de isolamento

IMC nas Redes desta quarta-feira debate os desafios da dança em tempos de isolamento

O "IMC nas Redes – Conversas Culturais" desta quarta-feira (26/05) vai debater os desafios da dança em tempos de isolamento social. A roda de conversa on-line será transmitida nas redes da prefeitura (Facebook e Youtube), às 19h, com a participação de representantes do segmento na cidade. A mediadora do encontro será Catarina Maul, gerente do Centro de Cultura.

Participam da roda de conversa Roberta Bertelli, responsável pela direção artística e técnica do Espetáculo O CANTO DAS IRIAS, da Comunidade Católica Shalom; Neiva Voigt, que foi professora e coreógrafa na Training Center, CETEP, atualmente sócia/proprietária da Movimento ART & Cia Ltda, além de ser Conselheira Suplente do Segmento da Dança no CMC; Mickael Ramos, que trabalhou como coreógrafo de artistas como Ludmilla, Daya Luz, Karol K, além de ser formado em Direção de arte pela Academia Internacional de Cinema e Felipe Laureano, produtor, coreógrafo, fotógrafo e videomaker, assina pelo selo Hard Produções, com a Cia H.C, produtor artístico e colaborador do selo musical Boom Lab Music.

Sobre o projeto "IMC nas Redes - Conversas Culturais"

Toda quarta-feira, serão realizadas lives nas redes sociais da Prefeitura de Petrópolis (Canal de Youtube e Facebook), visando promover encontros entre agentes culturais, instituições de relevância, especialistas nas áreas dos diversos segmentos, procurando agregar informações e conhecimento.

Sobre os artistas

Roberta Bertelli

Iniciou os estudos de dança em 1989 e mantém até hoje pesquisas estudos e pesquisas nas modalidades de jazz, dança contemporânea e ballet clássico.
Desde 2018 atua e participa das construções e pesquisas coletivas da Cia Corpoiesis.
Atualmente é responsável pela direção artística e técnica do Espetáculo O CANTO DAS IRIAS, da Comunidade Católica Shalom, junto ao Corpo de Baile da Obra Petrópolis/RJ. Teve 8 trabalhos selecionados para a Jornada Mundial da Juventude no Brasil em 2013 e foi convidada para a edição de 2016 na Cracóvia.
Por 16 anos ensinou dança em um trabalho 100% voluntário, chamado Cia de Dança Sacra Expressão de Louvor. O projeto promove a inclusão social de crianças, adolescentes e jovens adultos que vivem em declarado risco social, no bairro Sargento Boening, na cidade de Petrópolis - RJ. Trabalho este desenvolvido no salão da igreja católica Sagrada Família, na comunidade. O grupo viajou pelo Brasil, conquistando mais de 200 títulos e premiações em inúmeros festivais de dança sacra.

Neiva Voigt

Catarinense de Rio do Sul, graduada em Ed. Física pela UDESC/SC (1976) com Especialização em Dança na UFRJ(1979). Atuou como professora e coreógrafa na Training Center,CETEP, atualmente sócia/proprietária da Movimento ART & Cia Ltda. Participou da criação e formatação do SMC de Petrópolis. Conselheira, ora titular ora suplente do CMC de Petrópolis de 2010 a 2014. Pelo SPDRJ (sindicato da dança) esteve nas seguintes funções: Delegada Regional, membro do Conselho Fiscal e atualmente Conselheira Honorária. Participou da criação do Projeto “Dançar por Dançar” (1987 a 1991,2010,2011,2012 e de 2015 a 2019. Recebeu do vereador Jamil Sabra o Título de Cidadã Petropolitana. Atualmente é Conselheira Suplente do Segmento da Dança no CMC.

Mickael Ramos

Foi bailarino e coreógrafo do Projeto/Espetáculo Trilhas do Prata Arte Negra do Rio Grande do Sul, dirigido por Heloisa Peres e Diego Mac. Ministrou oficina de dança contemporânea na I Conferência Gaúcha de Dança. Contemplado pelo Rumos Itaú cultural com a pesquisa Consequência do som – Dança contemporânea a partir do hip-hop. Integrou o corpo de baile do programa Gente Inocente da Rede Globo com Direção coreográfica de Caio Nunes. Integrou a Cia. Heart Company dirigida por Octávio Nassur. Coreógrafo da Art & Dança – Espaço Cultural a 10 anos onde obteve vários prêmios em festivais pelo país. Formado em Direção de arte pela Academia Internacional de Cinema. Professor e Performer convidado do projeto cultural Canoas Verão com arte. Diretor Coreográfico da cantora Lorena Simpson. Trabalhou como coreógrafo de artistas como Ludmilla, Daya Luz, Karol K, Maria etc.

Felipe Laureano

Iniciou sua carreira artística através da dança na infância, participando como bailarino de vídeo clipe para comerciais de grandes marcas como a antiga TAM, TIM, Caixa Econômica entre outros, de programas de TV como The Voice Brasil, finais de ano com Roberto Carlos. Shows com Gaiola das Popozudas, MC gordo boy, Darlene Lepetit. Foi um dos integrantes da equipe de bailarinos profissionais da Montagem da Abertura das Olimpíadas Rio2016 sobre a direção de Déborah Colcker, do Show de Abertura no Maracanã além de Shows com a equipe Rio 2016 no Parque Olímpico da Barra da Tijuca. Ministrou workshops em Petrópolis , Duque de Caxias , Rio Pomba , Rio de Janeiro , Três Rios , Juiz de Fora, São Paulo, Joinville, entre outras cidades e estados compartilhando seus estudo baseados na cultura Hip Hop, e na cultura Clubing mais precisamente o House Dance .

Dirigiu, produz e coreógrafa filmes e vídeos comerciais, o mais atual foi para o festival Brasil/França Dança em trânsito com o filme Caput, entrou em circulação com as peças Turminha do Barulho (2012/2018), o Espetáculo Ponto Comum(desde 2014), festivais de música, Festival Dançar por Dançar de 2014 a 2019 obtendo premiações e expandindo junto com sua equipe o festival a novos horizontes, Festival Urb 2016 a 2019 , Mostra artística Dance e deixe Dançar, Festivais de cultura urbana pela Ambev, CEG, Ampla, Nação Hip hop e Prefeitura de Petrópolis.