Quarta, 01 Setembro 2021 - 10:05

Covid-19: Saúde inicia aplicação de dose de reforço para idosos em instituições de longa permanência

D-3 será aplicada em idosos com mais de 70 anos vacinados há 6 meses

Equipes da divisão de imunização da Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica da Secretária de Saúde iniciam nesta quarta-feira (1º/09) a aplicação de doses de reforço da vacina contra a covid-19 em idosos com mais de 70 anos que vivem em Instituições de Longa Permanência (ILPIs) na cidade. A medida segue a orientação do Ministério das Saúde, que, na última quinta-feira (26.08), enviou aos municípios Nota Técnica com as diretrizes para o procedimento.

De acordo com o documento, a terceira dose deve ser aplicada em pessoas com mais de 70 anos que receberam a segunda dose há mais de seis meses. Em Petrópolis a Secretaria de Saúde inicia o reforço de imunização nas instituições de longa permanência – a exemplo do que foi feito no início da campanha, em janeiro.

“Estamos avançando com a campanha, vacinando hoje jovens com 18 anos e adolescentes que têm comorbidades com idade entre 12 e 17 anos. Em paralelo, estamos iniciando a aplicação da dose de reforço que é tão importante para protegermos os idosos, que têm a saúde mais frágil. Seguimos trabalhando para que, o mais breve possível, todas as pessoas aptas e receberem a vacina estejam imunizadas em Petrópolis”, afirma o governo interino.

A Divisão de Imunização já montou um cronograma para o retorno a 18 Instituições de Longa Permanência que abrigam idosos. “Foi feito todo um planejamento, verificando as datas e os tipos de vacinas que estes idosos abrigados receberam e considerando, para o retorno, o prazo de seis meses após a segunda dose, necessário para que eles recebam o reforço”, explica o secretário de Saúde.

A aplicação da dose de reforço foi definida na semana passada entre o Ministério da Saúde, representantes do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS), junto com a Câmara Técnica Assessora de Imunização Covid-19 (CETAI).

Demais idosos começam a receber dose de reforço a partir da terceira semana de setembro

A Secretaria de Saúde se organiza para - recebendo doses específicas para este público – iniciar, a partir da terceira semana de setembro, a aplicação da terceira dose em idosos com mais de 70 anos, em geral, conforme determinação do Ministério da Saúde. A exemplo do que foi feito para a aplicação da primeira dose, a vacinação deste grupo deverá ser feita de forma escalonada por faixas etárias.

“Estamos fazendo o planejamento para que tudo esteja pronto quando o Ministério enviar as doses específicas para este grupo, o que deve ocorrer agora em setembro. Importante que os idosos ou as pessoas próximas, que cuidam daqueles que têm alguma dificuldade, estejam atentos e verifiquem o cartão de vacinação para saber quando ele deverá receber a dose de reforço, ou seja, seis meses depois da segunda aplicação. A vacina é o melhor instrumento para protegê-los, evitando que os casos se agravem. É fundamental que eles não deixem de tomar a terceira dose quando chegar a hora”, destaca o secretário de Saúde.

Com chegada de vacinas específicas para este público, o município divulgará o calendário para os idosos com mais de 70 anos, em geral, e imunossuprimidos. Segundo o Ministério da Saúde, a dose de reforço é indicada para os idosos que completaram o esquema vacinal há mais de seis meses. No caso dos imunossuprimidos, quando forem chamados, deverão respeitar intervalo de 28 dias após a segunda dose.