Imprimir esta página
Terça, 14 Setembro 2021 - 12:26

Prefeitura promove live para esclarecer dúvidas sobre o edital Maria Luisa

Prefeitura promove live para esclarecer dúvidas sobre o edital Maria Luisa

O "IMC nas Redes – Conversas Culturais" terá como tema o edital Maria Luisa, que vai contemplar até 77 projetos de apresentações culturais no município. O objetivo é usar a live para esclarecer as dúvidas dos interessados em participar através do bate-papo das plataformas. O encontro virtual será transmitido nas redes sociais da prefeitura (Facebook e Youtube), na próxima quarta-feira (15/09), às 19h, com a participação de Sandro Gomes, Isis Jader e de Diana Iliescu. O mediador será roda de conversa on-line será Leonardo Cerqueira, servidor público do município formado em Direito e pós graduado em Gestão Pública Municipal pela Escola de Contas e Gestão do TCE-RJ. Atualmente responde pelo Departamento Orçamentário do Instituto Municipal de Cultura (IMC).

“A live será uma oportunidade do artista petropolitano esclarecer suas dúvidas sobre o edital. Será um investimento de R$ 270 mil feito através do Fundo Municipal de Cultura. Realizando o edital, abrimos espaço para que os artistas da cidade possam expor seus talentos. Além disso, terá o nome da Maria Luisa, que foi bibliotecária do município por mais de 25 anos e era uma pessoa muito querida, além de muito profissional" disse o governo interino.

Sandro Gomes é artista petropolitano e Bacharel em Direito - especialista em Direito Autoral, Direito da Propriedade Industrial e Marcas, Direito Empresarial e Direito Público Administrativo. Atualmente ocupa o cargo de Diretor Administrativo e Financeiro do IMC, além de ser vocalista da banda Concreto Humano, compositor, orquestrador, produtor fonográfico, produtor musical e cultural.

Isis Jader é advogada e assessora jurídica do IMC. Já Diana Iliescu é formada em Cinema pela UFF e mestranda em Memória Social na UNIRIO. Diretora de filmes e performances, curadora, produtora e professora. Conselheira representante da Região Serrana no Conselho Estadual de Políticas Culturais RJ e presidenta do Conselho Municipal de Cultura de Petrópolis.

Sobre o edital Maria Luisa

Para concorrer, os interessados podem se inscrever nas seguintes categorias: 1 – Projetos para realização de atividade cultural individual, a ser remunerado no valor de R$1.500,00, com realização do mesmo por pessoa física, mediante CPF; 2 – Projetos para realização de atividade cultural com mínimo de dois representantes, a ser remunerado no valor de R$5.000,00, com realização por MEI ou pessoa jurídica, mediante CNPJ; 3 – Projetos para realização de atividade cultural com mínimo de cinco participantes, a ser remunerado no valor de R$10.000,00, com realização por MEI ou pessoa jurídica, mediante CNPJ.

Os projetos deverão ser enquadrados em uma das seguintes áreas: Artesanato; Artes Plásticas/Visuais; Audiovisual; Bandas Marciais; Canto Coral; Cultura Germânica; Cultura Urbana; Culturas Afro-brasileiras, Quilombolas e de Matrizes Africanas; Culturas Populares e Indígenas; Dança; Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos; Literatura; Moda e Design; Museus e Patrimônio Histórico-Cultural; Música; Produção Cultural; Artes Cênicas/Teatro; Pontos de Cultura; Multissegmentos (projetos com dois ou mais segmentos onde não haja a predominância de um sobre o outro).

O nome do edital é uma homenagem a bibliotecária Maria Luísa Rocha Melo, que faleceu em maio deste ano vítima da Covid-19. Ela ficou à frente da Biblioteca Municipal Gabriela Mistral por mais de 25 anos. Nascida em Leopoldina-MG, a bibliotecária foi criada em Niterói-RJ, mas se considerava petropolitana de coração, pois morou e trabalhou na cidade por mais de 30 anos.

Itens relacionados por tópico