Terça, 05 Outubro 2021 - 10:23

Em celebração ao Dia Mundial do Idoso, Prefeitura entrega sala ao CMDDPI

Além da entrega do espaço, homenagens aos fundadores da entidade foram realizadas na tarde desta segunda-feira

A entrega de uma sala para o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa - CMDDPI e homenagens aos fundadores da entidade, Gabriel Archanjo Weinem e Pedentrina de Araújo Fernandes, marcaram as celebrações pelo Dia Mundial do Idoso, na tarde desta segunda-feira (04), realizadas pela Prefeitura.

“O compromisso é trabalhar cada vez mais para os avanços de políticas públicas para a pessoa idosa. Estamos entregando a sala, mas, mais do que isso, estamos trabalhando para melhorar a vida da pessoa idosa na cidade. Há três meses estivemos em Brasília, na Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, e esperamos, em breve, poder anunciar novos projetos voltados para este público aqui na cidade”, disse o governo interino.

De acordo com a presidente do CMDDPI, Sueli Karl, a conquista de um espaço para abrigar o conselho era aguardada há mais de 10 anos. “O nosso trabalho poderá ser intensificado, inclusive, para atender ao nosso Fundo Municipal, com a realização dos editais para as políticas públicas voltadas para a pessoa idosa”.

Além da entrega do espaço, a Prefeitura, por meio da Coordenadoria de Articulação Institucional e o CMDDPI, aproveitaram para homenagear os dois maiores entusiastas dos Direitos da Pessoa Idosa: Gabriel Archanjo Weinem, que dará nome a Sala e Pedentrina de Araújo Fernandes. “São pessoas que se dedicaram e estiveram presentes nos momentos mais importantes da causa”, completa o governo interino.

A Coordenadora de Articulação Institucional lembrou que o olhar cuidadoso do governo sobre a pessoa idosa faz toda a diferença. "É uma nova fase para o conselho, que agora tem uma sala, um fundo e recursos depositados", destacou.

O Vice-presidente da Comissão de Defesa da Criança e do Adolescente, das Pessoas com Deficiência e do Idoso da Câmara Municipal, o vereador Junior Paixão parabenizou o governo por levantar esta bandeira. "Temos que ter respeito aos idosos. Eles são os que têm sabedoria", lembrou.