Quinta, 07 Outubro 2021 - 10:44

Covid-19: pela primeira vez rede pública fecha o dia sem pacientes internados em leitos clínicos

Ocupação de leitos de UTI em 10,61% também é a menor do ano

Pela primeira vez desde o início da pandemia, em março do ano passado, leitos clínicos da rede pública (SUS) destinados ao tratamento de pacientes com covid-19 fecharam o dia sem pacientes internados. Boletim da Secretaria de Saúde fechado no fim da tarde desta quarta-feira (06/10) aponta ocupação zero em leitos covid-19 existentes na UPA Cascatinha, Hospital Alcides Carneiro e Hospital Municipal Nelson de Sá Earp. A taxa de ocupação de leitos de UTI na rede pública também é a menor desde o início deste ano: 10,61%, com sete pacientes internados na rede SUS da cidade.

“São dados que nos revigoram, pois mostram que estamos no caminho certo. Temos visto nos últimos meses que, ao passo que avançamos com a vacinação, os casos graves estão diminuindo na cidade. Hoje fechamos o dia com esta excelente notícia. Seguimos monitorando a pandemia, mas os resultados da vacinação estão cada vez mais visíveis", destaca o governo interino.

“Os números confirmam o que defendemos desde o início: a ciência está certa e a vacinação é único caminho para o controle da pandemia. Continuamos monitorando a situação e reforçamos que é fundamental que as pessoas se vacinem, pois as vacinas salvam vidas!” destaca o secretário de Saúde, que lembra ainda a importância da manutenção do uso de máscaras neste momento.