Terça, 19 Outubro 2021 - 10:14

Prefeitura, por meio da Defesa Civil, lança série de podcasts sobre prevenção a incêndios florestais

Conteúdo elaborado pelos profissionais de Defesa Civil será disponibilizado na plataforma Educa em Casa e no site oficial do órgão

O governo municipal, por meio da Secretaria de Defesa Civil e Ações e Ações Voluntárias lança uma série de podcasts, com quatro blocos, sobre a prevenção a incêndios florestais. A iniciativa reúne orientações para o período de estiagem, quando a cidade enfrenta dias de temperatura mais elevada, que, associada à baixa umidade relativa do ar, resulta em maior incidência de fogo em vegetação. O material, produzido com a participação dos próprios agentes que atuam diretamente em ocorrências desta natureza, foi elaborado como colaboração ao Programa Municipal de Educação Ambiental (Promea) e vai ser disponibilizado no site da Defesa Civil (https://www.petropolis.rj.gov.br/dfc/) e na plataforma Educa em Casa, da Secretaria de Educação do município.

A série de podcasts é mais uma ferramenta de orientação para a população. Anteriormente, a Defesa Civil também lançou a cartilha “Incêndios Florestais em Petrópolis”, que reúne orientações para a população e está disponível em formato digital no site da secretaria (https://www.petropolis.rj.gov.br/dfc/index.php/defesa-civil-orienta/cartilhas.html). “Estamos em um novo tempo e precisamos que informações importantes cheguem da forma mais dinâmica possível ao nosso público alvo. Com os podcasts acreditamos que será possível multiplicar ainda mais essas orientações, fazendo com que cheguem à população de forma geral”, disse o governo interino.

Dividido em quatro blocos, os podcasts pretendem mostrar como é a atuação do profissional da Defesa Civil, em apoio ao Corpo de Bombeiros, no combate ao incêndio florestal. No primeiro programa, o público tem a possibilidade de ouvir um pouco das experiências de campo, dos riscos e dificuldades da ação para o controle de um incêndio. O agente Rodrigo Brito relata situações vividas ao longo dos 20 anos de atividade. “Essa foi uma grande oportunidade de mostrar para a população o nosso trabalho. Conscientizar as pessoas sobre a importância da prevenção faz parte da nossa rotina”, destacou Rodrigo.

Além de agentes de Defesa Civil, os podcasts contam com a participação de militares do Corpo de Bombeiros, atualmente cedidos para o órgão municipal, como é o caso do próprio secretário, além de parte da equipe da atual gestão que trabalha na coordenação do atendimento a ocorrências. “No que se refere a incêndio florestal a Defesa Civil atua, em campo, como apoio para o controle de incêndios de grandes proporções. Ao longo de todo ano trabalhamos fortemente a questão da prevenção e esses podcasts nos pareceu uma ferramenta importante e de fácil disseminação das informações que queremos destacar”, pontuou o secretário, que participou de um dos podcasts em que falou sobre como deve ser a conduta da população na identificação de um foco de incêndio.

O diretor do setor de operações da Defesa Civil deu sua contribuição ao alertar sobre as principais causas e os danos que os incêndios florestais causam para a cidade e população como um todo. “É muito importante que as pessoas saibam das consequências de um incêndio florestal, o quanto que impacta nas vidas das pessoas e inclusive, nos gastos que o poder público tem para o combate às queimadas”, destacou o diretor. Algumas das principais orientações de prevenção, como não queimar lixo, não soltar balões e não jogar guimba de cigarro acesa em local de vegetação seca foram parte das orientações que o subsecretário da Defesa Civil destacou na sua participação no podcast.

“O intuito é fazer com que a população se sinta parte desse processo e, a partir da mudança de conduta, nos ajude a evitar ocorrências de incêndios que causam sérios danos ao meio ambiente, além de colocar vidas em risco”, destacou. Os podcasts já estão disponíveis para todo o público no site da Defesa Civil e, na plataforma do Educa em Casa, o material passa a fazer parte do conteúdo programático das aulas da rede municipal de ensino. “Essa é uma iniciativa de grande valor. O conteúdo tem muito a agregar na programação de aulas da nossa rede de ensino”, destacou o secretário de Educação.