Sexta, 29 Outubro 2021 - 10:46

Prefeitura entrega Cartão Imperial para mais 24 famílias

Prefeitura entrega Cartão Imperial para mais 24 famílias

Dando continuidade ao fortalecimento do Programa de Segurança Alimentar e Nutricional, a Prefeitura de Petrópolis, por meio da Secretaria de Assistência Social, entregou, nesta quinta-feira (28) o Cartão Imperial para 24 famílias petropolitanas. Todas foram incluídas agora no programa e receberam os cartões em uma ação realizada na Casa dos Conselhos Augusto Ângelo Zanatta. O cartão, que é recarregado mensalmente com o valor de R$ 70, tem o objetivo de dar um auxílio a famílias em situação de vulnerabilidade social e insegurança nutricional.

Desde janeiro foram entregues 138 novos cartões. No total, hoje, quase 4 mil famílias petropolitanas têm acesso ao benefício. “O programa é importante pois garante um suporte para aqueles que estão precisando desse apoio para reforço alimentar. O cartão é destinado para a compra de alimentos, que podem ser adquiridos em mais de 170 estabelecimentos comerciais da cidade”, disse o governo interino.

O subsídio também é direcionado às famílias que possuem integrantes com deficiência ou portadores de doenças crônicas. Esses devem apresentar laudo ou comprovante de acompanhamento médico para ter acesso ao benefício.

“Para ser incluída no programa, a família deve estar registrada no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico). A Secretaria de Assistência Social mantém um acompanhamento de todos os trâmites do programa e através dessa entrega simbólica reafirma o compromisso de auxiliar a população petropolitana. Agradeço ao governo interino pelo apoio e à equipe da Secretaria de Assistência Social pelo empenho”, afirma o secretário de Assistência Social.

Marta Regina Barbosa, 58 anos, foi uma das beneficiárias que recebeu o cartão. “Chegou em uma ótima hora! Vai me ajudar muito. Tomo remédios controlados, tenho que controlar a alimentação e estou em busca de um novo emprego. Voltei a estudar, e, agora, com o cartão, tudo começará a melhorar, tenho certeza. É um dia feliz”, contou.

Para se cadastrar no programa, as pessoas devem procurar a Secretaria de Assistência Social ou um dos nove CRAS em funcionamento na cidade, apresentar documento de Identidade e CPF, comprovante de residência, carteira de trabalho ou comprovante de renda, certidão de nascimento dos filhos menores, comprovante de escolaridade e carteira de vacinação dos menores de 10 anos.