Segunda, 29 Novembro 2021 - 10:26

Agentes de trânsito da CPTrans e da Guarda Civil fazem curso de pilotagem de drones

Agentes de trânsito da CPTrans e da Guarda Civil fazem curso de pilotagem de drones

Os equipamentos passarão a ser utilizados já durante o período do Natal Imperial como forma de identificar problemas no trânsito.

Agentes da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes - CPTrans e guardas civis municipais, que atuam no Grupamento de Trânsito, além de policiais rodoviários federais, realizam nesta semana uma capacitação de 100 horas para pilotagem de drones. O curso, iniciado na terça-feira (23) e que se encerra nesta sexta-feira (26), prepara os agentes públicos para que sejam capazes de operar o equipamento nas ações de fiscalização de trânsito. O objetivo é que vôos já aconteçam durante o período do Natal Imperial, quando o número de visitantes aumenta na cidade.

“Ao longo desses últimos meses, viemos preparando a cidade para receber o Natal Imperial e os visitantes que os eventos, que acontecem ao longo de todo o mês de dezembro e início de janeiro, atraem. Além do trabalho intenso com a vacinação, elaboramos um plano minucioso para garantir melhoria na mobilidade urbana. Concluímos, nessa semana, o asfaltamento de uma das vias mais importantes de acesso ao Centro Histórico e conseguimos também o apoio do Exército na extensão de horário para a passagem pelo Vila Militar. Também foi ampliado o horário de funcionamento dos rotativos. A ação com os drones, será mais uma importante ferramenta para a festa e posteriormente para lidar com os desafios diários do nosso trânsito”, avalia o governo interino.

Para estarem aptos para operarem o equipamento, os agentes de trânsito tiveram aulas teóricas e práticas, não apenas de pilotagem, mas também sobre as leis brasileiras de operação desse tipo de equipamento e os protocolos da Agência Nacional de Aviação Civil - ANAC. “Eles ainda são orientados sobre os protocolos de segurança para decolarem com o drone, o que checar antes de levantar vôo, quais as medidas de segurança devem ser tomadas em solo e no espaço aéreo, para que todo o procedimento ocorra dentro dos mais rigorosos protocolos de segurança”, ressalta Jorge Vargas, diretor da empresa T4 Drones, que executa o treinamento em Petrópolis.

Para o agente de trânsito da CPTrans, a novidade ajudará a dar mais celeridade no trabalho diário. “Quando estiver muito engarrafado vamos poder levantar o vôo e descobrir o foco da retenção. Se se trata de um acidente ou outro tipo de problema. Saber o ponto exato vai tornar o deslocamento do agente mais preciso, o que acaba não só dando mais agilidade ao atendimento e à solução do problema, mas também promovendo a economia de recursos públicos”, destacou.

Além do Natal Imperial, os agentes estão aptos para buscar soluções para os desafios do trânsito no município. “Temos ainda a Bauernfest, temos as obras que estão em andamento na estrada União e Indústria, o asfaltamento que vem melhorando a pavimentação de mais de 60 ruas na cidade e ainda os desafios de fiscalizar o estacionamento irregular. Ter uma ferramenta como essa, tendo a tecnologia como aliada, será fundamental para que a gente possa trazer ainda mais soluções para o trânsito”, pontua o direto-presidente da CPTrans.