Quarta, 01 Dezembro 2021 - 10:43

Vacinação contra covid-19: Secretaria de Saúde inicia nesta quarta-feira (1/12) aplicação da dose de reforço em mulheres que tomaram a dose única da Janssen e estão grávidas ou puérperas

Intervalo entre dose única e reforço deve ser de no mínimo 5 meses

A Prefeitura de Petrópolis, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, inicia nesta quarta-feira (1/12) a aplicação da dose de reforço da vacina contra a covid-19 em mulheres que tomaram a dose única da Janssen e estão grávidas ou puérperas (até 45 dias após o parto). O intervalo mínimo entre a dose única e a de reforço deve ser de no mínimo cinco meses.

Seguindo orientação prevista em nota técnica da Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à COVID-19, do Ministério da Saúde, elas receberão o reforço da Pfizer. Não é necessário fazer cadastro ou agendamento previamente. Para receber a dose, basta retornar ao mesmo posto onde tomou a dose única levando documento pessoal e a caderneta de vacinação.
 
A nota técnica também define as regras para a administração de dose de reforço da vacina Janssen nas demais pessoas com mais de 18 anos que receberam a Janssen. A orientação, seguindo o Plano Nacional de Imunização, é a aplicação (exceto em casos de gestantes e puérperas) de forma homóloga, ou seja, com o uso do mesmo imunizante Janssen. Este reforço deve ser aplicado, segundo o Ministério da Saúde, em um intervalo máximo de 6 meses após a dose única. O município aguarda apenas a entrega da vacina pelo Ministério da Saúde para chamar todos os que tomaram a dose única da Janssen para o reforço.
 
Em ofício também enviado aos municípios na última quinta-feira (25/11), o Ministério da Saúde informa que "no momento, cerca de 2 milhões de doses estão em análise do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS) a qual há previsão de liberação a partir de 05 de dezembro. A previsão do laboratório é que mais 2,8 milhões de doses sejam entregues no começo de dezembro e o restante até o fim do mês". Segundo o Ministério da Saúde, "esses quantitativos são suficientes para a aplicação do reforço de quem se vacinou com a Janssen dentro do intervalo recomendado de até seis meses" em todo o país.
 
“Estamos trabalhando de maneira organizada e planejada, avançando na vacinação de forma consistente. Estamos chegando perto de 80% da população com mais de 12 anos com as duas doses ou a dose única e temos mais de 30 mil pessoas com a dose de reforço”, lembrou o governo interino.
 
O secretário se Saúde lembrou a importância de a população, quando chegar o seu momento, comparecer aos postos para a vacinação, seja para a primeira dose, segunda dose, ou reforço. “A vacina é o principal instrumento que temos para frear a covid-19. É importante que as pessoas se protejam. Só assim vamos evitar o agravamento dos casos.
 
O sucesso no trabalho de combate à pandemia depende, principalmente, da adesão da população à imunização”, lembrou, destacando que Petrópolis vem sendo considerada referência no trabalho. Hoje, mais de dois terços da população total tem a segunda dose ou a dose única.