Quinta, 09 Dezembro 2021 - 10:24

Prefeito apresenta em Brasília projeto de tecnologia para a rede municipal de ensino

O prefeito interino e os secretários de Educação e de Desenvolvimento Econômico participaram nesta terça-feira (7), da 18ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), que acontece em Brasília. Durante a visita, foi apresentado ao ministro de Ciência e Tecnologia um projeto de tecnologia para a rede municipal de ensino – o Educa + Tech. Também estava presente a coordenadora Especial de Articulação Institucional.

"Petrópolis tem uma grande vocação tecnológica. Temos na cidade um ambiente extremamente favorável ao setor, com importantes centros de formação, pesquisa e desenvolvimento", lembrou o governo interino, citando o Cefet, a Faeterj, o Serratec, o LNCC e o apoio da Firjan. O SNCT é realizado desde 2004, anualmente, sob coordenação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI).

O secretário de Educação explica que o projeto Educa + Tech pretende levar o potencial de inovação educacional e tecnológica por meio de metodologias inovadoras de aprendizagem. “Viemos buscar recursos junto ao ministério para desenvolver esse projeto em escolas da rede municipal de ensino”, completou.

"Petrópolis tem tudo para se firmar como um dos principais polos tecnológicos do Estado e também do Brasil. Para isso, a inclusão da tecnologia na base da educação pública é essencial", frisou o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico.

A SNCT conta com a colaboração e participação das secretarias estaduais e municipais de Educação, agências de fomento, espaços científico-culturais, instituições de ensino e pesquisa, sociedades científicas, escolas, órgãos governamentais, empresas de base tecnológica e entidades da sociedade civil. A finalidade da SNCT é mobilizar a população, em especial crianças e jovens, em torno de temas e atividades de ciência e tecnologia, valorizando a criatividade, a atitude científica e a inovação.

A SNCT também permite debater, estimular e realizar atividades de popularização da ciência, tecnologia e inovação, e desenvolver a cultura científica nas escolas, universidades, comunidades, museus, instituições científico-culturais e locais públicos, em todo o Brasil.