Segunda, 27 Dezembro 2021 - 12:31

Dois anos após o incêndio, prefeito visita Centro Administrativo e constata abandono

Dois anos após o incêndio, prefeito visita Centro Administrativo e constata abandono

Município denuncia más condições do espaço e determina ações para recuperar local

 Em mais de dois anos, a parte afetada pelo incêndio do Centro Administrativo Frei Antonio Mosero não foi reformada. O entulho continua na antiga entrada do espaço e as infiltrações danificam ainda mais o imóvel. O acidente, até hoje sem solução, aconteceu em 2019, mas a impressão para quem está no local é de que o espaço pegou fogo há poucos dias. Em três anos, mesmo com três projetos distintos feitos pelas secretarias de Saúde, Administração e Serviços, Segurança e Ordem Pública, o reforma não teve andamento.

O prefeito Rubens Bomtempo visitou o espaço, inaugurado em 2016, com o objetivo de gerar economia e integrar os serviços públicos. Há três processos para cuidar da recuperação do prédio. Um da área da saúde, porque a secretaria foi afetada; outro da Administração, para reforma de revestimento e mobiliário; e um terceiro, da SSOP, para cuidar da parte elétrica. Bomtempo determinou um estudo sobre esses três processos para analisar a melhor solução para o Centro Administrativo.

“Nesta primeira semana, constato, infelizmente, que Petrópolis engatou a ré e pisou o pé no acelerador. No Centro Administrativo, o cenário hoje, dois anos após o incêndio, é igual ou pior do que no dia em que o prédio pegou fogo. Quando inauguramos o Centro Administrativo, fizemos com planejamento, que incluía o redimensionamento de energia de acordo com o número de pessoas que utilizavam cada sala”, disse o prefeito, que agora irá avaliar as medidas necessárias.

O prefeito destacou que é preciso enfrentar a questão e dar uma solução para o espaço. “O imóvel é alugado e a responsabilidade é nossa. Cabe a nós reformá-los para evitar qualquer tipo de ação na Justiça futuramente", disse o prefeito.


Instalações elétricas com problemas, salas que foram trocadas de lugar de forma improvisada, sem lógica ou proximidade entre os assuntos abordados e infiltrações nas paredes são apenas as partes mais visíveis dos problemas. Para se ter uma ideia, o Espaço Empreendedor não está mais no Centro Administrativo, mas a placa ficou no local onde hoje funcionam setores da Assistência Social.

Diálogo com os servidores

Além de checar o estado do Centro Administrativo, Bomtempo também visitou as estruturas das secretarias que funcionam no local, e conversou com os servidores, acompanhado do vice-prefeito Paulo Mustrangi (também secretário de Obras e Serviços, Segurança e Ordem Pública) e dos secretários Marcus Curvelo (Saúde), Karol Cerqueira (Assistência) e Ramon Mello (Administração). “Fiquei impressionado com a falta de estrutura e condições de trabalho para os servidores. Mas vamos reverter o quadro. Nossa ideia é motivar cada vez mais o nosso time, que está trabalhando dia a dia para que Petrópolis seja uma cidade mais justa e igual. Nosso governo será o do diálogo, do respeito e da verdade. Por isso, ouvir quem está na ponta é fundamental”, disse o prefeito.