Imprimir esta página
Sexta, 25 Março 2022 - 10:53

Defesa Civil vistoria imóveis da população acolhida nos pontos de apoio no momento

Defesa Civil vistoria imóveis da população acolhida nos pontos de apoio no momento

Equipes intensificam mapeamento e vistorias das vias que estão obstruída por conta de deslizamentos

Com vistorias em áreas de cerca de 50 localidades afetadas pelas chuvas, a Secretaria de Defesa Civil segue na realização de vistorias dos imóveis das pessoas que estão nos pontos de apoio. A medida visa assegurar quais famílias poderão voltar para as residências em segurança e quais serão encaminhadas para o programa Aluguel Social, a partir da interdição das casas. No momento, 23 pontos de apoio estão em funcionamento em diferentes localidades para o acolhimento de 1097 pessoas. Hoje, as equipes percorreram as localidades do Siméria, Floresta, Dr. Thouzet, Quitandinha, Vila Felipe, Alto da Serra, Coronel Veiga, São Sebastião, Independência, Quarteirão Brasileiro, Valparaíso, Sargento Boening, Morin e Meio da Serra.

Até o momento, a Defesa Civil soma 7405 ocorrências em função das chuvas de fevereiro e março. Mais de 3,2 mil laudos estão concluídos, cerca de 2,9 mil casas foram interditadas por conta de ocorrências registradas em todo o período. A maior parte dos casos foi por deslizamentos, dos quais, mais de 2,5 mil afetaram diretamente residências. As equipes atuam ainda na vistoria em ruas que foram afetadas seja por deslizamentos ou por danos estruturais. Dos registros feitos até o momento, 192 atingiram vias.

A Secretaria de Assistência Social mantém o atendimento a todas as pessoas afetadas com o suporte aos serviços essenciais, além do encaminhamento para o Aluguel Social. As famílias que tiveram as casas interditadas estão tendo o suporte para encontrar os novos lares.

Bombeiros encontram corpo no Rio Piabanha

Nesta quinta-feira (24) o Corpo de Bombeiros informou ter encontrado um corpo durante as buscas no Rio Piabanha, na altura da Posse. A equipe Técnica e Científica da Polícia Civil trabalha na identificação para confirmar se é uma das três vítimas desaparecidas em função das ocorrências da chuva de fevereiro. A chuva do último domingo (20), deixou 7 vítimas que já foram encontradas pelo Corpo de Bombeiros. Com essas, o município soma 241 vítimas fatais das chuvas de fevereiro e março.

Pontos de abrigo em funcionamento no momento:

Escolas públicas: Paróquia de Santo Antônio, Comac - Escola Germano Valente, E. das Comunidades Santo Antônio, E.M. Papa João Paulo II, Paroquial Bom Jesus, Cei Chiquinha Rolla, E. M. Rubens de Castro Bomtempo, E. M. Alto Independência, E. M. Ana Mohammed, E. M. Marcelo Alencar, E. M Duque de Caxias, E. M. Senador Mario Martins, E.M. Rosalina Nicolay e E. M. Geraldo Ventura Dias.

E ainda os pontos voluntários: Igreja Videira, Quadra do Oswaldo Cruz, Associação de Moradores Vila São José, Igreja Wesleyana – Caxambu, Igreja Católica Floresta, Igreja Redenção, Sitio São Luiz, Assembleia de Deus Chama Viva e Abrigo São Manoel.

Itens relacionados por tópico