Quinta, 31 Março 2022 - 09:36

Defesa Civil conclui mais de 4 mil laudos de vistoria pelas localidades afetadas pelas chuvas

Defesa Civil conclui mais de 4 mil laudos de vistoria pelas localidades afetadas pelas chuvas

Laudos prontos podem ser solicitados pelo site https://www.petropolis.rj.gov.br/dfc/ ou retirados na sede da secretaria, na Rua Buarque de Macedo, 128 – Morin

Mais de 4 mil laudos de vistorias de áreas afetadas pelas chuvas estão concluídos pela Secretaria de Defesa Civil. As equipes seguem empenhadas, com a realização diária de vistorias e conclusão de laudos técnicos sobre as condições de segurança dos imóveis em áreas atingidas. Até o momento, mais de 3,7 mil atendimentos estão em andamento e ao todo, já foram cadastrados mais de 8,4 mil Registros de Ocorrências (RO) de diferentes áreas, de cerca de 50 localidades.

A maior parte dos registros ocorreu nas regiões do primeiro distrito, sendo a maioria por deslizamentos. Do total das ocorrências cadastradas, mais de 7 mil foram por escorregamentos, sendo que em mais de 2,6 mil dos casos afetou diretamente imóveis. As ocorrências fizeram com que pessoas de diferentes localidades buscassem abrigos temporários em locais seguros.

As pessoas que não puderam voltar para as suas casas por conta de interdições diretas no imóvel ou em áreas no entorno, estão sendo direcionadas para o programa Aluguel Social. Até o momento, 898 contratos de aluguel foram formalizados pelas equipes da Prefeitura. O benefício está sendo concedido às famílias por meio de parceria entre Estado e Município que destina o valor de R$ 1 mil para o aluguel das novas moradias. A Secretaria de Assistência Social segue com o atendimento a 685 pessoas em 21 abrigos temporários.

A Prefeitura ainda segue no acompanhamento do trabalho do Corpo de Bombeiros nas buscas pelos 3 desaparecidos nas chuvas de fevereiro. As ocorrências registradas no município deixaram 241 vítimas fatais. Desse total, 234 foram em decorrência da chuva de fevereiro, sendo 138 mulheres e 96 homens, entre esses 44 são menores. Em março, foram registradas 7 vítimas fatais, sendo 4 mulheres e três homens.

21 pontos de abrigo estão funcionamento no momento:

Escolas públicas: Paróquia de Santo Antônio, Comac - Escola Germano Valente, E. das Comunidades Santo Antônio, E.M. Papa João Paulo II, Cei Chiquinha Rolla, E. M. Rubens de Castro Bomtempo, E. M. Alto Independência, E. M. Ana Mohammed, E. M. Marcelo Alencar, E. M Duque de Caxias, E.M. Rosalina Nicolay e E. M. Geraldo Ventura Dias.

E ainda os pontos voluntários: Igreja Videira, Quadra do Oswaldo Cruz, Associação de Moradores Vila São José, Igreja Wesleyana – Caxambu, Igreja Católica Floresta, Igreja Redenção, Sitio São Luiz, Assembleia de Deus Chama Viva e Abrigo São Manoel.