Quinta, 31 Março 2022 - 09:39

Defesa Civil faz nova análise da Rua do Túnel; via está fechada para o tráfego de veículos

Defesa Civil faz nova análise da Rua do Túnel; via está fechada para o tráfego de veículos

Medidas preventivas foram adotadas como alternativa até que as obras emergenciais sejam feitas pelo Estado

Equipes técnicas da Secretaria de Defesa Civil acompanharam na tarde desta quarta-feira (30), os engenheiros da Secretaria Estadual de Infraestrutura e Obras (SEINFRA) para seguir com as intervenções na Rua do Túnel, no Quissamã. A via foi danificada por toda a margem, com diferentes trechos de afundamento, após as três fortes chuvas dos últimos três meses.

Uma obra emergencial será feita pelo Governo do Estado, conforme determinado em audiência com a 4ª Vara Cível. A Secretaria Estadual de Infraestrutura e Obras, que em 40 dias iniciará os trabalhos por toda a extensão da galeria, para a recuperação dos fundos e laterais do túnel. O prazo para a conclusão dos trabalhos é de até seis meses, a partir da assinatura do contrato de execução da obra.

Até que as obras sejam iniciadas, o órgão estadual corroborou com as orientações de segurança, entre elas, o fechamento da via para o tráfego de veículos devido à fragilidade da via, especialmente nas laterais. "A recomendação é que a rua seja interditada. Hoje o local mais estável é a parte central da galeria. As laterais estão comprometidas devido à fuga de material é preciso realizar o fechamento total, para preservar a segurança dos moradores", destacou o engenheiro da SEINFRA, Gleidson Portela Teixeira. Assim, será mantida a decisão de bloquear a passagem de veículos, inclusive de moradores.

Rota de fuga já foi apresentada aos moradores

Uma rota de fuga por vias alternativas foi mapeada e ainda foi definido um novo ponto de apoio em área segura na localidade. Agora, o Futebol Clube Palmeira - R. Quissamã, 2041 - é referência para o abrigamento das pessoas que estiverem em área de risco. Em caso de impactos que dificultem o acesso à via principal da Rua do Túnel, a orientação é que os moradores sigam pelas vias alternativas, que são a Rua Quissamã e a Estrada da Saudade para chegar ao ponto de apoio.

A ação específica para a localidade se dá pela situação de risco no local. Na região, por onde passa o túnel extravasor - que desvia parte da água do Palatino com a função de minimizar as condições de inundação no Centro – houve forte impacto com as últimas chuvas. A via principal foi afetada com vários danos estruturais, que colocam em risco principalmente as casas localizadas à margem do túnel.

“Nossas equipes estão diariamente no local, vistorias já foram concluídas. A orientação é que as pessoas sigam as recomendações de segurança e busquem um local seguro”, destacou o secretário de Defesa Civil, o tenente-coronel Gil Kempers.

Outros serviços, como a coleta de lixo também foram executados pelo município. “Estamos cobrando do Estado o início das intervenções para que essa situação não se agrave ainda mais. As obras na região são urgentes, os reparos no túnel precisam ser iniciados o mais rápido possível”, concluiu o prefeito Rubens Bomtempo.