Cartão Merenda Certa será recarregado em fevereiro

O Cartão Imperial, programa social municipal que garante complemento de renda para compra de alimentos a famílias em situação de risco social na cidade, terá os valores depositados nesta semana. A Prefeitura trabalha para garantir os recursos o mais rapidamente possível, assegurando o benefício aos cadastrados no programa. O auxílio mensal é de R$ 70.

O Cartão Imperial é voltado para a compra de alimentos em estabelecimentos conveniados. O benefício é concedido a quase 4 mil famílias, que contam com a contribuição do programa social para complementar seu sustento. Todas as famílias cadastradas no programa estão registradas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

Merenda Certa

O governo municipal também confirmou que o Cartão Merenda Certa voltará a ser recarregado em fevereiro. A informação é da secretária Municipal de Educação, Márcia Palma, que lembrou que, legalmente, o benefício não pode ser concedido em janeiro, por ser período de férias, segundo o calendário escolar.

Sabendo da importância do programa como auxílio no reforço alimentar das crianças que estão fora do ambiente escolar devido à pandemia, o governo municipal está agilizando todos os trâmites necessários para garantir a formalização da administração do Cartão Merenda por empresa do ramo, o que garantirá que a recarga do cartão volte a ser feita já em fevereiro.



Servidores das secretarias e autarquias de economia mista participaram, na manhã desta segunda-feira (18.01), na Sala dos Conselhos, de uma capacitação voltada para a formação de agentes de convênios.

O objetivo é qualificar os funcionários para que sejam a interface entre as secretarias e a Coordenadoria de Planejamento e Gestão Estratégica (CPGE), que concentra todos os projetos e convênios do governo municipal. Foi apresentado um manual de gestão de convênios e congêneres, além do exercício financeiro de 2021.

Com esta capacitação, os servidores estarão aptos a atuar como agente de convênios fazendo a ponte com a CPGE. A ideia é captar recursos para o município, o que possibilita maior capacidade de investimento. Os convênios funcionam como reforço no orçamento municipal.

Foram entregues também aos participantes matérias de orientação, como o Manual de Gestão de Convênios e Projetos da Prefeitura, o Manual de Programas da União, além do anexo com a Portaria Interministerial nº 424/2016.

A Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) já realizou este ano, em conjunto com a Polícia Militar e o Detran, seis operações nas ruas de Petrópolis para coibir as infrações praticadas em motos e carros barulhentos, que têm escapamento adulterado ou irregular. As operações foram realizadas na primeira quinzena deste mês e resultaram em quase 800 notificações, levando em conta também outras irregularidades flagradas.

Morador da Estrada do Carangola, o policial federal aposentado Antônio Xavier Mendes, o Federal, diz que a fiscalização acontece em boa hora. “Quem mora aqui sabe bem o quanto isso incomoda”, diz.

Segundo informações da CPTrans, a maioria das notificações foram emitidas para motocicletas. O Código de Trânsito Brasileiro prevê que o motorista que for flagrado com veículo que tenha barulho superior a 85 decibéis estará cometendo uma infração de trânsito. A medição é feita com decibelímetro, equipamento próprio para esta finalidade.

Vale lembrar que, dirigir com descarga livre ou silenciador de motor de explosão defeituoso, deficiente ou inoperante é infração grave, acarretando multa de R$ 195,23, cinco pontos na CNH e retenção do veículo para regularização.

O governo municipal fará nesta semana uma homenagem às vítimas da covid-19 na cidade, plantando mudas de árvores para cada morador de Petrópolis que não resistiu à doença. A iniciativa, da Secretaria de Meio Ambiente, contará com o apoio de integrantes do projeto Cílios D'Água, criado por um grupo de petropolitanos para ajudar no reflorestamento de rios e lagos do município. A primeira ação, que vai contar com o apoio do Projeto Água e do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), será realizada nesta terça-feira (19/01), às 10h, no Duarte da Silveira, quando serão plantadas 40 mudas de árvore.

Um dos primeiros homenageados será Paulo Leite, que faleceu em setembro do ano passado vítima da Covid-19, e que era funcionário da secretaria de Meio Ambiente. Paulo era pai de Cainã Hutter, um dos envolvidos no projeto Cílios D'Água. "Meu pai fazia esse trabalho na beira de rios, e com certeza, serviu de inspiração para todos nós”, pontuou Cainã.. 

 A escolha do primeiro bairro foi feita pelos amigos do Cílios D'Água, que serão os responsáveis por cuidar do espaço após o plantio. O projeto foi criado para ajudar na proteção e preservação das beiras de rios e lagos, e por isso, o nome remete à mata ciliar. O grupo abraçou a ideia da homenagem às vítimas da Covid-19.

 “Queremos que a população faça parte deste projeto, esteja envolvida, para cuidar desses locais. Não é só plantar. Escolhemos o Duarte da Silveira porque somos vizinhos do lugar onde ocorrerá o plantio e vamos fazer essa manutenção. Além disso, abraçamos a ideia da prefeitura, de homenagear as vítimas do coronavírus. "É justo com as famílias e com a cidade”, explicou Luiz Salgueiro, idealizador do projeto.

Petrópolis vai receber até esta terça-feira (19) as primeiras 4.678 doses da vacina contra o coronavírus. A informação foi confirmada pelo prefeito interino e pelo secretário municipal de Saúde após reunião com representantes do Governo do Estado, pela manhã. Seguindo orientações do Ministério da Saúde, os primeiros a serem imunizados serão os profissionais de Saúde que atuam na linha de frente no combate à Covid-19, além de idosos com mais de 60 anos asilados e pessoas com deficiência maiores de 18 anos residentes em instituições inclusivas. A vacinação, neste primeiro momento, será volante, com início nesta quarta-feira (20).

Neste primeiro momento, a quantidade de doses entregue será suficiente para imunizar 16% do total previsto dentro da primeira fase da campanha de imunização. A vacinação será volante, priorizando o atendimento aos públicos prioritários elencados pelo Governo Federal. As equipes irão diretamente às unidades de saúde para fazer a imunização das equipes, seguindo calendário que já está sendo definido. Os postos de vacinação previstos pela Saúde no Plano Municipal de Vacinação serão abertos apenas quando houver novas doses, de forma que seja possível atender os demais públicos incluídos na primeira, segunda, terceira e quarta fases da campanha.