Saúde abre cadastro hoje para vacinação a partir desta quinta (16).

Com a chegada de 4.145 doses da vacina Janssen nesta quarta-feira (15) a Secretaria de Saúde de Petrópolis inicia amanhã (16) a aplicação da dose de reforço do imunizante. O anuncio foi feito pelo governo interino e pelo secretário de Saúde. Em Petrópolis, 6.805 pessoas receberam a vacina em dose única. O cadastro destas pessoas para receber o reforço será aberto nesta quarta para a vacinação a partir de quinta. Para fazer o cadastro, basta acessar o site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

“Sabemos que todos os que tomaram a dose única da Janssen estão ansiosos por receber este reforço da vacina. Adotamos desde o início o sistema de cadastramento para garantir que todos encontrem a dose de reforço da vacina no ponto de vacinação. No caso da Janssen haverá um cadastro em separado para este grupo e, para que não haja perda de doses, a vacinação será concentrada em quatro locais”, destaca o governo interino.

A aplicação da dose de reforço com a vacina Janssen será concentrada nos pontos de vacinação da UCP campus Benjamim Constant (Centro), no Parque Municipal em Itaipava; na área externa do ginásio da UCP no Bingen, e no Hipershopping, no Alto da Serra.

A aplicação da dose de reforço da Janssen com o imunizante do mesmo fabricante segue as orientações do Ministério da Saúde.

“O Ministério da Saúde recomenda que a dose de reforço às pessoas que tomaram o imunizante Janssen a seja feito de forma homóloga, ou seja, uma segunda aplicação com o mesmo imunizante Janssen. Importante lembrar que, segundo Nota Técnica do Ministério, as mulheres que tomaram a Janssen e atualmente estão gestantes ou puérperas devem utilizar como dose de reforço o Imunizante Pfizer”, explica o secretário de Saúde, lembrando que o reforço em gestantes e puérperas com a vacina Pfizer, já vem sendo feito.

Ainda segundo a nota técnica do Ministério, a aplicação do reforço deve ser feita no intervalo entre dois e seis meses.

O secretário lembra a importância de que todos façam o cadastro e compareçam para receber a dose de reforço das vacinas. “Com a vacinação temos visto a redução de internações e óbitos na cidade. Mais uma vez orientamos que todos que já estão aptos a receber a dose de reforço, devem se cadastrar e comparecer para receber o reforço. Todos devem se vacinar”, afirma.

Até terça-feira (14), Petrópolis tinha 239.957 pessoas receberam a primeira dose, 214.151 receberam a segunda dose, 6.805 receberam a dose única e 34.908 pessoas maiores de 18 anos receberam a dose de reforço do imunizante.

A magia do Natal invadiu o CEI Inês Belarmino, no Siméria, na última terça-feira (14) durante a entrega dos presentes arrecadados pela campanha Procon Solidário, ação que ocorre há quatro anos, graças ao trabalho voluntário dos servidores do Procon que conta com ajuda de padrinhos: eles escolhem as cartinhas escritas para o bom velhinho e apadrinham os pedidos das crianças.

“Todas as cartas são lidas, apadrinhadas por pessoas que sem encantam por suas histórias. Elas ficam muito felizes porque ganham o que elas pedem. É uma alegria enorme fazer parte desse projeto. Agradecemos os parceiros por toda ajuda”, disse Mara Sampaio servidora do Procon, responsável pela campanha.

No CEI Inês Belarmino, 40 crianças receberam presentes. “A surpresa foi grande, foi magico, muito bonito. Teve até Papai Noel e eles ficaram muito ansiosos. Fizemos um kit com bolo e suco. Eles puderam lanchar e ganharam o presente que eles pediram e isso foi o mais bacana. As crianças ficaram muito surpresas, gritavam e pulavam de alegria. Foi uma experiência inesquecível! Choramos de emoção. A campanha é sempre feita com muito carinho, graças a Deus deu tudo certo. O CEI foi muito parceiro”, completou Mara.

A próxima entrega será realizada no dia 17 de dezembro, no CEI Frei Leão - 90 crianças serão presenteadas. “Mais uma vez os petropolitanos participaram da campanha e se mostraram solidários com essa nossa vontade que é a de fazer o Natal dessas crianças mais feliz. Agradeço, de coração, toda ajuda e suporte dos parceiros. Quem puder ajudar outras famílias, por favor, o façam, vale a pena”, afirmou o coordenador do Procon.

Quarta, 15 Dezembro 2021 18:51

Cobea realiza mais de 500 vistorias em 2021

Cobea realiza mais de 500 vistorias em 2021

A Coordenadoria de Bem-estar Animal (Cobea) realizou 577 vistorias em 62 bairros de todos os distritos de Petrópolis durante o ano de 2021. É o que aponta o balanço feito pela pasta até esta quarta-feira (15). As ações da Cobea tem como objetivo verificar denúncias, para verificar se espaços atendem as condições necessárias para a qualidade de vida dos pets.

“A atuação da coordenadoria tem sido importante para que a legislação de proteção animal seja conhecida, observada e cumprida”, explica o governo interino.

Para verificar as denúncias, uma equipe técnica é enviada ao local. “Nas vistorias, notificamos os donos dos animais para indicar as melhorias necessárias. Muitas denúncias são improcedentes ou necessitam de pequenas adequações para que o bem-estar animal seja amplamente fornecido. Nos casos em que os maus-tratos são identificados, o responsável é encaminhado à delegacia para responder criminalmente”, disse a coordenadora da Cobea.

Campanhas de adoção

Com a pandemia, a Cobea notou um aumento significativo de animais nas ruas e sob guarda de ONGs e protetores independentes. Com isso, foi criada a campanha de adoção, realizada de forma quinzenal e que, em 15 edições, possibilitou a guarda responsável de 112 animais.

“Contamos com a participação de diversas entidades de proteção animal, que disponibilizam os animais, que já chegam vermifugados, vacinados e castrados. Também realizamos o cadastro dos novos tutores, para que possa ser feito um acompanhamento”, explicou a coordenadora.

A última etapa ocorreu no domingo (12), juntamente com a Cãominhada, e contabilizou cinco adoções. O evento foi na Praça Dom Pedro, mas, a Cobea já levou a campanha para os distritos da Posse e Itaipava.

Quarta, 15 Dezembro 2021 10:27

Boletim vacinação – 14/12/2021 (terça)

As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência na terça-feira a (14/12) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 1.256 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 60 receberam a primeira dose, 790 receberam a segunda dose e 406 receberam a dose de reforço. Até o momento 239.957 pessoas receberam a primeira dose, 214.151 receberam a segunda dose, 6.805 receberam a dose única e 34.908 pessoas maiores de 18 anos receberam a dose de reforço do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã.

Nos pontos de imunização as equipes aplicaram a segunda dose da vacina em dois idosos. A dose de reforço foi aplicada em 298 idosos, 34 pessoas na faixa etária entre 18 anos e 59 anos, oito pacientes com comorbidades e 66 trabalhadores da Saúde.

A primeira dose da vacina foi aplicada ainda em 36 pessoas com idade entre 18 e 59 anos sem comorbidade. Na faixa etária abaixo de 59 anos, 259 pessoas também receberam a segunda dose. Foram vacinados ainda 543 adolescentes sem comorbidades, sendo 23 com a primeira dose e 520 com a segunda dose.
Equipes vacinaram ainda três gestantes, sendo uma com a primeira dose e duas com a segunda dose. Uma puérpera também recebeu a segunda dose.

Também receberam a segunda dose da vacina dois trabalhadores da Saúde e um trabalhador do setor de Transportes .

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428.

Ingressos estão disponíveis a partir desta quarta-feira

Um dos balés mais populares do mundo, o clássico natalino O Quebra-Nozes, chega ao palco do Teatro Mecanizado do SESC Quitandinha nos dias 22 e 23 de dezembro, apresentado pela Companhia BEMO - Theatro Municipal do Rio de Janeiro, dentro da programação do Natal Imperial. Os ingressos, gratuitos, podem ser retirados nesta quarta e quinta-feira, dias 15 e 16, a partir das 10h, no Sesc Quitandinha, com entrada solidária de 2 kg de alimento não perecíveis, que serão revertidos para o Mesa Brasil. O limite de retirada é de dois ingressos por pessoa.


Um clássico do período de Natal, a obra mundialmente reconhecida com música de Tchaikovsky e coreografia de Marius Petipa e Lev Ivanov nos remete a um mundo de lindos sonhos e suaves sentimentos que faz a alegria de crianças e adultos.

Estreado em 1892 no Teatro Mariinsky de São Petersburgo, seu enredo se baseia em uma adaptação do conto infantil “O Quebra-nozes e o Rei dos Camundongos”, de E.T.A. Hoffmann, realizada por Alexandre Dumas pai. A primeira apresentação no ocidente só aconteceu em 1934, no Sadler’s Wells Theatre, em Londres. Desde então, tornou-se um dos balés mais montados em todo o mundo.

A programação completa do Natal Imperial está disponível no site oficial do evento (www.natalimperial.com.br). Mais informações no Disque Turismo de Petrópolis - 0800 024 1516 - e pelo whatsapp (24) 2237-3321, de segunda a sábado e feriados, das 9h às 17h, e aos domingos, das 9h às 14h. A edição de 2021 do tradicional evento natalino é realizada pela Prefeitura, Governo do Estado (por meio da Lei de Incentivo à Cultura) e a Dellarte, com patrocínio da Claro. O Sesc também entrou com programação, pela primeira vez incluindo suas atrações também no Natal Imperial.

CIA BEMO, berço de novos talentos

A CIA BEMO–TMRJ tem mantido suas atividades cultivando a arte e colaborando na descoberta de novos valores artísticos, inserindo talentosos jovens bailarinos no mercado de trabalho nacional e internacional. A metodologia de ensino da companhia permite que todos os alunos interpretem grandes e pequenos papéis, possibilitando a descoberta de novos talentos e o amadurecimento profissional dos alunos.

Teixeira e Bejani têm produzido espetáculos de balé clássico de repertório, neoclássico e dança contemporânea, criados especificamente para a companhia, que se apresenta regularmente no palco do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e ao lado de diversas personalidades da dança nacional e internacional.

Entre elas, encontram-se: Ana Botafogo, Cecília Kerche, Cláudia Mota, Áurea Hämmerlli, Marcelo Misailidis e Vitor Luís, todos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, além de Roberta Marques, Thiago Soares e Marianela Nuñez, do Royal Ballet; Renata Pavan e Herman Cornejo, do American Ballet Theatre; Juan Pablo Ledo do Teatro Colón e Aidos Zakan do Ballet Teatro Michailov e Rolando Sarabia numa co-produção do Ballet Don Quixote junto ao The Cuban Classical Ballet of Miami.

“Tive a oportunidade de assistir a ensaios da Companhia BEMO e constatar o trabalho sério que vem sendo desenvolvido com jovens bailarinos, que com talento e determinação mostram um resultado de grande profissionalismo no palco. Essa companhia deve ser incentivada a continuar seu trabalho, pois poucos grupos de dança conseguem reunir tantos jovens promissores com um trabalho tão competente”, sublinha a renomada bailarina do TMRJ, Ana Botafogo.

A história da CIA BEMO remonta aos anos 60. Fundada em 1967 pela bailarina Regina Ferraz, a companhia atendia pelo nome de Companhia Brasileira de Ballet (CBB), composta, primeiramente, por grandes bailarinos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, entre eles Aldo Lotufo, David Dupré, Eliana Caminada, Silvia Barroso e compositores como Marlos Nobre e Edino Krieger.

A CBB funcionava, à época, no Teatro Novo (antigo Teatro da República, hoje sede da TV Brasil – RJ). Em 2001, o nome da companhia de balé foi cedida a Jorge Teixeira, por indicação de Emílio Martins e Marilda Azevedo (ambos bailarinos da Cia. Original de 1967), em reconhecimento a sua luta pelo resgate e divulgação do ballé clássico e pelo trabalho técnico e artístico desenvolvido por ele e por seus bailarinos.

Em 2018, após ter recebido o convite do Diretor Helio Bejani, para fundir-se à Escola Estadual de Dança Maria Olenewa do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, a companhia deixa de existir com o seu nome e passa a atuar como CIA BEMO – TMRJ, dentro do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Ao todo, a companhia formou mais de 200 bailarinos.

A companhia em imagens

Video institucional de 2011
https://www.youtube.com/watch?v=HOzvfjqNCk4

Fotos backstage Cia Bemo TMRJ
http://gofile.me/3F5CJ/sjmEjwUXC

Projeto Cia Bemo
https://comercial.dellarte.com.br/cia-bemo

Quarta, 15 Dezembro 2021 10:20

Boletim epidemiológico - 14.12.2021

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde, nesta terça-feira (14.12), está em 0% para leito clínico e em 3.03% para leitos de UTI na rede pública. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, três pacientes permanecem internados na cidade: um deles em leito clínico e dois leitos de UTI. Dois óbitos foram confirmados nesta terça e inseridos na base de dados do município.

Até o momento foram realizados no município 213.467 testes para Covid-19, com 50.342 resultados positivos e 162.783 negativos (levando em consideração testes rápidos e swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, em 1.566, é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Óbitos registrados:

Homem, 77 anos, morador na Castelânea. Internado em 30.11.2021, na UPA Cascatinha e transferido para o HMNSE. Óbito registrado em 05.12.2021 no HMNSE. Paciente com doença renal crônica.

Homem, 62 anos, morador no Carangola. Internado em 19.11.2021 na UPA Centro e transferido para o HNSA. Óbito registrado em 09.12.2021 no HNSA. Paciente com doença cardiovascular crônica.

A Prefeitura e o Governo do Estado entregaram nesta terça-feira (14/12) mais 770 cartões SuperaRJ, no Clube Petropolitano. A ação foi realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos e a Secretaria Municipal de Assistência Social. Essa foi a terceira grande entrega realizada em Petrópolis e a maior até o momento em todo o Estado. Na cidade, mais de 500 cartões já tinham sido distribuídos. Vale salientar que o Supera RJ é um programa do governo do Estado que garante auxílio emergencial mensal no valor de até R$ 380 – sendo R$ 300 do programa mais R$ 80 referentes ao auxílio gás - para famílias que estão enfrentando dificuldades financeiras, por conta da pandemia.

“O programa Supera RJ é um auxílio importante e que está fazendo a diferença na vida das pessoas que estão precisando de suporte financeiro. Ainda estamos vivendo este momento de pandemia, e, embora felizmente a recuperação econômica venha mostrando sinais positivos, muitas pessoas ainda estão enfrentando dificuldades. O papel do poder público é auxiliá-las. Agradeço o apoio e o suporte do Estado”, disse o governo interino.

Importante salientar que a Secretaria de Assistência Social entrou em contato previamente com as pessoas, marcando a entrega do cartão para esta quarta-feira. “O Estado nos envia os cartões, realizamos a conferência e, a partir disso, estamos marcando as entregas. Importante que todos saibam que o cartão já é entregue carregado. Agradeço a equipe da Secretaria de Assistência Social pela preparação, suporte e atendimento das pessoas”, confirmou o secretário de Assistência Social.

O secretário estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos reforça a importância do SuperaRJ. “É dever do poder público ajudar o cidadão. Em Petrópolis, graças ao apoio da prefeitura, estamos conseguindo organizar essas entregas em grupo, com organização, escalonamento, respeitando os protocolos de segurança. Posso dizer que, hoje, Petrópolis já é referência nesse atendimento. O cartão garante um Natal mais digno para essas famílias”, explica.

Umbelina Vivente recebeu o cartão. Desempregada, agradeceu o suporte. “Não tenho palavras. Esperava por uma ajuda e nem acreditei quando recebi a ligação. Só Deus sabe o quanto vai me ajudar nesse momento”, disse.

Regina Cristina de Sá também ficou agradecida. “É, de fato, o melhor momento para uma graça dessas. Estou desempregada e meu marido vive com pequenos trabalhos, então, toda ajuda é muito bem recebida”.

Como funciona o Supera:

O valor do benefício é de, no mínimo, R$ 280,00 (duzentos e oitenta reais) com adicional de R$ 50,00 (cinquenta reais) por filho menor de idade, limitado a 2 (dois) filhos, podendo chegar no valor máximo de R$ 380,00 (trezentos e oitenta reais).


Importante destacar que as famílias que são beneficiárias de outras programas de transferência de renda, como o Auxílio Brasil e Auxílio Emergencial, não têm direito ao auxilio do Supera RJ, que prioriza famílias desassistidas por programas sociais.

A Secretaria de Assistência Social está entrando em contato com as pessoas que devem receber o cartão. Quem tiver dúvidas sobre o cartão SuperaRJ pode procurar um dos nove CRAS do município (https://petropolis.rj.gov.br/pmp/index.php/cras-centro-de-referencia-de-assistencia-social.html ) ou ligar para o call center do SuperaRJ, no telefone 0800 071 7474. A página oficial do programa (www.superarj.rj.gov.br) contém a discrição de quem pode e quem não pode receber o cartão.

Petrópolis da Paz ministra curso de "Mediação Escolar" para alunos da UCP

A Prefeitura, por meio do Programa Municipal de Pacificação Restaurativa - Petrópolis da Paz em parceria com a Universidade Católica de Petrópolis - UCP apresentou o curso de extensão: "Mediação Escolar" para alunos do curso de Letras e Pedagogia durante o segundo semestre de 2021. Os estudantes tiveram a oportunidade de conhecer e vivenciar as várias possibilidades de construção no processo educativo e profissional voltado para a cultura de paz e mediação de conflitos dentro do ambiente escolar.

Em modalidade online, com carga horária de 15 horas e encontros semanais com ferramentas teóricas e dinâmicas, para a coordenadora do Programa Petrópolis da Paz, o curso foi um sucesso em relação a descoberta de novas maneiras de atuar em coletividades de forma pacificadora. “Promovendo um curso de extensão em uma universidade histórica e consolidada de Petrópolis, como a UCP, estamos contribuindo para com a formação de pessoas que, em seu labor e vida pessoal, poderão utilizar as práticas da mediação”, disse. “É gratificante poder ver a teoria e prática sendo recontada por meio de olhares e experiências subjetivas e únicas. O curso foi, sem dúvidas, uma oportunidade de acompanhar o eco que boas práticas podem causar”, complementa a coordenadora da medição escolar no Petrópolis da Paz.

O professor e diretor do Centro de Teologia e Humanidades e coordenador do curso de Letras da Universidade Católica de Petrópolis destacou o trabalho das equipes da Prefeitura que atuam no Petrópolis da Paz. “De modo bastante dedicado e eficaz, conduziram a formação de nossas estudantes. Para a UCP, foi um imenso prazer e satisfação a parceria da Faculdade de Letras com a Prefeitura, na capacitação dos nossos alunos, no curso. Esperamos e desejamos que tenha sido a primeira turma de muitas que ainda virão", disse.

As universitárias Eloah Moreira Chaves Barbosa e Júlia Straub Raibolt Lima, participaram do curso e saíram animadas com o novo conhecimento.
“Foi uma experiência enriquecedora de muito aprendizado e acolhimento. Com certeza vou levar o que aprendi em nossos encontros para toda a minha vida acadêmica e profissional”, frisa Eloah.
“A experiência do curso foi muito proveitosa. Tive a oportunidade de conhecer pessoas, que nos apresentaram conteúdos de grande importância para a vida. Fiquei muito grata e gostei bastante de participar desse projeto tão inspirador”, salienta Julia Straub Raibolt Lima.

Está marcada para esta quarta-feira (15), a live que vai discutir o tema “A Construção da Rede de Atendimento à Mulher Vítima de Violência Doméstica”. O evento é realizado pela Prefeitura, por meio da Coordenadoria Especial de Articulação Institucional, junto com a 2ª Promotoria de Tutela Coletiva do Ministério Público, com o apoio do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Comdim) e da Comissão dos Direitos da Mulher da Câmara Municipal.

A reunião acontece de forma online e as inscrições podem ser feitas até o horário do evento, marcado para às 18h, por meio do link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdCAr3XQRiZSN85RmdjrhsBVxbF_x7nGJnmtFYCGFVoF_4hNA/viewform?usp=sf_link. Ele será transmitido pelas redes oficiais da Prefeitura, como facebook e Youtube. A ideia é fortalecer a rede de assistência às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar.

A promotora de justiça Vanessa Katz, vai abordar a “Intersetorialidade e a construção de Protocolo Integrado de Atendimento à Mulher Vítima de Violência”. A advogada Ana Luiza Franco e a assistente social Olívia Leal David, ambas do Centro de Referência em Atendimento à Mulher (CRAM), farão as apresentações do “CRAM vai à Escola - Planejamento 2022” e do “Fluxograma para atendimento à Mulher Vítima de Violência”. Já a enfermeira Cláudia Respeita, superintendente de Atenção em Saúde, vai falar sobre “Níveis de Atenção à Saúde do Enfrentamento à Violência contra a Mulher”.

Com 86% de cobertura vacinal, cidade ultrapassa meta estipulada de 80%

Mais de 33 mil animais foram vacinados contra a raiva animal pela prefeitura de Petrópolis em 2021. Com 86% de cobertura vacinal, o município ultrapassou a meta de 80% estipulada para esse ano. Por meio da Coordenadoria de Vigilância Ambiental do Departamento de Vigilância em Saúde, 25.383 cães e 7.691 gatos estão imunizados com a vacina antirrábica. Ao todo, foram 33.074 animais vacinados.

“Percorremos todos os cinco distritos de Petrópolis, realizando a Campanha de Vacinação Antirrábica em todas as regiões da cidade. A vacina contra a raiva é a única forma de prevenir a doença e manter os animais saudáveis. É importante esse cuidado, ainda mais no mês de dezembro, que marca a luta no combate ao abandono de animais”, destaca o governo interino.

A Campanha de Vacinação Antirrábica de Petrópolis foi realizada em sete edições, e contou com a etapa extra, no último domingo (12), na Praça Dom Pedro. Foram 123 cães imunizados e 14 gatos, totalizando 137 vacinas. A ação faz parte da campanha do Dezembro Verde, no mês de combate ao abandono de animais. Além da vacinação antirrábica, neste domingo foi realizada a 3ª edição da Cãominhada de Natal e a 15ª edição da Campanha de Adoção de Animais, que contou com 5 adoções.

O secretário de Saúde diz que atendendo alguns pedidos, ainda serão realizadas ações de repescagem para vacinação. “Recebemos alguns pedidos para que a aplicação da vacina seja realizada novamente em locais que já percorremos. Vamos atender a população e divulgar os dias e horários da vacinação. Ressaltamos a importância de vacinar os pets anualmente”, disse ele.

A raiva é uma doença infecciosa viral altamente letal, que acomete animais e inclusive o homem ( zoonose). Ela atinge o sistema nervoso central e pode levar a morte. A transmissão para humanos pode ocorrer por mordidas e/ou arranhões, e contaminações de mucosas por saliva de bichinhos infectados. A vacina é a única forma de prevenir a doença.

Evento é voltado para profissionais, usuários da rede SUS e parentes de assistidos na rede de Saúde Mental

Com foco no desenvolvimento de estratégias para melhorar o atendimento a pacientes assistidos na rede de Saúde Mental, a Secretaria de Saúde e o Conselho Municipal de Saúde realizam no dia 20 deste mês o I Fórum Municipal de Saúde Mental. O evento é aberto a profissionais da área que atuam tanto no poder público quanto na rede privada e a usuários e familiares de pessoas atendidas na rede de saúde mental.

“O Fórum será uma oportunidade não apenas para gestores e profissionais, mas principalmente para as pessoas atendidas na rede de saúde mental e suas famílias apresentarem as demandas. Essa contribuição, que tem como base na realidade vivenciada no dia a dia, é fundamental para que se possa alinhar as políticas públicas às necessidades reais destas pessoas e certamente contribuirão para que a rede ofereça um atendimento com mais qualidade”, destaca o governo interino.

As inscrições foram abertas na segunda-feira (13) e seguem sendo realizadas até o dia (17). Interessados podem se inscrever acessando o link:
https://portal.smspetropolis.net.br/forum-saude-mental/

“Estruturar e otimizar o atendimento na rede de Saúde Mental é fundamental. A pandemia, que em graus diferentes vem impactando a todos, deixou ainda mais evidente a necessidade do cuidado e atenção com a política pública de saúde mental. Reunirmos profissionais, gestores e usuários para a discussão destes temas em uma discussão municipal é o primeiro passo neste sentido”, destaca o secretário de Saúde.

O Fórum municipal terá quatro eixos de discussão: I - Cuidado em Liberdade como Garantia de Direito a Cidadania; II - Gestão Financiamento, formação e participação social na garantia de serviços de Saúde Mental; III - Política de Saúde Mental e os princípios do SUS: universalidade, integralidade e equidade; IV - Impactos da Saúde Mental da população e os desafios para o cuidado psicossocial durante e pós pandemia.

“O Fórum é uma oportunidade de discutirmos a saúde mental com gestores, trabalhadores e usuários do sistema se Saúde, pontuando a realidade local. O que é fundamental neste processo de construção das políticas públicas voltadas para este público. Os resultados dos debates aqui serão encaminhados para a Conferência Regional, que terá as propostas votadas e encaminhadas para a etapa Estadual e posteriormente discutida na esfera Federal”, destaca a superintendente de Atenção à Saúde.

“Importante discutir a saúde mental para que possamos melhorar a estrutura de atendimento aos usuários segundo as diretrizes do Estado e Federal e também fazendo com que as informações da realidade, discutidas em todas as etapas chegue a estas esferas para que as politicas estejam alinhadas com as necessidades dos usuários”, completa o diretor do Departamento de Saúde Mental.

Os temas serão debatidos das 9h às 17h na Escola Liceu Municipal Carlos Chagas.

Vacinas serão distribuídas em 14 salas de vacina na manhã de quinta-feira (16)

Petrópolis recebe nesta quarta-feira (15) um lote com 2.200 doses de vacinas contra a Influenza - vírus da gripe. O envio da remessa foi informado ao município pela Secretaria de Estado de Saúde. Com a confirmação da chegada, a Divisão de Imunização da Secretaria de Saúde planeja a logística de distribuição. As vacinas serão enviadas ao longo da manhã de quinta-feira (16) para 14 unidades de saúde em diferentes pontos da cidade.

“É um reforço importante que chega em um momento em que a cidade registra um aumento significativo nos atendimentos a paciente com sintomas gripais. Importante lembrarmos que apesar da campanha de vacinação contra a gripe ter sido encerrada em julho, a vacina ficou disponível nas salas de imunização enquanto houve estoque e ao perceber o aumento na demanda pela vacina, o secretário de Saúde acionou o estado requisitando mais doses”, explica o governo interino.

A solicitação de mais doses foi feita na semana passada, diante do aumento na demanda por vacinação nas unidades de Saúde da cidade e do volume de atendimentos a pacientes com sintomas gripais, que mais do que dobrou na UPA Cascatinha. Ao enviar para as salas de vacina as últimas doses em estoque, a Divisão de Imunização havia também comunicado ao estado que os estoques da Vigilância Epidemiológica do município estavam zerados.

“Diante da procura da população pela vacina e do aumento nos atendimentos a pacientes com sintomas de gripe na UPA Cascatinha, que mais do que dobrou no início deste mês, entendemos ser importante reforçar junto ao Estado a necessidade de recebermos mais vacinas contra a influenza. Com a chegada deste lote, termos a vacina disponível novamente na quinta-feira”, explica o secretário de saúde.

A vacina contra a influenza estará disponível na quinta-feira nas UBSs Morin, Alto Independência, Quitandinha, Mosela, Retiro, Itamarati, Itaipava, Araras e Pedro do Rio; nos PSFs Alto da Serra, São Sebastião e Posse, além do Hospital Alcides Carneiro (HAC) e do Centro de Saúde Professor Manoel José Ferreira.

O secretário de Saúde frisa ainda a importância dos demais cuidados para prevenir a gripe. “A orientação é a mesma adotada em caso de outras doenças virais: higienização das mãos e uso de máscara”, destaca.

Em Petrópolis, 122.226 moradores receberam a vacina contra o vírus influenza. Ao todo foram vacinadas até o momento 84.357 pessoas que fazem parte do público alvo da campanha e outras 37.869 pessoas que procuraram as unidades de saúde desde o início de julho, quando a vacinação foi aberta a toda população. O município tem 68,9% de cobertura, considerando o público alvo da campanha. Foram imunizados na cidade 50.703 idosos e 14.766 crianças, o que corresponde a 85,9% e 72,48% de cobertura, respectivamente, para estes grupos. A campanha de vacinação contra a influenza teve início em abril e foi encerrada em julho.

Com o objetivo de conscientizar a equipe sobre cuidados paliativos, o Hospital Alcides Carneiro (HAC) iniciou na segunda-feira (13) a sensibilização dos profissionais da unidade. A capacitação é direcionada extensivamente a todos os funcionários do hospital, desde os médicos até a equipe de segurança. As turmas acontecem em horários durante o dia e à noite até 20 de dezembro.

“A intenção é dar aos pacientes uma rede de apoio. A finalidade é sensibilizar toda equipe do hospital e garantir um melhor acolhimento a essas pessoas”, disse o governo interino, lembrando que encaminhará para a Câmara Municipal, para análise e votação dos vereadores, um projeto de lei desenvolvido em parceria com a Associação dos Pacientes Oncológicos de Petrópolis (APPO), o Centro de Terapia Oncológica (CTO), a Frente Nacional de Combate ao Câncer (FNCC) e a União das Associações de Moradores (Udam), que propõe a criação de um Programa Municipal de Cuidados Paliativos na Saúde Pública do município.

A capacitação é realizada por um grupo de profissionais que trabalha com o serviço de Home Care (cuidado em domicílio aos pacientes). “A nossa preocupação está em garantir melhoria na qualidade de vida dos pacientes e de suas famílias. Além disso, é mais uma forma de oferecer o atendimento humanizado no Alcides Carneiro. Esse cuidado faz toda a diferença para os pacientes”, ressaltou o secretário de Saúde.

Os cuidados paliativos visam oferecer um suporte de saúde ativo e integral prestado à pessoa com doença grave, progressiva e que ameace a continuidade de sua vida, além de promover a qualidade de vida dos pacientes e seus familiares por meio de prevenção e alívio do sofrimento.