Os pontos turísticos do município de Petrópolis terão alterações no horário de funcionamento nas datas de Natal e Ano Novo. Nos dias 25/12 e 1º de janeiro, o governo municipal determina ponto facultativo, portanto, a maior parte dos atrativos turísticos não funciona. Nas vésperas, dias 24/12 e 31/12, alguns funcionam em horário especial.

Tanto o Museu Casa de Santos Dumont, quanto o Museu Casa do Colono, funcionam nos dias 24/12 e 31/12, mas com horário de visitação reduzido, indo de 9h às 13h. Ambos estarão fechados nos dias 25/12 e 01/01.

Outros atrativos privados como La Grande Vallée (Casa do Pequeno Príncipe), o Museu de Cera, o Museu de Porcelana, entre outros, também funcionam nas vésperas em horários alternados e fecham as portas no Natal e Ano Novo. Informações específicas sobre as atividades podem ser obtidas pelo Disque Turismo, por meio do número 0800-024-1516.

A Prefeitura de Petrópolis decretou ponto facultativo nos dias 24 (véspera de Natal) e 31 de dezembro (véspera de Ano Novo). Com isso, não haverá expediente nas repartições públicas do município. Os serviços essenciais, como os atendimentos de emergência relacionados à saúde, continuam mantidos. A vacinação contra a covid-19 também não funcionará nos dias 24, 25 e 31 de dezembro e 1 de janeiro.

Mais de 70 funcionários da Comdep estão atuando na resposta às chuvas no distrito da Posse nesta quinta-feira (23). Serviços de poda, capina e roçada estão sendo realizados, bem como a utilização de caminhões pipa. A ação acontece em diversas regiões, como a Estrada União e Indústria (via principal do bairro), Ingá e a Rua Noemia Alves Rattes.

“Nossa determinação é dar uma resposta rápida para este tipo de acontecimento e retomar a normalidade para as áreas afetadas pela chuva. Atuamos de forma intersetorial para prestar todos os serviços necessários”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

De acordo com o presidente da Comdep, Leonardo França, a companhia segue presente em toda a cidade. “Estamos atentos às condições climáticas e de prontidão para agir em toda a cidade o mais rápido possível”, disse.

Petrópolis terminou a quarta-feira (22) sem pacientes internados em leitos clínicos e de UTI pelo sistema público de saúde para o tratamento da covid-19. A rede privada registrou duas internações em leitos clínicos e nenhuma em terapia intensiva.

As equipes da Secretaria de Saúde realizaram, até ontem, 215.271 testes, dos quais 50.383 tiveram resultados positivos e 164.306 negativos (considerando swab e rápidos).

Desde o início da pandemia, foram 1.571 óbitos registrados. Este número é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. É uma medida de segurança da Secretaria de Saúde, para evitar erros nos registros.

Óbitos registrados:

Mulher, 68 anos, moradora da Mosela. Internada no dia 08/12/2021 na UPA Centro e transferida para o HMNSE no dia 09/12/2021. Óbito registrado no dia 11/12/2021 no HMNSE. Paciente com doença cardiovascular crônica e diabetes mellitus.
Homem, 60 anos, morador do Alto da Serra. Internado no dia 04/12/2021 no HSM e transferido para o HMNSE no mesmo dia. Óbito registrado no dia 18/12/2021 no HMNSE. Paciente com doença cardiovascular crônica.

Mais 2.414 doses de vacinas aplicadas

Também na quarta-feira (22), as equipes da Secretaria de Saúde aplicaram 2.414 doses da vacina contra a covid-19 nos 10 postos disponíveis. Foram 1.861 doses de reforço, 508 aplicações de segunda dose e 45 de primeira.

No total, a cidade conta com 240.242 vacinados com a primeira dose, 219.347 com a segunda dose e 41.869 com a dose de reforço. A dose única chegou a 6.805 pessoas desde o início da campanha de vacinação.

Na quarta-feira, 947 idosos foram vacinados, sendo um com a primeira dose, sete com a segunda e 939 com a dose de reforço. A dose de reforço também foi aplicada em nove pessoas com comorbidades. Quatro gestantes receberam a segunda dose.

As equipes também aplicaram a primeira dose em 25 adolescentes e a segunda em 260 indivíduos entre 12 e 18 anos. Houve ainda a vacinação de 120 trabalhadores da saúde com o reforço.

Por faixa etária, foram 793 adultos vacinados com a dose de reforço, 237 com a segunda dose e 19 com a primeira.

O acompanhamento da situação da covid-19 na cidade pode ser feito através do portal de monitoramento, disponível no site da Prefeitura: https://petropolis.rj.gov.br/pmp/

A Secretaria de Defesa Civil estabelece Estágio Operacional de Atenção para o município e realiza o toque das 18 sirenes para aviso de possibilidade de ocorrência de chuva com intensidade moderada a forte, prevista para a noite desta quarta-feira (22) e madrugada de quinta (23). O primeiro toque das sirenes visa reforçar o aviso de proximidade dos núcleos de chuva na cidade. No início da tarde, a Defesa Civil emitiu boletim, destacando as condições para a ocorrência de raios e rajadas de vento forte.

A previsão para esta quinta-feira (23) é de céu nublado a parcialmente nublado, com a possibilidade de ocorrência de chuva moderada a ocasionalmente forte no período da tarde. A temperatura pode registrar mínima de 13°C e máxima de 22°C. A umidade relativa do ar pode variar entre 75% e 95%.

A Defesa Civil solicita que a população fique atenta às atualizações e aos alertas emitidos e que em caso de emergência ligue 199.

Capina, roçada e limpeza de placas foram alguns dos serviços feitos no principal corredor entre Centro e distritos

Equipes da Companhia do Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep) e da Companhia de Trânsito e Transportes (CPTrans) fizeram um mutirão de limpeza na Avenida Barão do Rio Branco, principal via de ligação entre o Centro e os distritos. Foram realizados os serviços de capina, roçada e limpeza das placas.

"Esta ação é simbólica. A Barão é uma via crucial para os moradores dos distritos e não tinha, no sentido do Centro, sequer sinalização adequada. O nosso compromisso é de resgatar o cuidado com toda a cidade", frisou o presidente da Comdep, Leonardo França.

A ação foi acompanhada pela CPTrans. Segundo Jamil Sabrá Neto, presidente da Companhia, ações integradas entre diversas secretarias de governo tornam o serviço público mais ágil. "A intersetorialidade faz a diferença", disse Jamil.


Parceria entre MPF e Prefeitura permitirá obras na região, a partir de um TAC

O vice-prefeito e secretário de Obras, Paulo Mustrangi, esteve nesta quarta-feira (22) no Quilombo da Tapera (Vale da Boa Esperança) para debater as melhorias que a estrada que dá acesso à comunidade receberá. Mustrangi esteve acompanhado do procurador da República, Charles Stevan da Mota, de técnicos da Secretaria de Obras e do líder comunitário Adão Cassiano. As intervenções no local serão possíveis através de uma parceria entre a Prefeitura e o Ministério Público Federal e os recursos serão oriundos de Termos de Ajustamento de Conduta (TAC), no valor de cerca de R$ 300 mil.

“Essa parceria é muito importante para as 18 famílias que residem naquela comunidade. É importante que tenhamos ações que garantam melhorias aos moradores de lá”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

O acesso a comunidade tem aproximadamente dois quilômetros de extensão. A equipe definiu que a melhor estratégia será a aplicação de asfalto. Mustrangi destaca como a parceria entre a Prefeitura e o MPF possibilitará melhorias para a comunidade.

"Agora, com estas obras, será possível que cerca de 70 moradores tenham um acesso digno e coloquem em prática o projeto de turismo de base comunitária”, afirmou.

Os técnicos presentes ficarão responsáveis pela elaboração de um projeto detalhado com o que será necessário para as intervenções. Com isso, o projeto será custeado por empresas que assinarem o TAC junto ao MPF. A Prefeitura também ficará responsável pela supervisão das obras.

“É uma compensação ambiental, que ainda precisa ter homologação do juízo. Mas já estamos tentando preparar todos os termos”, disse o procurador Charles Stevan da Mota, lembrando que o objetivo é que os fundos do TAC sejam revertidos em benefício do município. “O que queremos, com o auxílio do poder público, é ter uma intervenção permanente”, disse.

O líder comunitário Adão Cassiano também mostrou o espaço que está sendo construído para a implementação do turismo de base comunitária. Lá, o objetivo é oferecer opções de alimentação para os visitantes e também de reuniões para o grupo. A melhoria na estrada vai possibilitar que o sonho de Cassiano se torne real: de ver a comunidade se tornando auto sustentável.

“Temos um projeto de turismo de base comunitária, mas é preciso ter um bom acesso para que as pessoas cheguem à comunidade. E não só isso, também para o nosso, para que possamos procurar médico e as crianças não tenham problemas com o transporte escolar”, afirmou.

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias informa a previsão de mudança no tempo que pode ocorrer a partir da noite desta quarta-feira (22), quando são esperadas pancadas de chuva de intensidade moderada a forte. A instabilidade é provocada pela formação de um sistema de baixa pressão no oceano, o que altera as condições do tempo para o município.

Para a madrugada e manhã de quinta-feira (23), pode também haver registros de descargas elétricas e rajadas de vento forte. A previsão é de céu nublado a parcialmente nublado, com condições de ocorrência de chuva moderada a ocasionalmente forte no período da tarde. Para amanhã (23) a temperatura pode alcançar a mínima de 13°C e máxima de 22°C. A umidade relativa do ar pode variar entre 75% e 95%.

Mais informações detalhadas sobre a previsão do tempo para os próximos dias no município, podem ser consultadas no Boletim Meteorológico, disponível no site da Defesa Civil ou ainda diretamente no link https://bit.ly/3vmRgZ2.

A Defesa Civil solicita que a população fique atenta às atualizações e aos alertas emitidos e que em caso de emergência ligue 199.

A Secretaria de Fazenda monta, a partir dessa segunda-feira (27), um polo avançado para a retirada da segunda via do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU), no Centro de Cultura Raul de Leoni. O espaço irá funcionar entre 9h e 17h. O pagamento em cota única garante desconto de 10% até o dia 6 de janeiro.

De acordo com o secretário de Fazenda, Paulo Roberto Patuléa, o pagamento em cota única do IPTU garante, alem do desconto, benefícios para a cidade. “Com isso, a cidade terá condições de investir em todas as áreas, principalmente nas áreas sociais, que tanto precisam nesse momento”, disse Patuléa.

Petrópolis terminou a terça-feira (21) com a taxa de ocupação dos leitos clínicos do sistema público de saúde destinados ao tratamento da covid-19 em 3,33% (um paciente) e 0% dos leitos de UTI. A rede privada também registrou uma internação em leito clínico e nenhuma em terapia intensiva.

As equipes da Secretaria de Saúde realizaram, até ontem, 215.265 testes, dos quais 50.375 tiveram resultados positivos e 164.065 negativos (considerando swab e rápidos).

Desde o início da pandemia, foram 1.569 óbitos registrados. Este número é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. É uma medida de segurança da Secretaria de Saúde, para evitar erros nos registros.

Mais 1.946 doses de vacinas aplicadas

Também na terça-feira (21), as equipes da Secretaria de Saúde aplicaram 1.946 doses da vacina contra a covid-19 nos 10 postos disponíveis. Foram 858 aplicações de segunda dose, 1.046 da dose de reforço e 42 da primeira dose.


No total, a cidade conta com 240.197 vacinados com a primeira dose, 218.839 com a segunda dose e 40.008 com a dose de reforço. A dose única chegou a 6.805 pessoas desde o início da campanha de vacinação.

Na terça-feira, 638 idosos foram vacinados, sendo um com a segunda dose e 638 com a dose de reforço. A dose de reforço também foi aplicada em quatro pessoas com comorbidades. Dez gestantes e duas puérperas receberam a segunda dose, além de uma primeira aplicação em uma grávida.

As equipes também aplicaram a primeira dose em 20 adolescentes e a segunda em 613 indivíduos entre 12 e 18 anos. Houve ainda a vacinação de 73 trabalhadores da saúde com o reforço.

Por faixa etária, foram 331 adultos vacinados com a dose de reforço, 232 com a segunda dose e 21 com a primeira.

O acompanhamento da situação da covid-19 na cidade pode ser feito através do portal de monitoramento, disponível no site da Prefeitura: https://petropolis.rj.gov.br/pmp/

Mais de 15 mil processos de IPTU aguardam lançamento na pasta

Papelada sem fim, processos armazenados em caixotes de forma desorganizada em uma montanha de documentos que só aumentam a burocracia e tiram a eficiência do serviço público: foi assim que o prefeito Rubens Bomtempo e o secretário Paulo Roberto Patuléa encontraram a Secretaria de Fazenda, que tem mais de 15 mil processos em papel aguardando lançamento para o Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU). Nesta terça-feira (21), Bomtempo determinou uma solução: o fim dos documentos físicos, com uma estrutura digital que reúna todos os procedimentos. E com prazo: até o início de 2023. A mudança reduz a burocracia e promove a eficiência na máquina pública.

“O governo tem que entrar na era digital, não pode ficar preso ao passado. O nosso maior compromisso é reconectar o governo e a cidade, fazendo com que o cidadão volte a acreditar no serviço público. E o cidadão não vai confiar no serviço público se ele não tem a mínima estrutura de organização”, disse Bomtempo.

A Secretaria de Fazenda está em prédio anexo ao Palácio Sérgio Fadel desde 2016 – a ideia era aproveitar um espaço maior, que atendia as pessoas com acessibilidade e estacionamento, mas a estrutura foi se perdendo e a bagunça dá margem não só para piorar o atendimento, mas também para a perda de arrecadação: para se ter uma ideia, a atual gestão encontrou quase 15 mil processos em papel aguardando lançamento no Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU).

“A Secretaria de Fazenda tinha uma estrutura organizada. Mudamos a sede para o prédio anexo à Prefeitura para dar maior conforto ao cidadão, com acessibilidade e estrutura. Vamos tomar medidas rápidas para solucionar esse problema e fazer a máquina trabalhar com eficiência novamente”, disse o secretário Paulo Roberto Patuléa.

O trabalho de transformação dos processos em meio digital será realizado pela Coordenadoria de Planejamento e Gestão Estratégica. “Isso faz com que tudo possa ter mais agilidade, transparência e economia. Hoje, com os processos físicos, além do papel há uma quantidade de gasolina e carro gasto, com gente levando de um lado pro outro; e o próprio cidadão, que hoje se desloca pedindo uma certidão simples, também irá se beneficiar. Estamos empenhados em fazer essa mudança o mais rápido possível”, disse o coordenador de Planejamento e Gestão Estratégica, Thiago Damaceno.




A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias concluiu mais uma capacitação dos Guardiões da Comunidade no último fim de semana, quando mais 14 representantes dos Núcleos Comunitários de Defesa Civil (NUDEC) participaram do treinamento. Ao todo 20 pessoas participaram nas duas turmas formadas até o momento. A iniciativa faz parte do projeto NUDEC 2.0 que visa, não somente levar para as comunidades a noção de segurança e prevenção a desastres, mas como também promover o desenvolvimento econômico e sustentável. A instrução é realizada em parceria com a Secretaria de Saúde através do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e leva conhecimentos básicos de primeiros socorros para as localidades.

“Essa é uma iniciativa voltada para o fortalecimento das comunidades. Capacitar a população para atuar em uma situação de emergência é de suma relevância”, destacou o prefeito Rubens Bomtempo, que conheceu o projeto do NUDEC 2.0 através da capacitação dos Guardiões da Comunidade. “Projetos como esse são um importante elo entre o poder público e as comunidades. É através de ações desse tipo, que conhecemos as reais necessidades da população”, pontuou.

A capacitação Guardiões da Comunidade é uma das vertentes do NUDEC 2.0. Com esse curso, as comunidades passam a contar com representantes locais preparados para atuar em situação de emergência, oferecendo o primeiro socorro. “O curso prepara os moradores para oferecerem um primeiro atendimento básico de forma segura, até que o socorro qualificado chegue ao local”, ressalta o secretário de Defesa Civil, o Tenente Coronel Gil Kempers, destacando que as instruções do Guardiões da Comunidade são voltadas não apenas para o caso de ocorrência de desastres: “São orientações importantes que as pessoas capacitadas vão poder aplicar dentro de casa, em caso de acidentes domésticos”.

Além do curso de primeiros socorros, o NUDEC 2.0 visa promover uma série de ações nas comunidades. Entre as iniciativas que são previstas estão cursos profissionalizantes, oficinas de empreendedorismo e práticas de sustentabilidade voltadas para o desenvolvimento local. Todo esse trabalho é oferecido nas comunidades por meio dos NUDEC, que foram reformulados pela Defesa Civil e atualmente possuem representação em 30 comunidades. 

“Os NUDECs são importante mecanismo para oferecermos melhor atendimento para as comunidades. A nossa proposta é que os NUDECs sejam um meio para levar noções de segurança e desenvolvimento, para tornar as comunidades mais resilientes”, destacou a subsecretária de Defesa Civil, responsável pelos projetos em comunidades, Natália Cascardo.

Na última sexta-feira (17), foi realizado o curso de Atendimento Pré-Hospitalar em Conflitos Urbanos. O evento foi ministrado pela Seção de Instrução Especializada (SIEsp) e contou com parceria entre a PMERJ e a Coordenação de Enfermagem do SAMU Petrópolis. O objetivo foi capacitar 21 profissionais do SAMU, para que possam atuar em situações de conflitos urbanos com eventos de grandes hemorragias, cenário de risco, e controle emocional em situações extremas.

Os instrutores do curso ressaltaram a importância da educação permanente e atualização para todos os profissionais de saúde, principalmente para os que atuam no ambiente pré-hospitalar.

'Dia de céu parcialmente nublado com possibilidade de chuva de forma isolada, de intensidade moderada'. Assim começou esta terça-feira, 21 de dezembro, em Petrópolis, o primeiro dia de verão, estação com maior possibilidade de chuvas fortes e consequentemente, maior incidência de desastres como deslizamentos, alagamentos e inundações. Com esse cenário, a prefeitura, por meio da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias está organizada para o atendimento de ocorrências com de cerca de 50 profissionais do efetivo técnico e operacional e conta ainda com estrutura de monitoramento do tempo, a partir do serviço de instituições meteorológicas, além de 51 pluviômetros automáticos, 5 estações geotécnicas e 56 câmeras do Centro Integrado de Monitoramento e Operações de Petrópolis, o CIMOP.

"Essa organização de trabalho é o maior diferencial que podemos ter para a gestão de emergências em decorrência das chuvas. A ação integrada entre os setores do governo e principalmente, com as comunidades, além de garantir um atendimento qualificado à população, salva vidas", ressalta o prefeito Rubens Bomtempo.

 
A Defesa Civil conta com 16 equipes, que representam 32 profissionais entre agentes operacionais, engenheiros, geólogos e assistentes sociais que atuam diretamente em ocorrências. Além desses há um quadro técnico que faz a gestão do atendimento de todos os chamados do 199. Esse efetivo ainda pode ser ampliado com o acionamento de outros setores do governo em caso de maior necessidade, potencializando a melhoria na resposta à população petropolitana.

Toda a estrutura e planejamento faz parte do Plano de Contingência elaborado pela Defesa Civil, que está disponível no site https://www.petropolis.rj.gov.br/dfc/ , no qual se destaca a estrutura de trabalho integrado entre secretarias em situação de crise, como também a restruturação dos protocolos de monitoramento, acionamento das comunidades e órgãos em caso de emergência.

"Trabalhamos com uma estrutura que visa uma atuação célere, tanto para identificação de possibilidade de chuva forte, como no atendimento da população em áreas de risco", aponta o secretário de Defesa Civil, Gil Kempers, destacando a preparação interna das equipes, assim como a estruturação das comunidades. "As comunidades são nosso braço direito para que consigamos atuar de forma ágil em caso de ocorrências", complementa.

No município foram reestruturados 30 Núcleos Comunitários de Defesa Civil (NUDEC), que representam mais de 160 pessoas alinhadas com as orientações de prevenção e segurança da Defesa Civil. Essas pessoas foram capacitadas para atuar em dias de chuva forte, a partir do acionamento da Defesa Civil, a mobilizar os moradores de áreas de risco para os 17 pontos de apoio que existem pelas diferentes regiões. Para esses locais foram formados grupos de acolhidas, com profissionais de Defesa Civil, Saúde, Assistente Social, além de representantes locais para o atendimento da população no momento de chuva forte. "Toda essa estrutura garante que a população seja acolhida e melhor orientada no momento de fragilidade em que tiverem que sair de suas casas, até a retomada da normalidade", explica a subsecretária de Defesa Civil Natália Cascardo.

A cidade conta ainda com um sistema de 18 sirenes distribuídas pelas localidades da 24 de Maio (Morro do Estado e Rua Nova); Alto da Serra (Ferroviários); Bingen (João Xavier); Dr. Thouzet (Dr. Thouzet); Independência (Rua Ó e Taquara); Quitandinha (Amazonas, Ceará, Duques, Espírito Santo e Rio de Janeiro); São Sebastião (Adão Brand e Vital Brasil); Sargento Boening (Rua E); Siméria (Frente para o Mar); e Vila Felipe (Campinho e Chácara Flora). Possui ainda o Sistema de Alerta e Alarme Alternativo por apitos, implementado na localidade do Floresta e que será levado para outras localidades.

Toda essa estrutura de pessoal e equipamentos contribui para o alinhamento das ações operacionais, focando na atuação direta e ágil nas comunidades de maior risco. "Nosso foco é sempre atuar na prevenção e em uma resposta rápida em situação de risco eminente. Toda essa estrutura nos possibilita ter agilidade de atuação para salvar vidas e tornar Petrópolis uma cidade mais resiliente", pontua o secretário.

Previsão de chuva marca os primeiros dias de verão na cidade

Os primeiros dias da estação mais chuvosa da Região Sudeste, a próxima quarta-feira (22) e quinta (23), terão tempo nublado e possibilidade de pancadas de chuva moderada a forte, de forma isolada nos períodos da noite. Podendo ainda haver registro de ventos moderados a fortes. Essa previsão segue as características do período, quando se espera maiores índices pluviométricos na cidade, o que ocorre devido a maior frequência de passagens de frente frias, configurações de Zona de Convergência do Atlântico Sul e também pela instabilidade gerada pelo aquecimento diurno, que nesta época do ano pode chegar a temperaturas acima de 30°C.

Para os dias 24 e 25 de dezembro a previsão é de céu nublado com chuva fraca a moderada de forma isolada.