As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência na quarta-feira (08/12) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 930 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 68 receberam a primeira dose, 624 receberam a segunda dose e 238 receberam a dose de reforço. Até o momento 239.626 pessoas receberam a primeira dose, 210.937 receberam a segunda dose, 6.805 receberam a dose única e 33.225 pessoas maiores de 18 anos receberam a dose de reforço do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã.

Nos pontos de imunização as equipes aplicaram a segunda dose da vacina em dois idosos. A dose de reforço foi aplicada em 165 idosos, 16 pessoas na faixa etária entre 18 anos e 59 anos, 10 pacientes com comorbidades e 47 trabalhadores da Saúde.

A primeira dose da vacina foi aplicada ainda em 41 pessoas com idade entre 18 e 59 anos sem comorbidade. Na faixa etária abaixo de 59 anos, 260 pessoas também receberam a segunda dose. Foram vacinados ainda 382 adolescentes sem comorbidades, sendo 23 com a primeira dose e 359 com a segunda dose.
Equivacinaram quatro gestantes, sendo duas com a primeira dose e duas com a segunda. Duas puérperas também receberam a primeira dose da vacina.
Um trabalhador do setor de Transportes também recebeu a segunda dose.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428

Com a chegada do período de maior intensidade das chuvas no município, a Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias adequa os boletins informativos para orientação da população. Desde o início da primavera a equipe técnica adotou o “Boletim Geológico”, que poderá ser enviado em dias de chuva forte na cidade. A retomada da emissão do boletim visa destacar situações em que o sistema de monitoramento registra volumes significativos de chuva, durante um período de horas ou dias. O documento sinaliza as regiões que, em decorrência da chuva, têm maior potencial para a ocorrência de deslizamentos.

“Os boletins emitidos pela Defesa Civil são um mecanismo a mais de orientação para as comunidades localizadas em áreas de risco, que em dias de chuva forte já são alertadas com o envio de SMS, mensagens aos líderes comunitários em grupos de aplicativos e também com o acionamento do sistema de sirenes”, ressaltou o governo interino.

O secretário de Defesa Civil explica que, constantemente, são readequados os sistema e serviços para as necessidades de cada período. “Mantemos nosso sistema de monitoramento para cada situação, oferecendo mais agilidade de atuação, seja para a comunidade seja para nossas equipes, em momento de emergência”, destacou.

O envio do “Boletim Geológico” é feito a partir da identificação de situação de risco, sendo divulgado especificamente nos dias em que a chuva pode gerar danos à população que ocupa áreas de risco. “Identificamos a necessidade do envio do comunicado para reforçar as ações de prevenção e preparação tendo em vista o risco de deslizamentos. A partir do sistema de monitoramento conseguimos identificar as regiões onde há maior volume de chuva, o que consequentemente aponta a maior probabilidade de ocorrências, o que buscamos espelhar no boletim”, pontuou o geógrafo e diretor técnico da Defesa Civil, que explica ainda que os acumulados de pluviosidade influenciam diretamente nas condições de estabilidade do solo. “Índices físicos, tais como grau de saturação e peso específico, associados às características do relevo do município podem desencadear movimentos do solo”.

Os boletins informativos são enviados a partir de análises preliminares de risco para a cidade, como ocorreu durante o período de estiagem com a emissão do “Boletim de Risco de Incêndio em Vegetação”, que alertava para as regiões com elevada possibilidade de ocorrência de incêndios em vegetação.

Defesa Civil emitiu 100 boletins de risco de incêndio no período de seca

Em 80% dos boletins de Risco de Incêndio em Vegetação, ao menos um dos cinco distritos do município, foi destacado como área de risco alto ou muito alto. As regiões do quarto e quinto distritos, na maior parte dos 100 avisos emitidos, estiveram com índice significativos de baixa umidade relativa do ar. Essas localidades foram as que apresentaram o maior número de ocorrências de incêndio neste ano. De acordo com o levantamento do Corpo de Bombeiros, 76 dos 131 casos de fogo em vegetação ocorreram entre o 3°, 4° e 5° distritos.

Nos três meses de envio diário do boletim, o documento serviu como base para a organização de trabalho das equipes que atuam no apoio ao Corpo de Bombeiros para o controle de queimadas de grandes proporções na cidade. “Os boletins de risco de incêndio foram importantes instrumentos, tanto para a população, quanto para as nossas equipes, pois sinalizaram as áreas e os dias de maior probabilidade de ocorrências e assim foi possível planejar o trabalho. Agora, com a chegada do período de chuvas, o boletim será voltado para o destaque de localidades com maior possibilidade de deslizamentos”, destacou o secretário de Defesa Civil.

O prefeito interino e os secretários de Educação e de Desenvolvimento Econômico participaram nesta terça-feira (7), da 18ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), que acontece em Brasília. Durante a visita, foi apresentado ao ministro de Ciência e Tecnologia um projeto de tecnologia para a rede municipal de ensino – o Educa + Tech. Também estava presente a coordenadora Especial de Articulação Institucional.

"Petrópolis tem uma grande vocação tecnológica. Temos na cidade um ambiente extremamente favorável ao setor, com importantes centros de formação, pesquisa e desenvolvimento", lembrou o governo interino, citando o Cefet, a Faeterj, o Serratec, o LNCC e o apoio da Firjan. O SNCT é realizado desde 2004, anualmente, sob coordenação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI).

O secretário de Educação explica que o projeto Educa + Tech pretende levar o potencial de inovação educacional e tecnológica por meio de metodologias inovadoras de aprendizagem. “Viemos buscar recursos junto ao ministério para desenvolver esse projeto em escolas da rede municipal de ensino”, completou.

"Petrópolis tem tudo para se firmar como um dos principais polos tecnológicos do Estado e também do Brasil. Para isso, a inclusão da tecnologia na base da educação pública é essencial", frisou o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico.

A SNCT conta com a colaboração e participação das secretarias estaduais e municipais de Educação, agências de fomento, espaços científico-culturais, instituições de ensino e pesquisa, sociedades científicas, escolas, órgãos governamentais, empresas de base tecnológica e entidades da sociedade civil. A finalidade da SNCT é mobilizar a população, em especial crianças e jovens, em torno de temas e atividades de ciência e tecnologia, valorizando a criatividade, a atitude científica e a inovação.

A SNCT também permite debater, estimular e realizar atividades de popularização da ciência, tecnologia e inovação, e desenvolver a cultura científica nas escolas, universidades, comunidades, museus, instituições científico-culturais e locais públicos, em todo o Brasil.

Alunos de 20 escolas da rede municipal de ensino de Petrópolis se formaram esta semana no Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd). Ao todo, 350 estudantes participaram das solenidades, que foram realizadas nas unidades escolares respeitando todos os protocolos em função da pandemia. As formaturas reuniram alunos da Educação Infantil de séries iniciais e do 5ª ano do Ensino Fundamental.

“O Proerd, com o suporte da Prefeitura, existe em Petrópolis há 27 anos e é considerado uma importante atividade preventiva ao uso de drogas e violência. O programa fortalece o vínculo entre as escolas, as famílias e a Polícia Militar”, disse o governo interino. Nessas quase três décadas de existência, o Proerd já contou com a participação de mais de 45 mil estudantes de Petrópolis.

A subsecretária de Educação participou de uma das solenidades na Escola Municipal General Heitor Borges, no Bingen. “Com o Proerd, a semente para a formação dos adolescentes de forma mais saudável e com prevenção ao uso de drogas e da violência foi plantada e fortalecida”, comentou a subsecretária.

Em Petrópolis, quatro policiais do 26º BPM ministram as atividades do Proerd nas escolas. São eles: o subtenente Hermann, a sargento Mirian, o sargento Martins e a cabo Ana. As aulas do programa ajudam a conscientizar as crianças sobre as consequências físicas, sociais e legais do uso das drogas. Também prepara os jovens para resistirem às pressões dos grupos que incentivam o uso de entorpecente e mostra a importância do "não" sem constrangimento tanto em relação às ofertas de drogas quanto ao envolvimento com atividades criminosas. Os estudantes também são estimulados a optar por atividades saudáveis e seguras para se divertir, ajudando a reforçar sua autoestima. Os alunos ainda aprendem a lidar com o estresse e resistir às mensagens sobre drogas da mídia e recebem orientações sobre a segurança pessoal quando estiverem em casa, na escola ou na rua.

O Proerd começou no Brasil há 29 anos e é uma adaptação do programa americano chamado de Dare (Drug Abuse Resistence Education - “Educar para Resistir ao Abuso de Drogas”). A implantação no Estado do Rio de Janeiro foi em 1992. Os policiais instrutores passam por um processo de seleção e os aprovados recebem um treinamento especial, quando aprendem habilidades de comunicação e noções de técnica de ensino, psicologia e dinâmicas de grupo, informações sobre as drogas e relações interpessoais.

A secretaria de Obras concluiu, às 15h30, a obra emergencial de substituição de manilhas que romperam na rua Dom Pedro na manhã desta quarta-feira (8). O trabalho chegou a causar a interdição total da via, assim como o desvio do fluxo de veículos oriundos do segundo distrito (Cascatinha), por meio da rua Fonseca Ramos, para a avenida Ipiranga. A intervenção causou ainda a mudança no local do ponto de embarque e desembarque das linhas de ônibus das viações Cidade das Hortênsias e Cascatinha. As empresas já retomaram a parada normal, no Bosque. O trecho que sofreu a intervenção terá o asfalto reparado nos próximos dias, a depender apenas das condições climáticas.

Quinta, 09 Dezembro 2021 10:14

08.12.21 - Boletim Epidemiológico

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde, nesta quarta-feira (08.12), está em zero para leito clínico e em 1,52% para leitos de UTI na rede pública. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, 1 paciente está internado em leito de UTI, enquanto os leitos clínicos não há pessoas internadas. Um óbito referente ao mês de abril, foi confirmado nesta quarta-feira e inserido na base de dados da prefeitura.


Até agora, foram realizados no município 212.235 testes para Covid-19, com 50.294 resultados positivos e 161.560 negativos (levando em consideração testes rápidos e swab).
A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, em 1.563, é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Óbito:

Mulher, 25 anos, moradora no Retiro. Internada em 25.03.2021 no HAC. Óbito registrado em 04.04.2021 no HAC.

Secretário de saúde destaca importância do reforço na imunização

Maiores de 18 anos, que receberam a segunda dose há cinco meses, podem se vacinar

Petrópolis ultrapassou nesta quarta-feira (08/12) a marca de 33 mil doses de reforço da vacina contra a covid-19 aplicadas. Seguindo as orientações do Ministério da Saúde (MS), a Secretaria Municipal de Saúde iniciou a aplicação do reforço do imunizante em idosos, que vivem em instituições de Longa Permanência, no fim do mês de agosto e ampliou em setembro para demais grupos prioritários. Desde 21 de novembro o reforço está disponível para todas as pessoas com mais de 18 anos que receberam a segunda dose da vacina há mais de cinco meses. Até terça-feira (7) equipes da Divisão de Imunização da Secretaria de Saúde aplicaram 32.987 doses de reforço.

“Temos hoje mais de 81% da população vacinável com duas doses ou a dose única da vacina, ou seja, com o esquema de vacinação completo. Isso vem refletindo na redução das internações e mortes nos últimos meses. Mas neste momento, no entanto, é fundamental que as pessoas maiores de 18 anos, que estão aptas a receber a dose extra, não deixem de fazer o reforço na imunização. É com a vacina que iremos superar a pandemia”, destaca o governo interino.

O secretário de Saúde lembra que o reforço no imunizante deve ser aplicado cinco meses após a segunda dose. “Todas as pessoas maiores de 18 anos que tiverem concluído o esquema vacinal há mais de cinco meses podem receber o reforço. A orientação é para que elas observem no cartão de vacinação a data em que foi aplicada a segunda dose e, verificando que já há o intervalo de cinco meses, retornem para receber o reforço”, destaca.

Para fazer o cadastro basta acessar o site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br), clicar no banner “Cadastro Vacinação Covid” e seguir o passo a passo, preenchendo os dados e escolhendo o local de vacinação. Importante lembrar que ao comparecer ao ponto de vacinação escolhido a pessoa deve levar o CPF, documento de identidade com foto e cartão de vacinação. A aplicação das doses vem sendo feita em 13 pontos distribuídos nos cinco distritos. Em todos os locais a vacinação é feita das 9h às 16h.

Até terça-feira (7/12) Petrópolis tinha 239.558 pessoas que receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19. O município tem 210.313 pessoas que tomaram a segunda dose e 6.805 com a dose única da vacina.

Evento chega à cidade com a proposta de integração e união de esforços para o desenvolvimento do turismo na Região Serrana

Representantes do turismo de todo o Estado têm um encontro marcado em Petrópolis na próxima terça-feira, dia 14 de dezembro, quando a cidade vai sediar o Fórum Regional do Turismo Fluminense – Edição Serra Verde Imperial (que reúne as cidades de Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo, Guapimirim e Cachoeiras de Macacu). O evento acontecerá no Sesc Quitandinha, das 9h às 18h, numa realização da Secretaria de Estado de Turismo (Setur-RJ) e da Companhia de Turismo do Estado do Rio de Janeiro (TurisRio), com o apoio da Prefeitura de Petrópolis.

O governador do Rio de Janeiro e o secretário de Estado de Turismo vão conduzir o fórum. Nesta quarta-feira (8), ao lado do gerente do Sesc Quitandinha, o secretário de Turismo de Petrópolis recebeu o sub-secretário de Grandes Eventos, a diretora de Gestão e Desenvolvimento e demais colaboradores da Setur-RJ para o planejamento operacional do evento.

Para o prefeito interino, o Fórum vai contribuir com o debate do turismo na Região Serrana e projetar as ações do segmento nos próximos meses, uma vez que há um cenário favorável com o avanço na vacinação no município. "Estamos em plena realização do Natal Imperial e o fórum vai trazer um importante debate para o setor, pensando sempre na retomada dos eventos, que são muito importantes para o desenvolvimento econômico dos municípios", destacou.

O evento terá palestras, mesas de debates e apresentações culturais e experiências gastronômicas. As cidades serranas apresentarão suas potencialidades turísticas e algumas atrações de Petrópolis também serão destaque, como a promoção do município como Wedding Destination (destino de casamentos), além dos circuitos ecorrurais e cervejeiro.

"Estamos trabalhando há alguns meses para trazer este importante evento para a nossa cidade, e ele chega exatamente no momento certo, em pleno Natal Imperial 2021, quando poderemos apresentar a potencialidade deste evento para todo o Estado. Será um momento importante também para a integração dos representantes do segmento, das prefeituras e do próprio Estado para o desenvolvimento do setor no cenário atual", disse comemora o secretário municipal de turismo.

O Fórum faz parte do programa ‘Turismo RJ + Perto’, que visa a integração e a união de esforços para o desenvolvimento do turismo na retomada das atividades. A meta é unir as lideranças públicas municipais, estaduais e a iniciativa privada das cidades do interior com o objetivo de debater a atividade turística nesta região fluminense. Em breve será informado o link das inscrições para os interessados em participar do evento.

Serviço

Fórum Regional do Turismo Fluminense – Edição Serra Verde Imperial
Data: 14/12 – Terça-feira.
Horário: 9h às 18h.
Local: Sesc Quitandinha (Avenida Joaquim Rolla, 2 - Quitandinha).

O governo interino participou do encontro da Frente Nacional de Prefeitos – FNP - em Brasília, nessa quarta-feira (08) onde foram discutidos os principais desafios enfrentados pelos gestores municipais nesse momento em que o país ainda enfrenta os impactos da pandemia, principalmente no que diz respeito ao cenário econômico.

"Encontro importante porque promove a interação entre os gestores e permite discutirmos os efeitos sentidos na administração das cidades a partir das decisões no âmbito federal. O diálogo é essencial e é a partir dessa organização que podemos conquistar medidas com reflexos efetivamente positivos para os municípios", afirma o governo.

Um dos assuntos discutidos foi a necessidade de aporte no financiamento em serviços como transporte urbano, principalmente por conta do subfinanciamento do sistema, causado, especialmente, pelo aumento no preço do diesel em 2021. Como medida para ajudar a enfrentar esse cenário, a Frente Nacional de Prefeitos defende a desoneração dos impostos e também já tem protocolada no Ministério da Economia proposta para financiamento da gratuidade dos idosos.

Outra medida requisitada é a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição que proíbe a instituição de novos encargos sem indicação dos recursos para custeá-los.

Quinta, 09 Dezembro 2021 10:08

NOTA: RUA DOM PEDRO I

A Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes - CPTrans informa que fechou a Rua Dom Pedro I para reparo emergencial na via, em função de um buraco que surgiu por causa do rompimento de uma manilha na rua, no início da manhã de hoje (8). Equipes da Secretaria de Obras já trabalham no local e o reparo deve ser concluído ainda hoje. O asfaltamento do trecho reparado será feito tão logo cesse a chuva. Os motoristas vindos da Rua Fonseca Ramos estão sendo orientados a desviar pela Avenida Ipiranga. Os ônibus das viações Cidade das Hortênsias e Cascatinha que têm como ponto final a Praça do Bosque do Imperador estão fazendo embarque e desembarque em outros locais: os da Cidade das Hortênsias param na Rua da Imperatriz, próximo ao Museu Imperial; já os da Cascatinha param na Caldas Viana.

Apresentações ocorrerão nos sábados 11 e 18 de dezembro

O Parque Cremerie também terá atrações no período do Natal Imperial 2021, que vai até o dia 9 de janeiro, com mais de 300 atrações, 400 horas de atividades, 1.000 artistas em cena, em 18 locais diferentes, incluindo o Centro e os distritos. A peça teatral “Uma Aventura de Natal” será encenada no parque, nos sábados 11 e 18/12, às 15h, pelo grupo Atheres – Centelha Divina.

A peça conta a história de Sofia, uma menina um tanto atrapalhada que, após estragar o natal de sua família, se mete em problemas ainda maiores enquanto tenta salvar seu natal. A peça garante uma história divertida e reflexões que mantém tanto as crianças quanto os adultos entretidos.

O projeto já foi apresentado duas vezes, em 2018 e 2019 e recebeu diversos elogios por sua temática dinâmica e engraçada. A peça foi escrita e dirigida pelo artista petropolitano, Israel Gamarano e, também conta com músicas autorais criadas exclusivamente para esse trabalho, trazendo, assim, um aspecto único e autêntico para o projeto. Além disso, a peça traz vários talentos da cidade que frequentam o grupo há anos, e que, juntos, prometem divertir a tarde dos visitantes do Parque Cremerie nessas datas.

A Prefeitura de Petrópolis, por meio da Turispetro e do Instituto Municipal de Cultura (IMC), se reuniu nesta terça-feira (07), na sede da Firjan, com representantes da sociedade civil e do Conselho Municipal de Turismo (Comtur) para ajustar eventos e datas do calendário oficial da cidade para o ano de 2022. Participaram representantes do Clube 29 de Junho, do Instituto Bingen, da Igreja Luterana, da Casa d´tália Anita Garibaldi, da Casa de Portugal, da Associação Nikkei de Petrópolis, do Petrópolis Convention & Visitors Bureau, da AssociEventos, entre outros.

"Petrópolis tem no turismo uma de suas principais atividades econômicas. Além disso, há uma demanda da população por atividades culturais, de lazer e entretenimento. Temos certeza de que a organização e o fortalecimento do calendário vai trazer benefícios para toda a cidade. O comércio pode se preparar. A rede gastronômica e hoteleira também. Estamos num momento importante de retomada econômica, possível com o avanço da vacinação contra a covid-19. O momento é de união de forças para um melhor planejamento, para que todo o potencial de cada um dos eventos possa ser explorado da melhor maneira possível, gerando também empregos, renda", frisou o governo interino.

"A participação da sociedade e das entidades representativas nas ações do governo é fundamental. Estamos aqui iniciando um planejamento antecipado que trará bons resultados para toda a cadeia produtiva do setor", explica o secretário de Turismo.

O presidente o IMC destacou a volta da festa portuguesa para o calendário, devido a grande representativa da colônia na cidade e falou também da importância do planejamento, de forma que os eventos atendam os anseios tanto dos petropolitanos quanto do turismo.

O presidente do Clube 29 de Junho elogiou a iniciativa da Prefeitura. "É um momento importante para toda a cadeia de eventos, pois há muitos anos que não tínhamos essa interação com o poder público na tomada de decisões", comentou.

O calendário deverá ser oficialmente apresentado no Fórum Regional de Turismo - Edição Serra Verde Imperial, que acontecerá em Petrópolis na próxima terça-feira, dia 14/12, no Sesc Quitandinha.