As doações podem ser entregues em quatro pontos de arrecadação

A Prefeitura de Petrópolis, por meio da Coordenadoria Especial de Articulação Institucional (Gabinete da Cidadania), Secretaria de Assistência Social e Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias, deu início nesta semana a mais uma edição da Campanha do Agasalho. Com o lema “Não podemos abraçar, mas podemos aquecer”, a ação se estenderá até o dia 21 de junho e tem a intenção de recolher roupas para serem distribuídas no Núcleo de Integração Social (NIS), no Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua, o Centro POP, e no Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM). Serão quatro locais funcionando como pontos de arrecadação - Gabinete da Cidadania, Centro de Cidadania, CPTrans e Defesa Civil - das 10h às 17h, de segunda a sexta-feira.

São quatro os pontos de arrecadação, um deles em Itaipava, de forma a facilitar o acesso a quem pretende fazer sua doação. São aceitas todas as roupas que possam ser usadas por quem precisa. Gorro, cachecol, calças, meias, casacos, todo tipo de vestimenta. A ideia de usar diferentes locais foi para facilitar a doação e alcançar um maior número de pessoas. 

Confira os endereços dos pontos de arrecadação:

- Gabinete da Cidadania (AV Koeler, 260, Centro) – 10h às 17h
- CPTrans (Rua Alberto Torres, 115, Centro) - 10h às 17h
- Centro de Cidadania (Estrada União e Indústria, 11860, Itaipava) - 10h às 17h
- Defesa Civil (Rua Buarque de Macedo, 128, Morin) – 10h às 17h

Este público está sendo vacinado na Casa da Educação Visconde de Mauá

Cadastro prévio deve ser feito no site da prefeitura

Seguindo as orientações do Plano Nacional de Vacinação, Petrópolis iniciou nessa quarta-feira (02/06) a vacinação para os profissionais da Educação das redes públicas e privada que atuam na Educação Infantil (crianças de 0 a cinco anos) em Centros de Educação Infantil e também os que trabalham nas escolas que têm turmas da educação infantil (professores dessas turmas, servidores de apoio e equipes gestoras). A vacinação desse público está ocorrendo na Casa da Educação Visconde de Mauá, mediante cadastramento prévio no site da prefeitura: www.petropolis.rj.gov.br

A disponibilização de vagas para o cadastramento é feita de acordo com a quantidade de doses enviadas pelo Ministério da Saúde para serem destinadas a este público.

Margarete Vieira, diretora do CEI Terra Santa foi uma das funcionárias da Educação Infantil vacinadas nesse primeiro dia. “Felicidade define o meu dia. Foi um momento muito aguardado. Estou com muitas saudades das crianças. O amor e a preocupação que tenho por elas é enorme e, ao receber a vacina, fico com a esperança de revê-las bem de pertinho”, contou, emocionada.

Quem pode se vacinar?

Além de professores, funcionários de apoio, setores administrativos e das equipes gestoras que atuam nas instituições de ensino que atendem educação infantil podem fazer o cadastro. No caso da rede municipal, além do preenchimento de cadastro no site da prefeitura, a Secretaria de Educação informou à Secretaria de Saúde os nomes dos profissionais que estão lotados nos CEIs, Escolas de Educação Infantil e Escolas regulares que atendem as turmas da educação infantil para facilitar na conferência de dados no momento da vacina.

Com relação aos funcionários da rede particular, após o cadastro no site da prefeitura, no dia da vacinação, o profissional deverá levar um documento da escola onde atua, assinado e carimbado pelo responsável da unidade escolar, em papel timbrado, com identificação oficial da escola, informando que, nos afazeres diários, o funcionário atua diretamente ou tem contato com as turmas que atendem à educação infantil.

Podem se cadastrar para a vacinação no momento:

- Profissionais da Educação acima de 18 anos que atuam na Educação infantil (crianças de 0 a cinco anos) em Centros de Educação Infantil e em escolas que têm turmas da educação infantil

- Pessoas com comorbidades acima de 30 anos

- Trabalhadores da saúde com mais de 18 anos

- Pessoas com síndrome de down maiores de 18 anos

- Pessoas com autismo maiores de 18 anos

- Pacientes renais crônicos com mais de 18 anos

- Pessoas com paralisia cerebral maiores de 18 anos

- Pessoas com deficiência permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) com mais de 30 anos.

- Idosos com mais de 60 anos (aqueles que perderam o chamamento feito anteriormente)

- Gestante e puérperas com comorbidades acima de 18 anos (estas não precisam se cadastrar previamente)

O "IMC nas Redes – Conversas Culturais" de hoje (02/06) terá como tema "Cultura de Sustentabilidade: qual o papel de cada um?". A roda de conversa on-line será transmitida nas redes da prefeitura (Facebook e Youtube), às 19h, com a participação de Fabiano Azevedo, Marjorie Wippel e Rodrigo D'almeida. A mediadora do encontro será Ana Castro, produtora cultural e funcionária do Instituto Municipal de Cultura (IMC).

Fabiano Azevedo é biólogo, educador ambiental em práticas agroecológicas e idealizador da espaço Agroecovida no Bonfim. Já Marjorie Wippel é engenheira e Especialista em Análise Ambiental, atuando na Gerência de Fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente. Por último, Rodrigo D'almeida desenvolve suas obras orgânicas há 20 anos, com temáticas e dimensões variadas. Já apresentou seu trabalho em galerias e centro culturais no Brasil e no exterior.

"Cada dia mais precisamos desenvolver atitudes responsáveis nos cuidados de nosso planeta e a cultura é importantíssima neste processo. Nos sentimos orgulhosos por trazer este assunto à pauta através do IMC nas Redes. Será uma conversa politicamente correta como tudo deve ser, com representantes importantíssimos de nossa cidade", explica Catarina Maul, gerente do Centro de Cultura.

Sobre o projeto "IMC nas Redes - Conversas Culturais"

Toda quarta-feira, serão realizadas lives nas redes sociais da Prefeitura de Petrópolis (Canal de Youtube e Facebook), visando promover encontros entre agentes culturais, instituições de relevância, especialistas nas áreas dos diversos segmentos, procurando agregar informações e conhecimento.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico esteve reunida com o diretor do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), Fabio Borges e com o coordenador de Gestão e Administração do LNCC, Sergio Ferreira. A pauta do encontro foi focada no alinhamento de iniciativas que possam expandir o polo tecnológico de Petrópolis.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico criou a nova Lei de Incentivos Fiscais, que terá como um dos seus principais focos a atração de novas empresas de tecnologia. O texto será encaminhado para a Câmara Municipal este mês para votação.

O alinhamento com o LNCC e com o Serratec faz parte do projeto de desenvolvimento desse setor, que vai gerar empregos de qualidade.

As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência nesta terça-feira (1º/06) a vacinação contra a Covid-19. Durante todo o dia, 849 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 745 receberam a primeira dose e 104 receberam a segunda dose. Até o momento 84.559 pessoas receberam a primeira dose. Destas, 36.592 receberam a segunda dose do imunizante.

Nos pontos de imunização foram vacinados 105 idosos, sendo 54 com a primeira dose e 51 com a segunda. Foram vacinados também nove pacientes crônicos acamados com a primeira dose.

Receberam também a primeira dose, 11 pessoas com deficiências, 563 pessoas com comorbidades, sendo uma delas com a segunda dose. Também receberam a vacina oito gestantes e duas puérperas. Equipes vacinaram ainda 148 profissionais de Saúde, sendo 96 com a primeira dose e 52 com a segunda dose.

A campanha de imunização contra a covid-19 segue nesta quarta-feira (02/06) em 10 pontos de vacinação da cidade para grupos já convocados. Para a vacinação é preciso estar cadastrado junto a Secretaria de Saúde. Os dados devem ser preenchidos no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br)

Podem receber a vacina contra a covid-19 neste momento:

- Pessoas com comorbidades (listadas no Plano Nacional de Imunização) maiores de 30 anos.
- Trabalhadores da Saúde a partir de 18 anos
- Profissionais de Educação maiores de 18 anos que estejam trabalhando em creches e Centros de Educação infantil (CEIs) das redes pública e privada.
- Pessoas com síndrome de down maiores de 18 anos
- Pessoas com autismo maiores de 18 anos
- Pessoas com paralisia cerebral maiores de 18 anos
- Pacientes renais crônicos em diálise, maiores de 18 anos
- Pessoas com deficiência permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) com mais de 30 anos.
- Idosos com mais de 60 anos (que perderam os chamados anteriores)

*A vacinação de gestantes e puérperas maiores de 18 anos com comorbidades, também segue com a aplicação da vacina CoronaVac. As doses do imunizante do Butantan recebidas no último lote devem ser destinadas exclusivamente a este público e estão sendo aplicadas em dois pontos da cidade: no campus da UCP Benjamin Constant (Centro) e no Parque Municipal, em Itaipava.

*Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde, um assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. Há, ainda, informações sobre a vacinação contra a gripe. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428.

O boletim epidemiológico desta terça (01/06) mostra que Petrópolis fez, até agora, 162.551 testes para Covid-19, com 38.117 resultados positivos e 121.016 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab). Oito óbitos foram contabilizados nesta segunda.

Neste momento, 130 pessoas estão internadas em UTIs nas redes privada e SUS. Outras 116 estão em leitos clínicos, considerando leitos privados e SUS, totalizando assim, 246 internações em toda a rede da cidade. A ocupação de leitos clínicos na rede SUS é de 62,82% e 71,56% em UTI.

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.183 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde.

A Secretaria acrescenta, ainda, que trabalha na atualização de dados de notificações e casos em análise no sistema, inserindo ainda dados pendentes de meses anteriores. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Óbitos registrados:

1. Homem, 55 anos, morador no Duarte da Silveira. Internado em 05.05.2021 no HST. Óbito registrado em 28.05.2021 no HST. Paciente com hipertensão arterial.

2. Mulher, 54 anos, morador no Morin. Internada em 15.05.2021 no HST. Óbito registrado em 28.05.2021 no HST. Paciente com hipertensão arterial e diabetes.

3. Mulher, 44 anos, moradora no Morin. Internada em 12.05.2021 no Hospital Unimed. Óbito registrado em 28.05.2021 no Hospital Unimed. Paciente com hipertensão arterial.

4. Mulher, 79 anos, moradora no Bingen. Internada em 19.05.2021 na UPA Cascatinha e transferida para o HAC. Óbito registrado em 29.05.2021 no HAC. Paciente com hipertensão arterial e obesidade.

5. Mulher, 92 anos, moradora no Centro. Internada em 24.05.2021 no Hospital Unimed. Óbito registrado em 30.05.2021 no Hospital Unimed. Paciente com doença cardiovascular crônica e doença neurológica crônica.

6. Mulher, 50 anos, moradora no Jardim Salvador. Internada em 23.04.2021 no Hospital Unimed. Óbito registrado em 30.05.2021 no Hospital Unimed. Paciente sem comorbidades.

7. Mulher, 89 anos, moradora no Caxambu. Internada em 09.05.2021 na UPA Cascatinha e transferida para o HNSA. Óbito registrado em 30.05.2021 no HNSA. Paciente com hipertensão arterial.

8. Mulher, 58 anos, moradora no Centro. Internada em 19.05.2021 na UPA Cascatinha e transferida para HMNSE. Óbito registrado em 30.05.2021 no HMNSE. Paciente com obesidade e doença cardiovascular crônica.

344 currículos foram entregues para 34 vagas de trabalho

A Casa do Trabalhador, que iniciou suas atividades em janeiro deste ano, realizou 2.702 atendimentos durante o mês de maio – 136 por dia. Também foram encaminhados 344 currículos para 34 vagas de emprego para empresas parceiras do Balcão de Emprego.

As vagas abertas de serviço ficam disponíveis e os candidatos devem cadastrar os seus currículos no site www.petropolis.rj.gov.br. As empresas interessadas também podem oferecer oportunidades para recrutamento de mão-de-obra, anunciando na Casa do Trabalhador pelo telefone 2246-8942 ou pelo e-mail: claudiarodrigues@petropolis,rj.gov.br.

A unidade também expediu 362 Carteiras de Trabalho e fez a migração de 35 para o sistema digital. O formato eletrônico está em funcionamento desde 2019, podendo substituir a versão impressa. Para acessar a Carteira Digital é preciso ter cadastro no sistema acesso.gov.br. O documento é disponibilizado pelo aplicativo “Carteira de Trabalho Digital” e pode ser acessada pelo CPF do trabalhador.

O atendimento na Casa do Trabalhador oferece a emissão de carteira de trabalho (1ª e 2ª via), orientação ao trabalhador, instruções sobre elaboração de currículo, auxílio de cadastro no Balcão de Empregos da Prefeitura, entre outras indicações para o mercado de trabalho.

A Casa do Trabalhador funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Quem busca tirar a 1ª via da Carteira de Trabalho deve comparecer ao local com a carteira de identidade, CPF, certidão de nascimento ou casamento e o comprovante de residência com o CEP.

Quem deseja a 2ª via do documento, além dos documentos citados, é pedido CTPS anterior ou o n° de série da mesma. Além disso, quem passa pela porta do local, tem acesso as vagas disponíveis no Balcão de Empregos no dia. Outras informações podem ser consultadas pelo telefone 2246-8942


Empresas dos setores de telecomunicações, serviços essenciais e financeiros lideraram o ranking de queixas registradas pelo Procon Petrópolis no mês de maio. Ao longo dos 31 dias, o órgão de defesa do consumidor recebeu um total de 91 reclamações fundamentadas, que são aquelas que não são resolvidas após a fase inicial de apuração.

A Telemar Norte Leste aparece em primeiro lugar no ranking de reclamações, com quase 14 por cento de todos os atendimentos realizados pelo Procon Petrópolis. Duas concessionárias de serviços essenciais, Enel e Águas do Imperador, ficaram com o segundo e terceiro lugares (11 e 6 por cento) entre os consumidores descontentes com os serviços.

Os assuntos financeiros também estiveram na pauta do Procon Petrópolis. Bancos e financeiras foram alvos de contestação para 35 petropolitanos, sendo que em sua maioria cobranças consideradas abusivas pelos consumidores. Entraram na estatística do órgão produtos, planos de saúde e serviços privados, que corresponderam a 20 por cento no universo de reclamações.    

Sobre a movimentação dos petropolitanos no Procon nos quase 30 dias do mês, o Coordenador destacou que o órgão segue com credibilidade junto ao público, razão pela qual mais de 160 pessoas procuraram um auxílio para resolver a sua demanda. Segundo Badia, funcionários especializados recebem as reclamações pelos canais de atendimento nesses tempos de pandemia, em que uma boa parte do público tem evitado ir às ruas.    

O petropolitano pode agendar uma reunião presencial para relatar seu problema ou tirar dúvidas sobre alguma compra realizada pelos números (24) 2246-8469, 2246-8471, 2246-8473, 2246-8475, 2246-8477, 2246-8470, 2246-8472, 2246-8474 e 2246-8476.

O agendamento também pode ser feita através do e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

O Procon funciona na rua doutor Moreira da Fonseca, número 33, no Centro Histórico.