Espaço será reestruturado para melhorar serviço a pacientes, com atendimento 24h

Melhorar a estrutura para atendimento a quem precisa de tratamento psiquiátrico, com área para atendimento 24h a pacientes em crise. Com este objetivo, a prefeitura iniciará no mês que vem a reforma da psiquiatria o Hospital Municipal Nelson de Sá Erap. O projeto, orçado em R$ 395 mil, foi discutido em reunião nesta semana entre o secretário de Saúde, a direção do HMNSE e a direção do Departamento de Saúde Mental. O processo de licitação já foi finalizado e a empresa responsável pela obra foi escolhida. A previsão é de que as intervenções comecem em setembro e estejam concluídas em um prazo de cinco meses.

“Temos buscado desde o início da gestão melhorar a estrutura dos equipamentos públicos, especialmente na rede de Saúde. As melhorias na psiquiatria do HMNSE são mais um passo que estamos dando neste sentido, para humanizarmos mais o atendimento neste setor que é tão importante”, explica o governo interino.
O projeto prevê uma reestruturação e reorganização do espaço, que passará a contar com oito leitos de saúde mental - quatro masculinos e quatro femininos - para estabilização de pacientes. O espaço terá ainda três leitos para receber pacientes de emergência e um consultório para atendimento. O espaço da psiquiatria passará a ser mais amplo, com iluminação natural, segurança e entradas separadas para pacientes socorridos por equipes de emergência e para aqueles que derem entrada por meios próprios.
“A reforma da unidade de psiquiatria no HNNSE irá melhorar o atendimento, com a recepção dos pacientes sendo feita em uma unidade com uma melhor estrutura e funcionamento 24 horas. A reforma possibilitará um atendimento mais humanizado a estes pacientes, que poderão permanecer na unidade pelo tempo necessário para que tenham o quadro estabilizado”, explica o secretário de Saúde, lembrando que a unidade passará a contar com equipe técnica multidisciplinar. A psiquiatria terá médico, psicólogo, assistente social, enfermeiro, técnico de enfermagem, equipe de apoio e segurança.
“Com isso passaremos a ter leitos de saúde mental em um hospital geral, onde os pacientes com quadro psiquiátrico agudo possam receber os cuidados até a estabilização. Será um ambiente amplo e seguro”, explica o diretor do Departamento de Saúde Mental da Secretaria de Saúde, que há 33 anos atua na rede pública.
“É um projeto que permitirá que Petrópolis tenha um serviço diferenciado na região para o tratamento de pacientes psiquiátricos”, pontua o diretor técnico do HMNSE. Também estavam presentes à reunião o diretor Geral, o diretor administrativo, além do psiquiatra, um professor da Faculdade de Medicina de Petrópolis e o psiquiatra, psicanalista e conselheiro do Cremerj.
Secretaria irá capacitar profissionais.
A Secretaria de Saúde também irá implementar a capacitação de profissionais na atenção primária de Saúde para melhorar o suporte aos pacientes psiquiátricos após a alta médica.
“Além desta estrutura com projeto para melhorias no HMNSE, teremos a reestruturação em toda rede de atendimento, com capacitação dos profissionais de saúde para atendimento na urgência e rede ambulatorial a estes pacientes”, explica o secretário de Saúde.

“A ideia com a capacitação é resgatar os princípios que norteiam o SUS: a integralidade, universalidade e equidade, melhorando a qualidade do atendimento aos pacientes psiquiátricos na cidade”, destaca o diretor do Departamento de Saúde Mental.

Governo interino e secretários de governo recebem diploma “Amigo do Batalhão”, em reconhecimento pelo trabalho de parceria com a instituição militar

A solenidade de comemoração do 151° aniversário do 32° Batalhão de Infantaria Leve Dom Pedro II, realizada na manhã desta quinta-feira (12), contou com homenagem ao governo interino e aos secretários de governo, que receberam o diploma “Amigo do Batalhão”. A cerimônia restrita, que seguiu os protocolos de prevenção a covid 19, prestigiou os representantes do governo municipal pela participação e apoio nas atividades do Batalhão. O prefeito entregou placa comemorativa ao aniversário, em homenagem ao trabalho desempenhado pelo comandante do Batalhão, o tenente coronel Eduardo Costa Mattos na cidade.

“Essa é uma homenagem que marca a boa relação com a organização militar. Nosso foco sempre é a atuação integrada, entre o governo municipal e demais órgãos, em prol da melhor gestão da nossa cidade. É com grande satisfação que recebemos essa homenagem e parabenizamos o 32° Batalhão pelos serviços prestados em nosso município”, destacou governo interino.

Com 151 anos de fundação, há quase cem anos o Batalhão foi instalado em Petrópolis. “Não podemos deixar de celebrar os 151 anos de existência do Batalhão. Estamos há 99 anos aqui em Petrópolis e procuramos reforçar os laços que o batalhão tem com a cidade, com as instituições. A cidade nos acolheu e acolhe até hoje. É uma satisfação imensa, uma alegria estar aqui e fazer parte dessa sociedade”, comentou o comandante do 32° Batalhão, o tenente coronel Eduardo Costa Mattos, que destacou que a entrega do diploma de “Amigo do Batalhão” é uma tradição do órgão. Por conta da pandemia, a cerimônia de 150 anos não foi realizada em 2020. Este ano, a celebração foi organizada de forma restrita, conforme os protocolos de prevenção a covid 19.

Com o prefeito interino, participaram os secretários de Educação, de Defesa Civil, da Turispetro, da Companhia Petropolitana de Trânsito, de Obras. A cerimônia contou com a participação de outros representantes da sociedade que também foram reconhecidos pela atuação em parceria com o Batalhão.

As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência na quarta-feira (11/08) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 3.483 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 2.392 receberam a primeira dose e 1.091 receberam a segunda dose do imunizante. Até o momento 165.005 pessoas receberam a primeira dose, 71.982 receberam a segunda dose e 6.805 receberam a dose única do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã. 

Nos pontos de imunização foram vacinados 194 idoso, sendo cinco com a primeira dose e 189 com a segunda dose. A primeira dose da vacina foi aplicada em 2.363 pessoas com idade entre 32 e 59 anos sem comorbidades. Nesta faixa etária abaixo de 59 anos também receberam a segunda dose, 367 pessoas. 

Também receberam a vacina, 356 pessoas com comorbidades, sendo uma com a primeira dose e 355 com a segunda dose. Três deficientes também receberam a segunda dose. 

A vacina foi aplicada ainda em 21 gestantes, sendo seis com a primeira dose e 15 com a segunda. Também foram vacinadas 37 puérperas, sendo cinco com a primeira dose e 32 com a segunda.  

Equipes vacinaram também 139 profissionais de Saúde, sendo 12 com a primeira dose e 127 com a segunda. Também receberam a segunda dose da vacina,  um profissional de Educação e dois  integrante de Forças de Segurança. 

A campanha de imunização contra a covid-19 segue nesta quinta (12/08), com a vacinação de pessoas acima de 31 anos sem comorbidades, e abertura de cadastro para pessoas com 30 anos. O cadastro deve ser preenchido no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). 

A vacinação contra a covid-19 acontece em 13 pontos distribuídos nos cinco distritos.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428.

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde está, nesta quarta (11/08), em 68% em leitos clínicos e 58,73% em UTIs. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 100 pacientes internados, sendo 64 em UTIs e 36 em leitos clínicos. Quatro óbitos foram confirmados e inseridos na base estatística.

Até agora foram realizados no município 183.325 testes para Covid-19, com 44.671 resultados positivos e 138.161 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.396 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde.

A Secretaria acrescenta, ainda, que trabalha na atualização de dados de notificações e casos em análise no sistema, inserindo ainda dados pendentes de meses anteriores. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Óbitos registrados:

Homem, 68 anos, morador no Cuiabá. Internado em 12.012.2020 na UPA Itaipava e transferido para o SMH. Óbito registrado 19.12.2020 no SMH. Paciente com hipertensão arterial e diabetes.

Mulher, 88 anos, moradora no Centro. Internada em 14.07.2021 no HST. Óbito registrado em 14.07.2021 no HST. Paciente com hipertensão arterial e doença neurológica crônica.

Mulher, 36 anos, moradora em Bonsucesso. Internada em 29.07.2021 na UPA Cascatinha e transferida para o SMH. Óbito registrado em 09.08.2021 no SMH. Paciente sem comorbidades.

Mulher, 71 anos, moradora no Cuiabá. Internada em 09.08.2021 no HAC. Óbito registrado em 09.08.2021 no HAC. Paciente com doença cardiovascular crônica, doença renal crônica, diabetes e obesidade.

Em uma ação promocional pelo Dia Internacional da Juventude – comemorado amanhã (12) – o Museu Casa de Santos Dumont estará oferecendo desconto de 50% no valor do ingresso para jovens moradores de Petrópolis. A ação será realizada entre os dias 12 e 20 de agosto e o valor da entrada será de R$ 4. O visitante deve ter entre 15 e 29 anos, apresentar a identidade ou um documento com foto e um comprovante de residência. A ideia do governo interino é incentivar o acesso da juventude aos pontos turísticos do município.

“A cultura é um importante aliado para a saúde mental em meio à pandemia”, explica o presidente do Instituto Municipal de Cultura (IMC). “A gente quer que a juventude esteja integrada com os pontos turísticos da nossa cidade. A visitação é uma forma do jovem conhecer mais sobre Petrópolis e sobre um importante personagem da história do nosso país”, concluiu.

Além disso, a prefeitura – através da Coordenadoria Especial de Articulação Institucional, Coordenadoria da Juventude, em parceria com o Conselho Municipal de Juventude – criou uma extensa programação para comemorar a data.

“Essa ação em conjunto com o IMC promove o fomento a cultura. Além disso, queremos identificar nesse mês, qual o perfil da juventude petropolitana e assim então, criarmos projetos e programas para esse público”, diz a coordenadora de Juventude.

Programação:

13/08 – Live “O Futuro do Brasil Depende do Pleno Acesso da Juventude à Educação e ao Emprego”, às 18h, com transmissão ao vivo pelas redes da Prefeitura.

15/08 – Distribuição do Estatuto da Juventude – Praça do CEU da Posse

16/08 – Lançamento do Aprova Jovem, às 11h, com transmissão ao vivo pelas redes da Prefeitura.

16 a 19/08 – Inscrições para bolsas de estudo do Programa Aprova Jovem

20/08 – Divulgação do Juventude em Dados, às 17h30, com transmissão ao vivo pelas redes da Prefeitura.
- Visita ao Projeto Água com crianças e adolescentes do Meio da Serra (Adiada para a próxima semana por causa das condições climáticas)

2.100 isenções foram concedidas para retirada de documentos

1.657 currículos foram encaminhados a empresas cadastradas no Balcão de Empregos

Em funcionamento desde o dia 14 de janeiro deste ano, a Casa do Trabalhador promoveu um balanço semestral dos números de atendimentos, isenção de documentos, carteiras de trabalho expedidas, auxilio no encaminhamento de carteiras de trabalho digital e encaminhamento de currículos por meio do Balcão de Empregos. Desde sua inauguração, o espaço realizou mais de 7 mil atendimentos.

Foram 2.100 atendimentos relacionados a isenção de taxas para retirada de documentos (Certidão de Nascimento, Casamento, Identidade, Certidão de Divórcio, Óbito, Certificado de Reservista).

Também foram encaminhados 1.657 currículos, sendo 442 somente no mês de julho, para empresas parceiras no Balcão de Empregos. As vagas de emprego abertas ficam disponíveis e os candidatos devem cadastrar ou atualizar os seus currículos no site www.petropolis.rj.gov.br. As empresas interessadas também podem oferecer oportunidades para recrutamento de mão-de-obra, anunciando na Casa do Trabalhador pelo telefone 2246-8942 ou pelo site da prefeitura.

“A Casa do Trabalhador oferece para a população de Petrópolis diversos serviços em único lugar. Recolocação no mercado de trabalho, isenção para retirada de documentos, orientação para confecção de currículos, são apenas alguns exemplos. O objetivo do espaço é ajudar as pessoas e acredito que essa missão a Casa do Trabalhador vem cumprindo com louvor”, destaca o prefeito interino.

A unidade também expediu 1.686 Carteiras de Trabalho até junho deste ano e procedeu a migração de 234 para o sistema digital. O formato eletrônico está em funcionamento desde 2019, podendo substituir a versão impressa. Para acessar a Carteira Digital é preciso ter cadastro no sistema acesso.gov.br. O documento é disponibilizado pelo aplicativo “Carteira de Trabalho Digital” e pode ser acessada pelo CPF do trabalhador.

O secretário de Desenvolvimento Econômico destaca o papel da Casa do Trabalhador e que em pouco tempo já se tornou referência para a população de Petrópolis. “Conseguimos reunir muitos serviços em único local, para facilitar a vida da população e alavancar a economia da cidade. A intenção nos próximos meses é oferecer cursos, palestras e oficinas para capacitar e orientar as pessoas sobre o mercado de trabalho”, disse.

O atendimento na Casa do Trabalhador oferece a emissão de carteira de trabalho (1ª e 2ª via), orientação ao trabalhador, instruções sobre elaboração de currículo, auxílio de cadastro no Balcão de Empregos da Prefeitura, entre outras indicações para o mercado de trabalho.

A Casa do Trabalhador funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, na Rua Dr. Porciúncula 75, Centro. Vale lembrar que quem passa pela porta do local tem acesso as vagas disponíveis no Balcão de Empregos no dia. Outras informações podem ser consultadas pelo telefone 2246-8942.


Casos suspeitos e confirmados devem ser comunicados à Secretaria de Educação e Coordenação de Vigilância Epidemiológica

As escolas particulares e estaduais que já receberam o selo “Escola Segura” estão autorizadas a atender presencialmente os alunos desde maio, no entanto, o funcionamento está atrelado ao cumprimento das medidas necessárias que garantem a segurança da comunidade escolar. Atualmente, 75 escolas da rede privada possuem o selo e outras 9 do Estado também têm o documento. Todas passaram pela visita da comissão de fiscalização e têm conhecimento dos 48 itens do check list do roteiro de inspeção preparado em conjunto pelas Secretarias de Saúde e Educação, sob a coordenação da Vigilância Epidemiológica e com suporte da Vigilância Sanitária, que pontua os cuidados que devem ser preconizados no ambiente escolar.

“Nossa cidade avança a cada dia na vacinação e, por isso, a flexibilização de muitos serviços foi possível. Mas, os cuidados ainda devem continuar porque a pandemia não acabou. Isso também diz respeito ao ambiente escolar. Os documentos norteadores são claros e devem ser seguidos”, afirma a secretária de Educação.

Entre os principais pontos observados no ato da visitação da comissão e Vigilância e que devem ter continuidade durante o atendimento presencial dos alunos estão:

Disponibilização de cartazes sobre higiene das mãos visíveis nos locais de lavagem;
Cartazes sobre o distanciamento físico visíveis na entrada da escola;
Orientações sobre higiene respiratória (tosse e espirro) visíveis na entrada da escola;
Cartazes sobre o uso de máscaras (onde recomendado) visíveis na entrada da escola;
Avisos para permanência em casa em casos de sintomas de doenças, visíveis na escola;
Sinalização do espaçamento no piso (1,0 m);
Uso de carteiras e mesas e demais mobiliários que permitam a higienização com produtos de limpeza;
Local adequado, restrito e ventilado para depósito do material de limpeza (DML) com identificação;
Local de acondicionamento do lixo, de forma adequada, dispondo para coleta pública;
Disponibilização de tapete sanitizante (1 para cada 100 alunos) nas entradas da unidade;
Local para lavagem das mãos na entrada da unidade;
Na ausência de local para lavagem das mãos na entrada da unidade, disponibilização de Álcool Gel 70% para higienização;
Termômetros infravermelhos disponíveis para aferição de temperatura corporal;
Sanitários providos de sabão líquido;
Sanitários providos de toalhas descartáveis;
Dependências, em sua totalidade com lixeira com saco plástico e tampa sem acionamento manual;
Refeitório com Mesas, cadeiras e demais espaços de ocupação pelos alunos reorganizados com espaço para manter a distância entre os usuários;
Orientação dos funcionários quanto à necessidade e o uso correto dos EPIs;
Orientação dos funcionários quanto as normas de biossegurança (Uso de EPIs, uniformes, lavagem das mãos) em todas as atividades da unidade;
Treinamento dos funcionários para acompanhar a entrada dos estudantes, paramentados com EPIs, para orientar higienização dos pés e das mãos e aferição obrigatória de temperatura dos alunos e profissionais;
Mesas, cadeiras e demais espaços de ocupação pelos alunos da sala de aula, laboratórios e outros ambientes, estão reorganizados com espaço para manter a distância de pelo menos 1,0 metro entre os estudantes, com cadeiras viradas para mesma direção e com espaços vazios sinalizados;

Casos suspeitos e confirmados devem ser comunicados

Ao constatar casos suspeitos ou confirmados de covid no ambiente escolar – estudantes ou funcionários, a instituição de ensino deve comunicar oficialmente à Coordenação de Vigilância Epidemiológica, através do telefone 2246-6797. É a Vigilância quem vai orientar qual trâmite deve ser adotado pela instituição de ensino, avaliando cada caso. A escola também deve informar à Secretaria de Educação através do email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Dúvidas podem ser esclarecidas através do telefone do Departamento de Inspeção Escolar: 2246-8675.

“Importante deixar claro que, quando há caso de covid registrado na unidade escolar, um protocolo deve ser seguido e é a Vigilância quem orienta a instituição de ensino como deve proceder, por isso, esse acompanhamento é tão necessário. Todas as escolas devem cumprir esse trâmite, informar tanto à Saúde, quanto à Educação, para que o poder público possa auxiliar da melhor forma”, diz.

“O que temos que ter em mente é que, durante algum tempo, o cenário será esse. Vivemos um momento diferente em função da pandemia. A escola vai abrir, mas poderá fechar temporariamente ou suspender as aulas presenciais de uma turma ou turno caso seja registrado algum caso. Isso é uma medida preventiva. O importante é que as medidas de prevenção tenham continuidade para que possamos evitar a contaminação”, completou.

Retorno presencial nas escolas municipais: a partir de 24 de agosto com escalonamento

O atendimento do 2º semestre da rede municipal de Educação foi retomado no dia 3 de agosto no formato remoto, com suporte através da plataforma Educa em Casa e interação com professores de acordo com a orientação da equipe gestora. Já o ensino híbrido – remoto e presencial – deverá ter início em 24 de agosto, de forma escalonada, ou seja, separado por fases e com espaçamento de datas, com respeito aos protocolos sanitários: distanciamento mínimo de 1 metro, uso de EPIs e máscaras, e com as escolas que retornarão nesse primeiro momento, já liberadas pela Coordenação de Vigilância Sanitária graças ao Selo Escola Segura – ou seja, voltarão as instituições de ensino que já estão totalmente preparadas para o retorno, com todas as adequações já realizadas para garantir a segurança da comunidade escolar, assim como aconteceu com a rede articular e estadual.

Os pais e responsáveis continuam podendo optar por continuar com os crianças e jovens no ensino remoto, caso essa seja a escolha da família. O calendário com as datas e turmas que voltarão, bem como o espaçamento de tempo em que o retorno entre cada grupo vai ocorrer, será publicado pela Secretaria de Educação nessa semana, mas, é importante destacar que o retorno presencial será feito de forma escalonada, com horário reduzido. O primeiro grupo de alunos iniciará o retorno presencial em 24 de agosto. Já o segundo retornará em 6 de setembro. O terceiro em 13 de setembro e o quarto em 20 de setembro. O calendário completo com as turmas já foi apresentado no Grupo de Trabalho que atuou na preparação do material do Plano de Retorno do Município e também ao Comed – Conselho Municipal de Educação.

Até o momento, 131 unidades escolares da rede municipal já estão com o selo Escola Segura. Segundo programação de visitas da comissão, até o início do ensino híbrido, todas as demais escolas da rede já terão sido visitadas.