A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde está, neste domingo (01/08), em 60% em leitos clínicos e 28% em UTIs. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 84 pacientes internados, sendo 47 em UTIs e 37 em leitos clínicos.

Até agora foram realizados no município 179.943 testes para Covid-19, com 43.858 resultados positivos e 135.574 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.375 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde.

A Secretaria acrescenta, ainda, que trabalha na atualização de dados de notificações e casos em análise no sistema, inserindo ainda dados pendentes de meses anteriores. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência no sábado (31/07) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 1.042 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 768 receberam a primeira dose e 274 receberam a segunda dose do imunizante. Até o momento 149.723 pessoas receberam a primeira dose, 62.656 receberam a segunda dose e 6.805 receberam a dose única do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã.  

Nos pontos de imunização foram vacinados 221 idosos, sendo um com a primeira dose e 220 com a segunda dose. A primeira dose da vacina foi aplicada em 644 pessoas com idade entre 38 e 59 anos sem comorbidades. Nesta faixa etária 15 pessoa também  receberam a segunda dose. 

Também receberam a segunda dose de vacina,  37 pessoas com comorbidades. 

A vacina foi aplicada ainda em 40 gestantes, sendo 34 com a primeira dose e seis com a segunda. Também foram vacinadas 80 puérperas, sendo 52 com a primeira dose e 28 com a segunda.   

Equipes vacinaram também quatro profissionais de Saúde com a segunda dose. Também receberam a segunda dose, quatro integrantes de Forças de Segurança.

A campanha de imunização contra a covid-19 segue na segunda-feira(02/08), com a vacinação de pessoas acima de 37 anos sem comorbidades. O cadastro para esta faixa etária está sendo aberto neste domingo e  deve ser preenchido no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). A vacinação contra a covid-19 acontece em pontos distribuídos nos cinco distritos.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428

Grupo começa a ser vacinado na próxima semana

A chegada de um novo lote de vacinas contra covid-19 neste sábado (31/7), com 7.420 doses das vacinas CoronaVac e Pfizer destinadas à aplicação de primeiras doses, permitirá a ampliação da campanha de imunização contra a doença na cidade. Com a nova remessa, o município criou um calendário para cadastramento e vacinação de pessoas com idade entre 37 e 35 anos. Neste domingo (1º/8) a Secretaria de Saúde abre cadastro para pessoas com 37 anos. Na terça, feira (3/8), o cadastro será aberto para pessoas com 36 anos. Já na quinta (5/8), será a vez de quem tem mais de 35 anos se cadastrar. O cadastramento deve ser feito no site da Prefeitura, www.petropolis.rj.gov.br.

“A chegada desta remessa maior de vacinas vai permitir mais um avanço na faixa etária da vacinação. Estamos trabalhando para termos, o quanto antes, toda a população apta a receber a vacina imunizada. Sabemos que todos estão ansiosos pela vacina - assim como nós, especialmente neste momento em que os reflexos positivos da imunização são ainda mais evidentes - por isso organizamos um calendário para a próxima semana, organizando a ampliação dentro de faixas etárias até 35 anos”, anuncia o governo interino, lembrando que ampliações para as demais faixas etária dependem do envio de novas remessas de vacinas por parte do Ministério da Saúde e do Estado.

O cadastramento de pessoas com 37 anos será aberto neste domingo, dia 1°, para vacinação na segunda e na terça- feira (2 e 3/8). Na terça (03/08) será aberto o cadastro para pessoas a partir dos 36 anos. Estas começam a ser vacinadas na quarta e quinta-feira (4 e 5/8). E na quinta-feira é a vez das pessoas a partir de 35 anos se cadastrarem para a vacinação, trabalho que será feito na sexta e no sábado (6 e 7/8).

“Importante destacar que o cadastro não será fechado para as demais faixas etárias. Como temos feito desde o princípio da campanha, mesmo quem perder a data da sua faixa etária continua podendo se cadastrar para receber a vacina. Além disso, com a chegada de novos lotes, a secretaria abrirá mais vagas para pessoas que porventura não consigam se cadastrar nesta semana, como já vem sendo feito desde o início da campanha. Com planejamento e organização, e com a chegada de doses, vamos avançar e vacinar todos os que estão aptos a serem imunizados", explica o secretário de Saúde.

“Estamos trabalhando para que todos os petropolitanos estejam imunizados o mais breve possível e para que a vacinação continue sendo feita de forma organizada. A Vigilância em Saúde tem toda estrutura para acelerar a campanha”, afirma o secretário, destacando que o município depende apenas do envio de lotes maiores da vacina para dar mais celeridade à vacinação.

Além dos lotes para primeiras doses, o município recebeu neste sábado (31/07) 3.450 vacinas CoronaVac e AstraZeneca, destinadas à aplicação d segundas doses.

Secretaria reforça convocação para segunda dose

Até sexta-feira (30/07) Petrópolis tinha 155.760 pessoas vacinadas, o que corresponde a 64,34% das pessoas maiores de 18 anos. Destas, 148.955 receberam a primeira dose e 6.805 receberam a dose única. Na cidade 69.187 pessoas receberam as duas doses ou dose única da vacina contra a covid-19, o que corresponde a 28,58% da população apta a receber a vacina com o ciclo de imunização completo.

O município tem 90,98% de taxa de retorno para a aplicação de segunda dose da vacina contra a covid-19 – índice superior ao preconizado pelo Ministério da Saúde (90%). A Secretaria de Saúde reforça, no entanto, a importância de a população completar o ciclo de imunização para o controle da pandemia. “Nossa meta é que todas as pessoas que tomaram a primeira dose da vacina completem o ciclo de imunização. Isso é importante para a proteção de cada um e para o controle da pandemia na cidade. A redução no numero de internações de pacientes com quadro grave da doença vem mostrando isso”, destaca o secretário.

A Secretaria de Saúde observou ao longo da última semana um aumento na busca por informações em relação a aplicação de vacinas em pacientes com sintomas de gripe. A orientação neste caso é para que as pessoas compareçam somente após o fim dos sintomas.

A Secretaria orienta ainda que pessoas que perderam o prazo para receber a segunda dose da vacina CoronaVac se dirijam aos seguintes pontos: UCP campus Benjamin Constant (Centro) ou Parque de Exposições (Itaipava). A aplicação de doses da vacina do Instituto Butantan será concentrada nestes dois pontos para evitar perdas de doses, uma vez que, após a abertura dos frascos, as doses devem ser aplicadas em um prazo máximo de seis horas.

Segunda, 02 Agosto 2021 12:25

Passagem mais barata a partir deste domingo

A redução, anunciada pelo governo interino, entra em vigor a partir de meia noite.

O usuário do transporte público em Petrópolis terá um alívio no bolso a partir deste domingo (1): a passagem que custava R$ 4,40 passa a custar R$ 4,20. A medida entra em vigor a partir de 00h01. A redução de 20 centavos na tarifa de ônibus, anunciada no dia 16 pelo governo interino, segue na contramão do que vem ocorrendo em outros municípios e é resultado de um esforço que vem sendo realizado desde o início do ano pelo governo municipal para garantir melhorias no serviço público para a população. Além da redução da passagem, o executivo ainda conseguiu, por meio de termo de compromisso assinado pelas empresas, o retorno de 100% da frota de ônibus nas linhas troncais, nos horários de pico.

“A redução da passagem e o retorno de 100% nos horários de maior demanda será um alívio para o trabalhador que depende do transporte público. Desde o início da nossa gestão estamos cobrando mudanças para garantir a melhoria do sistema de transporte, atendendo as necessidades da população. Toda a discussão estava judicializada, o que vinha dificultando soluções imediatas, mas agora conseguimos esta vitória, dando este retorno ao usuário do transporte público”, explicou o governo interino.

Para quem depende do ônibus para se deslocar, a notícia da redução da tarifa de ônibus chegou em boa hora. Para o Hugo Juliander, que é motorista de aplicativo, a redução “vai fazer uma enorme diferença”. “Porque a gente utiliza o transporte público direto. Então, ao final do mês, vai ser uma economia significativa. Dá para juntar o dinheiro, programar, porque hoje as coisas estão muito caras”, avaliou.

O Valdeir de Souza, pedreiro, já pensa no que fazer com o dinheiro que sobrar no fim do mês. “A notícia é maravilhosa. Porque tudo o que a gente puder ter de benefício para ajudar a gente é uma beleza, porque as coisas só aumentam. Fui lá no mercado e o dinheiro não dá pra comprar nada. Tem que ter um bom dinheiro para fazer uma compra. Agora, você coloca esse valor de cada passagem. Igual meu irmão. Ele pega quatro ônibus por dia, veja bem quanto que fica, quanto que dá no final do mês. Dá uma diferença danada, dá pra ajudar em outras coisas. Se você juntar o mês todo, 20 centavos, meu Deus do céu. Vai longe, não vai?”, disse.

Para viabilizar a mudança que entra em vigor neste domingo foi necessária pressão do governo municipal, já que uma decisão judicial determinava, desde o fim do ano passado, pagamento de subsídio às empresas, em decorrência de alegado desequilíbrio financeiro durante a pandemia. Apesar da ordem judicial, o governo municipal se negava a fazer o pagamento sem a garantia de melhorias no sistema, em benefício da população. Além disso, o município também cobra o pagamento de valores devidos pelas empresas - que somam, hoje, cerca de R$ 18 milhões, apenas com ISS. O governo municipal busca receber os valores também na justiça.

“Essa contrapartida (redução do valor da passagem e retorno da frota) segue na contramão do que fizeram tantos outros municípios, que foram obrigados a subsidiar o transporte público no contexto da pandemia da Covid-19 e não tiveram qualquer tipo de melhoria no sistema. Em alguns, inclusive, houve ou há discussão para aumento da tarifa”, destaca o governo interino.

Fiscalização

Para garantir que a oferta de ônibus acordada na justiça, a Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes - CPTrans irá intensificar a fiscalização. “Atuaremos nas ruas e nos terminais rodoviários ao longo de todo o dia, em especial nos horários que devem contar com o retorno de 100% das linhas troncais”, afirmou o diretor-presidente da CPTrans.

Segundo o procurador geral do município a partir deste domingo, a operação deve ser com 100% da frota nas linhas troncais nos horários de pico. “as empresas tiveram o prazo desde a assinatura do acordo para se readequar, contratando rodoviários para garantir o retorno das linhas e horários que deixaram de operar”, ressaltou.

Pessoas que perderam prazo para 2ª dose de CoronaVac devem se dirigir aos pontos de vacinação da UCP Benjamin Constant ou ao Parque de Itaipava

Com 90,98% de taxa de retorno para a aplicação de segunda dose da vacina contra a covid-19 – índice superior ao preconizado pelo Ministério da Saúde (90%) - a Secretaria de Saúde reforça a importância da população completar o ciclo de imunização para o controle da pandemia. Em Petrópolis 69.187 pessoas receberam as duas doses ou dose única da vacina contra a covid-19, o que corresponde a 28,58% da população apta a receber a vacina com o ciclo de imunização completo.

“Petrópolis está acima do índice estabelecido pelo Ministério da Saúde, que é de 90%, mas nossa meta é que todas as pessoas que receberam a primeira dose retornem para receber a segunda dose e completem o ciclo de imunização. Hoje já podemos perceber os resultados positivos da vacinação. Mas é fundamental para o controle da pandemia na cidade que todos recebam as duas doses para que a imunização seja completa", destaca o governo interino.

Há 60 dias o número de internações em leitos de UTI vem caindo progressivamente na rede pública e se mantendo abaixo de 70%. Há 10 dias o município registra ocupação inferior a 30%, chegando na última sexta-feira (30/07) a 21,59%.

“Esta redução que vem sendo observada também na demanda por atendimento confirma o que os cientistas sempre defenderam: o caminho para o controle da pandemia é a vacinação. Por isso é importante que todos que receberam a primeira dose, retornem para tomar a segunda dose. Quem por algum motivo perdeu a data, deve comparecer para completar o ciclo de imunização”, orienta o secretário de Saúde.

A Secretaria de Saúde observou nos últimos dias aumento na busca por informações em relação a aplicação de vacinas em pacientes com sintomas de gripe. A orientação neste caso é para que as pessoas compareçam somente após o fim dos sintomas.

Quem perdeu o prazo para receber a D2 de CoronaVac, deve se dirigir a dois pontos

Pessoas que por algum motivo perderam o prazo para receber a segunda dose da vacina CoronaVac têm, agora, duas opções de locais para completar o ciclo de vacinação: a UCP campus Benjamin Constant (Centro) ou ao Parque de Exposições (Itaipava). A aplicação de doses da vacina do Instituto Butantan será concentrada nestes dois pontos para evitar perdas de doses, uma vez que, após a abertura dos frascos, as doses devem ser aplicadas em um prazo máximo de seis horas.

Até sexta-feira Petrópolis tinha 155.760 pessoas vacinadas, o que corresponde a 64,34% das pessoas maiores de 18 anos. Destas, 148.955 receberam a primeira dose e 6.805 receberam a dose única.

Segunda, 02 Agosto 2021 12:21

Boletim vacinação – 30/07/2021 (sexta)

As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência na sexta (30/07) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 2.971 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 857 receberam a primeira dose e 2.114 receberam a segunda dose do imunizante. Até o momento 148.955 pessoas receberam a primeira dose, 62.382 receberam a segunda dose e 6.805 receberam a dose única do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã.  

Nos pontos de imunização foram vacinados 1.022 idosos, sendo dois com a primeira dose e 1.020  com a segunda dose. A primeira dose da vacina foi aplicada em 738 pessoas com idade entre 38 e 59 anos sem comorbidades. Nesta faixa etária 795 pessoas também receberam a segunda dose. 

Também receberam a vacina, 72 pessoas com comorbidades. Destas, 34 receberam a primeira dose e 38 receberam a segunda dose. 

A vacina foi aplicada ainda em 39 gestantes, sendo 22  com a primeira dose e 17 com a segunda. Também foram vacinadas 77 puérperas, sendo 39 com a primeira dose e 38 com a segunda.   

Equipes vacinaram também 193 profissionais de Saúde, sendo 32 com a primeira dose e 191 com a segunda dose. Também receberam a segunda dose 37 profissionais de Educação. Além destes, oito pofissionais de transporte foram vacinados com a segunda dose.

A campanha de imunização contra a covid-19 segue neste sábado (31/07), com a vacinação de pessoas acima de 38 anos sem comorbidades. O cadastro deve ser preenchido no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). A vacinação contra a covid-19 acontece em pontos distribuídos nos cinco distritos.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428

A equipe da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Itaipava recebeu um carinho especial na manhã desta quinta-feira (29/07): a visita da pequena Pérola Sofia de Moraes de 2 anos. Acompanhada pela mãe, Micaela dos Santos Moraes, a menina esteve na UPA para agradecer a dedicação e o carinho dos profissionais em seu socorro. Perola teve quatro paradas cardíacas revertidas na unidade e hoje, pouco mais de um mês depois, está recuperada.

“Fiquei muito agradecida, primeiro a Deus, que salvou a vida da minha filha e em segundo à equipe que estava lá e agiu rápido naquele momento. Eles lutaram muito. Sou grata pelo carinho e amor que tiveram por ela, por isso a levei lá para agradecer. Estou ainda mais feliz por sentir todo o afeto com que mais uma vez a receberam”, declarou Micaela, que tem 19 anos.

Para o prefeito interino Hingo Hammes, a iniciativa da mãe da menina motiva todos os profissionais de saúde, incluindo médicos, enfermeiros e técnicos das mais diferentes áreas. “O reconhecimento dessa mãe e o carinho da filhinha dela ao voltar à unidade para abraçar a equipe que a acolheu revigora a todos nós e certamente dará um novo ânimo para todos os trabalhadores da unidade”, diz.

Micaela conta que em 25 de junho voltava da casa da avó, quando a filha passou mal e foi socorrida. “Havia passado o dia brincando e quando voltávamos pra casa, ela estava no meu colo e dormiu. Só quando descemos do ônibus percebi que ela estava mole, mas, a princípio, achei que fosse sono. Porém, como não acordava, notei que havia algo errado e corri para a UPA, desesperada. Logo nos atenderam”, diz a mãe.

A mãe lembra que, na UPA, a equipe rapidamente avaliou o caso e conseguiu reverter quatro paradas cardíacas na pequena Pérola. A menina foi estabilizada e transferida para o Hospital Alcides Carneiro, onde passou 18 dias internada, sendo seis na UTI.

“Este gesto da Micaela de trazer a Pérola à UPA para que víssemos como ela está, nos dá forças pra continuar e seguir em frente. Fiquei muito feliz e emocionada por vê-la chegando alegre, brincando tão esperta e sem nenhuma sequela. Realizamos diversos procedimentos, o que exigiu muito de toda equipe durante mais de três horas, mas salvar uma vida não tem preço. Nos recompensa muito receber este carinho”, diz a médica pediatra Paula Rangel Fernandes, que trabalha na UPA Itaipava desde a abertura da unidade.

“É muito emocionante receber este retorno, principalmente no caso de uma criança. No dia do atendimento esta menina entrou na unidade quase parando. Toda a equipe trabalhou para salvá-la. Tenho duas filhas com idade próxima à da Pérola. Hoje vê-la chegar alegre e nos abraçar, é muito gratificante. É um gesto que nos motiva e revigora”, destaca a enfermeira Leila Garcia Thomaz, que há mais de 20 anos atua na área. “Como eu trabalho no HAC, pude continuar acompanhando o caso dela lá também. Estamos todos muito felizes por vê-la bem”, disse.

O secretário de Saúde agradeceu o carinho e o reconhecimento da equipe. “A pandemia tem evidenciado a importância e o valor do trabalho das equipes de Saúde, sobretudo aqueles profissionais que atuam nas emergências. Ver o carinho desta mãe com todo o grupo nos motiva e indica que estamos no caminho certo”, destaca o secretário.

Doações de agasalhos para os animais também serão aceitas durante a programação

Aproveitando o período olímpico, a prefeitura de Petrópolis, por meio da Coordenadoria de Bem-estar Animal, vai realizar a primeira etapa das “AUlimpíadas de Adoção” neste sábado (31). Com apoio das instituições Dog’s Heaven e Amigo Vira-lata, que serão responsáveis por disponibilizar os cães e gatos para acolhimento, a Cobea, desta vez, também vai estar aceitando doações de agasalhos, cobertores, casinhas e camas para serem distribuídos pela equipe da Coordenadoria em pontos estratégicos da cidade para o uso dos animais. O evento acontecerá na Praça Dom Pedro II, de 10h às 15h, e os interessados em adotar algum pet deverão apresentar CPF, identidade, comprovante de residência fixa, assim como, precisam ser maiores de 18 anos.

O governo interino afirma que a intenção da atual campanha é estimular não só o alcance de novos tutores, mas também o recebimento de vestimenta, cobertas e produtos destinado aos animais “Devido ao inverno, queremos aproveitar o sucesso que as campanhas de adoção estão tendo para incentivar doações de agasalhos ou itens que servirão para proteção dos bichinhos diante desse período de frio”, explica.

A ação desta semana faz parte da Campanha de Adoção de animais que a Cobea promove desde fevereiro deste ano, que já contou com 66 pets adotados em sete edições realizadas. Nesta etapa, o Conselho Municipal de Promoção e Defesa dos Animais (COMUPA), Defesa Civil, Secretaria de Saúde, Universidade Estácio de Sá e Petshop Petique estarão como apoiadores. A loja de ração Rospauth também é participante cedendo um cupom de 10% de desconto em produtos para os novos tutores. É importante salientar que todos os animais disponíveis já estão vacinados, castrados, vermifugados e o evento vai seguir todas as medidas de segurança necessárias.

“Estamos contando com o apoio da população para que abrace essa causa conosco. Se você não puder acolher um animalzinho, peço que colabore de alguma forma. Vai ser muito importante conseguirmos arrecadar o máximo de agasalhos suficientes para que possamos cuidar de forma justa da vida dos nossos bichinhos”, garante o coordenador de Bem-estar Animal.

Vale destacar que a edição deste sábado poderá ganhar uma nova data de realização em caso de chuvas. A Cobea disponibiliza os contatos por e-mail e telefone para esclarecimento de dúvidas da população.
Telefone: (24) 2291-1505
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Veículos que prestam o serviço à população em Petrópolis foram adesivados na avenida Tiradentes

Na manhã desta sexta-feira (30) o Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Rio de Janeiro - Ipem/RJ deu início ao trabalho de adesivação dos táxis que atuam na cidade e que foram verificados para receberem o selo “Ande de Táxi Legal”, lançado no início do mês pelo governador Cláudio Castro. A ação em Petrópolis foi realizada na avenida Tiradentes e contou com o apoio da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes - CPTrans.

“É o tipo de verificação do transporte que trás segurança e beneficia o usuário, que sabe que está embarcando em um veículo legalizado pelos órgãos competentes do poder público”, ressaltou o diretor-presidente da CPTrans, que lembra que a ação do órgão estadual tem o objetivo de dificultar a atuação de táxis piratas no estado.

O objetivo do programa, que foi anunciado no último dia 2, é adesivar 33 mil táxis que circulam em todo o estado do Rio de Janeiro. Em Petrópolis, são quase 600 veículos. De acordo com o Ipem, o novo selo possui sete itens de segurança para evitar possíveis fraudes, e sua identificação só poderá ser feita por fiscais da diretoria de táxis do Ipem/RJ, que utilizarão equipamentos com luz ultra-violeta para realizar a leitura do código de barras e demais lacres de segurança impressos no selo.

O novo selo fica afixado do lado direito do pára-brisa dianteiro do veículo, para facilitar a identificação por parte do usuário. Para impedir que veículos circulem ilegalmente ou com uma dupla autorização, o Ipem passará a se basear em um cadastro único com todos os dados dos proprietários dos veículos, fornecidos pelas prefeituras.

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde está, nesta sexta (30/07), em 14,93% em leitos clínicos e 21,59% em UTIs. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 72 pacientes internados, sendo 43 em UTIs e 29 em leitos clínicos. Nesta sexta, um óbito foi confirmado e inserido na base estatística.

Até agora foram realizados no município 179.936 testes para Covid-19, com 43.851 resultados positivos e 135.574 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.375 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde.

A Secretaria acrescenta, ainda, que trabalha na atualização de dados de notificações e casos em análise no sistema, inserindo ainda dados pendentes de meses anteriores. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Óbito registrado:

Mulher, 43 anos, morador no Vale das Videiras. Internada em 05.07.2021 na UPA Itaipava e transferida para o SMH. Óbito registrado em 29.07.2021 no SMH. Paciente sem comorbidades.

Especialista alerta para os cuidados com a doença que afeta diretamente na qualidade de vida e autoestima dos pacientes

Neste domingo (01/08) é celebrado o Dia Nacional dos Portadores de Vitiligo. A data visa aumentar a conscientização, apoiar, educar e combater o preconceito contra a doença. Além disso, são levadas informações com indicações dos cuidados para os para os portadores de vitiligo. A patologia não é contagiosa, ao contrário do que algumas pessoas ainda pensam, e impacta diretamente na qualidade de vida e autoestima dos pacientes.

O vitiligo é uma doença que consiste na perda da coloração da pele, caracterizada pelo surgimento de manchas brancas. Os locais afetados variam em cada paciente. As lesões formam-se devido à ausência de melanócitos (células responsáveis pela cor da nossa pele) nos locais acometidos. As causas da doença ainda não estão totalmente estabelecidas, mas fenômenos autoimunes parecem estar associados ao vitiligo. O histórico familiar também é considerado, pois boa parte dos pacientes têm algum parente com a doença. Além disso, alterações ou traumas emocionais podem estar entre os fatores que desencadeiam ou agravam a doença.

A dermatologista atua no Hospital Alcides Carneiro (HAC) e no Centro de Saúde. Ela aponta quais as indicações para o portador da doença. “O médico dermatologista é o profissional habilitado para o diagnóstico e tratamento do vitiligo. Uma das principais portas de entrada na rede de saúde é a atenção básica, nos postos e unidades do município. O médico ou enfermeiro que identificar uma lesão suspeita de vitiligo encaminha o paciente ao dermatologista”.

Ela explica como é feito o acompanhamento e o tratamento da doença: “Na grande maioria das vezes o diagnóstico é feito apenas com o exame clínico. Caso existam dúvidas, podemos realizar uma biópsia, um procedimento simples que consiste na retirada de um pequeno fragmento da pele e envio para análise. Em relação ao tratamento, o vitiligo é uma doença crônica e não tem cura. Mas hoje temos inúmeras opções terapêuticas para controle do quadro, dependendo do grau de comprometimento da pele e do impacto causado na vida de cada paciente”.

A profissional também explica que a doença afeta diretamente a qualidade de vida das pessoas e a parte psicológica e emocional delas: “Várias doenças dermatológicas são agravadas pelo estresse emocional. Com o vitiligo não é diferente. As lesões, muitas vezes, impactam significativamente na qualidade de vida e na autoestima. Nas consultas sempre tento acalmar o paciente, trabalhando muito a questão da aceitação pessoal. Recomenda-se também o acompanhamento psicológico, que pode ter efeitos bastante positivos nos resultados do tratamento. É importante desmistificar a doença e ajudar a acabar com o preconceito”.

A dermatologista finaliza com algumas dicas e cuidados que os portadores de vitiligo devem ter: “O paciente com o diagnóstico de vitiligo deve ser acompanhado regularmente com o dermatologista, seguindo o tratamento por ele determinado. É sempre bom lembrarmos que a auto prescrição (usar remédios por conta própria) deve ser evitada, pois pode trazer danos à saúde”.

Atendimento Ambulatorial no HAC

O Hospital Alcides Carneiro realiza o atendimento de dermatologista e de outras consultas ambulatoriais. Do início do ano até o mês de junho, houve um aumento de mais de 50% no número de pessoas atendidas no ambulatório da unidade. Em janeiro foram realizadas 2.087 consultas. Em junho, o número aumentou para 3.312 atendimentos, sendo que o mês de maio registrou o maior número, com 3.781 pacientes assistidos.

O diretor presidente do Sehac ressalta o trabalho que a equipe da unidade está realizando: “Assumimos a direção da unidade e estamos trabalhando para avançar, ampliando e melhorando os atendimentos, traçando metas para reduzir as filas que se formaram em função da pandemia”.

No segundo dia de ação para a oferta de acolhimento para as pessoas em situação de rua no município, a prefeitura de Petrópolis atendeu 40 pessoas pelo Centro e distritos. O Serviço de Abordagem Social, realizado pela Secretaria de Assistência Social completou mais um dia de intensificação pela cidade, com o apoio das equipes da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias. A medida foi adotada, desde a última quarta-feira (28), em virtude do forte declínio na temperatura causada pela passagem da frente fria na Região Sudeste. No início da noite da última quinta-feira (29) e madrugada desta sexta-feira (30) a variação foi de 10°C, chegando a 8.6°C, podendo ter sito ainda mais baixa em locais onde foi registrada a ocorrência de geada. A máxima prevista para hoje (30) é de 13°C, e mínima de 6°C na madrugada e manhã deste sábado (31).

Para o fortalecimento das ações voltadas às pessoas em situação de rua, a Defesa Civil atuou em parceria com o suporte para a ampliação da rede de acolhimento, a partir da instalação de mais três tendas de abrigo temporário em Itaipava. O governo municipal já conta com o Núcleo de Integração Social (NIS), que funciona permanentemente no Alto da Serra. Para este local, na última noite, foram encaminhadas 32 pessoas que ficariam expostas às baixas temperaturas. Em Itaipava foram acolhidas oito pessoas. Em todos os alojamentos, a população atendida conta com estrutura para a higiene pessoal, alimentação e dormitórios.

As ações noturnas têm sido realizadas também com a participação da Coordenadoria de Bem-Estar Animal, que tem atuado no cuidado aos animais de rua. Estão sendo colocados cobertores para ajudar no acolhimento de cães e gatos. Para dar suporte a todo o trabalho realizado para as pessoas em situação de rua e também para os animais, foi intensificada a campanha de arrecadação de agasalhos, cobertores e ainda, casinhas e camas para cães e gatos.

“Nossas equipes continuam empenhadas no atendimento da população mais vulnerável. A integração das equipes das secretarias tem sido um importante fator para a efetividade das ações que são realizadas periodicamente e reforçadas em situações mais críticas, como nos últimos dias de frio intenso. Enquanto houver necessidade vamos manter as estruturas para garantir a oferta de abrigo seguro e aquecido para os que mais precisam”, pontuou o governo interino.

Para os abrigos, permanente ou temporário, são encaminhas as pessoas que aceitam o atendimento. A população que, apesar do frio intenso não aceita o serviço, é oferecido o cuidado com a disponibilização de alimento, cobertores e agasalhos.

“A previsão para a madrugada desse sábado é de frio ainda mais intenso e a nossa campanha ainda continua. A prefeitura mantém a ação, buscando proteger as pessoas em vulnerabilidade”, frisa o secretário de Defesa Civil.

A secretária de Assistência Social acrescenta a importância da ação em conjunto com as demais secretarias do governo na intensificação da operação nesses dias de inverno. “O fortalecimento desse trabalho é fundamental para esse período. Durante as abordagens buscamos orientar a população sobre os riscos nesses dias de maior frio e temos a adesão das pessoas ao serviço que promove mais segurança para essa população”, ressaltou a secretária.

Campanha - Os pontos de recolhimento das doações estão instalados nas sedes da Defesa Civil, na rua Buarque de Macedo - 128; da Cobea, na avenida Koeler – 260; e quartel do Corpo de Bombeiros da Barão, na Avenida Rio Branco, 1957 – Retiro; e no destacamento de Itaipava, na Estrada União e Indústria, 9998. Os interessados em doar cobertores, agasalhos e estrutura para o abrigo de animais podem se dirigir aos locais no horário comercial. As secretarias de Segurança, Serviços e Ordem Pública (SSOP), de Obras e Comdep também atuam no suporte acolhimento.