Duzentos e nove estudantes matriculados em cursos de nível superior nas áreas de Direito, Informática e Comunicação Social fizeram, no último domingo, a prova para seleção de estagiários realizada pela Prefeitura. O gabarito e o resultado parcial serão divulgados nesta terça-feira (24/08) e os recursos serão recebidos na quarta-feira (25/08). O resultado final será disponibilizado no site da Prefeitura – www.petropolis.rj.gov.br – na sexta-feira, dia 27 de agosto.

São, ao todo, 40 vagas para estagiários de Direito, 15 de Informática e quatro de Comunicação Social. Conforme consta no edital, há vagas reservadas para pessoas com deficiência. O estagiário que estiver cursando até a metade do curso receberá bolsa auxílio no valor de R$ 693 e aquele que estiver em períodos a partir da metade do curso receberá R$ 866,36. Em ambos os casos, o estagiário receberá auxilio transporte. A carga horária é de seis horas diárias.
O contrato terá validade de um ano, prorrogável por igual período. “A seleção de estagiários garante oportunidades aos jovens. Muitos deles estão em busca do primeiro emprego e têm, no estágio, a chance de ter um contato mais direto com a atividade escolhida”, lembrou o governo interino.

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde está, neste domingo (22/08), em 35,42% em leitos clínicos e 75% em UTIs. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 125 pacientes internados, sendo 88 em UTIs e 37 em leitos clínicos.

Até agora foram realizados no município 185.773 testes para Covid-19, com 45.375 resultados positivos e 139.866 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.411 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde.

A Secretaria acrescenta, ainda, que trabalha na atualização de dados de notificações e casos em análise no sistema, inserindo ainda dados pendentes de meses anteriores. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência no sábado (21/08) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 2.329 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 1.498 receberam a primeira dose e 831 receberam a segunda dose do imunizante. Até o momento 186.909 pessoas receberam a primeira dose e 80.636 receberam a segunda dose e 6.805 receberam a dose única do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã.  

Nos pontos de imunização foram vacinados 36 idosos, sendo seis com a primeira dose e 30 com a segunda dose. A primeira dose da vacina foi aplicada em 1.438 pessoas com idade entre 25 e 59 anos sem comorbidades. Na faixa etária abaixo de 59 anos, 654 pessoa também receberam a segunda dose.  

Também receberam a vacina 162 pessoas com comorbidades, sendo 32 com a primeira dose e 130 com a segunda. 

Equipes vacinaram ainda 19 gestantes, das quais 14 com a primeira dose e cinco com a segunda. Além destas, 17 puérperas foram vacinadas: cinco com a primeira dose e 12 com a segunda dose. 

Também foram vacinados três profissionais de saúde com a primeira dose.

A campanha de imunização contra a covid-19 segue na segunda  (23/08), com a vacinação de pessoas acima de 24 anos sem comorbidades.  O cadastro deve ser preenchido no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). 

A vacinação contra a covid-19 acontece em 13 pontos distribuídos nos cinco distritos.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde está, nesta sexta (21/08), em 33,33% em leitos clínicos e 72,06% em UTIs. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 122 pacientes internados, sendo 86 em UTIs e 36 em leitos clínicos.

Até agora foram realizados no município 185.773 testes para Covid-19, com 45.375 resultados positivos e 139.866 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.411 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde.

A Secretaria acrescenta, ainda, que trabalha na atualização de dados de notificações e casos em análise no sistema, inserindo ainda dados pendentes de meses anteriores. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

O material entorpecente estava de posse de um adolescente e foi localizado com o auxílio de um dos cães da Guarda Civil.

Na noite desta sexta-feira (20), a a secretaria de Serviços, Segurança e ordem Pública - SSOP, deflagrou mais uma ação de Choque de Ordem no Centro Histórico e, durante a ação, que contou com a Fiscalização de Posturas e apoio da Polícia Militar, a Guarda Civil Municipal apreendeu um adolescente com material entorpecente. A droga foi localizada graças a um cão farejador do Grupamento de Operações com Cães, do canil Rufus Von Kru Gdorf.

O Golden Retriever, de três anos, que acompanhava a equipe da Guarda, durante a fiscalização na Praça Princesa Isabel, em frente à Catedral São Pedro de Alcântara, sinalizou para os agentes que fizeram a abordagem ao jovem. Com ele, os agentes encontraram trouxinhas de maconha. O cão da guarda ainda ajudou os guardas a encontrarem pinos de cocaína próximo ao local. O adolescente foi conduzido para a 105ª Delegacia de Polícia, no bairro Retiro.

“A apreensão do material entorpecente é resultado de um patrulhamento regular que vem sendo realizado nas ações de Choque de Ordem que acontecem naquela região do centro sempre às sextas-feiras. Um importante trabalho que nossa equipe vem desempenhando e que tem sido intensificado com o apoio da Polícia Militar”, destacou a secretária de serviços, segurança e ordem pública.


Atendimento é voltado exclusivamente a moradores já atendidos e cadastrados às unidades de Saúde do bairro

Com o objetivo de ampliar as frentes para imunização dos petropolitanos contra a covid-19, a Secretaria de Saúde inicia nesta segunda (23/08) um trabalho de busca ativa a pessoas não vacinadas em áreas atendidas por equipes de Estratégia de Saúde da Família. O levantamento será feito de forma escalonada por profissionais de saúde em áreas de 41 unidades existentes em bairros distribuídos nos cinco distritos, entre Postos de Saúde da Família (PSFs) e Unidades Básicas de Saúde (UBSs) com Estratégia de Saúde da Família. O trabalho é voltado para a população já cadastradas e atendida nas unidades.

“A vacinação de todos é importante para o controle da pandemia. As equipes dos postos de Saúde já vinham fazendo o levantamento junto a população atendida pelas unidades com chamamento para aplicação de segunda dose, o que contribuiu para o resultado positivo que temos hoje: 98,5% de retorno para a segunda dose. Agora a Secretaria de Saúde irá buscar entre os atendidos nestas unidades, pessoas que ainda não tenham sido vacinadas com a primeira ou que por algum motivo perderam a segunda dose para que as mesmas recebam o imunizante”, destaca o governo interino.

Até sexta-feira (20/08) Petrópolis tinha 185.411 pessoas que receberam a primeira dose, 79.332 vacinadas com a segunda dose e 6.805 que receberam a vacina em dose única. Levantamento feito pela Divisão de Epidemiologia aponta índice de retorno para segunda dose de 98,5%. Isso significa que entre as pessoas cujo prazo para aplicação de segunda dose já venceu, apenas 1,5% não retornaram para concluir o esquema de vacinação.

A busca ativa aos não vacinados será realizada entre os dias 23 de agosto e 14 de setembro. Com levantamento de informações e vacinação de pessoas ainda não imunizadas feita de forma escalonada entre os postos – realização em três a quatro unidades por dia. As famílias atendidas pela equipe de Estratégia de Saúde da Família serão informadas sobre a data da ação em sua região.

“As equipes da Divisão de Imunização e da Superintendência de Atenção a Saúde fizeram todo um planejamento estabelecendo a data em que cada unidade de saúde fará o levantamento e a imunização das pessoas ainda não vacinadas. Importante destacar que neste momento o trabalho será voltado exclusivamente àqueles moradores que já são cadastrados e atendidos pelas equipes de estratégia de Saúde da Família. Em uma outra etapa a Secretaria de Saúde estenderá o trabalho à pessoas que moram foras das áreas de cobertura dos PSFs”, explica o secretário de Saúde.

“Com isso teremos o registro de toda a população do território vacinada. Além da busca ativa das pessoas que não completaram o esquema (primeira e segunda dose) ou nenhuma dose, as equipes irão enfatizar a suma importância da vacinação”, explica a chefe da Divisão de Imunização.

“Os Agentes Comunitários de Saúde são os principais responsáveis pela ação de busca ativa e registro dos não vacinados. Com base nas informações levantadas, as equipes irão verificar qual será a melhor estratégia para vacinar aqueles que ainda não receberam o imunizante. Caso seja necessário as equipes poderão ir ao domicílio para fazer a vacinação”, completa a superintendente de Atenção à Saúde.

A Secretaria de Saúde frisa, que a vacinação é fundamental para o controle da pandemia e reforça a orientação para que a população mantenha as medidas para conter a contaminação pela covid-19.

“Ainda é muito importante que a população colabore, usando a máscara de forma correta - cobrindo o nariz e a boca - faça a higienização das mãos com água e sabão ou use álcool em gel quando não for possível lavar as mãos, e mantenha o distanciamento social, evitando as aglomerações. As equipes da Secretaria de Saúde estão se dedicando ao máximo para que toda população seja vacinada o quanto antes, mas todos precisam continuar fazendo a sua parte para que possamos vencer esta pandemia ”, frisa o secretário de Saúde.

Levantamento de Índice Rápido ao Aedes Aegypti (LIRA) classificou a cidade em 0,10% com baixo risco de infestação predial

Petrópolis tem o menor índice de risco de infestação pelo mosquito Aedes Aegypti dos últimos quatros anos. Com 0,10%, a cidade está classificada com baixo risco de infecção predial segundo o Levantamento de Índice Rápido ao Aedes Aegypti (LIRA), para as doenças transmitidas pelo mosquito como dengue, chikungunya e zika. As coletas das amostras ocorreram entre os dias 02 e 06 de agosto. Mensalmente, os agentes de endemia realizam cerca de 45 mil visitas em domicílio.

“Estamos muito satisfeitos com esse resultado. Entendemos que a diminuição na porcentagem do risco de infestação é normal no inverno, mas não podemos esquecer do atividade realizada pelos agentes de endemia diariamente. Orientar a população sobre os cuidados necessários de prevenção é o principal trabalho”, ressaltou o governo interino.

O baixo número é o mesmo constatado na pesquisa de outubro de 2017. No último LIRA realizado no mês de maio de 2021, Petrópolis obteve resultado de 0,77% nos parâmetros para classificação quanto à infestação pelo mosquito, de acordo com as Diretrizes Nacionais para Prevenção e Controle de Arboviroses. Esse número representa risco reduzido de infecção, com índice satisfatório menor que 1%. Entre 1 e 3,99%, os números representam sinal de alerta, e acima de 4,00%, alto risco de contaminação pelo mosquito.

Em abril deste ano foi feita a redistribuição de agentes, com as equipes sendo organizadas em pontos fixos. Os agentes são ligados à Coordenadoria de Vigilância Ambiental do Departamento de Vigilância em Saúde, da Secretaria de Saúde. A coordenadora diz que a reorganização dos agentes foi determinante para o resultado: “Os moradores dos bairros reconhecem os agentes e sabem da necessidade dos cuidados e orientações. As visitas rotineiras são muito importantes”.

Neste momento de pandemia a visita está sendo realizada apenas na parte exterior dos imóveis, com verificação de locais com água parada e caixas d’água destampadas. Todos os agentes de endemia estão vacinados com as duas doses contra Covid-19. As tarefas executadas pelo agente de combate a endemias envolvem vistorias de domicílios, com transmissão de informações sobre os cuidados necessários para garantir a não proliferação do vetor, destruição de criadouros e aplicação de larvicidas quando necessário.

A coordenadora ressalta que os cuidados com larvas e o mosquito Aedes aegypti devem ser mantidos em todos os meses do ano: “Evitar água parada, manter caixas d’água tampadas e bem cuidadas, são os cuidados essenciais de prevenção. Mesmo no período de inverno não podemos reduzir os esforços no combate ao Aedes aegypti”.

O agente de combate a endemia tem uniforme próprio, com colete e acessórios de identificação. Caso o morador tenha dúvida se a pessoa que está em sua porta é um agente, pode entrar em contato com a coordenadoria para fazer a verificação pelo telefone: (24) 2231-0841. Denúncias de caixa d'água sem a tampa e água acumulada em residência, também podem ser feitas nesse número.


Medida faz parte do programa Rede Cegonha, criado pelo governo federal

Programa desenvolvido pelas áreas técnicas da Secretaria de Saúde oferece suporte para gestantes acompanhadas pelo sistema público de saúde do município. A Rede Cegonha Imperial disponibiliza kit com bolsa de maternidade, contendo pasta de documentos e trocador. A oferta do acessório é uma das iniciativas que visa proporcionar saúde e bem-estar às pacientes durante a gestação, parto, pós-parto e ao longo do desenvolvimento da criança nos primeiros dois anos de vida.

“A chegada de um filho é um momento muito especial para os pais. E também é um período em que as gestantes estão mais sentimentais, e precisam de todo apoio e acompanhamento. Com os kits queremos oferecer um presente para a chegada do bebê que está próximo”, disse o governo interino.

Para o recebimento do kit é necessário o cumprimento de alguns critérios pela mãe, como a realização de no mínimo sete consultas de pré-natal, estar com as vacinas em dia, ter realizado os testes rápidos para sífilis, HIV e hepatites, estar em dia com o atendimento odontológico e participado do grupo de gestantes da unidade de saúde cadastrada. Além disso, também é recomendado a realização da consulta de pré-natal do parceiro.

O secretário de Saúde ressalta a necessidade do suporte para as gestantes: "Algumas das famílias que são acompanhadas nas unidades de saúde não têm condições de realizar a compra desses utensílios. A nossa intenção vai além do que simplesmente oferecer um atendimento médico. Os pacientes e as famílias têm que se sentir acolhidas. Essa é a nossa missão”.

A Rede Cegonha é uma estratégia lançada em 2011 pelo governo federal e visa reduzir a mortalidade materna e infantil e garantir os direitos das mulheres, homens, jovens e adolescentes. A proposta qualifica os serviços ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no planejamento familiar, na confirmação da gravidez, pré-natal, parto e puerpério (42 dias após o parto).


Segunda, 23 Agosto 2021 10:58

Boletim vacinação – 20/08/2021 (sexta)

As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência na sexta (20/08) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 3.845 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 3.372 receberam a primeira dose e 473 receberam a segunda dose do imunizante. Até o momento 185.411 pessoas receberam a primeira dose e 79.805 receberam a segunda dose e 6.805 receberam a dose única do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã.  

Nos pontos de imunização foram vacinados 56 idosos, sendo nove com a primeira dose e 47 com a segunda dose. A primeira dose da vacina foi aplicada em 3.322 pessoas com idade entre 25 e 59 anos sem comorbidades. Na faixa etária abaixo de 59 anos, 107 pessoa também receberam a segunda dose.  

Também receberam a vacina 205 pessoas com comorbidades, sendo nove com a primeira dose e 196 com a segunda. Equipes vacinaram ainda  três deficiente, sendo dois com a primeira dose e um com a segunda.

Foram vacinadas ainda 32 gestantes, das quais 13 com a primeira dose e 19 com a segunda. Além destas, 50 puérperas foram vacinadas: nove com a primeira dose e 41 com a segunda dose. 

Também foram vacinados 67 profissionais de saúde dos quais oito receberam a primeira dose e 59 receberam a segunda.  A segunda dose foi aplicada também em três integrante de Forças de Segurança.

A campanha de imunização contra a covid-19 segue neste sábado  (21/08), com a vacinação de pessoas acima de 25 anos sem comorbidades. O cadastro deve ser preenchido no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

A vacinação contra a covid-19 acontece em pontos distribuídos nos cinco distritos.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde está, nesta sexta (20/08), em 37,50% em leitos clínicos e 73,53% em UTIs. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 125 pacientes internados, sendo 87 em UTIs e 38 em leitos clínicos. Dois óbitos foram confirmados e inseridos na base estatística.

Até agora foram realizados no município 185.773 testes para Covid-19, com 45.375 resultados positivos e 139.866 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.411 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde.

A Secretaria acrescenta, ainda, que trabalha na atualização de dados de notificações e casos em análise no sistema, inserindo ainda dados pendentes de meses anteriores. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Óbitos registrados:

Mulher, 71 anos, moradora em Corrêas. Internada em 01.08.2021 na UPA Itaipava e transferida para o SMH. Óbito registrado em 06.08.2021 no SMH. Paciente com doença cardiovascular crônica e diabetes.

Mulher, 87 anos, moradora no Carangola. Internada em 16.08.2021 no Hospital Unimed. Óbito registrado em 19.08.2021 no Hospital Unimed. Paciente com Alzheimer, doença cardiovascular crônica e doença renal crônica.

Psicólogos e assistentes sociais que atuam nos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) participaram, na tarde desta sexta-feira (20), de uma palestra com a advogada, mediadora e consteladora. Com o tema voltado para Mediação de Conflitos, o encontro foi organizado pela Prefeitura, por meio do Programa Petrópolis da Paz.

A intenção, segundo a coordenadora do Petrópolis da Paz, é apresentar o curso aos profissionais, com o objetivo de continuar fortalecendo a parceria do trabalho que já envolve diversos equipamentos da Prefeitura. “É preciso que conheçam o programa para que juntos possamos oferecer isso a sociedade, pois através do curso, eles poderão aplicar os conhecimentos no cotidiano de trabalho e, inclusive, aproveitar melhor nosso programa encaminhando os casos passível de mediação”, explica.

Durante o encontro, os profissionais dos CRAS foram convidados a continuar os estudos sobre o tema, fazendo a formação online de 40 horas. “Hoje tivemos uma espécie de "aula inaugural" do curso” e nossa expectativa é que eles dêem continuidade através da nossa plataforma”, completa a coordenadora da Justiça Restaurativa, do Programa Petrópolis da Paz.

A palestrante Gabriela Assmar, está há mais de 20 anos resolvendo conflitos, dentro e fora das empresas. Ela explica que ao longo de sua carreira, como diretora jurídica, diretora de Relações Institucionais e Ombudsman, sempre aplicou a mediação e se dedicou ao desenvolvimento da mediação de conflitos nos mais diversos cenários: de escolas em áreas conflagradas, a famílias, empresas familiares e multinacionais.

A Prefeitura de Petrópolis decidiu adiar para o dia 13 de setembro o início das aulas presenciais (no modelo híbrido) na rede municipal de Educação. A nova data garante o prazo necessário para a conclusão dos processos de compra de itens da merenda escolar previstos para o cumprimento do cardápio aprovado pelo Conselho de Alimentação Escolar.

Os processos de compra que estão sendo finalizados agora foram abertos emergencialmente após licitações anteriores fracassarem. Iniciadas em fevereiro, elas não tiveram empresas interessadas ou devidamente habilitadas. Também não houve interesse de fornecedores nas atas de registros de preços (modelo de contratação comum no sistema público que agiliza os processos de compra) ainda válidas, mesmo com a garantia dada pelo município de reequilíbrio financeiro, em função de valores considerados defasados.

Para o governo municipal, a decisão de adiar o início das aulas presenciais (no modelo híbrido) é a melhor e mais responsável neste momento, para garantir o pleno atendimento nutricional aos estudantes da rede no momento do retorno. Há grande preocupação especialmente em função do momento delicado vivido pelas famílias em função da pandemia, que deixa ainda mais evidente a importância das escolas não apenas como um ambiente de aprendizado, mas também de segurança social, com alimentação e apoio nas mais diferentes áreas.

Com o adiamento do retorno, o município também garante mais prazo para a conclusão do processo de contratação temporária de pessoal de apoio, o que está sendo feito não por meio de RPA, como em anos anteriores, mas por meio de uma empresa terceirizada. A medida assegura mais dignidade aos funcionários, que terão garantidos os seus direitos trabalhistas, como férias e 13º salário, por exemplo. A terceirização será mantida até a realização de concurso público, conforme já antecipado pelo governo municipal.

Avaliar a cognição, mobilidade, comunicação e humor dos idosos com mais de 60 anos. Esse foi o objetivo do atendimento realizado nesta sexta-feira (20) na UBS Lusitano, no Caxambu, pela Secretaria de Saúde da Prefeitura de Petrópolis. As consultas foram feitas em horário pré-agendado, com avaliação de uma equipe multidisciplinar, que atendeu 15 idosos.

Vera Regina Alves, de 60 anos, foi uma das atendidas na unidade na avaliação desta sexta-feira. Ela conta como foi a recepção: “O atendimento foi muito bom. Só tenho elogios a toda a equipe. Mediram minha pressão, fui consultada com um dentista e conversamos sobre o meu estado físico. Gostei muito”.

O Caxambu é o segundo bairro da cidade a receber os atendimentos. A atividade já foi realizada no Alto da Serra e a intenção é expandir para outras regiões de Petrópolis. Também já foram visitadas oito instituições de longa permanência da cidade. O intuito é realizar o mapeamento dos idosos do município e planejar as ações de acordo com os resultados das regiões. A ação terá continuidade na unidade de saúde na próxima sexta-feira (27).

No atendimento, o idoso é classificado de acordo com um questionário de perguntas para diagnosticar o índice de vulnerabilidade clínico-funcional. A sua pontuação aponta se ele é robusto, frágil ou em risco de fragilização, ligada a autonomia e independência das atividades do dia a dia. Petrópolis conta com 52.864 idosos com mais de 60 anos. Desses, 180 possuem mais de 100 anos de idade.

A coordenadora da Atenção da Saúde do Idoso de Petrópolis relata que ficou satisfeita com os atendimentos realizados na UBS Lusitano: “Fizemos um evento de sucesso. Foi constatado o alto número de idosos robustos aqui, que são autônomos de doenças e de idade. Eles dão conta das atividades dentro e fora de casa. Além disso, entregamos kits de prevenção a covid-19 com duas máscaras, álcool em gel e sabonete. Também foi feita a capacitação dos profissionais para o atendimento”.

Para os idosos que são classificados com maior fragilidade, é feito um plano de terapêutico de cuidados para o tratamento de forma emergencial, prioridades secundárias e terciárias. Além disso, é feito o diagnóstico de que forma a comunidade pode acolher ele no local em que está inserido. Também são realizados encaminhamentos para exames laboratoriais e avaliações clínicas especializadas.

Na última segunda-feira (16), o governo interino e o secretário de Saúde visitaram a unidade que completou um ano de inauguração. Ela conta com uma equipe com um médico, dentista, enfermeiro, técnico de enfermagem, auxiliar de saúde bucal, agentes de Saúde e equipe do Nasf, composta por educador físico, farmacêutico, assistente social, fisioterapeuta e psicólogo.

Com a pavimentação concluída na Rua Dr. Paulo Hervê, o trabalho continua agora na Rua Dr. Henrique Cunha

A prefeitura está perto de concluir a primeira etapa do Acelera Petrópolis, na ação de asfaltamento, que ocorre em mais de 60 ruas (42km) em toda a cidade. Nesta sexta-feira (20), o trabalho de pavimentação foi concluído na Rua Dr. Paulo Hervê, em um dos principais acessos à cidade, no Bingen. Agora o trabalho acontece na Rua Dr. Henrique Cunha, é asfaltado um trecho de 400 metros. Além das duas vias, foram asfaltadas no bairro ainda a Avenida Lúcio Meira e as Ruas Luiz Winter e João Xavier, totalizando quase cinco quilômetros de pavimentação nova.

“Esse trabalho é um retorno à população das demandas antigas de melhoria nas ruas. Não apenas aqui no Bingen, no primeiro distrito, mas também no centro, Morin, Siméria, Quitandinha, Itaipava, Nogueira, Mosela, Quarteirão Brasileiro, Alto da Serra, Sargento Boening e Valparaíso. Tudo isso é parte do programa Acelera Petrópolis, que tem esse objetivo de levar um mutirão de serviços às comunidades e acelerar as melhorias demandadas por tanto tempo pela população”, destacou o governo interino.

Depois de anos de espera, finalmente o Valmir Luiz Klippel vê a rua de casa asfaltada. “Enquanto ainda era vereador, o prefeito prometeu que traria o asfalto para a rua e cumpriu. Antes só acontecia os tapa-buracos, remendo. Agora é asfalto novo. Acabou a poeira”, comemorou o aposentado.

A secretaria de Obras, iniciou o trabalho no bairro, no dia 13 de julho. A Rua João Xavier recebeu 2,7 quilômetros de piso CBUQ (concreto betuminoso usinado a quente), material que também foi aplicado em pouco mais de 500 metros da Rua Luiz Winter, 500 metros da Avenida Lúcio Meira e 1,1km da Rua Dr. Paulo Hervê. “Esse material é resultado do recurso do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento - Finisa, da Caixa Econômica Federal - CEF, além de recursos do próprio município”, informa o secretário de Obras.

Além do Bingen, recebe pavimentação neste momento o bairro Nogueira. O trabalho já foi concluído nos 1,6km da Rua Promenade e está em andamento em um trecho de 1,7km da Estrada do Calembe. “Além disso, serão outros 750 metros da rua Dr. Bina, 350 metros da rua Padre Correa Lima e ainda incluímos a Rua Belo Horizonte. Serão quase 5km de ruas asfaltadas também em Nogueira”, destaca.

Rua Joaquim Agante Moço próxima de ser concluída

O distrito de Itaipava está prestes a ganhar uma alternativa para o trânsito, especialmente neste momento em que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes - DNIT executa a obra de recuperação da Estrada União e Indústria. Segundo o secretário de Obras, o asfaltamento das ruas Joaquim Agante Moço, que utiliza o asfalto usinado a frio (PMF) está com pouco mais de 60% concluído. “Já terminamos a aplicação do CBUQ na Rua Desembargador Luiz Antônio Severo, que se junta a Agante Moço, nesse trajeto alternativo, na parte de trás do Parque Municipal em Itaipava. Ambas servirão como rota alternativa”.

Evento inclui conta com programação variada e mantém a tradição de valorizar a cultura nipônica

Oficinas de karatê, origami, mangá, música e culinária fazem parte da programação do Bunka-Sai 2021, festival que homenageia a cultura e as tradições milenares do Japão. A edição deste ano será realizada em formato on-line, a partir de amanhã (21/08) no canal do Youtube da prefeitura (https://www.youtube.com/c/PrefeituradePetr%C3%B3polisOficial/videos). A festa, que exalta os costumes e hábitos japoneses, acontece em parceria entre o governo municipal, Associação Nikkei de Petrópolis e o consulado do Japão no Rio de Janeiro.

A relação da Cidade Imperial com o Japão é um marco na história da imigração do país oriental. Petrópolis foi o primeiro município a receber uma representação diplomática japonesa, em 1897. Esse primeiro contato deu origem, 11 anos mais tarde, à imigração japonesa no Brasil, que completa 113 anos em 2021.

"O Bunka-sai é uma festa muito tradicional e que já faz parte do calendário da nossa cidade. Por causa da pandemia, vamos oferecer o festival de maneira on-line, mas sempre exaltando a relação de Petrópolis com o Japão", disse o governo, lembrando ainda que a festa é importante para a cultura e também para o turismo do município.

Segundo o presidente do Instituto Municipal de Cultura (IMC), o Bunka-Sai 2021 vai proporcionar uma experiência de aprendizado para quem acompanhar em casa. "Através dessa parceria com a Associação Nikkei de Petrópolis, montamos uma programação rápida, mas que permite que as pessoas interajam e conheçam um pouco mais sobre as tradições orientais", disse.

Bunka-Sai Gastronômico é a novidade para 2021

O Bunka-Sai Gastronômico será realizado na semana que vem, de 25 e 29 de agosto, logo após a transmissão amanhã (21). "Estamos muito otimistas com a realização de mais este festival, que vai movimentar a nossa gastronomia e a nossa hotelaria, além dos demais setores ligados ao trade em nossa cidade. Trata-se de uma ação independente, que será realizada pela Prefeitura, através da Turispetro, alguns dias após a realização do Bunka-Sai", explica o Secretário de Turismo.

O Bunka-Sai Gastronômico dividirá os estabelecimentos participantes em três categorias: restaurantes especializados (que servem exclusivamente a culinária japonesa), outros restaurantes (que incluem em seus respectivos cardápios a culinária nipônica, entre outras especialidades) e Só Delivery (para empresas). Para ver a programação completa e ficar por dentro de todas as oficinas, acesse o site do evento: (https://web2.petropolis.rj.gov.br/bunka-sai/) ou o Instagram @bunka.sai.


A ação estava agendada para o último sábado, mas precisou ser adiada diante da chuva que atingiu o município

A nona campanha de adoção de animais da Coordenadoria de Bem-estar Animal (Cobea) ganhou uma nova data. Devido à chuva que atingiu o município na última semana, o evento precisou ser remarcado e, agora, acontece neste sábado (21), de 10h às 15h, na Praça Dom Pedro. As instituições Cão Amor, Cães do Quarteirão, Turma do Peludo, além da protetora Marilei Cogliati, serão as responsáveis por levar os cães e gatos disponibilizados para acolhimento. Vale lembrar que todos os animais da feira estarão vacinados, castrados e vermifugados e os interessados em adotar algum pet precisarão ser maiores de 18 anos e devem apresentar no local o seu CPF, identidade e comprovante de residência fixa.

O governo interino afirmou que, apesar da troca de datas, a regularidade das campanhas vai continuar acontecendo.“Devido ao adiamento da última edição, iremos fazer duas semanas seguidas com campanhas. Queremos manter a regularidade de etapas quinzenais. Mas sempre vamos respeitar as condições climáticas para que seja possível a realização de forma segura”, assegurou.

Com o objetivo de estimular a posse responsável, a Coordenadoria está em parceria com a loja de ração Rospauth, que vai ceder um vale de 10% de desconto em produtos do seu estabelecimento aos novos tutores e com a Escola de Tosa Cintia Lima, que oferecerá uma sessão de banho e tosa aos animais que forem adotados. O Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais (COMUPA) é também uma das instituições apoiadoras.

Segundo o coordenador de Bem-estar Animal, a alteração da data ocorreu por dois motivos. “Tivemos que cancelar o evento no último sábado devido à frente fria que alcançou o município. A decisão do adiamento aconteceu por duas razões. Pensamos em trazer uma proteção maior aos animais da feira, mas também com a população, que poderia deixar de prestigiar a feira devido à chuva”, disse.

Neste ano, a Cobea já realizou oito campanhas de adoção, possibilitando 77 acolhimentos. Para esclarecimento de dúvidas, a Coordenadoria disponibiliza contatos por e-mail e telefone para a população.
Telefone: (24) 2291-1505
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.


Integração entre órgãos tem contribuído para agilidade em atendimentos a ocorrências e redução de casos na cidade

Em aviso meteorológico desta sexta-feira (20), a Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias reforça a previsão de baixa umidade relativa do ar, que pode atingir valores abaixo de 40%. O boletim chama a atenção para o maior risco de ocorrência de incêndios florestais que podem afetar o município ao longo de todo o fim de semana. Essa condição, de dias com o tempo mais seco principalmente durante o período da tarde, pode se prolongar até a próxima segunda-feira (23). As equipes da Defesa Civil mantêm a atuação de apoio a órgãos competentes e fortalecimento das medidas de prevenção por toda a cidade, com a divulgação de alertas e realização das Rondas Preventivas pelos locais de maior incidência, como os terceiro, quarto e quinto distritos.

O trabalho integrado, de apoio ao Corpo de Bombeiros, é uma das práticas que tem feito a diferença e alcançado resultados positivos, no que se refere aos índices de queimadas em vegetação pela cidade. Ao longo de todo ano, foi registrada uma queda de 33,5% no número de ocorrências. O levantamento parcial do 15° Grupamento do Corpo de Bombeiros Militar, aponta para 115 casos de incêndios florestais até o momento, número menor que o mesmo período de 2020, quando foram registrados 173 registros.

“Temos atuado constantemente em apoio aos órgãos e com a população, focamos para que haja maior conscientização dos riscos dos incêndios florestais e adoção de ações de prevenção. Estamos trabalhando juntos com os demais órgãos para a implantação de medidas que contribuem para a diminuição de desastres na nossa cidade”, destaca o secretário de Defesa Civil. As equipes da Defesa Civil atuam ainda em apoio a órgãos como ICMBio, Inea, Guarda Civil Municipal (GCM).

A comandante do 15° GBM destaca a importância do trabalho de prevenção para a inibição de casos. A emissão dos boletins meteorológicos diários e a realização das Rondas Preventivas pela cidade tem contribuído para a conscientização da população e agilidade de atuação. “As rondas nos bairros do município, principalmente em locais onde sempre acontecem esse tipo de evento nessa época de estiagem, tem contribuído para identificação precoce de possíveis focos de fogo em vegetação, ocasionando um rápido atendimento e a extinção desses focos com mais facilidade”, pontua a comandante.

O boletim desta sexta (20) chama a atenção para cuidados que a população precisa ter em situação como a esperada para os próximos dias. É de grande importância que se evitem práticas como a de soltar balões e a queima de lixo, atitudes consideradas de alto risco para a ocorrência de incêndios que podem tomar proporções difícil controle. O aviso da Defesa Civil também orienta para cuidados com a saúde em dias mais secos, como: não praticar atividade física ao ar livre entre 11h e 15h; permanecer em locais protegidos do sol; aumentar o consumo de água; e manter os ambientes umidificados. Ao identificar focos de incêndio em vegetação, as equipes de atendimento devem ser chamadas pelos 193 (Corpo de Bombeiros) e 199 (Defesa Civil).


Pessoas a partir dos 24 anos podem se cadastrar a partir deste sábado (21), com agendamento da vacinação para segunda-feira (23/08)

O governo interino anunciou nesta sexta-feira (20) a ampliação do calendário de vacinação contra a covid-19 em Petrópolis, prevendo chegar a pessoas a partir dos 18 anos até o fim deste mês. A ampliação está sendo feita de acordo com a chegada de novos lotes de vacinas. Nesta sexta-feira (20/08) o município recebeu 9.300 doses das vacinas CoronaVac e Pfizer distribuídas pelo Estado. São 6.540 destinadas a aplicação de primeira dose e 2.760 referentes a segunda dose.

A ampliação da vacinação será feita gradualmente, levando em conta a idade do público a ser vacinado. Neste sábado (21/08) será aberto cadastro para vacinação de pessoas a partir dos 24 anos, cuja aplicação das doses começa na segunda-feira (23/08). Na própria segunda-feira (23/08) começa o cadastramento de quem tem a partir de 23 anos, que fará o agendamento para o dia seguinte. A meta, com o envio de novos lotes de vacinas, é que, até o dia 31, o município esteja vacinando jovens com 18 anos. O cadastro para a vacinação deve ser preenchido no site da prefeitura: www.petropolis.rj.gov.br.

“Temos mais de 188 mil pessoas já vacinadas com pelo menos uma dose e, com a chegada de mais lotes, até o fim deste mês estaremos vacinando os jovens a partir de 18 anos. O calendário está pronto e a equipe da Secretaria de Saúde está preparada para que este trabalho continue a ser realizado de forma ágil e organizada”, destaca o governo.

O calendário

Neste sábado (21/08), começa o cadastramento de quem tem a partir dos 24 anos. Na segunda (23/08), podem se cadastrar pessoas com 23 anos. Pessoas com 22 anos podem se cadastrar a partir de terça (24/08). No dia 25 será a vez das pessoas a partir de 21 anos se cadastrarem. Já as pessoas com 20 anos ou mais podem se cadastrar a partir de quinta (26).

Já no sábado, dia 28, a Secretaria de Saúde abre cadastro para a vacinação de jovens com 19 anos, que começam a ser vacinados na segunda (30/08). O agendamento para quem tem 18 anos será aberto na segunda, dia 30, com vacinação a partir de terça (31/08).

“A Secretaria de Saúde elaborou um cronograma de vacinação para organizar o atendimento aos jovens, para que possamos cumprir até fim do mês a nossa meta de iniciar a imunização de pessoas a partir dos 18 anos. Estamos confiantes de que, com a chegada de novos lotes de vacinas, conseguiremos cumprir este cronograma”, destaca o secretário de Saúde.

Até quinta-feira (19/08) Petrópolis tinha 182.069 pessoas que receberam a primeira dose, 79.332 pessoas que receberam a segunda dose e 6.805 pessoas que receberam a vacina em dose única. O último levantamento mostra que 78,02% dos petropolitanos maiores de 18 anos já foram vacinados, considerando a aplicação de vacinas em dose única e primeira dose. O município tem 35,58% deste grupo com o esquema de vacinação completo com as duas doses ou dose única da vacina.

A vacinação segue sendo realizada em 13 pontos distribuídos nos cinco distritos. Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428.

CALENDÁRIO 24 A 18 ANOS

24 + = cadastro a partir de 21/08
23 + = cadastro a partir de 23/08
22 + = cadastro a partir de 24/08
21 + = cadastro a partir de 25/08
20 + = cadastro a partir de 26/08
19 + = cadastro a partir de 28/08
18 + = cadastro a partir de 30/08

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico - Departamento de Ciência e Tecnologia, vai oferecer gratuitamente, a partir do dia 6 de setembro no Telecentro da Posse, um curso básico de informática. As inscrições estão abertas e podem ser feitas na sede do Telecentro, das 9h às 17h, localizada na Estrada União e Indústria, 32877, Posse.

O curso terá duração de três meses, com duas turmas de seis alunos cada. Uma vai funcionar no período da manhã, de 9h30 as 10h30 e outra a tarde, das 14h as 15h. O curso vai oferecer matérias como Introdução a Informática, Windows, Pacote Office e Internet.

“Esse curso é apenas o início. Vamos promover outros também em outras localidades”, antecipou o governo interino.

“Espero que os moradores da Posse possam aproveitar esse curso e façam suas inscrições. O Departamento de Ciência e Tecnologia está articulando mais ações como esta e vamos tentar atender a cidade como um todo com cursos, palestras e outras atividades que beneficiem a comunidade”, aponta o secretário de Desenvolvimento Econômico.

Por conta disso, atrativo ficará fechado entre os dias 23 de agosto e 6 de setembro

Sem passar por obras desde 2012, o Museu Casa de Santos Dumont ficará fechado entre os dias 23 de agosto e 6 de setembro para manutenção. O atrativo vai ganhar nova pintura e a parte administrativa do Centro Cultural 14 Bis passará por pequenos reparos. O espaço será reaberto no feriado de 7 de setembro, data em que é comemorada a Independência do Brasil, com uma programação que ainda está sendo elaborada pelo Instituto Municipal de Cultura (IMC).

"A Casa Santos Dumont é o segundo museu da cidade que mais atrai turistas. Precisamos cuidar e valorizar os nossos espaços culturais. Além disso, buscamos melhorar o serviço para os visitantes, com mais comodidade", explica o governo interino.

Construída em 1918, poucos imaginavam que o terreno íngreme que ficava bem na entrada da Rua do Encanto, no Centro da cidade, poderia abrigar uma moradia. Considerado visionário, Santos Dumont desenhou e planejou, com a ajuda do engenheiro Eduardo Pederneiras, seu chalé.

Quem sobe as escadarias e entra na imóvel consegue notar de cara que se trata de uma casa especial. Para entrar, só é possível com o pé direito, em função do formato das escadas criadas por Santos Dumont. O museu conta com acervo de objetos, livros, cartas e mobiliário que pertenceram ao inventor.

No Centro Cultural 14 Bis, anexo à Casa, o visitante pode assistir um curta metragem sobre Santos Dumont. O espaço tem acessibilidade e maquetes táteis para atender às necessidades das pessoas com deficiências ou com restrição de mobilidade.

"Nossa função é cuidar bem de cada patrimônio e essa manutenção é bastante necessária. Atrativos como esse nos mostram a importância da nossa cidade e como podemos sentir orgulho de morar aqui", ressalta o presidente do Instituto Municipal de Cultura (IMC).


O projeto Diversão com Arte apresenta no próximo domingo (22/08), às 16h, no canal oficial da prefeitura no Youtube, o terceiro episódio da minissérie Lendas do Rio São Francisco para Crianças. A história mostra as irmãs Ana e Lia em uma aventura desvendando os mistérios e encantos do Velho Chico e convidam a todos para navegar junto com elas. A produção foi contemplada pelo edital da Lei Aldir Blanc.

A minissérie conta com cinco capítulos, sendo o terceiro deles intitulado “Mistérios do Rio”. A gerente do Centro de Cultura ressaltou a importância da cultura em meio à pandemia. “Estamos precisando de arte e diversão nestes momentos de necessário afastamento social enquanto a vacinação continua avançando. Temos certeza que todos vão curtir muito essa história maravilhosa", disse.

O Rio São Francisco é um dos mais importantes cursos de água do Brasil. Possui enorme valor econômico, social e cultural para o país. A partir da experiência de contadora de histórias de Rose Assis, unida ao desenvolvimento estético da diretora de arte Raquel Theo, foram criados bonecos, desenhos e formas animadas. Ambas também são atrizes e estão em cena interpretando as irmãs Ana e Lia.

Episódio 1 (08/08) - O começo comecinho (Disponível no canal da prefeitura)
Episódio 2 (15/08) - Minhocão ou Surubim? (Disponível no canal da prefeitura)
Episódio 3 (22/08) - Mistérios do Rio
Episódio 4 (29/08) - Por um fio!
Episódio 5 (05/09) - Shhh...

Sobre o Diversão com Arte

O Diversão com Arte apresenta sempre aos domingos, às 16h, no canal de Youtube oficial da Prefeitura de Petrópolis, vídeos contemplados pelos editais da cultura no município. O objetivo é abrir espaço para os artistas petropolitanos.

Termina nesta sexta-feira (20) o prazo de inscrições para o processo seletivo de estagiários de nível superior, matriculados nos cursos de Direito, Informática e Comunicação Social, para atuar em setores da administração direta e indireta do município. O edital foi publicado no Diário Oficial do município do dia 16 de agosto e está disponível no site da Prefeitura, no link https://www.petropolis.rj.gov.br/e-gov/sad/estagio/2021/, onde o estudante também faz as inscrições, que são gratuitas.

De acordo com o edital, a prova de conhecimento, com duração de duas horas, está marcada para o dia 22 de agosto e será realizada de forma remota. Ela será objetiva de múltipla escolha e composta por trinta questões, sendo 15 de Língua Portuguesa e 15 de Matemática – Lógica. Para aprovação, o candidato deverá obter, no mínimo, 15 pontos. Os valores da Bolsa Auxílio são de R$ 693,00 e de R$ 866,00, dependendo do período do curso superior. A carga horária é de seis horas diárias.

O gabarito das provas e o resultado parcial serão divulgados no dia 27 de agosto, no site da Prefeitura. Ao ser convocado, o candidato aprovado deverá estar matriculado e frequentando uma Instituição Superior. O processo seletivo terá a validade de um ano, podendo ser prorrogado pelo mesmo período.

Saiba o que é preciso para se candidatar:

- Estar vinculado a uma Instituição Ensino Superior;

- Não estar nos 06 (seis) meses finais do curso, na data da inscrição;

- Ter 75% (setenta e cinco por cento) de frequência nas aulas;

- Obter média global não inferior a 5,0 (cinco) nos exames próprios de sua Instituição de Ensino;

- Comprovar as condições previstas neste item através de declaração original da Instituição de Ensino a que o
candidato estiver vinculado no momento da contratação e no momento da renovação do estágio.

O governo interino se reuniu, na manhã desta quinta-feira (19), com representantes da Câmara dos Dirigentes Lojistas – CDL, Sicomercio e Conselho Comunitário de Segurança, para dar o primeiro passo para a elaboração da campanha “Petrópolis Segura”, de conscientização e orientação a população, sobre a importância do envolvimento de todos na segurança da cidade.

A ideia é que a campanha envolva diferentes situações, desde motos barulhentas a comércio irregular e exploração do trabalho infantil. “Essa integração entre o governo e entidades e sociedade civil é fundamental para que o objetivo, que é uma Petrópolis mais segura, seja alcançado”, disse. A criação de um grupamento especifico unindo a Guarda Civil, fiscais de Posturas e Polícia Militar foi anunciada pelo prefeito.

A secretária de Serviços, Segurança e Ordem Pública e a coordenadora Especial de Articulação Institucional também participaram do encontro. Na reunião, o presidente da CDL, destacou a questão do comércio informal no município. “Contamos com o poder executivo para que seja possível conciliar a economia informal, atendendo a classe empresarial e buscando a solução para atender a demanda da categoria que se encontra com alto índice de desemprego”, disse.

Para Alvanei Abi Daoud, que representou o Sindicato do Comércio Varejista de Petrópolis (Sicomércio), a união de forças do poder público e da sociedade civil vai permitir mais segurança para os petropolitanos no dia a dia. “Estamos alinhando a utilização em conjunto das câmeras de segurança dos empresários e lojistas do Centro com o CIMOP. Essa integração busca uma Petrópolis segura”, disse.

À tarde, como desdobramento desse encontro, a secretária de Serviços, Segurança e Ordem Pública, o chefe de Fiscalização de Posturas e o superintende adjunto da Guarda Civil Municipal se reuniram com o comandante do 26º Batalhão da Polícia Militar. A reunião serviu para alinhar as ações integradas entre as instituições nas fiscalizações nas ações de ordenamento urbano, inclusive, como as de Choque de Ordem realizadas às sexta-feiras no centro e nos distritos, bem como nas ações de fiscalização do cumprimento do código de posturas, do comércio ambulante e do cumprimento das regras de saúde pública pelos estabelecimentos no contexto da pandemia.

Entrega de bolsas de colostomia para tratamento mensal passa a ser feita de 8h30 às 19h30

O novo protocolo de acompanhamento de ostomizados no Centro de Saúde Coletiva Professor Manoel José Ferreira passa a contar com equipe multidisciplinar composta por médico, enfermeiro, assistente social, nutricionista, psicólogo e fisioterapeuta. Além disso, a cada dois meses, os profissionais de enfermagem farão atendimentos de rotina, a partir de agendamento prévio. A mudança visa melhorar as condições de atendimento e consequentemente, a qualidade de vida dos pacientes.

“Esse novo protocolo vai qualificar o atendimento destes pacientes, que passam a contar com uma equipe especializada voltada exclusivamente às necessidades dos pacientes ostomizados”, explica o governo interino.

Entre as alterações, está o novo protocolo para a entrega de bolsas de colostomia, que teve ampliação do horário para retirada, que pode ser feita das 8h30 às 19h30 de segunda a quinta-feira, e de 08h30 às 17h30 as sextas-feiras. Os pacientes receberão o material em quantidade suficiente para um mês de tratamento e não mais de forma fracionada.

O secretário de Saúde destaca o trabalho minucioso realizado para a adequação do serviço para as necessidades específicas dos pacientes atendidos pela rede pública. “Fizemos levantamento de todas as necessidades e reestruturamos todo o serviço. Esse é um trabalho contínuo”, pontua o secretário.

A modelista Sônia Assumpção, de 49 anos, faz acompanhamento no Centro de Saúde há cerca de um ano. “Nos últimos meses é perceptível a mudança no atendimento. Antes era um pouco mais complicado porque tinha que ir duas vezes buscar as bolsas, isso sem falar quando não tinha as bolsas. Com a nova gestão estou me sentindo muito acolhida, principalmente com a mudança de atendimento com os médicos”, conta a paciente que teve câncer no intestino em 2019 e passou por vários procedimentos até chegar à colostomia definitiva. “A colostomia foi um mal necessário para salvar a minha vida. Eu fui super acolhida pelos enfermeiros e médicos que me ajudaram a entender e lidar com essa nova vida”, pontua.

O Centro de Saúde conta com 261 pacientes ostomizados. Desse total, 189 fazem retirada mensal de bolsas de colostomia na unidade, entre homens, mulheres e crianças. “São pessoas que precisam de bolsas específicas e que passarão a receber o material adequado às necessidades'', explica o secretário, ressaltando que os profissionais da unidade passam por qualificação permanente para garantir o atendimento de qualidade aos pacientes.

Pacientes ostomizados precisam de cuidados frequentes

A ostomia é um procedimento cirúrgico realizado no aparelho digestivo ou urinário, que tem como objetivo criar um desvio dos conteúdos que passam por estes sistemas para o meio externo, para serem recolhidos por uma bolsa coletora. A ostomia promove uma ligação do intestino ou da bexiga urinária, conforme o caso clínico, até uma abertura na parede abdominal.

Após a recuperação da cirurgia, os pacientes devem usar reservatórios adequados para a bolsa, que ficam aderidos à pele e são fáceis de trocar quando necessário. Nem sempre a adaptação é fácil, e os pacientes podem ter problemas psicológicos e sociais. Por isso o acompanhamento de forma humanizada”, explica a enfermeira Erica Wendling.

A bolsa de colostomia é um aparelho médico, utilizado em pacientes que realizaram a cirurgia de Colostomia que consiste na abertura do cólon (parte longa do intestino grosso) através da parede abdominal. Dessa forma, a parte final do intestino grosso é retirada. Esse mecanismo, é realizado em pessoas que sofrem de doenças inflamatórias no intestino, câncer intestinal ou alguma doença que exige a amputação do reto. A bolsa de colostomia é um saco coletor, que pode estar localizado ao lado do abdômen, exercendo a função de receber as fezes ou a urina.

A enfermeira ressalta que há uma série de indicações para os pacientes no cuidado com a bolsa. Os pacientes atendidos no polo de ostomia, no Centro de Saúde, são encaminhados pelo médico responsável. Em seguida é realizado o cadastro, acolhimento e agendamento da consulta de enfermagem. A partir daí são identificadas as necessidades das pessoas, tanto de equipamentos, como de atendimento pela equipe.