As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência na quinta (26/08) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 3.953 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 2.424 receberam a primeira dose e 1.529 receberam a segunda dose do imunizante. Até o momento 198.367 pessoas receberam a primeira dose, 85.481 receberam a segunda dose e 6.805 receberam a dose única do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã.  

Nos pontos de imunização foram vacinados 90 idosos, sendo sete com a primeira dose e 83 com a segunda dose. A primeira dose da vacina foi aplicada em  2.246 pessoas com idade entre 21 e 59 anos sem comorbidades. Na faixa etária abaixo de 59 anos, 683 pessoa também receberam a segunda dose.  

Também receberam a vacina 615 pessoas com comorbidades, sendo três com a primeira dose e 612 com a segunda dose da vacina. Quatro deficientes também receberam a segunda dose. Foram vacinados também 102 adolescentes com comorbidades na faixa etária entre 12 e 17 anos, além de 44 adolescentes deficientes.

Equipes vacinaram ainda 21 gestantes, das quais sete com a primeira dose e 14 com a segunda. Além destas, 29 puérperas foram vacinadas: nove com a primeira dose e 20 com a segunda dose. 

Também foram vacinados 112 profissionais de saúde dos quais seis  com a primeira dose e 112 com a segunda. Também receberam a segunda dose da vacina dois profissionais de Educação  e cinco integrantes de Forças de segurança.

A campanha de imunização contra a covid-19 segue nesta sexta (26/08), com a vacinação de pessoas acima de 20 anos sem comorbidades.  O cadastro deve ser preenchido no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). 

A vacinação contra a covid-19 acontece em 13 pontos distribuídos nos cinco distritos.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428

Moradores do Floresta tem até esta sexta-feira (27), para buscar os serviços do Cras Volante, disponibilizado pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Assistência e Social (SAS). A estrutura está montada na Escola Municipal Professor Joaquim Deister. A ação que começou na quarta-feira, faz parte do projeto “Acelera Petrópolis”, e já atendeu 66 pessoas da localidade.

O Cras Volante disponibiliza à comunidade serviços como: atualização e inserção cadastral, serviço de convivência, orientações sobre cadastros em programas e benefícios sociais, entre outros. No projeto, são incluídas ações do CadÚnico, relacionado ao Bolsa Família, do Centro de Referência em Assistência Social (Cras Centro) e do Cartão Imperial.

Nesta sexta-feira, as atividades do Cras Volante, serão abertas a partir das 9h, com uma equipe da SAS composta por dois educadores sociais e uma assistente social. A ação vai até às 17h. A secretária de Assistência Social, Rosane Borsato, ressaltou a importância dos petropolitanos atendidos por programas sociais atualizarem seus dados ou se recadastrarem para evitar a perda dos benefícios.

A Prefeitura inicia na próxima semana a aplicação da dose de reforço da vacina contra a covid-19 em idosos com mais de 70 anos que estão em instituições de longa permanência. O planejamento para a aplicação da dose de reforço está sendo feito pelo Departamento de Imunização da  Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica da Secretária de Saúde.

"Estamos avançando com a vacinação para os jovens, iniciamos nesta quinta- feira (26.08) a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidades e agora, com a orientação do Ministério da Saúde iniciamos o planejamento para a aplicação da dose de reforço para os idosos, que será uma etapa muito importante dentro do processo de imunização", destaca o governo interino.

A Nota Técnica com as diretrizes do Ministério da Saúde foi enviada ao município nesta quinta-feira.  A aplicação da dose de reforço já havia sido  definida entre o Ministério da Saúde, representantes do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS), junto com a Câmara Técnica Assessora de Imunização Covid-19 (CETAI). 

"Desde o início da campanha Petrópolis se destaca pela organização da vacinação, o que é fruto do planejamento e do esforço de toda equipe da Secretária de Saúde e assim seguremos avançando até que toda população esteja imunizada" destaca o secretário de Saúde, lembrando que o município vai iniciar a vacinação deste grupo com doses recebidas nos últimos dias. 

Em setembro, assim que a Secretaria Municipal de Saúde receber as remessas de vacina especificamente para esta finalidade, conforme anunciado pelo Ministério da Saúde, o que está previsto para perto da segunda quinzena do mês, o município divulgará o calendário para os idosos com mais de 70 anos, em geral, e imunossuprimidos - o que será feito de acordo com a chegada de doses. Segundo o Ministério da Saúde, a dose de reforço é indicada para os idosos que completaram o esquema vacinal há mais de seis meses. No caso dos imunossuprimidos, quando forem chamados, deverão respeitar intervalo de 28 dias após a segunda dose.

Secretário de Turismo representou o governo municipal no evento, que faz parte do programa Turismo RJ + Perto, e acontece em Vassouras até o próximo domingo

A cidade de Petrópolis esteve representada na abertura do Fórum Regional do Turismo Fluminense, Edição Vale do Café, que aconteceu nesta quinta-feira (26/08), na cidade de Vassouras. O evento vai até o próximo domingo, dia 28. O Secretário de Turismo representou o governo municipal no evento, que contou com as presenças do governador e do Secretário de Turismo do Estado, além de outros representantes do trade turístico do estado, entre agentes de viagem, operadoras e representantes de agências.

Promovida pela Secretaria de Estado de Turismo, a iniciativa faz parte do ‘Turismo RJ + Perto’, programa que visa a integração entre os representantes do segmento, prefeituras e o Estado para o desenvolvimento do setor no cenário de retomada das atividades.

Foi um dia repleto palestras, paineis e mesas redondas, onde muitos assuntos foram abordados, como o papel da Fecomércio no Turismo Fluminense, Turismo e Cultura como fator de desenvolvimento sustentável, a transformação de atrativos turístico em produtos, entre outros. Amanhã e sábado, a programação se limitará à visitas técnicas dos representantes da Setur-RJ à região do Vale do Café.

"Foi um evento importante, que discutiu assuntos para a retomada do setor. Um dia repleto de palestras e debates, sobre temas que interessam muito ao nosso município. Conseguimos durante o evento estreitar relações com o trade de todo o estado, conhecendo as dificuldades, estudando a possibilidade de parcerias e projetos e definindo futuras ações de promoção turística", destaca o secretário. Segundo ele, foi uma oportunidade de alinhar com a Secretaria de Estado a possibilidade de inclusão de Petrópolis como sede de uma das próximas edições do Fórum Regional.

Também participaram do evento representantes da Polícia Militar; do Departamento de Estradas e Rodagens; da Agência Estadual de Fomento; da Secretaria Estadual das Cidades; e da Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento.

A próxima edição do fórum já foi anunciada: será na Costa do Sol, no final de setembro. Para o segundo semestre, de acordo com o secretário Tutuca, o foco estará na atração de turistas brasileiros para o Rio de Janeiro.


A chegada da tecnologia 5G no Brasil, prevista para o próximo ano, terá um impacto positivo na vida da população. A maior capacidade e velocidade permitirão mais usuários, mais dados e conexões mais rápidas para novos serviços e maior produtividade das empresas, entre outros benefícios. Petrópolis já está preparada para realizar a implementação desta tecnologia, quando as operadoras de telefonia estiverem autorizadas a operar o 5G. Foi votado e aprovado nesta quarta-feira (25.08) na Câmara de Vereadores, com 13 votos, o projeto de lei que dispõem sobre a normatização urbanística para regulamentar os procedimentos de licenciamento e instalação das antenas 5G, o que vai atender a demanda para ampliação de cobertura e melhoria na prestação de serviço de telefonia e internet móvel na cidade.

“Estamos nos antecipando e garantindo, com a aprovação dessa lei, a base para a tecnologia 5G e isso passa necessariamente pela normatização de todos os processos para instalação desses equipamentos. O 5G será fundamental para uma guinada econômica. Petrópolis é uma cidade que tem forte vocação tecnológica, com um parque avançado. Com a nova tecnologia poderemos ampliar a capacidade para que mais empresas possam se instalar por aqui, gerando empregos de qualidade. Teremos ganhos significativos também na gestão pública, com o advento de novas ferramentas e soluções para as mais diferentes áreas nas quais os fluxos de informações serão essenciais para o seu pleno funcionamento. Estamos largando na frente. Estamos preparando Petrópolis para o futuro, com mais infraestrutura e melhora nos serviços prestados à população”, aponta o governo interino.

A tecnologia 5G irá acelerar o processo de desenvolvimento econômico e social na cidade. A ação direta do governo municipal em regulamentar o tema com uma legislação vai permitir a modernização desta infraestrutura de telecomunicações. Com a ação, será possível implementar novas tecnologias de monitoramento e gestão inteligente da cidade, investimentos em manufatura avançada e de atenção e cuidado com as pessoas, entre tantos benefícios sociais e coletivos. Em um futuro cada vez mais próximo, ter ou não a tecnologia de conexões ultrarrápidas de internet será diferencial para atrair empresas, gerar empregos e renda nas cidades. Além das facilidades no dia a dia, o 5G promete recursos para o ganho na produtividade para a indústria. Na logística, sistemas inteligentes escolherão a melhor rota com base no clima e trânsito. Os veículos autônomos serão menos suscetíveis a acidentes e as linhas de produção serão otimizadas, com melhor aproveitamento de tempo e sem desperdício de insumos.

“A tecnologia 5G vai transformar e revolucionar os parâmetros de desenvolvimento do município. Turismo, tecnologia, educação, saúde, serão diretamente impactados de uma maneira muito positiva. Essas inovações serão um caminho para uma profunda melhora nas condições sociais dos petropolitanos. Teremos uma Petrópolis com uma oferta muito maior de possibilidades e oportunidades para as pessoas”, destaca o governo interino.

Regras e cuidados

Entre os cuidados estipulados em lei, está o resguardo da paisagem urbana, bem como o que diz respeito à proteção da saúde da população, conforme os parâmetros adotados pela OMS sobre os limites seguros de exposição humana à radiação eletromagnética e também quanto ao fomento para o compartilhamento e ao uso racional dos ativos de infraestrutura. Haverá exigências para a instalação de equipamentos em áreas de preservação permanente, conservação, interesse ecológico, reservas biológicas, estações ecológicas e zonas intangíveis, primitivas e de uso extensivo localizadas em parques, além de bens tombados e área de tutela.

O projeto também regulamenta a expedição de alvará de construção, certificação de conclusão da obra e autorização ambiental. Também fica especificado que a fiscalização será de responsabilidade da Anatel, e caso haja algum desacordo nos requisitos estabelecidos pela lei, o órgão outorgante deverá intimar a empresa responsável para que no prazo de 60 dias proceda as alterações necessárias à adequação. O projeto de lei também especifica as penalidades para possíveis desacordos com a lei. Haverá uma notificação de advertência em um primeiro momento, multa com valor aplicado pelo código de obras do município em segundo instante e em caso de recorrência, a empresa responsável deverá promover o desmonte e remoção de material, em um prazo de 60 dias, sob risco de multa diária de 10 UFPES.

A ação, deflagrada no Centro Histórico, contou com o apoio do sistema de monitoramento por câmeras do CIMOP

Uma ação conjunta da Secretaria de Serviços, Segurança e Ordem Pública - SSOP, Coordenadoria de Articulação Institucional, Fiscalização de Posturas, Guarda Civil, Conselho Tutelar e Polícia Militar, nesta quinta-feira (26), coibiu e apreendeu mercadorias do comércio ambulante ilegal nas ruas do Centro Histórico. A ação, que também visou reprimir a utilização de menores neste tipo de atividade, ainda contou com o suporte do Centro Integrado de Monitoramento e Operações de Petrópolis - CIMOP.

“Desde o início do ano, temos intensificado as ações de fiscalização do comércio irregular, em especial para evitar que crianças atuem na venda de mercadorias. Colocamos a Prefeitura à disposição e garantimos que as operações para coibir as ilegalidades sejam realizadas. Estamos cumprindo uma determinação do governo interino ouvindo os diferentes segmentos econômicos e buscando soluções para esses casos”, disse a coordenadora de Articulação Institucional.

Durante a ação, que percorreu os lados par e ímpar da rua do Imperador, além da rua Paulo Barbosa, Marechal Deodoro e 16 de Março, as equipes de fiscalização apreenderam mais de 800 produtos do comércio ilegal de ambulantes na cidade. “Máscaras, frutas (goiaba), capas de celular, produtos medicinais, creme de corpo, brinquedos, roupas e carregadores e fones de ouvido. O material perecível será doado. Já o restante do material fica apreendido. O que for falsificação será destruído e o restante da mercadoria pode ser retirada, mediante ao pagamento de multa, no valor de R$ 800”, informou o chefe da Fiscalização de Posturas.

Ação coordenada pelo CIMOP

Toda a atividade de fiscalização contou com o apoio do sistema de câmeras do CIMOP. Eram os agentes no centro de monitoramento que indicavam aos fiscais na rua os locais onde as abordagens deveriam acontecer. “As equipes receberam a informação e se deslocavam, de forma precisa. Isso tornou toda a ação mais eficiente”, destacou a secretaria de Serviços, Segurança e Ordem Pública, que ressaltou ainda que “as rondas são realizadas diariamente com o objetivo de reprimir os camelôs que são, na maioria das vezes, de outros municípios. Vamos garantir o cumprimento das regras do município, assim como a segurança dos petropolitanos", disse.


Petrópolis terá um novo Plano Diretor de Turismo. Em assembléia extraordinária realizada este mês, o Conselho Municipal de Turismo (Comtur) aprovou por unanimidade a utilização de recursos do Fundo Municipal de Turismo (Fumtur) para a contratação de instituição especializada para a elaboração do novo documento, que terá vigência de 2023 a 2030, e norteará a política municipal de turismo nos próximos anos.

O Plano Diretor de Turismo do município havia vencido em 2019. Em junho passado, após aprovação no Comtur, a Prefeitura encaminhou à Câmara um projeto de lei que propunha, em síntese, a prorrogação do documento até dezembro de 2022. A proposta foi aprovada por unanimidade e a Lei Municipal 8.147, de 2 de julho de 2021, foi rapidamente sancionada.

Com isso, a cidade - que figura na Categoria A do Turismo Nacional, de acordo com a avaliação do Ministério do Turismo -, se manteve apta para receber projetos custeados pelo governo federal para o incremento do setor. Além disso, ganhou tempo para discutir no âmbito do Conselho Municipal quais serão as prioridades do futuro plano que será elaborado.

"Foi uma vitória construída através da união de todos os interessados em ver a cidade crescer no setor do turismo. A nova lei nos deu fôlego e motivação para continuar o trabalho, dando sequência em algumas ideias trazidas pelo plano anterior, mas, principalmente, para trabalhar em conjunto na elaboração de estratégias e ações do Plano Municipal que passará a vigorar em janeiro de 2023", acredita o governo interino.

O secretário de Turismo também comemora o avanço obtido com a proposta de prorrogação aprovada e está otimista com o futuro plano. "Essa parceria entre poder público e sociedade civil na elaboração do futuro plano vai trazer um documento melhor elaborado e que consiga promover o desenvolvimento sustentável do turismo em Petrópolis, mantendo o município como um dos principais destinos turísticos do país, gerando trabalho e renda, ajudando a nossa economia e toda a cadeia produtiva do setor", explica.

O turismo representa mais de R$ 660 milhões do PIB anual do município. No setor, são oferecidos cerca de 30 mil empregos no comércio, hotéis, pousadas, restaurantes e setores afins. Em grandes festas, como o Natal Imperial e a Bauernfest, chegam a ser injetados R$ 220 milhões na economia da cidade. No total, a cidade costuma receber 1,6 milhões de visitantes por ano, conforme dados oficiais da Prefeitura, divulgados em 2018 quando a cidade passou integrar a categoria A do turismo nacional. O novo Plano Municipal vai impulsionar a cidade na retomada desse status de liderança.

Para a presidente do Comtur, a expectiva com relação ao novo plano é muito boa. "A importância do novo plano para o turismo da cidade foi levada à discussão no âmbito do Comtur e este deliberou pela contratação de uma consutoria especializada para a sua elaboração. Vamos criar um documento participativo, com sugestões de todos os segmentos envolvidos e interessados no desenvolvimento do turismo na cidade. Será um documento balizador para o trabalho da própria secretaria nos próximos anos", destacou.

O futuro Plano Diretor de Turismo já tem algumas etapas traçadas. Entre elas, a de promover um inventário da oferta turística da cidade, com o levantamento completo de todos os atrativos, meios de hospedagem, restaurantes, equipamentos e serviços turísticos, que possam servir como instrumento base de informações para fins de planejamento, gestão e promoção da atividade turística. Outra etapa já prevista trata da realização de pesquisa da demanda turística efetiva do município, através de entrevistas feitas junto ao visitante, identificando o perfil do mesmo, para nortear novos investimentos.

"Petrópolis possui potencialidades para explorar inúmeros segmentos relacionados à atividade turística, como o turismo de natureza, religioso, ecorrural, de experiência, de eventos coorporativos, sociais e religiosos, que podem gerar grandes oportunidades de trabalho e negócios para o setor", avalia a diretora de Turismo e Eventos da Turispetro.

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde está, nesta quinta (26/08), em 43,75% em leitos clínicos e 58,82% em UTIs. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 112 pacientes internados, sendo 75 em UTIs e 37 em leitos clínicos.

Até agora foram realizados no município 187.823 testes para Covid-19, com 45.957 resultados positivos e 141.210 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.435 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde.

A Secretaria acrescenta, ainda, que trabalha na atualização de dados de notificações e casos em análise no sistema, inserindo ainda dados pendentes de meses anteriores. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Integrantes da equipe da Secretaria de Saúde participaram da Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (SIPAT), realizada entre os dias 23 e 26 de agosto, pela Construtora Solidum. Nesta quinta-feira (26) a coordenadora da Área Técnica da Saúde do Homem e o enfermeiro Marcio Rodrigues, da equipe de IST/Aids, encerraram a programação com uma palestra sobre o tema.

A semana de palestras foi realizada com o objetivo de instruir os profissionais da empresa sobre acidentes de trabalho e questões ligadas à saúde dos trabalhadores. Segundo a empresa, o intuito é levar informações para os funcionários no cuidado com a saúde.

A coordenadora da Área Técnica da Saúde do Homem falou aos trabalhadores, sobre os cuidados com a saúde do homem e tabagismo. Ela conta como foi e sensação ao receber o convite: “Eu gostei muito, ficamos muito felizes, pois entendemos a importância dessa construção de vínculos com empresas e construtoras da cidade para divulgarmos as nossas ações. Além disso, a maioria das pessoas não tem tempo para ir à consulta com um médico ou enfermeiro, por isso é essencial levar informações que são pertinentes para eles no local de trabalho”.

O enfermeiro Marcio Rodrigues abordou os assuntos relacionados às Infecções Sexualmente Transmissíveis. “Representar a Prefeitura e saber que uma empresa como a Solidum está comprometida em levar informações importantes para os seus funcionários é muito positivo. Principalmente por se tratar de questões de saúde. Ter a sensação de poder estar ajudando as pessoas e levar conhecimento até elas, é gratificante”.

“A Semana foi incrível. Os profissionais, com muito respeito e carinho puderam nos ensinar em uma conversa super descontraída sobre as IST, sobre o pré-natal do parceiro, com inclusão do pai no engajamento sobre a prevenção de cuidados juntos com a mãe. Foi uma conversa de uma maneira dinâmica e descomplicada”, disse Mário Luís, funcionário da empresa e um dos organizadores da semana.

O Procon Petrópolis multou o Banco C6 Consignado S/A por prática abusiva, como operações financeiras de empréstimos consignados não autorizados, principalmente, contra aposentados e pensionistas. A multa, de R$ 2 milhões, a mais alta aplicada pelo órgão este ano, será encaminhada por meio de processo administrativo.

A pratica infringi o Código de Defesa do Consumidor e, desde o ano passado, o Procon Petrópolis tem recebido reclamações relacionadas a instituição. Os consumidores relatam que foram surpreendidos com empréstimos consignados não solicitados e com o desconto das parcelas em suas contas destinadas ao recebimento de benefícios de aposentadoria e pensão do INSS. Ao procurarem o C6, não conseguiram resolver a situação.

“O banco cometeu prática abusiva e usou os dados das pessoas sem o devido consentimento e transferiu aos consumidores o ônus de comprovar que os contratos não eram válidos. Outras instituições financeiras também vêm fazendo a contratação unilateral de empréstimos junto a aposentados e pensionistas. Os que mais tem sofrido com essa prática são os idosos, surpreendidos com créditos em suas contas correntes sem autorização ou mesmo contrato assinado”, explica o coordenador do Procon Petrópolis. O banco multado nesta quinta-feira (26) já havia sido autuado em 2020.

Outra infração cometida pelo banco foi não prestar as explicações solicitadas pela equipe do Procon Petrópolis. O valor da multa deve ser compatível com o poderio econômico da empresa infratora, sendo o patamar de dois milhões, ínfimo em relação aos lucros obtidos em nível nacional pela instituição.

"Vamos seguir orientando os consumidores e exigindo dos bancos, meios para a devolução dos valores indevidamente creditados na contas dos aposentados e pensionistas, sem qualquer tipo de multa, taxa ou juros. Ao mesmo tempo, encaminharemos ofício ao INSS, para que apure possível vazamento dos dados pessoais destes segurados", finalizou o coordenador.

As feiras acontecem com o intuito de incentivar a posse responsável

Neste sábado (28), de 10h às 15h, na Praça Dom Pedro, a Prefeitura de Petrópolis promove, por meio da Coordenadoria de Bem-estar Animal (Cobea), a 10ª edição da Campanha de adoção de animais. Os interessados em adotar algum pet devem ser maiores de 18 anos, apresentar comprovante de residência fixa, carteira de identidade e CPF. Quatro instituições serão responsáveis por levar os cães vacinados, castrados e vermifugados para o evento: Alma Peluda, Turma do Peludo, Dog’s Heaven e Amigo Vira-lata.

O governo interino celebrou os resultados obtidos pela ações até o momento e disse aguardar por números cada vez melhores. “É uma alegria poder comemorar a décima etapa desta iniciativa. Desde o início, estamos buscando conscientizar as pessoas sobre a causa animal e a importância do ato do acolhimento. Já promovemos 80 adoções e tenho certeza que serão realizadas muito mais”, declarou.

Além das entidades que estão encarregadas de disponibilizar os animais para programação, o Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais (COMUPA) também é apoiador do evento junto à Rospauth, que presenteia os novos tutores com um cupom de 10% de desconto em produtos do seu estabelecimento, e a Escola de Tosa Cintia Lima, que oferece uma sessão de banho e tosa aos animais adotados.

“Esse ano tivemos uma imensa felicidade com o crescimento da campanha e o apoio das pessoas com a causa. Um dos nossos principais objetivos com essa ideia é promover um maior número de adoções. O apoio que recebemos dos nossos parceiros também tem sido fundamental para o sucesso das últimas etapas” afirma o coordenador de Bem-estar Animal.

Vale destacar que a edição deste fim de semana pode ganhar uma nova data de realização em caso de chuvas. Desde fevereiro, a Cobea promove campanhas visando estimular a posse responsável de cães e gatos. Ao todo, a prefeitura viabilizou 80 novos lares para animais através dessa ação. A Coordenadoria disponibiliza contatos por e-mail e telefone para esclarecimento de dúvidas da população.
Telefone: (24) 2291-1505
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.


Com a gestão de projetos voltados para a implantação de ações e serviços em segurança, prevenção de incidentes, monitoramento de mudanças do tempo, capacitação comunitária e de agentes, acolhimento e mobilização social, a Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias atua com sistema para o mapeamento dos estágios de evolução de cada iniciativa. Por meio do Radar da Inovação o órgão tem conseguido alcançar resultados positivos no gerenciamento de cada proposta desenvolvida. A ferramenta de gestão ajuda a secretaria acompanhar os 25 projetos em andamento, que visam levar não só serviços para a população, mas também melhorar a qualidade do ambiente de trabalho para os agentes da unidade.

“Estabelecemos esse esquema de trabalho para melhor gerir nossas ações, tendo em vista de que a Defesa Civil atua com um leque de iniciativas, voltadas não somente para a segurança da população em momentos de crise, mas para uma conduta de prevenção, de melhoria da qualidade de vida e assistência para serviços básicos e essenciais. Nosso trabalho é contínuo e se tornou fundamental a adoção de ferramentas que nos ajudem a monitorar o andamento de todos os processos e assim, alcançar os resultados esperados”, destacou o secretário de Defesa Civil.

Entre os projetos em estágio avançado está o de integração com as comunidades para o restabelecimento dos Núcleos Comunitários de Defesa Civil (Nudecs), que atualmente já funcionam em 22 regiões do município. Nas localidades do Quitandinha, Vale do Cuiabá, Vila Rica, Posse, Estrada da Saudade, Morin e 24 de Maio, representantes dos moradores foram capacitados para a atuarem como agentes da Defesa Civil nas comunidades e na identificação de situações de risco para a população, emissão de alertas e acionamento adequado das equipes de segurança.

Esse é um projeto que já tem proposta atendida em 60% e terá avanço ainda maior a partir da implantação dos Nudecs das regiões do Floresta, Alto da Serra e Bingen já previstos. Pela ferramenta de gestão, algumas iniciativas já aparecem com o índice de 70% e 100% de implantação, seguindo em estágio de manutenção, como: o atendimento a menores infratores, desenvolvido em suporte à Secretaria de Assistência Social, que oferece atividades a jovens para o cumprimento a medidas socioeducativas na secretaria; o Aproxime que faz análise qualitativa do atendimento ao público; o Cidade Resiliente voltado para oferecer suporte nas comunidades, com orientação de engenheiros sobre adequação e segurança em construções pelas comunidades.

“Temos uma gama de ações que precisam ser acompanhadas de perto para a garantia da conclusão e efetividade das atividades. Conseguimos mapear cada andamento e identificar qualquer dificuldade que esteja impedindo o avanço dos projetos”, destacou a diretora de projetos.

Além dos projetos de longa duração e gestão permanente, há os temporários, realizados pontualmente para situações específicas, como é o caso mais recente da Parede Solidária. A ideia é desenvolver o espírito solidário na população que pode doar o que tiver sobrando e quem precisa recolhe o que for de sua necessidade. Durante o inverno a ferramenta está sendo usada para a campanha de agasalhos e cobertores. “Essa foi uma iniciativa que deu muito certo e será permanente, tendo a cada período do ano, uma motivação”, destacou a diretora.

“Atualmente trabalhamos com uma dinâmica de integração entre secretarias e demais órgãos da sociedade que muitas vezes estão em parceria com o governo. Essa dinâmica de trabalho garante a eficácia das atividades desenvolvidas e ajuda na comprovação dos resultados positivos que a nossa gestão tem alcançado”, pontua o governo interino.