As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência na segunda (02/08) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 2.422 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 1.791 receberam a primeira dose e 631 receberam a segunda dose do imunizante. Até o momento 151.514 pessoas receberam a primeira dose, 63.287 receberam a segunda dose e 6.805 receberam a dose única do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã.  

Nos pontos de imunização foram vacinados 344 idosos, sendo sete com a primeira dose e 337  com a segunda dose. A primeira dose da vacina foi aplicada em 1.627 pessoas com idade entre 37 e 59 anos sem comorbidades. Nesta faixa etária  238 pessoa também  receberam a segunda dose. 

Também receberam a vacina, 30 pessoas com comorbidades. Destas, 27 receberam a primeira dose e três, a segunda dose. 

A primeira dose da vacina foi aplicada ainda em 21 gestantes. Também foram vacinadas 62 puérperas, sendo 49 com a primeira dose e 13 com a segunda.   Três pacientes crônicos institucionalizados receberam a segunda dose.

Equipes vacinaram também 65 profissionais de Saúde, sendo 36 com a primeira dose e 29 com a segunda. Também receberam a vacina 24 profissionais de Educação, sendo 19 com a primeira dose e cinco com a segunda. Além destes, um profissional de transporte receneu a segunda dose. Também receberam a vacina, dois integrantes de Forças de Segurança : um com a primeirados, outro com a segunda.

A campanha de imunização contra a covid-19 segue nesta terça (03/08), com a vacinação de pessoas acima de 37 anos sem comorbidades. 

Nesta terça-feira, a prefeitura abre o cadastro para imunização de pessoas a partir dos 36 anos, cuja vacinação começa na quarta. Quem tem 35 anos poderá fazer o cadastro a partir de quinta  (05/08), para se vacinar a partir de sexta-feira.O cadastro deve ser preenchido no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). 

A vacinação contra a covid-19 acontece em 12 pontos distribuídos nos cinco distritos.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428

ATENÇÃO: A reorganização de leitos covid pelo SUS, em função da redução na demanda por internação de pacientes com a doença, levou o município a fazer a reversão de leitos no Hospital Municipal Nelson de Sá Earp. Leitos anteriormente utilizados exclusivamente para casos do coronavírus foram liberados e agora recebem pacientes com outras doenças (não covid). Com isso, 20 leitos que antes eram contabilizados como covid-19 agora estão bloqueados e não são mais contabilizados para cálculo da taxa de ocupação. Isso fez com que a taxa de ocupação de leitos clínicos subisse, mesmo sem grande variação das internações. O município segue monitorando os dados e a demanda por internações e, se necessário, poderão ser revertidos, tornando-se novamente exclusivo para covid.

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde permanece, nesta segunda (02/08), em 60% em leitos clínicos e 28% em UTIs. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 97 pacientes internados, sendo 47 em UTIs e 50 em leitos clínicos. Nesta segunda, três óbitos foram confirmados e inseridos na base estatística.

Até agora foram realizados no município 180.502 testes para Covid-19, com 43.956 resultados positivos e 135.978 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.378 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde.

A Secretaria acrescenta, ainda, que trabalha na atualização de dados de notificações e casos em análise no sistema, inserindo ainda dados pendentes de meses anteriores. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Óbitos registrados:

Mulher, 81 anos, morador no Quarteirão Brasileiro. Internado em 06.07.2021 na UPA Centro e transferida para o HCC. Óbito em 20.07.2021 no HAC. Paciente com fibrose pulmonar e doença cardiovascular crônica.

Mulher, 57 anos, moradora no Castrioto. Internada em 07.07.2021 na UPA Cascatinha e transferida para o HNSA. Óbito registrado em 25.07.2021 no HNSA. Paciente com hipertensão arterial.

Homem, 47 anos, morador no Duarte da Silveira. Internado em 25.07.2021 na UPA Centro. Óbito registrado em 26.07.2021 na UPA Centro. Paciente com cirrose hepática, hipertensão arterial e diabetes.

erminou no domingo (1) a 13ª Conferência Municipal de Assistência Social, que abordou o tema “Assistência Social: Direito do povo e dever do Estado, com financiamento público, para enfrentar as desigualdades e garantir proteção social”. O evento, que durou três dias, contou com presença de diversos profissionais da área, secretários e representantes de instituições e, ainda, de várias autoridades da justiça, da segurança pública e beneficiários da política de Assistência Social.

O principal objetivo da Conferência Municipal da Assistência foi avaliar e propor diretrizes para o aperfeiçoamento do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) na perspectiva da valorização dos trabalhadores e da qualificação dos serviços, programas, projetos e benefícios e eleger delegados para a Conferência Estadual de Assistência Social.

Os conferencistas debateram e apresentaram reivindicação no sentido de promover melhorias nas políticas de Assistência Social no município. Os temas foram organizados em cinco eixos, com assuntos relacionados a financiamento público na assistência social, oferta de serviços e acesso às políticas públicas, práticas dos equipamentos da Ação Social durante a pandemia e o trabalho interligado com outros setores relativos às políticas públicas.

No domingo, foram eleitos os quatro delegados da sociedade civil, que representarão Petrópolis na Conferência Estadual de Assistência Social, marcado para setembro. Os eleitos foram a APPO, Ong Raízes do Ofício, Associação Oficina de Jesus e Comunidade Jesus Menino. O relatório final dos três dias de trabalho será divulgado ainda nesta semana pela comissão organizadora.

A secretária de assistência social fez uma avaliação positiva do encontro e diz que a sociedade como um todo entende a importância do trabalho com a população mais vulnerável.

“A Conferência é sempre um marco no trabalho da assistência. Esta, especialmente, por ter sido toda de forma online, marcou pela intensa participação dos inscritos e pelo engajamento de todos os participantes. A representatividade foi o destaque principal e a presença de usuários colaborando na elaboração das propostas e se destacando na mesa de abertura por sua fala livre e contundente, foi genuinamente gratificante”, finalizou.

Municipalização pode abrir caminho para que município tire do papel projeto para criação da ligação Bingen-Quitandinha, utilizando trecho da rodovia federal entre os km 79 e 84

O governo interino e o presidente da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes - CPTrans, conseguiram nesta segunda-feira (2) uma importante vitória na Câmara Municipal: os vereadores aprovaram, por unanimidade, projeto de lei do Executivo que autoriza a municipalização de trecho do km 79 a 84 da BR-040. A medida é um passo importante que pode viabilizar, no futuro, a tão aguardada conexão entre os bairros Bingen e Quitandinha, esperada pela população há mais de 30 anos.

A aprovação do projeto na Câmara é importante para concretizar a municipalização, já solicitada formalmente ao Ministério da Infraestrutura e ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes - DNIT. Assumindo o trecho entre os quilômetros 79 e 84 da BR-040, o governo municipal pode viabilizar via pública, utilizando o trecho da BR-040, ligando os dois bairros, evitando que motoristas se desloquem até o centro. A medida vai gerar benefícios diretos na mobilidade urbana da cidade, especialmente nos horários de pico.

“A gente sabe dessa demanda da cidade, da necessidade de encontrar soluções para as questões de trânsito. A cidade cresce, o número de carros também e os gestores públicos precisam apresentar soluções. Fui à Brasília recentemente e apresentei nossa proposta ao diretor do DNIT, de municipalizar o trecho que, no futuro, será incorporado a um projeto de revitalização da rodovia. A ideia foi aceita. Agora, com a aprovação da proposta na Câmara, damos mais um importante passo”, destacou o governo interino, frisando que a nova concessão da rodovia, prevista para 2022, vai continuar incluindo o trecho. "Assim, poderão ser feitas outras melhorias, no momento em que a nova concessionária assumir o projeto completo".

Segundo o projeto, o município passa a se comprometer com um trecho que se localiza cerca de 500 metros antes da entrada do Parque São Vicente da rodovia Washington Luiz, no km 84, e a Rodovia Intermunicipal de Petrópolis, no km 79, mediante à formalização de um termo de transferência, para administração do trecho da rodovia federal. O projeto de lei ainda autoriza ao “poder executivo a firmar termo de transferência e/ou de cooperação mútua com o DNIT, com o objetivo de implementar as ações necessárias à viabilização da municipalização do trecho”.

Segundo o diretor-presidente, o novo acesso reduzirá a distância entre os bairros. “O que o projeto trará para o motorista que se desloca do Bingen para o Quitandinha é a mesma facilidade que hoje tem quem faz o deslocamento no sentido oposto. Ou seja, realizar, em sete minutos, esse deslocamento. Reduzindo esse fluxo em direção ao Centro Histórico, conseguiremos tirar ainda o impacto sobre o tráfego não apenas nas ruas Bingen e Paulino Afonso, mas também na Montecaseros, na Roberto da Silveira, na rotatória Praça da Liberdade, Barão de Amazonas, Monsenhor Bacelar, Washington Luiz e Coronel Veiga”, disse o diretor-presidente, ressaltando que a distância entre os dois bairros, ao evitar passar pelo centro, cairia de 11,2km, para 6,9km. “Uma redução não apenas de distância, mas também de tempo. Além disso, dá a possibilidade de os motoristas que vêm de Itaipava e Pedro do Rio utilizarem a BR-040 para acessar o Quitandinha, sem precisar ir até o retorno no Belvedere, sem acessar o Bingen ou ainda sem passar pela estrada União e Indústria”.

O trabalho, que também envolve a Avenida Lúcio Meira, será realizado em um trecho de 1,5km.

O governo interino acompanhou, pela manhã e também na tarde desta segunda-feira (2), o início das obras de asfaltamento das ruas Dr. Paulo Hervê e Av. Lúcio Meira, no Bingen. As vias, após preparação do piso e nivelamento, receberão uma camada de 5 a 8 centímetros, num trecho de 1,5km, de piso CBUQ (concreto betuminoso usinado a quente), material que está sendo colocado com recursos do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento - Finisa, da Caixa Econômica Federal - CEF, além de recursos do próprio município. O trabalho faz parte do programa Acelera Petrópolis.

“É uma demanda antiga dos moradores do trecho do Capela, a melhoria da pavimentação. Nesse ponto não só estamos acabando com os buracos da avenida Lúcio Meira, no pórtico, como asfaltando a Paulo Hervê. Ao todo, serão 59 ruas asfaltadas, em diferentes pontos da cidade. No Bingen já concluímos esse trabalho em mais de dois quilômetros da rua João Xavier e também em um trecho da rua Luiz Winter”, ressaltou o governo interino.

Na intervenção, que começou pela manhã, a Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes - CPTrans coordenou um sistema de pare e siga na avenida Lúcio Meira. “Nesse trecho, de pouco mais de 350 metros, foi necessária a interrupção parcial da circulação para que fosse aplicada a camada de asfalto. Já na rua Dr. Paulo Hervê, que tem uma caixa de rua de 11 metros de largura, dividimos em três faixas de rolamento, deixando sempre duas delas livres para que o trânsito possa funcionar em mão dupla”, informou o secretário de Obras.

Além do Bingen, no primeiro distrito, também há obras de asfaltamento em Itaipava, na rua Desembargador Luiz Antônio Severo, via que serve de alternativa à Estrada União e Indústria, no trecho atrás do Parque Municipal. “O trabalho ainda acontecerá no Morin, Siméria, Quitandinha, Itaipava, Nogueira, Mosela, Quarteirão Brasileiro, Alto da Serra, Sargento Boening e Valparaíso e vai pavimentar 42 quilômetros. Só no Bingen o trabalho de recuperação viária, que inclui a formação de estrias (processo de raspagem da pavimentação antiga) e instalação de uma camada de asfalto, será feita em 4,6km. Depois seguimos para Nogueira, onde serão mais 4,4km nas Ruas Promenade, Dr. Bina e Padre Correa Lima, além da Estrada do Calembe”, ressaltou o secretário.

Após cinco dias de declínio acentuado de temperatura, a Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias retornou nesta segunda-feira (2/8), ao estágio de normalidade das ações operacionais. A medida se dá devido à elevação gradual das temperaturas, o que reduz os riscos associados ao frio intenso. Para esta segunda-feira (2), a previsão para a temperatura máxima é de 20°C e mínima de 10°C.

Na última semana, a cidade registrou dias de frio intenso em decorrência da passagem de massa de ar frio que atingiu a Região Sudeste. Desde a última quarta-feira (28/7), a cidade foi afetada por uma queda na temperatura chegando a registrar máxima de 13°C e mínima de 2°C. A situação colocou o município em estágio de alerta, especialmente por conta das pessoas em situação de rua que nesses dias, tiveram o serviço de acolhimento realizado pela Secretaria de Assistência Social reforçado. Para garantir maior segurança dessa parcela da população, a Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias instalou tendas para o alojamento temporário em Itaipava. As estruturas ficaram à disposição até o último domingo (1/8).

“Realizamos nos últimos dias um trabalho integrado com as secretarias para um atendimento ainda mais rápido às pessoas em maior vulnerabilidade. Nossas equipes continuam no monitoramento e seguiremos com as ações de abordagem à população em situação de rua em todo o município. Todas as estruturas fixas (Núcleo de Integração Social (Alto da Serra), Unidade de Acolhimento Temporário (Retiro) e Centro Pop (Centro), além do Consultório na Rua, seguem funcionando, com toda a estrutura necessária para receber e acolher essas pessoas”, destacou o governo interino.

A estrutura extra, temporária, foi desmobilizada, em virtude da elevação da temperatura, mas a população em situação de rua ainda pode contar com os serviços da Secretaria de Assistência Social que mantém o serviço de abordagem e acolhimento de pessoas em situação de rua e os abrigos permanentes em funcionamento. Para os próximos dias, a previsão é de manutenção da temperatura um pouco mais elevada com a possibilidade de chuva fraca para esta terça-feira (3/8).

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias agora conta com câmeras nas viaturas de atendimento a ocorrências pela cidade. O sistema e monitoramento on board está em fase de teste e poderá ser implantado em todos os veículos oficiais de suporte ao serviço da secretaria. O novo equipamento possibilitará o acompanhamento das equipes em operação, principalmente em locais mais distanciados. As câmeras com registro interno e externo da viatura, além de proporcionar mais segurança para as equipes de trabalho, possibilitarão melhor avaliação das ocorrências e agilidade para a adequação ao apoio em situações de maior gravidade.

Atualmente, as equipes da Defesa Civil têm o suporte das 56 câmeras fixas instaladas pela cidade e outras duas portáteis utilizadas nas barreiras fiscais. Com as câmeras on board, todo o serviço realizado com as viaturas será registrado e acompanhados pelas equipes que coordenam da sede da secretaria, o trabalho das equipes que estão em operação.

“Esse novo suporte vai ser de grande utilidade para as nossas equipes. Muitas das vezes atendemos ocorrências em locais distantes e seguimos sem saber a proporção da situação que iremos encontrar nos locais dos chamados. Com as câmeras, nossas equipes atuarão ainda mais integradas e em caso de necessidade de reforços, teremos mais agilidade para o envio”, destacou o secretário da Defesa Civil.

As câmeras serão mais um equipamento para os atendimentos em chamadas de incêndio, alertas de riscos de deslizamentos ou alagamentos e ocorrências em geral para as quais da Defesa Civil é acionada.

O atendimento na rede municipal de Educação retorna nessa terça-feira (03/08), no formato remoto (online), com suporte através da plataforma Educa em Casa e interação com professores de acordo com a orientação da equipe gestora. Já o ensino híbrido – remoto e presencial – deverá ter início em 24 de agosto, de forma escalonada, ou seja, separado por fases e com espaçamento de datas. Os pais e responsáveis continuam podendo optar por continuar com os crianças e jovens no ensino remoto, caso essa seja a escolha da família.

No ensino remoto, a plataforma Educa em Casa continua sendo o meio oficial de interação dos alunos com os professores e escolas. Desde o início do ano, o endereço eletrônico, que fica no site da prefeitura de Petrópolis (www.petropolis.rj.gov.br) vem passando por adequações para melhor atendimento dos docentes e estudantes. Os professores conseguem colocar os conteúdos programáticos de cada turma no Educa, além de interagir e receber arquivos dos alunos no chat em grupo e individual. Estudantes têm acesso aos materiais disponibilizados pelos docentes, podem acessar o chat e também podem clicar nos ícones com sugestões de atividades diferenciadas como biblioteca, visitas culturais guiadas, informações sobre alimentação e literatura acessível.

Já o ensino híbrido na rede municipal terá início no dia 24 de agosto, com respeito aos protocolos sanitários: distanciamento, uso de EPIs e máscaras. Além disso, o Selo Escola Segura é obrigatório – ou seja, voltarão, gradualmente, as instituições de ensino que já estão totalmente preparadas para o retorno, com todas as adequações já realizadas para garantir a segurança da comunidade escolar. Atualmente 86 escolas da rede possuem o selo – segundo programação de visitas da comissão, até o início do ensino híbrido, todas as demais já terão sido visitadas.

O calendário com as datas e turmas que voltarão, bem como o espaçamento de tempo em que o retorno entre cada grupo vai ocorrer será publicado pela Secretaria de Educação o dia 12 de agosto, mas é importante destacar que o retorno presencial será feito de forma escalonada, com horário reduzido e distanciamento mínimo de um metro. O primeiro grupo de alunos iniciará o retorno presencial em 24 de agosto. Já o segundo retornará em 6 de setembro. O terceiro em 13 de setembro e o quarto em 20 de setembro. O calendário completo com as turmas já foi apresentado no Grupo de Trabalho que atuou na preparação do material do Plano de Retorno do Município e será apresentado no Conselho Municipal de Educação (Comed). Após esse trâmite, será publicado oficialmente pela Secretaria de Educação.

“As equipes gestoras terão reuniões com a Secretaria de Educação para esclarecer dúvidas. Espaçamento das carteiras, distanciamento, os cuidados e uso de máscaras, álcool em gel... tudo está sendo tratado com muito cuidado para que tenhamos um retorno tranquilo”, explicou o governo interino.

A secretária de Educação explica a importância deste momento. “O retorno será respeitando os protocolos e com toda atenção possível. É um primeiro passo que precisa ser dado e será monitorado em todos os momentos. É importante destacar que o retorno presencial, no formato híbrido, com aulas presenciais e o contínuo do uso da plataforma Educa em Casa está sendo possível porque o município, felizmente, avançou na vacinação”.

A prefeitura, através do Instituto Municipal de Cultura (IMC), está promovendo melhorias no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) – Praça Corta Rio, na Posse. Nesta segunda-feira (02/08), teve início a reforma do telhado e do piso do cineteatro. O objetivo do governo interino municipal é que o espaço fique pronto em 15 dias. Além disso, foi realizada a manutenção no banheiro masculino e a troca de um vidro do laboratório de informática que estava quebrado.

"O CEU da Posse é um equipamento que permite realizar programas e ações culturais, práticas esportivas e de lazer, formação profissional, entre outras atividades para a comunidade. Queremos melhorar a estrutura que já existe para oferecer mais atividades de forma segura para os moradores", destaca o governo interino.

O local conta ainda com biblioteca, laboratório multimídia, salas de oficinas, espaços multiuso, Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), além de pista de skate, quadra de eventos, playground e um espaço para caminhada. Por causa da pandemia, algumas atividades ainda estão suspensas.

"Com o avanço da vacinação no nosso município, vamos elaborar um cronograma para voltarmos a oferecer atividades culturais e de lazer no CEU da Posse. A nossa ideia é usar esse equipamento no fomento a cultura e no esporte em breve", ressalta o presidente do IMC.

77 animais já foram adotados desde o início da campanha, em fevereiro

A prefeitura de Petrópolis, por meio da Coordenadoria de Bem-estar Animal (Cobea), realizou no último sábado (31) a “AUlimpíadas de Adoção” de cães e gatos, na Praça Dom Pedro II. A etapa, que ganhou tema relacionado ao período olímpico, marcou a oitava edição deste ano. No evento, 11 animais foram adotados. Além de promover o acolhimento durante as ações, a Cobea também recolheu doações de agasalhos, cobertores, casinhas e camas para distribuição em locais estratégicos da cidade para o uso dos animais.

O prefeito interino destacou a importância da ação e celebrou o resultado do trabalho neste fim de semana. “A população vem abraçando o nosso evento. Mesmo com o tempo frio, tivemos um grande número de animais adotados. Só neste ano, já foram 77 acolhimentos. É fundamental termos quinzenalmente essa campanha para que possamos estimular novas tutelas e ampliarmos esse número”, garantiu o prefeito interino.

Nesta edição, as parcerias deram destaque à programação. A Universidade Estácio de Sá disponibilizou alunos do curso de Enfermagem para que fizessem a orientação e aferição da pressão arterial na população que passava pelo local e do curso de Direito, que orientou sobre as Leis de proteção aos animais. Já o Petique Pet Shop & Care forneceu gratuitamente uma avaliação veterinária aos cães e gatos que foram acolhidos pelos novos tutores. Representantes da loja de ração Rospauth também estiveram presentes e cederam um vale de 10% em produtos do seu estabelecimento aos que realizaram a posse responsável. A Escola de Tosa Cintia Lima ofereceu um banho e tosa grátis para os animais que foram adotados.

“Estamos muito felizes com o desfecho da oitava etapa. Recebemos um bom número de doações e também também tivemos 11 adoções. Vamos dar continuidade a esse trabalho para que possamos alavancar cada vez mais esses números”, pontuou o coordenador de Bem-estar Animal.

Além dos parceiros citados, o Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais (COMUPA), Defesa Civil, CPTRANS e Guarda Civil Municipal também atuam como apoiadores da campanha, assim como o vereador Domingos Galante. As instituições Dog’s Heaven, Amigo Vira-lata e as protetoras independentes Evana e Rosilene Ferreira também participaram, ficando responsáveis por preparar os pets para adoção.

O Balcão de Empregos administrado pelo Departamento de Trabalho e Renda (Detra), da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, oferece esta semana 20 vagas de emprego. Os candidatos que tiverem interesse devem cadastrar os seus currículos pelo site www.petropolis.rj.gov.br.

O Balcão de Empregos realiza a divulgação das vagas e os encaminhamentos dos candidatos para processo seletivo, sendo assim, fica a cargo do empregador a responsabilidade pelas entrevistas e possíveis contratações. O Detra fica na Dr. Porciúncula 75, Centro. O telefone para contato é o 2246-8942. Confira as oportunidades:

1. Eletricista / Masculino / Uma vaga / Ensino Fundamental / Faixa Etária de 25 a 50 anos / Experiência em CTPS

2. Açougueiro / Masculino / Uma vaga / Ensino Fundamental / Faixa Etária de 25 a 55 anos / Experiência em CTPS de 6 meses

3. Ajudante de Motorista / Masculino / Duas vagas / Ensino Fundamental / Faixa Etária de 20 a 50 anos

4. Auxiliar de Corte / Masculino / Uma vaga / Ensino Fundamental / Faixa Etária de 20 a 50 anos

5. Soldador / Masculino / Uma vaga / Ensino Fundamental / Faixa Etária de 25 a 55 anos / Experiência em CTPS de 2 anos

6. Encanador / Masculino / Uma vaga / Ensino Fundamental / Faixa Etária de 25 a 55 anos / Experiência em CTPS de 6 meses

7. Repositor / Masculino / Uma vaga / Ensino Fundamental / Faixa Etária de 20 a 50 anos / Experiência em CTPS de 6 meses

8. Churrasqueiro / Masculino / Uma vaga / Ensino Fundamental / Faixa Etária de 20 a 50 anos / Experiência em CTPS de 6 meses

9. Copeiro / Masculino / Uma vaga / Ensino Fundamental / Faixa Etária de 20 a 50 anos / Experiência em CTPS de 6 meses

10. Garçom / Masculino / Uma vaga / Ensino Fundamental / Faixa Etária de 20 a 50 anos / Experiência em CTPS de 6 meses

11. Recepcionista / Ambos os sexos / Uma vaga / Ensino Médio / Faixa Etária de 18 a 45 anos / Experiência em CTPS de 1 ano

12. Técnico de Enfermagem / Ambos os sexos / Uma vaga / Ensino Médio / Tecnólogo / Faixa Etária de 25 a 55 anos

13. Médico Clínico / Ambos os sexos / Uma vaga / Ensino Superior Completo / Faixa Etária de 30 a 50 anos

14. Médico Neurologista / Ambos os sexos / Uma vaga / Ensino Superior Completo / Faixa Etária de 30 a 50 anos

15. Terapeuta Ocupacional / Ambos os sexos / Uma vaga / Ensino Superior Completo / Faixa Etária de 25 a 55 anos

16. Fonoaudiólogo em Linguagem /Ambos os sexos / Uma vaga / Ensino Superior Completo / Faixa Etária de 25 a 55 anos

17. Nutricionista / Ambos os sexos / Uma vaga / Ensino Superior Completo / Faixa Etária de 25 a 55 anos

18. Fisioterapeuta Geral / Ambos os sexos / Uma vaga / Ensino Superior Completo / Faixa Etária de 25 a 55 anos

19. Enfermeiro / Ambos os sexos / Uma vaga / Ensino Superior Completo / Faixa Etária de 25 a 55 anos