As equipes de enfermagem, sob coordenação do departamento de Vigilância em Saúde, deram sequência na quinta-feira (02/09) a vacinação contra a covid-19. Durante todo o dia, 3.205 pessoas foram vacinadas na cidade. Destas 1.828 receberam a primeira dose e 1.316 receberam a segunda dose e 61 idosos redeberam a dose de reforço do imunizante. Até o momento 208.493 pessoas receberam a primeira dose, 96.807 receberam a segunda dose, 6.805 receberam a dose única e 105 idosos institucionalizados maiores de 70 anos receberam a dose de reforço do imunizante. Por conta da logística de informações para fechamento dos dados o boletim da vacinação passou a ser divulgado na parte da manhã.  

Nos pontos de imunização 155 idosos foram vacinados, sendo oito com a primeira dose e86 com a segunda dose com a segunda dose. Outros 61 idosos com mais de 70 anos que vivem em ILPIs receberam a dose dr reforço do imunizante. A primeira dose da vacina foi aplicada em  1.715 pessoas com idade entre 18 e 59 anos sem comorbidades. Na faixa etária abaixo de 59 anos, 685 pessoa também receberam a segunda dose.  

Também receberam a vacina 119  pessoas com comorbidades, sendo quatro dela a primeira dose e 115, a segunda. Nove  deficientes também foram vacinados: quatro com a primeira dose e cinco com a segunda. Foram vacinados também 82 adolescentes com comorbidades na faixa etária entre 12 e 17 anos.

Equipes vacinaram ainda oito gestantes, das quais três com a primeira dose e cinco com a segunda. Além destas, 14 puérperas foram vacinadas: 12 com a primeira dose e duas  com a segunda dose. 

Também foram vacinados com a segunda dose 156 profissionais de Saúde, 252  profissionais de Educação e um integrante de Forças de Segurança. 

Nove pessoas que vivem em situação de rua também receberam a segunda dose da vacina.

A campanha de imunização contra a covid-19 segue nesta  sexta feira (03/09), com a vacinação de pessoas acima de 18 anos sem comorbidades, adolescentes com comorbidades na faixa etária entre 12 e 17 anos e todos os demais grupos que fazem parte do Plano Nacionalde Imunização.  O cadastro deve ser preenchido no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). 

A vacinação contra a covid-19 acontece em 13 pontos distribuídos nos cinco distritos.

Em caso de dúvidas é possível utilizar o Whatsapp da Saúde - assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428

Na quarta-feira (1), o trabalho de fresagem foi realizado para preparação para aplicar a camada de asfalto

O governo interino acompanhou, na noite de quarta-feira (01/09), o início de mais uma etapa do programa Acelera Petrópolis: o trabalho de fresagem (raspagem da camada antiga de asfalto para preparar a via para receber novas camadas da pavimentação) da avenida Koeller, onde o trabalho acontece no período noturno até sexta-feira (3). Hoje (2), começa a aplicação da nova camada de asfalto quente. Além da via no Centro Histórico, a Prefeitura trabalha no asfaltamento da Rua Teresa, no Alto da Serra, e na Estrada do Calembe, em Nogueira.

“Estamos levando melhorias para diferentes áreas da cidade. Melhorando o dia a dia dos moradores do centro e dos distritos. Já concluímos o trabalho no Bingen, onde a próxima etapa será a renovação da sinalização viária. Em Nogueira, já estamos asfaltando a Estrada do Calembe, e em Itaipava, liberando uma rota alternativa para o tráfego na rua Joaquim Agante Moço. Estamos fazendo um cronograma que se estende até o fi deste ano e também no ano que vem, para chegarmos a outras regiões, como Morin, Siméria, Quitandinha, Itaipava, Nogueira, Mosela, Quarteirão Brasileiro, Sargento Boening e Valparaíso”, afirma o governo interino.

Em Nogueira, onde o trabalho já passou pelas ruas Belo Horizonte e Promenade, o trabalho segue pela Estrada do Calembe. Outra via que receberá a nova camada de asfalto é a Dr. Bina. No bairro serão cerca de 5km de recuperação viárias com verbas do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento - Finisa, da Caixa Econômica Federal - CEF, além de recursos próprios do município.

No Bingen, o trabalho passou pelas ruas Henrique Cunha, João Xavier, Luiz Winter, pela avenida Lúcio Meira e por uma das ruas mais importantes da cidade, a Dr. Paulo Hervê, um dos acessos para quem chega a Petrópolis. No bairro, o primeiro a receber as intervenções do Acelera Petrópolis, foram quase cinco quilômetros de pavimentação nova. Em toda a cidade serão mais de 60 ruas (44km). A secretaria de Obras, iniciou o trabalho no dia 13 de julho, aplicando piso CBUQ (concreto betuminoso usinado a quente).


Para evitar o desperdício de doses das vacinas contra a Covid-19, a Secretaria de Saúde está abrindo às empresas de todos os segmentos que tenham funcionários maiores de 18 anos ainda não vacinados, a possibilidade de cadastrar funcionários para receber as doses remanescentes. Empresas interessadas devem entrar em contato com a Divisão de Imunização do município para fazer um pré-cadastro. A vacinação destes trabalhadores será feita de segunda a sábado, sempre no fim do dia (após as 17h) com a utilização de doses restantes em frascos abertos no horário regular da vacinação – 9h as 16h. A medida visa ampliar o público vacinado no município, além de evitar a perda de doses da vacina. Importante destacar que a medida é necessária uma vez que alguns tipos de imunizantes precisam ser utilizados no prazo máximo de seis horas após a abertura do frasco.

Nossa principal preocupação é evitar que doses sejam perdidas, pois elas precisam ser descartadas se não forem aplicadas dentro do prazo estabelecido pelo fabricante”, explica o secretário de Saúde, destacando que, desde o início da vacinação, o município vem trabalhando para evitar perda das doses restantes nos frascos, buscando pessoas do público-alvo que está sendo vacinado em hospitais, clínicas de saúde, empresas e outras instituições.

Ele explica que, nesta fase da vacinação, tem sido cada vez mais difícil encontrar o público ainda não vacinado, maior de 18 anos, no período entre o fim da tarde e a noite, após o horário de vacinação regular, para utilização das doses remanescentes. Daí a decisão de fazer o pré-cadastro, com a ajuda das empresas.

As empresas interessadas devem entrar em contato com a Divisão de Imunização da Coordenadoria de Vigilância em Saúde pelo telefone 2246-6796.

Até quarta-feira (1º/09) a Secretaria de Saúde já contabilizava 206.665 pessoas vacinadas com a primeira dose da vacina contra covid-19. Destas, 95.491 concluíram o esquema de vacinação, recebendo também a segunda dose. Outras 6.805 receberam a dose única do imunizante. Seguindo a orientação do Ministério da Saúde, o município iniciou na quarta-feira (1º/09) a aplicação das doses de reforço em idoso com mais de 70 anos, que vivem em Instituições de Longa Permanência (ILPIs). No primeiro dia 44 idosos receberam a dose de reforço.

A taxa de ocupação de leitos para pacientes com covid-19 no Sistema Único de Saúde está, nesta quinta (02/09), em 47,92% em leitos clínicos e 50% em UTIs. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, são 115 pacientes internados, sendo 66 em UTIs e 49 em leitos clínicos. Oito óbitos foram confirmados e inseridos na base estatística.

Até agora foram realizados no município 190,844 testes para Covid-19, com 46.635 resultados positivos e 143,330 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab).

A Secretaria de Saúde esclarece que o número de óbitos, hoje em 1.462 é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erro na informação divulgada pela Secretaria de Saúde.

A Secretaria acrescenta, ainda, que trabalha na atualização de dados de notificações e casos em análise no sistema, inserindo ainda dados pendentes de meses anteriores. É possível acompanhar a evolução dos casos no portal da transparência do coronavírus, no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Óbitos registrados:

Mulher, 91 anos, moradora no Valparaíso. Internada em 12.11.2021 no SMH. Óbito registrado em 12.12.2020 no SMH. Paciente com doença renal crônica, hipertensão arterial e doença neurológica crônica

Mulher, 72 anos, moradora no Alto da Serra. Internada em 05.08.2021 no HCC. Óbito registrado em 05.08.2021 no HCC. Paciente com doença renal crônica.

Mulher, 103 anos, moradora em Pedro do Rio. Óbito registrado em 30.11.2020. Paciente com hipertensão arterial.

Mulher, 85 anos, moradora no Caxambu. Internado em 17.08.2021 no HCC. Óbito registrado em 22.08.2021 no HCC. Paciente com doença neurológica crônica.

Mulher, 87 anos, moradora no Quitandinha. Internada em 26.08.2021 no Hospital Unimed. Óbito registrado em 26.08.2021 no Hospital Unimed. Paciente com doença neurológica crônica

Homem, 54 anos, morador na Estrada da Saudade. Internado em 24.08.2021 no HMNSE e transferido para o HNSA. Óbito registrado em 29.08.2021 no HNSA. Paciente com doença hepática crônica e doença cardiovascular crônica.

Mulher, 75 anos, moradora na Castelânea. Internada em 03.08.2021 no HAC e transferido para o SMH. Óbito registrado em 31.08.2021 no SMH. Paciente com hipertensão arterial, pneumonia crônica e neoplasia gástrica.

Mulher, 84 anos, moradora no Cascatinha. Internada em 12.08.2021 na UPA Cascatinha e transferido para o SMH. Óbito registrado em 31.08.2021 no SMH. Paciente com doença neurológica crônica e doença cardiovascular crônica.

As atividades do Atelier Aberto retornaram nesta quinta-feira (02/09) de maneira on-line. O projeto – desenvolvido pela prefeitura através do Instituto Municipal de Cultura (IMC) – visa à troca de informações e de vivências entre os artistas participantes de maneira que isso seja revertido em suas obras. Para isso, são realizados encontros virtuais com a participação de até seis pessoas. Os interessados podem se inscrever em um formulário na internet (https://docs.google.com/forms/d/1DkfIIg44BSTNvvdwoMrxiASwpl4d1I1Pm1sjgDIL7J0/edit?usp=sharing).

“O Atelier Aberto é um projeto que conquistou sucesso entre as atividades desenvolvidas pelo Centro de Cultura Raul de Leoni. Alguns artistas estavam ansiosos pelo retorno das atividades. Esperamos atingir nossas metas, mesmo de forma virtual, afinal, cada artista estará em seu próprio atelier, mas trocando experiências com outros pares”, disse o responsável pelo projeto.

O objetivo do Atelier Aberto é valorizar um espaço de discussão e do fazer coletivo de modo a repercutir as vivências pessoais de cada artista no grupo formado. Para participar do projeto, cada artista deverá ter um trajeto de pesquisa já iniciado ou em curso, de modo a poder contribuir com ideias e discussões com o grupo.

“Estamos muito felizes com a retomada desta atividade, pois trocar experiências, ter contato humano, desfrutar de um grupo, é agregador neste momento em que vivemos no afastamento social. Com certeza, as pessoas ficam mais motivadas quando sabem que vão trocar vivências com pessoas afins. Em breve, poderemos realizar as atividades presenciais, mas no momento, vamos manter a chama da arte viva, ainda que virtualmente”, afirma o gerente do Centro de Cultura Raul de Leoni.

Nesse projeto, será estimulado o diálogo de cada artista com sua produção e a do grupo, mais do que a produção de um trabalho em si durante o tempo de transmissão, o que não impede a produção ou demonstração durante o tempo do encontro, se o grupo assim o desejar. Em caso de dúvida, os interessados também podem fazer contato através do telefone (24) 2233 1202 ou por e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

Além da interação com os visitantes, haverá simulações para mostrar a importância do trabalho feito pela equipe no dia a dia da cidade

Uma das principais áreas de lazer da cidade, o Parque Cremerie terá uma atração especial no próximo sábado (4/9) e domingo (5/9), a partir as 11h. Em uma parceria entre a Secretaria de Turismo, que administra o espaço, e a Guarda Civil Municipal, será realizada uma apresentação do Grupamento de Operações com Cães, com o objetivo de mostrar a importância do trabalho desenvolvido com os cães e promover a interação com os visitantes do atrativo.

"Nos últimos meses, em parceria com a Comdep e a Secretaria de Obras, temos implementado uma série de melhorias no Parque Cremerie, como a recuperação e pintura das casinhas nas ilhas do lago, a recuperação de pontes e do parque infantil, entre outras. Agora, nossa proposta é oferecer algumas opções que possam fazer da visita do público ao espaço algo ainda mais agradável", destaca o secretário de Turismo, lembrando que o parque mantém a preocupação com os protocolos sanitários recomendados.

O evento deste fim de semana terá como um dos atrativos a participação do Grupamento de Operações com Cães, do canil Rufus Von Krugddorf, da Guarda Civil, que fará uma apresentação com cães da cinoterapia. "A ideia é trazer a interação dos cães de cinoterapia e a energia positiva que eles trazem para as pessoas no mesmo tipo de interação que ocorre com os pacientes oncológicos no CTO (Centro de Tratamento Oncológico)”, destaca Leandro Lopes, cinotécnico e treinador.

Haverá também dinâmicas de ações com os cães, em simulações para mostrar a importância do trabalho feito pelo Canil da Guarda Civil no dia a dia da cidade. A Guarda possui cães farejadores, que regularmente ajudam nas ações de combate ao tráfico de drogas. Leandro Lopes acredita que este tipo de interação entre os cães e seus treinadores e a população é importante para ajudar a tornar conhecido o importante trabalho que vem sendo desenvolvido. “Nosso canil é moderno, visa o bem-estar dos animais, seguindo padrões internacionais. Para que a população veja que esses animais, mais do que cachorros, são também agentes da segurança pública, que podem salvar vidas”, completa.

O Parque Cremerie tem aproximadamente 40 mil metros quadrados e possui quadras de esportes, lago com pedalinhos, área verde e espaços para piquenique. O parque fica na Estrada da Independência, s/nº - Independência, e está aberto à visitação de terça a domingo, das 8h às 16h30. A entrada é franca.


Curso sobre movimento Paralímpico será ofertado para professores

No momento em que o Brasil se destaca a cada dia nos Jogos Paralímpicos em Tóquio, com a participação de 260 atletas e mais de 50 medalhas conquistadas, e após ser escolhida para ser uma das cidades que sediarão a terceira edição do Festival Paralímpico Loterias Caixa 2021, Petrópolis dá mais um passo à frente: o governo interino assinou nessa quinta-feira (02/09) um acordo de cooperação técnica com Comitê Paralímpico Brasileiro para a promoção do intercâmbio de experiências e tecnologias. A primeira ação será a realização do curso “Movimento Paralímpico: Fundamentos Básicos do Esporte”, que será oferecido de forma gratuita, na modalidade à distância. A assinatura contou com a participação do coordenador do Programa de Educação Paralímpica do Comitê Paralímpico Brasileiro, David Farias Costa, e do coordenador da Bocha Paralímpica e Futebol PC da Associação Nacional de Desporto para Deficientes (ANDE) e professor da Academia Paralímpica do Comitê Paralímpico Brasileiro, Alexsandro Alonso de Faria Lautherbach. O momento solene ocorreu na EM Professora Maria Campos, no Centro.

“É uma alegria, justamente nesse momento em que o Brasil está mostrando para o mundo inteiro o potencial dos nossos atletas em Tóquio, assinar esse acordo e proporcionar aos professores a oportunidade de atualizar seus conhecimentos com a chancela do Comitê. Desta forma, conseguiremos ter mais crianças atendidas com profissionais especialistas. Temos muitos talentos, estimulamos nossos alunos a praticar o esporte, mostramos que não há limitação e que podemos, juntos, aprender cada vez mais”, afirmou o governo interino.

Na ocasião, David Farias Costa agradeceu o governo interino pela parceria e pelo convite aos demais municípios. “O esporte é incrível e na vida temos que retribuir e ter gratidão por tudo o que o esporte nos proporciona e é isto que vamos fazer. O Programa de Educação Paralímpica tem o objetivo de contribuir para que as atividades se tornem verdadeiramente acessíveis para todas as pessoas. O que Petrópolis está fazendo pode e deve servir de exemplo para outros municípios. Além de dividir o seu conhecimento, o município está convidando as cidades a fortalecer o vínculo com o comitê e isso é incrível”.

A secretária de Educação agradeceu o apoio do Comitê nas ações que vêm sendo realizadas pelo Departamento de Educação Especial com relação ao esporte. “A parceria é essencial para o fortalecimento desse trabalho. Contamos sempre com a colaboração do comitê no fomento de cursos e, agora, com o acordo de cooperação técnica, tenho certeza que teremos cada vez mais chances de formações para nossos servidores. Nossa parceria com o comitê começou há alguns anos com o projeto de natação para alunos que participam das atividades na sala de recursos da Escola Monsenhor João de Deus Rodrigues e, desde então, só temos a agradecer por essa parceria. Convidamos os municípios vizinhos a também aderir a essa corrente para que outros profissionais também possam se especializar a fortalecer o movimento paralímpico”.

O governo lembrou, ainda, que Petrópolis tem mais um motivo para comemorar: na última semana, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), por meio do departamento Desporto Escolar, divulgou os nomes dos municípios que sediarão a terceira edição do Festival Paralímpico Loterias Caixa e Petrópolis foi um dos três municípios do Estado selecionados.

”O objetivo da ação é o de promover a experimentação esportiva a crianças com e sem deficiência. O evento será realizado no dia 4 de dezembro, em 70 cidades brasileiras. Mais um indicador que Petrópolis está no caminho certo, promovendo e fomentando o esporte”, destacou.

Também estiveram presentes o secretário de Educação, Cultura, Esportes e Eventos de Areal, José Roberto Zimbrão Ribeiro, a secretária de Educação e Cultura de Comendador Levy Gasparian, Vanessa Souza, além de representantes dos municípios de São José do Vale do Rio Preto, Paty de Alferes e Teresópolis.

Sobre o curso:

O curso “Movimento Paralímpico: Fundamentos Básicos do Esporte” foi elaborado em parceria com a Universidade Federal de Uberlândia e chancelado pelo MEC e visa capacitar profissionais que atuem direta ou indiretamente na Rede Pública ou Privada de Ensino e tornar a atividade física e esportiva cada vez mais acessível às pessoas com deficiência. O curso, em formato EAD será apenas uma das ações planejadas através do termo de cooperação. Informações adicionais serão divulgadas após pela Secretaria de Educação para os profissionais da rede.


Contribuir para a formação de adolescentes atendidos pelo Centro de Referência Especializada de Assistência Social (CREAS) é o que visam os órgãos do governo municipal no acompanhamento de jovens em cumprimento de medidas socieducativas, encaminhados pelo Juizado da Infância e Juventude. Atualmente 27 dos 45 jovens, com idade entre 15 e 17 anos inseridos na rede, são atendidos pelo serviço de Assistência Social e desempenham atividades em diferentes áreas de governo. O trabalho tem sido garantido pelas equipes das secretarias de Defesa Civil e Ações Voluntárias, de Desenvolvimento, pela Coordenadoria de Bem-Estar Animal (Cobea), Gabinete da Cidadania, Casa dos Conselhos, unidades do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), Procon e na Casa Santos Dumont.

Além dos equipamentos de governo, a Secretaria de Assistência Social tem buscado parcerias com representantes da sociedade civil para o desenvolvimento de ações nas próprias comunidades onde os jovens residem. A medida visa oferecer ocupações por meio de atividades socioeducativas. “Esse é um trabalho de grande relevância que nossas equipes de governo têm conseguido desenvolver em conjunto. Todos atuando para garantir o melhor encaminhamento dos nossos jovens, que encontram uma oportunidade de melhor formação”, destacou o prefeito Hingo Hammes.

Desde julho, a Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias recebe dois jovens que, uma vez por semana, comparecem para desempenhar alguma tarefa relacionada à atividade do órgão. “Recebemos inicialmente esses dois jovens e temos acompanhado a evolução de perto. Nossa intenção não é apenas oferecer uma atividade, temos a preocupação em identificar tarefas adequadas ao potencial de cada um e percebemos a boa aceitação dos jovens, que podem a partir dessa experiência passar a ter outra perspectiva de vida. Esse é um serviço de extrema necessidade e importância que precisamos exercer na sociedade”, destacou o secretário de Defesa Civil, o tenente coronel Gil Kempers.

Por meio do CREAS, a Secretaria de Assistência Social realiza o acompanhamento dos jovens por um período de até seis meses. Maior parte dos encaminhamentos para o serviço social é em decorrência da prática de ato infracional.

Um dos jovens que está em atendimento na Defesa Civil, tem 15 anos de idade e constantemente é motivado a buscar novas experiências. Nos últimos dois meses ele já exerceu diferentes funções e para ele, essa vivência tem ajudado a mudar sua perspectiva de vida. “Para mim sido muito bom. Estou aprendendo coisas novas e penso em completar meus estudos e ter uma profissão”, destacou o jovem, que se alegra em dizer que a mudança de comportamento se estende inclusive ao convívio com sua família. “Gosto de ajudar minha mãe e coisas que faço aqui levo para a minha casa”, conta.

Para a assistente social, Juliana Souza as parcerias com órgão do poder público ou com entidades, contribuem para a consolidação do atendimento. “Identificamos na Defesa Civil mais um local para que os adolescentes pudessem cumprir a medida com a prestação de serviços à comunidade, de forma a facilitar o desenvolvimento de suas potencialidades, responsabilização, construção e reconstrução de projetos de vida”, pontua a profissional.

A Secretária de Assistência Social, Rosane Borsato, reforça que o trabalho pela busca de parcerias para o encaminhamento dos jovens é constante. “Nosso objetivo é oferecer aos jovens uma gama de atividades que sejam atrativas para eles e contribuam para a formação enquanto cidadãos. Nossas equipes fazem acompanhamento com toda a família para garantir que os jovens tenham o encaminhamento adequado e não voltem a cometer infrações, para que realmente vislumbrem a possibilidade de mudança nas suas perspectivas de vida”, pontua a secretária.

A Secretaria de Desenvolvimento é mais um dos órgãos de governo que recebe os jovens em cumprimento de medida socioeducativa. “Temos acompanhado esses jovens desde o início da gestão. Buscamos inseri-los nas atividades administrativas de forma que participem efetivamente da rotina da secretaria. Temos alcançado boa adesão e é muito gratificante observar a mudança de conduta desses adolescentes durante o tempo que estão sob nossa responsabilidade”, enfatizou o secretário Marcelo Soares.